A Anthem Sports & Entertainment transmitiu esta quinta-feira, a partir dos Skyway Studios em Nashville, Tennessee, mais edição do Impact Wrestling na ASX TV, rumo ao Slammiversary de dia 17 de Julho.

O Impact Wrestling é transmitido na ASX TV, Twitch e Impact Plus

Resultados

– Knockout’s Champion Deonna Purrazzo venceu Kimber Lee (Before The Impact)
– Satoshi Kojima & Jake Something venceram Brian Myers & Sam Beale
– Rachael Ellering venceu Tenille Dashwood
– TJP & Fallah Bahh vs Rich Swann & Willie Mack (No Contest)
– Chris Bey venceu Petey Williams
– Steve Maclin venceu Manny Smith
– Impact World Champion Kenny Omega & Good Brothers (Doc Gallows & Karl Anderson) venceram Sami Callihan, Moose & Chris Sabin

Vídeos

Impact Plus

Watch Wrestling

Report

A noite começa com Jon Burton, Gia Miller e Josh Mathews a apresentar o Before The Impact, onde é revisto o que de mais importante aconteceu na semana passada e é feita a antevisão do que poderá acontecer esta noite.

Josh Mathews entrevistou a antiga Knockout’s Tag Team Champion Rachael Ellering para falar dos recentes problemas com Jordynne Grace. A lutadora disse acreditar que conseguirá resolver as coisas com a antiga parceira de equipa, sobretudo com a ajuda de Jazz.

Em mais uma edição do Iceman Intel, George Iceman revela que ouvir uns barulhos no parque de estacionamento da Impact Zone, mas não sabe do que se tratou.

– Knockout’s Champion Deonna Purrazzo venceu Kimber Lee (Before The Impact): O combate deste Before The Impact envolveu a Knockout’s Champion Deonna Purrazzo, e apesar de alguma ofensiva e oportunidades de vitória de Kimber Lee, a vitória foi como seria de esperar para a campeã. A “Virtuosa” conseguiu a vitória com o Venus De Milo.

A entrada de Satoshi Kojima abriu o Impact Wrestling, mas o seu parceiro Eddie Edwards foi atacado por W. Morrissey no parque de estacionamento. O gigante disse então que o japonês vai ter de lutar sozinho.

Brian Myers e Sam Beale apareceram e o primeiro exigiu que Satoshi Kojima saísse do ringue e chamou Jake Something. O japonês não o fez e tivemos um ataque da dupla ao mesmo, que foi travada por Jake Something, transformando tudo isto num Tag Team Match.

– Satoshi Kojima & Jake Something venceram Brian Myers & Sam Beale: Brian Myers e Sam Beale tentaram fugir, mas os adversários controlaram os primeiros momentos do combate, até que o primeiro atacou o tornozelo de Jake Something. Depois de um domínio de alguns minutos e de Satoshi Kojima & Jake Something terem conseguido equilibrar, começaram a surgir oportunidades de vitória para ambas as equipas. No final, Satoshi Kojima arrecadou a vitória com um Koji Cutter e Lariat em Sam Beale.

Rosemary e Havok confrontaram Scott D’Amore sobre uma oportunidade pelos Knockout’s Tag Team Championships contra as Fire ‘N Flava (Kiera Hogan & Tasha Steelz), e o executivo disse que vai pensar no assunto.

– Rachael Ellering venceu Tenille Dashwood: Apesar de ter problemas para resolver com Jordynne Grace, Rachael Ellering teve de primeiro enfrentar Tenille Dashwood, que a atacou ainda antes do combate começar. Ainda assim, Rachael Ellering deu a volta ao combate só Kaleb With a K voltou a dar o controlo a Tenille Dashwood. No final, Kaleb With a K tentou cegar Rachael Ellering com a sua ring light, mas ela acabaria por arrecadar a vitória sobre a rival.

Depois do combate, Tenille Dashwood atacou Rachael Ellering pelas costas. Jazz apareceu em seu auxílio, mas sem sucesso. Quem apareceu no fim para resolver o assunto foi Jordynne Grace, que assim fez as pazes com Rachael Ellering.

No backstage, Ace Austin e Rohit Raju disseram que não precisam de Chris Bey na sua aliança com Madman Fulton e Shera. Mais tarde Chris Bey enfrentará Petey Williams numa altura em que querem ganhar ímpeto para o Ultimate X Match do Slammiversary.

