Frank casino

Em semana de WrestleMania 36, John Cena foi o convidado de Corey Graves em mais uma edição do seu podcast, o After the Bell. Um dos grandes temas que os dois falaram foi sobre a “nova cara” da WWE, com John Cena a admitir que a empresa neste momento não tem “uma cara” como tinha no passado.

Claro que se tivéssemos que apostar numa nova cara para a WWE em pleno ano de 2020 utilizaríamos um BET.PT código promocional e colocaríamos todas as nossas fichas em Roman Reigns, mesmo estando ele neste momento ausente na WWE. No entanto, esta post é sobre John Cena e sobre os seus comentários no After the Bell.

John Cena começou por dizer que a WWE precisa de um homem ou mulher que seja a sua “cara”, mas que talvez não o consiga produzir, mas que isso é importantíssimo para definir uma “era”. John Cena explicou que neste momento o público e o produto é tão variado, que torna-se difícil ter uma Superstar que seja apoiada por toda a gente.

O 16x campeão mundial lembrou que os fãs mudam de gosto todas as semanas e não aceitam quando uma Superstar que gostavam na semana passada começa a ter mais destaque, revoltando-se contra a empresa. É dado o exemplo de Seth Rollins, mas ele próprio (John Cena) também o pode ser.

De seguida, John Cena explicou novamente que neste momento a audiência está bastante segmentada e que existem vários programas e rosters distintos. Cada programa tem as suas principais Superstars, mas não há uma que seja superior às outras todas e transversal a qualquer brand como “cara” da empresa.

John Cena afirma que neste momento existem 8-9 caras principais em cada brand e que isso não é particularmente mau, referindo que o talento da WWE nunca foi tão atlético como é hoje em dia. John Cena diz que acreditar que pode ser apenas uma questão de tempo até a empresa ser capaz de ter novamente uma “cara”.

O lendário lutador também refere que as Superstars hoje em dia não correm tantos riscos como no passado, experimentam poucas coisas novas. Sem o dizer, talvez isso aconteça porque estão mais limitadas.

John Cena deixa uma mensagem de incentivo para que os lutadores arrisquem mais, antes de começarem a reclamar que não estão a ter a carreira ou resultados que queriam ter.

Uma parte da participação de John Cena no WWE After the Bell pode ser vista em cima. A edição completa está aqui.


O que achaste destas declarações de John Cena no After the Bell?

22 Comentários

  1. Hugo7 meses

    Bom….de modo geral até gostei,principalmente da parte em que os lutadores deviam arriscar mais pois a pna minha opinião acho que a parte espetacular do wrestling tem andado escondida aparecendo muito raramente. E na parte de que a wwe não ter uma cara um lutadorou lutadora que seja a definição da wwe no momento.

  2. Anônimo7 meses

    pode se dizer que é a Becky Lynch,
    já que ela é apoiada por toda a gente.

  3. Anónimo7 meses

    Lá no fundo, bem no fundo e mesmo afastado dos ecrãs o John Cena é e sempre será a cara da WWE. Para sempre. Querem gostem ou não temos de admitir que o John Cena é o maior de sempre. Se reparem toda a gente sabe quem é o John Cena mesmo não vendo WWE. As vezes estou a ver um show de wrestling, seja de que empresa for, e há sempre alguém que me pergunta: “o John Cena ainda luta?” a quem é que isto nunca aconteceu?

    • Facebook Profile photo

      A mim acontece sempre, os meus primos e não só, quando quando aparece algo sobre a wwe, eles dizem me sempre, o John cena não esta a lutar, eu digo sempre, ele agora não esta sempre na wwe como dantes, mas maior parte das pessoas agora conhecem mais por causa dos filmes, talvez os que nunca assistiram wwe, e a minha mãe apesar de nunca ter visto wwe, via algumas coisas que passavam na TV repetidas, e agora sabe que ele lutava, e que faz filmes agora

  4. Beatriz Lynch7 meses

    WWE devia dar mais liberdade aos lutadores.

  5. Facebook Profile photo

    Drew, tem potencial para isso, muito mais que outros que querem fazer passar como a cara principal da empresa

  6. Facebook Profile photo

    Uma empresa como a WWE não deveria ter uma cara só. É um problema quando essas caras da empresa começam a ficar OP vencendo todo mundo e pura e simplesmente não conseguimos ver o heel a vencer um match ou até a fazerem boas lutas. É por isso que ninguém curte o Roman (pelo menos antes da leucemia, porque parece que agora os politicamente corretos até dizem que ele é talentoso kkkk) Ou o Seth, ou o goldberg ou o Lesnar. Quero dizer, o Lesnar tem uma dificuldade insana pra vencer o Roman na WrestleMania, aí vem o Rollins e vence em menos de 10 min ahahaha Enfim, se não há boas lutas, independente do vencedor eu não estou interessado.

