Faz login e navega sem pop-ups

More Than Words #21 – Atmosfera De WrestleMania

Já estamos a menos de duas semanas da Wrestlemania, o maior evento de Wrestling do ano, onde se reuném fãs de todos os continentes e idades num estádio, para presenciar este fenómeno, já mundialmente conhecido, que é a Wrestlemania. Este ano, o evento irá ocorrer na cidade de Nova Orleães, que já não é estranha a este tipo de eventos, visto que albergou há 4 anos atrás a Wrestlemania 30. A Wrestlemania 34 tem um card, que pelo menos em papel promete e tem um total de 13 combates já confirmados, com 1 ainda por confirmar, ou seja, já mais três do que houve no ano passado. Por isso, para quem achou que a Wrestlemania 33 demorou uma eternidade a passar, então não aconselho verem a deste ano, porque, por mais incrível que pareça, esta é capaz de ter mais horas do que a do ano passado.

Lembram-se quando a Wrestlemania tinha cerca de 7 ou 8 combates, em que praticamente todos eles tinham uma razão para estarem a acontecer neste evento? Não há muito tempo atrás, a Wrestlemania funcionava como uma  conclusão, uma espécie de Season Finale, para todas ou quase todas as storylines da WWE. Agora é apenas uma forma de meter todos os wrestlers do plantel no mesmo card, de modo a que todos eles tenham o seu “Wrestlemania Moment”, combates como a André The Giant Memorial Battle Royal e agora a Battle Royal Feminina servem apenas para nenhum wrestler ficar fora da Wrestlemania e já ninguém lhes dá importância, visto que estes combates consistem apenas numa junção de todos os wrestlers que não têm combate marcado e cujo vencedor não ganha nada em ter vencido, pois a WWE não investe nele, como se pôde verificar até agora. que Eu acho louvável que a WWE tente pôr todos os wrestlers no card, deve ser o sonho de qualquer Wrestler fazer parte de uma Wrestlemania, só acho que era preferível deixá-los fora da Wrestlemania ao invés de estarem a ser utilizados como só mais um lutador em busca de um troféu cuja importância é praticamente nula.

Contudo, desengane-se quem achar que são apenas as Battle Royals que servem para oferecer a wrestlers um lugar na Wrestlemania. Combates como o fatal-4-way pelo título dos Estados Unidos e o combate de tag-teams do Raw, servem apenas para Wrestlers como Jinder Mahal, Rusev, Braun Strowman, possivelmente Elias e até mesmo Randy Orton, tenham um lugar na Wrestlemania. Com isto não estou a dizer que estes nomes que eu citei não merecem estar presentes na Wrestlmania, só acho que a construção destas rivalidades não tem sido a melhor e não são combates com construção digna de wrestlemania.

Eu não sou contra os multi-man matches na Wrestlemania, acho que eles devem existir, apenas acho que eles requerem uma storyline que justfique ser um multi-man match. Por exemplo, no combate entre Miz, Bálor e Rollins pelo título intercontinental, ambos os desafiantes, Rollins e Bálor, têm motivos para estar no combate e há história entre eles e o campeão, o que não acontece na feud pelo título dos Estados Unidos. Como eu já referi noutro artigo, Randy Orton e Rusev entraram na rivalidade entre Jinder Mahal e Bobby Roode, completamente do nada. Randy Orton entrou na rivalidade por ter distribuído RKO’s em Jinder e Roode, sem qualquer justificação plausível por tê-lo feito. Enquanto que Rusev entrou nesta feud no Smackdown passado, após ter feito o pin no campeão e porque a companhia não tinha quaisquer planos para ele na Wrestlemania, ou seja Randy Orton e Rusev foram adicionados a esta rivalidade somente para não ficarem fora da Wrestlemania e isto para mim não cria uma atmosfera de um combate digno de Wrestlemania, pois não nos é dada uma justificação para estes 4 lutadores estarem numa feud.

O facto da WWE querer colocar todos os wrestlers no card, faz com que hajam muitas storylines que parecem ter começado muito tarde, devido à falta de planos da WWE para muitos superstars. Apenas as storylines pelos principais títulos, Universal e WWE, e talvez a storyline entre Shane McMahon, Daniel Bryan, Kevin Owens e Sami Zayn, parecem-me storylines dignas de Wrestlemania e mesmo estas deviam ter começado mais cedo. Na Wrestlemania 30, o main-event que culminou com a coroação de Daniel Bryan como campeão da WWE, apesar de não ter sido originalmente planeado, o combate entre este, Randy Orton e Batista, resultou de uma história contada durante meses, em que Bryan era constantemente rebaixado por Triple H, Stephanie McMahon e todos os membros da Autoridade. Houve toda uma história contada em vários meses que teve o seu merecido final na Wrestlemania. Este ano, Reigns vs Lesnar e Styles vs Nakamura, combates que supostamente irão ser os “main-events” da Wrestlemania, só começaram a ser promovidos após o Fastlane.

