Faz login e navega sem pop-ups

More Than Words #17 – A Cara Da Companhia

65 minutos ou uma 1 hora e 5 minutos, como prefiram dizer. Este foi o tempo que Seth Rollins esteve em ringue no último Monday Night Raw. Este foi não só um combate histórico, que bateu o recorde de 54 anos, de combate com maior duração do programa, mas foi também uma forma de abrir os olhos a muitas pessoas que já duvidavam do enorme talento atribuído a Seth Rollins. Esta espetacular performance de Rollins, que na mesma noite derrotou duas das principais estrelas da companhia, acrescentou alguma imprevisibilidade ao Elimination Chamber Match masculino deste domingo. Seth Rollins possui neste momento, a história e o ímpeto necessários para vencer este combate, Seth Rollins representa neste momento uma alternativa mais realista à vitória de Finn Bálor, como babyface apoiado pelos fãs e uma alternativa à vitória previsível de Roman Reigns.

De certeza que muitos fãs, após esta exibição de Rollins no úlitmo Raw, se ficaram a perguntar a eles próprios porque é que Rollins não é a cara da companhia. Afinal de contas ele tem tudo. Tem o look adequado, tem as mic-skills necessárias, tem um enorme talento em ringue, um enorme carisma, uma boa venda de merchandise e acima de tudo uma grande legião de fãs que o apoiam fervorosamente. Mas então se tem isto tudo, porque é que ele não é visto como a a cara da companhia? A verdade é que há uma coisa que Rollins não tem e essa coisa é não ser Roman Reigns. Reigns é a cara da companhia neste momento, quer se goste ou se odeie, Rollins não o é simplesmente porque não foi o escolhido por Vince para esse papel. Isso notou-se claramente após o fim dos The Shield. Apesar de Rollins ter tido o maior destaque com o fim da stable, por ter sido aquele que a destruiu, Reigns foi aquele que foi apresentado como uma estrela, à qual davam mais destaque e prestavam mais atenção. De certa forma, Reigns foi o escolhido por Vince e Rollins o escolhido por Triple H.

Rollins e Reigns tiveram caminhos completamente distintos que começaram de forma promissora, mas que depressa foram se apresentando cansativos e excessivos. Rollins após o fim dos The Shield foi apresentado como um heel arrogante que pretendia alcançar o sucesso, por mais tácticas sujas que tivesse que optar para alcançá-lo e Reigns foi apresentado como Powerhouse indistrútivel, que arrasava com tudo e todos. Ora estes papéis assentavam que nem uma luva a estes dois superstars, mas ao longo do tempo tornaram-se cansativos, por se tornarem demasiado excessivos. Rollins ganhara o título da WWE com a ajuda da Authority, mas depressa se tornou num fantoche da Authority e num heel que fugia de tudo e de todos, ganhando todos os combates de maneira suja, seja com interferências de Triple H, Kane ou dos J&J Security, aborrecendo todos os fãs que o queriam ver mostrar o talento que sabiam que ele tinha. Reigns depressa passou de um Powerhouse indistrutível para um uma espécie de John Cena 2.0 que ganhava todos os combates e parecia que não levava nada a sério, sendo as suas fracas mic-skills exibidas durante as suas longas promos, a única coisa que o diferenciava de Cena.

Ambos os superstars começaram os seus pushes a solo de uma boa maneira e ambas as gimmicks foram se desgastando nos primeiros anos, o que mudou foi a forma como uma a WWE os tratou após Rollins ter perdido o título por lesão. É certo que Rollins não pôde participar na Wrestlemania 32 por lesão, mas vê-se claramente o tratamento preferencial que foi dado a Roman Reigns, quando este fez parte do main-event nas últimas três wrestlemanias. Mesmo que Rollins tenha saído com o título da Wrestlemania 31, toda a gente sabe que o plano inicial era ter Roman Reigns a tirar o título a Brock Lesnar no main-event. A WWE passou a ver Reigns como alguém em que eles podiam confiar. Secalhar se Rollins não se tivesse lesionado antes da Wrestlemania 32 as coisas teriam sido diferentes, mas a verdade é que ningúem pode negar o favoritismo que era dado a Reigns. Desde a vitória de Reigns na Wrestlemania 32 sobre Triple H, que Rollins viu da bancada, a diferença entre o estatuto de um e o estatuto doutro, foi-se acentuando cada vez mais. Reigns foi cada vez mais, ganhando um estatuto de main-eventer, enquanto que Rollins se foi apresentando cada vez mais como um upper mid-carder, uma alternativa ao main-event.

Rollins teve dois grandes azares: Ter tido aquela lesão que o obrigou a abdicar do título e a falhar a Wrestlemania 32 e não ter sido o superstar escolhido por Vince McMahon para ser a cara da companhia. E apesar de Rollins ser o babyface que Vince McMahon gostava que Roman fosse, a verdade é que Reigns é um wrestler 100% formado na WWE, enquanto que Rollins tem um grande passado nas indies. Talvez isso, aliado à “fragilidade” apresentada por Rollins aquando das suas lesões, tenham causado todo este favoritismo por Reigns. Se Tyler Black não tivesse existido ou se só tivesse existido na WWE e se Rollins nunca se tivesse lesionado, pelo menos não gravemente, talvez a importância para a companhia de Reigns e de Rollins não fosse tão distinta como é neste momento.