    • Emocionei-me quando o roman fez aquela promo a informar que ia voltar e que tinha vencido a leucemia. Continuo a achar que como wrestler é uma merda, tanto no ring como nas promos como a sua personagem. Era o The Rock 2.0 que correu mal

    • Facebook Profile photo

      Pois é meu caro. É um jobber de sorte. Teve papai wrestler e the rock na família, rikishi e usos do outro lado e aí o Vince viu uma oportunidade única de criar uma cara da empresa que como não faz mais que um samoan drop nunca se lesionaria… Ele é boa pessoa e é muito humilde mas o pobre do rapaz é peeeeeeessimo!!

    • Facebook Profile photo

      Verdade, o Roman nao e muito bom, o cara e fraco em ring, como com o micro, tipo nao tem nenhuma das coisas mais importantes que uma superstar precisa, o cara pode ser limitado em ring, mas se nem promos boas sabe fazer, o que realmente a wwe viu nele

  7. Tem razão o público muda de opinião rápido é preciso saber viver com isso, isso ele sempre soube e é verdade que alguns deviam arriscar mais mas também lhes deviam dar mais liberdade

  8. John Cena esteve bem no que disse, concordo com praticamente tudo o que referiu.

  9. Rodrigo7 meses

    Concordo com o John quando ele diz que actualmente não há uma cara da WWE. Penso que McIntyre, Aleister Black, Daniel Bryan e Reigns podem ser os top faces e Rollins, AJ Styles, Kevin Owens e Bray Wyatt podem ser os top heels, sendo que todos podem fazer bem o papel de face como heel (Wyatt e Reigns são incertezas, o primeiro porque só foi face na altura da tag team com o Matt e o segundo porque nunca foi heel para além do tempo dos The Shield), mas acho que não podemos considerar apenas um deles como A cara da companhia, acho que com tanta qualidade num roster muito vasto essa ideia de um lutador acima de todos os outros não existe ou não deve existir.

  10. Anonimo7 meses

    Como assim uma cara?? Então mas mesmo o cena sendo um dos maiores de todos os tempos, ou para alguns o maior mesmo e nunca teve o apoio total do público no seu auge. E não era considerado a cara da empresa no seu auge? Era..

    • Facebook Profile photo

      Ninguém tem o apoio total, existe pessoas que gostam dele e outros que não, e o John cena naquela altura era a superstar com mais popularidade na wwe, era sem duvida a cara da empresa, ou o Top Guy, naqueles anos todos era a superstar que mais vendia, praticamente esta a frente do titulo, andava mais vezes com um titulo Mundial, do que sem nenhum, ate esteve 1 ano com ele, e era sempre a cara dos jogos da wwe, por isso se naquele momento ele não era a cara da wwe, então não sei o que era, e só mesmo o Cm Punk, la para 2011 ou 2012 e que conseguiu ultrapassar o Cena em vendas, apesar do Cena continuar a vender,

    • Facebook Profile photo

      O que o John cena queria dizer, era que naquela altura, a wwe tinha uma superstar em que se focava mais, como era com o Hulk Hogan, Stone Cold, The Rock, e o próprio John cena, e agora não se vê muito isso, nao tem ninguém que seja a figura principal, e para ser sincero, de todos neste momento a que esta com maior protagonismo, ate e a Becky

  11. JOAOPEDROOOOO7 meses

    Cena, o que tu queres dizer e não podes, é que existe muita bom talento ao nível do mid-card e up mid-card, mas verdadeiramente não há nenhum main event como na era 97-07.
    Talvez a melhor década de sempre do wrestling.
    Não existir isso, torna o wrestling negativo.
    Agora a questão é também do porquê de não existir. Para mim, podem dizer o que quiserem, enquanto não se abulir o “politicamente correcto” não serve de nada. É supostamente uma rivalidade entre o bom e o mau, que simulam porrada entre eles, mas insultar, julgar alguém, alguma raça ou sexo? Epá não isso é que não.
    Não sou eu que o digo, são os resultados. Há 20 anos eram 10 milhões de pessoas a ver wrestling, a semana passada o Raw teve menos de 2.

  12. Anonimo7 meses

    E será preciso ter um gajo que se destaca dos outros todos? Porque não ter vários nomes de topos em nivel semelhante como antigamente?

  13. Anónimo7 meses

    Boas declarações por parte do John Cena, concordo com a maioria das coisas que ele falou.