– TJP & Fallah Bahh vs Rich Swann & Willie Mack (No Contest): Num misto de força e agilidade, este foi um Tag Team Match repleto de ação do início ao fim. No entanto, terminou em no contest devido a um ataque dos Impact World Tag Team Champions Violent By Design, que quiseram vir impor a sua posição de domínio da divisão de equipas.

No backstage, as Fire ‘N Flava estão furiosas pelo facto de Rosemary e Havok querem um combate pelos Knockout’s Tag Team Championships. Scott D’Amore informou-as que Rosemary e Havok terão para já a oportunidade de conquistar esse combate pelo título, na próxima semana.

Em entrevista, Tommy Dreamer garantiu que Sami Callihan, Moose e Chris Sabin vão conseguir coexistir quando enfrentarem o Impact World Champion Kenny Omega & Good Brothers no main event da noite.

– Chris Bey venceu Petey Williams: Petey Williams entrou melhor neste combate, mas Chris Bey nunca se deixou vencer facilmente e fomos tendo vários e incríveis golpes por parte de ambos. No final, depois de várias oportunidades de vitória para ambos, Chris Bey arrecadou a vitória ao contra-atacar um Canadian Destroyer com o The Art of Finesse.

Depois do combate tivemos uma grande brawl entre os dois grupos que neste momento formam a X-Division. No final, Chris Bey escolheu aliar-se ao X-Division Champion Josh Alexander, Trey Miguel e Petey Williams para despacharem Ace Austin, Madman Fulton, Rohit Raju e Shera.

Depois das derrotas contra Deonna Purrazzo, Susan e Kimber Lee parece que vão continuar juntas e tentar a sua sorte na divisão de equipas. Caso isso não resulte, há um plano de backupSu Yung!

Jake Something lançou um desafio para um combate contra Brian Myers. Caso este último vença, Jake Something admitirá que ele é o “The Most Professional Wrestler”. Mas se perder, Brian Myers terá de o reconhecer como um profissional.

– Steve Maclin venceu Manny Smith: Este foi um combate quase de sentido único, com Steve Maclin a dominar o adversário quase por completo. No final, o novo lutador do Impact Wrestling arrecadou a vitória com várias elbows e um Sitdown Slam.

No backstage, Brian Myers aceitou o desafio de Jake Something.

No Impact Wrestling da próxima semana teremos: Susan & Kimber Lee vs Rosemary & Havok para determinar as candidatas aos Knockout’s Tag Team Championships das Fire ‘N Flava; Jake Something a enfrentar Brian Myers; e Kenny Omega e Sami Callihan vão assinar o contrato para o Impact World Championship Match do Slammiversary.

– Impact World Champion Kenny Omega & Good Brothers (Doc Gallows & Karl Anderson) venceram Sami Callihan, Moose & Chris Sabin: A equipa de Don Callis conseguiu um maior controlo do combate e dominar Chris Sabin durante vários minutos, sobretudo depois de aplicarem um Triple Timber Splash.

Depois de vários minutos de domínio, Chris Sabin conseguiu finalmente fazer o tag e Sami Callihan equilibrou o combate. Só que Kenny Omega distraiu o árbitro, e Karl Anderson voltou a controlar a equipa adversária com um low blow no candidato ao Impact World Championship.

A ação descontrolou-se e Moose veio também para dentro do ringue. A confusão instalou-se fora do mesmo, com Don Callis e Tommy Dreamer à mistura. Enquanto isso, no ringue Chris Sabin foi vítima do Magic Killer, cedendo a vitória à equipa de Kenny Omega & Good Brothers.


O que achaste desta edição do Impact Wrestling?