Em nenhum destes dois combates houve uma história entre os participantes envolvidos antes da Road to Wrestlemania. Nakamura e Styles só começaram a sua storyline propriamente dita, após o Fastlane. E Nakamura, apesar de ter vencido o Royal Rumble, apenas foi apresentado como um adversário há altura de Styles, como um sério candidato a tirar-lhe o título, também só após o combate contra Rusev no Fastlane. Já Reigns vs Lesnar, apesar de já há bastante tempo planeado, apesar de já haver história entre eles já desde a Wrestlemania 31 e apesar de a WWE ter passado vários anos a construir Reigns para este combate, para uma desforra contra Lesnar, o combate entre eles só começou a ser mesmo promovido no dia 26 de fevereiro, num episódio do Raw, em que Reigns agarrou no microfone e criticou Lesnar por ser um part-timer que desrespeita os fãs e só aparece quando lhe é mais financeiramente vantajoso.

Para mim, nenhum destes dois combates, nenhuma destas duas feuds, tem aquela atmosfera de Wrestlemania que me faz ficar ansioso para que chegue o dia do combate. Aliás, a duas semanas do evento não há nenhum combate que me faça sentir que estou de facto na Road to Wrestlemania e que o maior evento de Wrestling do planeta está a poucos dias de acontecer.

Não sei se sou eu que estou a perder o gosto pelo Wrestling, se é a WWE que já não desenvolve as storylines como fazia no passado, ou se são as duas juntas, mas a verdade é que apesar de querer ver todos os combates acontecer, apesar de querer ver se Shinsuke Nakamura consegue finalmente o seu momento, de querer ver Daniel Bryan a regressar aos ringues, de querer ver o quão brutal vai ser o combate entre Lesnar e Reigns e até mesmo de querer ver o combate ainda não confirmado entre Undertaker e John Cena, não há nenhuma feud, nenhum combate que me faça dizer ” É por isto que sou fã de Wrestling” , que me faça, por momentos, esquecer que o que está acontecer é planeado por algúem e que na realidade aquelas pessoas não se odeiam mesmo, como aconteceu por exemplo na storyline de Bryan contra a Autoridade ou de Shawn Michaels contra Undertaker.

Como já disse, não sei se estou a perder a minha paixão pelo wrestling à medida que vou ficando mais velho, ou se é a WWE que não tem estado a criar storylines à altura de que um evento como a Wrestlemania pede, apenas sei que tudo neste Road To Wrestlemania, pelo menos até agora, me pareceu um pouco feito à pressa e sem toda aquela magia característica de uma feud de Wrestlemania. Independentemente disto tudo, vou sem dúvida alguma ver a Wrestlemania este ano e espero que este card, que me parece prometedor, traga aquela atmosfera mágica que tem faltado neste Road To Wrestlemania.

E Tu?

  • O que achas do facto da WWE querer meter todos os Wrestlers no Card?
  • Qual a tua opinião sobre este Road To Wrestlemania até agora?
  • O que tens achado da construção destas principais feuds que eu referi?
  • Há algum combate/feud que te faça sentir que estás no Road To Wrestlemania? Qual e Porquê?

Obrigado a todos os que leram este artigo, não se esqueçam de responder às perguntas, desejo-vos um bom resto de fim-de-semana e vemo-nos no próximo domingo, com mais um More Than Words.

3 Comentários

  1. Foto de perfil do Facebook

    Excelente artigo! Em resposta às perguntas penso que é normal a WWE querer inserir todos os lutadores no card isto porque é o maior evento de wrestling e um dos maiores eventos no mundo. Sinceramente sinto que esta é um dos melhores cards dos últimos anos mas também é normal isto porque a wwe possui um dos melhores planteis dos últimos anos. A road to wrestlemania tem corrido bem e a construção tem sido porreira (umas melhores que outras) mas penso que 3 semanas entre o último ppv e a wrestlemania é um pouco escasso porque alguns combates (por exemplos os dos títulos) por vezes são os últimos a serem marcados.
    O kevin&Sami vs Shane&Bryan como é a feud que está à mais tempo portanto é a que mais faz sentir que estamos a caminho da wrestlemania. Mas o undertaker vs John Cena é aquele dream match e o aj styles vs Nakamura também.
    Independentemente de tudo como fã estou ansioso que chegue o próximo dia 8 para ficar acordado até tarde e ver mais uma wrestlemania!

  2. Lana day há 3 semanas

    Bom artigo, para mim essa wrestlemania tem um card superior as edições 2015,16 e 17 que foram as três que vi ao ao vivo, como ve sou nova nesse mundo, e essa é a Wrestlemania que mais estou empolgada a ver.

  3. Lana day há 3 semanas

    O que achas do facto da WWE querer meter todos os Wrestlers no Card?
    Desde que assisto é normal, mas acho que não é necessário, preferia ver um Sasha x Bayley que está bem construido no lugar das duas batlle royals.

    Qual a tua opinião sobre este Road To Wrestlemania até agora?
    Eu particularmente estou gostando, como já comentei é o melhor ano desde que comecei a ver.

    O que tens achado da construção destas principais feuds que eu referi?
    Realmente algumas só existem por existir.

    Há algum combate/feud que te faça sentir que estás no Road To Wrestlemania? Qual e Porquê?
    Regresso do Bryan por ser a grande volta de uma estrela.
    estreia da Ronda por ser a estreia de uma estrela
    Undertaker sempre citado, nessa epoca e sinal de Undertaker.

Comentar