Talvez se Triple H fosse o dono da WWE e não Vince McMahon, era Rollins e não Reigns, que tinha estado no main-event de Wrestlemanias seguidas. Mas a verdade é que isto são apenas suposições, porque a realidade é que Reigns neste momento é o favorito a ganhar o Elimination Chamber Match deste ano e o favorito desde o ano passado a tirar o título de Brock Lesnar na Wrestlemania 34, enquanto Rollins é um superstar que foi acrescentado ao combate à última da hora e cujos planos para a Wrestlemania este ano passavam supostamente por um combate com Jason Jordan.

Este ano tudo aponta para um Reigns vs Brock Lesnar pelo Título Universal na Wrestlemania 34, naquele que será uma repetição do main-event da Wrestlemania 31 e este ano, infelizmente para Rollins, não há uma mala Money In The Bank que o salve. Por isso, ou este domingo a WWE choca toda a gente e mete Rollins a sair vencedor da Chamber ou Rollins irá ser condenado mais uma vez a ser uma segunda escolha de Roman Reigns e a vê-lo consagrar-se definitivamente como a cara da companhia.

E tu?

  • Porque é que achas que Rollins não é a cara da companhia?
  • Achas que se Rollins não tivesse tido estes azares, poderia ter-se tornada na cara da companhia?
  • Achas que a WWE este domingo vai optar pela decisão mais prevísivel ou poderá dar uma surpreendente vitória a Rollins?

Obrigados os que leram este artigo, estarei de volta no próximo domingo com mais um More Than Words.

10 Comentários

  1. Eduardo Costa há 3 meses

    Deu gosto ler este texto ,esta perspectiva realista da realidade da wwe nos dias de hoje! desde ja ,os meus parabéns ,excelente texto!
    O problema de alguns superstars na wwe é o proprio vince . ele é quem manda ,quem escolhe …e escolheu o reigns ! Evolui muito ,trabalha muito ,vende bem , tem aquilo que um heel deseja ter ,precisa de ter ,mas lá está tem de ser face ,uma merda como face. Rollins e o aj styles sao superstar dignos de main event de uma wrestlemania ,lutadores fenomenais ,que dá gosto pagar para os ver lutarem …mas nao, roman reigns mais uma vez main event ! 4 vezes seguidas !
    Dizem eles ,o vencedor do royal rumble vai ao maint event, reigns sorri !
    Juro que não consigo perceber isto, desde a wrestlemania do ano passado que ja se sabia que na próxima seria reigns vs lesnar na mania ,mas a wwe nao quer saber o que os outros pensam ,mesmo todos saberem continua com o combate …e é logico que nem é preciso ver a elimination chamber para saber quem é o vencedor …a isto se chama “lambe botas“.

    • Doughc há 3 meses

      Olha essa história da Rumble há muito que não significa ser main event, Del rio e Sheamus ganharam e não foram main events.

    • Doughc há 3 meses

      O Rui respondeu com perfeição, marketing.

    • Muito Obrigado, eu acho que Roman Reigns até conseguria ser um bom face e as pessoas secalhar até gostavam dele, se ele não fosse apresentado como o escolhido por Vince. Ele de facto é um talento de main-event, mas 4 main-events da Wrestlemania seguido, é realmente um bocado exagerado. E lá está, o facto de se saber que este combate iria ocorrer, desde há um ano para cá, é muito frustrante, a WWE poderia ter arranjado outra forma de dar destaque ao Roman na Wrestlemania.

  2. Doughc há 3 meses

    Porque é que achas que Rollins não é a cara da companhia?
    Não tenho uma teoria, acredito que o Vince acredita que o Roman é melhor simples.

    Achas que se Rollins não tivesse tido estes azares, poderia ter-se tornada na cara da companhia?
    Infelizmente não, acho que o ideal seria o Rollins ser o top face e o Roman ser o top heel pra mim ele é main eventer e deve ser main eventer só que no papel de vilão e destruidor.

    Achas que a WWE este domingo vai optar pela decisão mais prevísivel ou poderá dar uma surpreendente vitória a Rollins?
    Acho que se tiver alguma chance do Rollins chegar a wrestlemania contra o Lesnar só se for um empate com o Romano e então ter uma luta a 3, com o Roman saindo campeão de qualquer forma, não ficaria triste com o Roman virando heel na mania pós wrestlemania e invertendo o papel com o Rollins,quando o Rollins era o top heel o Romano já era top face mas encarou por um longo tempo um heel de segundo nivel o Wyatt, o Rollins podia ter um outro inimigo e depois vencer o Roman como um grande herói no Summerslam ou no Survivor Series.

  3. Telespectador há 3 meses

    Meu palpite é que o Balor vai ganhar o Chamber.

  4. Anónimo há 3 meses

    Parabéns pelo texto, alem de ser muito bem escrito, mostra um ponto de vista e usa fatos e argumentos pra “provar” o que é dito. E as perguntas, acho que todas são respondidas por uma coisa bem simples, Vince escolheu o Reigns. Que o Rollins é melhor do que o Reigns em tudo relacionado a wrestling, todo mundo sabe, mas o fato do Vince gostar mais do físico do Reigns faz com que ele seja o que ele é hoje, um cara que todo mundo gosta de ver lutando e ninguém entenda o porque ele não tem mais destaque.

    • Obrigado, é verdade, o Rollins é muito melhor face que o Reigns e embora não tendo o físico do Roman, acho que ele poderia ter um maior destaque, poderia estar mais de igual para igual com Reigns e neste momento não está.

Comentar