  14. Na minha opinião o top guy da WWE após a saída do Cena é e sempre foi o Reigns, é o wrestler com a imagem que a WWE quer e gosta de vender.
    O que prejudica a WWE é que tem um roster muito numeroso e muito talentoso em que a maior parte não tem estatuto na empresa nem star power para ser chamado de “main eventer”, a culpa do mesmo acontecer deve-se exclusivamente ao péssimo booking que existe na empresa, sendo que a liberdade criativa dada a cada wrestler é mínima.

    Os top guys que a WWE devia manter pela rota do main event na minha opinião são:
    * Não menciono Lesnar, Goldberg e Edge pois são part-timers.

    RAW:
    – Seth Rollins: Boas mic skills, muito bom no ringue e desempenha muito bem o papel de heel ou face logo é uma excelente mais valia, podendo variar quando a situação assim o pedir.

    – Aliester Black: Sei que é ousado mencionar este nome pois não tem qualquer experiência no main event da WWE, mas é um wrestler que transmite uma aura de invencível que paira sobre ele cada vez que faz a sua entrada, talvez exagerando mas é o novo Undertaker desta nova era da WWE, a WWE só tem de continuar a representa-lo dessa forma, ou seja, um wrestler difícil de vencer e com poucas derrotas, logo ganham aqui um main eventer face muito facilmente.

    – Drew McIntyre: Penso que seja um nome claríssimo para todos os que assistem WWE que é alguém com o look, o talento e as mic skills necessárias para se manter no main event por muito tempo, na minha opinião funciona melhor como face, mas se a situação assim o pedir pode fazer umas runs como heel que não o iria prejudicar em nada.

    – AJ Styles: Para mim o melhor wrestler que a WWE tem nas suas fileiras, tal como o Rollins é alguém que funciona muito bem como heel ou face, logo uma mais valia em qualquer brand.

    – Randy Orton: Um nome que todos nós conhecemos que consegue ficar over sem catchphrases que ficam no ouvido ou derradeiras promos, porquê ? Simples, tem um legado brutal e expressões faciais que ninguém na WWE tem, como heel continua a ser o melhor da empresa, na minha opinião precisa de uma lufada de ar fresco para voltar a atacar um título principal, diria que uma stable seria o ideal.

    Estes 5 nomes para mim deveriam ser os main eventers do RAW, tendo como back-ups no roster atualmente wrestlers como KO, Lashley, Joe e Andrade que podem bem funcionar como upper mid carders fazendo umas runs ao main event de longe a longe.

    Smackdown:
    – Roman Reings: Como disse em cima, é o wrestler com o look de “Top Guy” que a WWE gosta e vendo o seu percurso deve-se manter no main event por muitos anos, uma coisa que mudava é que não seja um eterno face tal como o Cena, porque senão todos sabemos o que vai acontecer.

    – Braun Strowman: Tem o look e é um legit big guy alguém que representa um desafio para vencer, penso que funciona melhor como face mas se a situação assim o pedir pode bem ser um heel, papel que já representou na WWE e muito bem.
    Já devia estar no main event, mas a WWE tirou-lhe o pão da boca quando perdeu o combate pelo título contra o Lesnar.

    – Daniel Bryan: É um main eventer até ao fim da sua carreira, sendo muito bom a heel e a face é alguém que dá muito jeito em qualquer uma das brands. É e sempre será um “peoples champ”.

    – Sheamus: Escolho o Sheamus porque é um big guy, um bom heel, tem um bom look e umas boas mic skills, apesar das lesões acho que ainda seria um bom main eventer para enfrentar um face querido do público.

    – Bray Wyatt: É alguém com uma genialidade imensa, consegue dar hype a qualquer personagem e tem umas mic skills brutais, para mim é alguém que deve sempre andar na rota do main event.

    – Dolph Ziggler: Talvez a escolha mais polémica de todas as que apresentei. O Ziggler é como o Fábio Paím uma eterna promessa. Tem mais do que é preciso para ser um main event já à alguns anos, mas a WWE não o deixa ser, é tão claro como isso. Funciona bem como face e como heel, tem boas mic skills, muita qualidade e uma boa imagem, se a WWE lhe desse uma justa oportunidade tenho a certeza que ia fazer valer a pena, muita gente vê nele um Shawn Michaels eu vejo nele muito do Edge… é um derradeiro oportunista tal como ele, penso que uma gimmick parecida assentaria que nem uma luva.

    Estes 6 são para mim os main eventers do Smackdown, sendo que o Smackdown tem um ponto a favor que o Raw não tem, tem vários wrestlers que podem funcionar como upper mid carders e que podem ajudar na construção de storylines de main event tais como: Corbin, Roode, Jeff Hardy Cesaro, Nakamura (como Face) , Miz, Morrinson e Elias.