Frank casino

O comediante John Oliver já criticou a WWE por várias vezes no passado, tanto por causa da relação da empresa com a Arábia Saudita, como pela forma como os lutadores são tratados. Neste passado domingo, John Oliver voltou a criticar a WWE, tendo também criticado a AEW e a UFC.

No vídeo em cima, John Oliver falou da temática dos desportos poderem voltar de forma responsável, tendo dado o exemplo do estado da Flórida, que considerou o Wrestling como essencial.

Ele explicou que a WWE, apesar de alguns testes que faz, é irresponsável por já termos atividade desportiva de volta, visto que não só dois lutadores têm de estar presentes na arena, como também vários membros da equipa de produção têm de trabalhar num espaço confinado.

John Oliver também falou do suposto empregado da WWE que fez uma queixa anónima aos responsáveis de Orange County, tendo em seguida mostrado um áudio de Vince McMahon a explicar aos seus accionistas o porquê da WWE continuar a produzir novo conteúdo.

O comediante também criticou a All Elite Wrestling, antes de criticar com a UFC e Dana White, por este estar a construir as instalações numa ilha privada, para que a UFC possa fazer lá todos os seus eventos. John Oliver também aproveitou para gozar por ele ter chamado à ilha de “Fight Island” e não “U-F-SEA”.


Concordas com estas críticas de John Oliver à WWE, AEW e UFC?

7 Comentários

  1. Concordo maioritariamente, sim.

  2. Hugo4 meses

    Bom…..grande Oliver.!!!!

  3. Concordo com o facto de o Oliver criticar o Wrestling como atividade essencial, não consigo concordar com o resto. Se está tudo a ser feito dentro das normas de segurança qual é o problema? Não sei como é na WWE porque eles são muito fechados mas na AEW, para além de o Daily’s Place ser aberto (penso que o recinto anterior não era) vejo nos vlogs do Sammy que eles procedem a normas de segurança antes de entrar no recinto para trabalhar

  4. Anónimo4 meses

    Todas as empresas estão a correr riscos ao continuarem com os shows, isso não se pode negar.

  5. Anónimo4 meses

    Eu até concordo mas o mundo não pode parar, eu sou a favor de continuarem com os shows semanais sempre que sejam sempre à porta fechada.
    Todos os eventos desportivos estão a regressar mas obviamente sem público e não vejo nenhum problema com isso, para mim a verdadeira questão e preocupação deve é ser se vai ser possível ter crowds novamente ainda este ano.

  6. Tem toda a razão. Os donos dessas 3 companhais são todos capitalistas bem como o presidente dessa nação.