2 Comentários

  1. El Cuebro1 mês

    Mais um bom episódio do Impact, gostei muito das lutas das mulheres, principalmente da volta da dupla de Jordy e Rachael, Deonna vencendo bem a Kimber, ela destruiu seu antigo grupo! Falando em destruir a Violent By Design está varrendo a divisão de duplas, não estou vendo um time a altura, pensei que os Good Brothers fossem fazer algo a respeito! E falando neles tivemos um bom main event, com o Omega eles são um trio imbatível, mas o trio de Moose, Sabin e Sami foi bem também, aliás o Sami está passando por uma face turn? O mesmo valendo para o Chris Bey, mas dessa turn eu gostei demais, o Chris como face é muito bom, aliás essa X-Division é algo que temos de muito bom no Impact no momento, rendendo grandes combates! Gostei também do combate do Kojima e do Jake, a união da experiência com a juventude e enquanto isso Steve Maclin vai acumulando vitórias se tornando um bom contender para o futuro, quem sabe o vejamos retomar a parceria com o Blake e ainda com o Murphy no futuro, seria um trio ótimo!

  2. Já não via um episódio semanal da Impact há algum tempo, só andava a ver highlights, mas decidi ver este. Aqui vai.

    Gostei:
    – Íamos ter Kojima vs Eddie Edwards, mas W. Morrissey atacou Edwards no backstage. Depois Brian Myers e Sam Beale vieram atacar Kojima, que foi salvo por Jake Something e vamos começar com um tag match. É um bom segmento para iniciar o show, mas é algo confuso. Para além disso, queria muito ver Edwards vs Kojima. Mas avançamos já para o verdadeiro combate de abertura, Kojima & Jake Something vs Brian Myers & Sam Beale. Jake Something teve uma boa exibição no começo, seguiu-se o domínio dos heels e Kojima com o hot tag a vencer o combate para a sua equipa. Um bom tag team match para iniciar o show, após a alguma confusão do início. Kojima, mesmo já com a sua idade, continua a surpreender-me.
    – Após o Ellering vs Dashwood, Dashwood continuou a atacar a sua adversária até Jazz e Jordynne Grace a salvarem, reunindo Ellering e Grace, por enquanto. Aparentemente, vamos seguir o longo caminho para o heel turn de Grace. Veremos se é o acertado.
    – Fallah Bahh & TJP vs Rich Swann & Willy Mack. Estava a ser um ótimo tag team match, mas acabou demasiado cedo. Todos os membros dos Violent By Design atacaram os 4, terminando numa no contest. E, de acordo com as 302 vezes que Josh Matthews nos avisou, vamos possivelmente ter uma triple threat tag team match no Slammiversary. Aceito completamente que os Violent By Design sejam a stable dominadora do Impact. Já sobre o combate, para terminar, entendi o fim, mas estava a ser tão divertido, é uma pena.
    – Chris Bey vs Petey Williams. O melhor combate da noite. Com o regresso do Ultimate X, os heels e faces estão a fazer alianças. E depois temos o Bey ali no meio, mas continuando. Como já disse, melhor combate da noite. O spot em que o Bey reverte o Canadian Destroyer para uma espécie de um neckbreaker é ótimo. Bey conseguiu a vitória. O Bey é um lutador absolutamente fantástico. Mas o Petey Williams também é algo… Salva de palmas para ambos!
    – Kenny Omega & Good Brothers vs Moose, Sami Callihan & Chris Sabin. Os heels dominaram isto. Este combate também construiu a storyline entre Moose e Sabin, Moose que lesionou Storm. Moose eventualmente custou o combate à sua equipa, e permitiu que Omega e os Good Brothers continuassem o ataque. O main event não é nada de mais, mas tivemos aqui um bom avanço numa storyline. Moose está a fazer um ótimo trabalho como heel, que continue.

    Não Gostei:
    – Rachel Ellering vs Tenille Dashwood. A única coisa que destaco verdadeiramente aqui é a Tenille Dashwood ser sempre ótima em ring. Já o combate podia ter sido melhor. Rachel vence após uma distração falhada…
    – Steve Maclin vs Manny Smith. Nada de mais a dizer, uma vitória dominadora para o Maclin. Só acho que alguma personalidade não faria mal à personagem do ex-membro dos Forgotten Sons.

    Overall: 7/10. Bom episódio. Nada mau, mas nada de outro mundo. Edwards vs Kojima teria sido um fantástico combate, pena que não o tenhamos visto. Chris Bey e Petey Williams foi o melhor combate da noite e deixam hype para o Ultimate X no Slammiversary. O único verdadeiro negativo é a falta de Knockouts. Tivemos um combate, mas faltou a campeã. Tá bem, apareceu no Before The Impact, mas poucos ligam a isso. Mas a Impact está numa enorme progressão e só há que continuar a ir para cima.