Tens sugestões para o nosso site? Envia-nos!

More Than Words #29 – Só Mais Uma

E quando Asuka ainda era invencível e ninguém era capaz de lhe fazer frente seja no NXT ou no Main Roster, lembram-se? Lembram-se quando esta ainda era vista de forma especial, com uma aura de diferente de qualquer outra lutadora na história da WWE, como alguém que era legitimamente perigosa e que qualquer erro num combate contra ela, podia custar muito caro? Asuka era uma espécie de Brock Lesnar feminino, quando este ainda aparecia, era alguém imparável que se destacava muito das restantes, pelo realismo imprimido em cada combate que fazia. Aliás, atrevo-me a dizer que personagem Asuka já era por muitos vista não como uma personagem, mas sim como uma entidade real que de facto era invencível. Mas lá está, como já devem ter reparado, Asuka era isso tudo, “era”, antes de a WWE a ter tornado em “só mais uma” no talvez mais completo roster feminino de sempre.

Já se torna banal dizer que a WWE irá estragar um lutador assim que ele sobe para o main roster, afinal de contas, a WWE já nos mostrou ínumeras vezes o quão fácil é fazer isso. Mas mesmo após os vários exemplos que a WWE nos deu nos últimos anos, ao fazer com que muitos dos lutadores que subiram ao main roster, estejam neste momento perdidos no card ou sem o ímpeto que possuíam no NXT, em Asuka julgava-se ter uma exceção, afinal, como seria possível estragar alguém cuja única coisa que precisava era continuar a ser como tinha sido no NXT? Aonde é que estava a dificuldade nisto? Ainda por cima Triple H considerava-a o seu talento mais valioso, o que é poderia dar errado?

A verdade é que a WWE conseguiu mais uma vez provar o quão fácil é transformar algúem especial, em apenas mais um wrestler e Asuka foi o mais recente exemplo disso. Quem viu o Money In The Bank no passado domingo, sabe o quão vulgar e normal Asuka se tornou. Já imaginaram a Asuka de há 1 ano, que derrotou em combates duríssimos, as melhores superstars do NXT, ter um combate de 11 minutos com Carmella e ainda por cima perder, não me levem a mal, eu até gosto de Carmella e acho que ela tem evoluído bastante e tem estado a desempenhar exemplarmente o seu papel como heel, mas toda a gente sabe que Carmella está longe de possuir o talento de Asuka. E aquilo que deveria ter sido uma vitória fácil para Asuka, tornou-se talvez num dos piores e mais vergonhosos momentos da sua carreira.

Digo vergonhoso, não tanto por ter perdido, mas sim pela forma como perdeu. Não é compreensível alguém achar que é bom booking fazer com que Asuka fique especada a olhar para alguém que está vestido com as suas roupas e se distraia tempo suficiente para Carmella recuperar e ganhar o combate. Isto nunca aconteceria com Brock Lesnar ou com alguém que a WWE quisesse proteger a todo o custo e infelizmente para Asuka, o seu patrão já não é Triple H e ela já não é alguém que a WWE queira proteger a todo o custo. Porque se já se pensava quando Asuka acabou a sua streak de vitórias, perdendo na Wrestlemania para Charlotte, que a WWE já não via Asuka como Triple H a via, como alguém capaz de carregar uma divisão às costas, então depois desta derrota no Money In The Bank para Carmella já não restam quaisquer dúvidas.

O mais frustrante nisto tudo, para mim, nem é o facto de Asuka já não ser invencível. Eu já sabia que mais tarde ou mais cedo, Asuka iria ter a sua primeira derrota e eu já estava preparado para isso. Não estava preparado era para a forma como a WWE lhe tirou a invencibilidade, mais uma vez, nada contra a lutadora em questão, muito pelo contrário, Charlotte é uma das lutadoras que mais gosto de ver em ringue atualmente e o facto de ter sido ela a acabar com a lendária streak de vitórias de Asuka não me chatearia muito, caso a storyline tivesse sido desenvolvida de outra forma. Recuando agora à Road To Wrestlemania deste ano, a storyline entre Asuka e Charlotte não me despertou grande interesse, eu queria ver o combate, mas não foi a storyline entre as duas que me deu vontade de o ver.

E na minha opinião, não achei que esta fosse a storyline correta para Asuka perder a a streak, pois estava à espera de algo mais emocionante, algo que de facto me levasse a acreditar que a streak de Asuka estava em perigo e que Charlotte poderia muito bem ser a primeira a derrotá-la. Mas não foi isso que aconteceu, o que aconteceu foi que a WWE se focou mais nas alcunhas das duas superstars, Queen vs Empress e não se focou em Streak vs Streak, visto que Charlotte era quase imbatível, já não me lembro se perdeu ou não, em PPV’s . Asuka não se destacou, nem ficou conhecida no NXT por ser a Empress Of Tomorrow, tal como Charlotte também não se destacou no main roster por ser a Queen, ambas se destacaram pelas suas auras de invencibilidade e pelo facto de serem diferentes das restantes e se calhar, se a WWE se tivesse focado neste segundo aspeto, já teria visto de outra forma o fim da Streak de Asuka.

E como se já não bastasse ter perdido a streak numa storyline pouco convincente, a WWE ainda conseguiu piorar a situação ao tê-la feito perder com Carmella, após um angle de distração estúpido com James Ellsworth. Isto só veio reforçar do ponto de vista do Kayfabe, que Asuka já não é o que era e já não é de todo especial, sendo agora a única coisa que a distingue das outras o facto de ela falar japonês, o que é extremamente deprimente, pois algúem que era vista como intocável no NXT e que até teve direito a uma celebração em televisão, quando esta abdicou do título, ser agora reconhecida pelo facto de falar de maneira diferente das outras e ser tratada como alguém que já foi especial, é motivo para levar as mãos à cabeça e perguntar como é possível a WWE ter desconstruído tão rápido, algo que levou tanto tempo a ser contruído.

No entanto, o que interessa é o que já foi feito e apesar de a WWE ainda não ter matado de vez a personagem de Asuka, sim, agora já toda a gente a vê como uma personagem, já conseguiu tirar toda a aura que ela levava do NXT, a Asuka de agora é apenas uma paródia daquilo que ela foi no NXT e a forma como ela perdeu neste último PPV da WWE foi o reflexo disso. E quando se pensava que a WWE iria finalmente conseguir manter ou ainda elevar o estatuto que Asuka possuia no projeto de Triple H, eis que a WWE nos prova precisamente o contrário e que se calhar a WWE era a única que não estava pronta para um talento como Asuka.

E Tu?

  • O que é que tens a dizer sobre a situação atual de Asuka?
  • Qual foi a tua reação a fim da sua streak?
  • O que achaste da sua derrota contra Carmella no MITB?
  • Também és da opinião que Asuka é neste momento só mais uma no plantel feminino da WWE?

Obrigado a todos os que leram este artigo, agora irei escrever praticamente todas as semanas, pois já acabei os exames e vemo-nos então no próximo domingo, com mais um More Than Words.

7 Comentários

  1. PedrKo há 3 meses

    Entendo o ponto de vista mas não concordo.
    A primeira derrota tinha de acontecer alguma vez e “tinha” de acontecer numa Wrestlemania, se não fosse nesta tínhamos de esperar mais um ano e por muito bons que fossem os seus combates seriam também previsíveis.
    A rivalidade com a Charlotte não foi a ideal mas temos de compreender que estavam em diferentes brands e a alternativa na Raw era a Alexa…
    Quanto à derrota com a Carmella só o facto desta ser campeã já é por si só ridículo e as coisas podiam e deviam ter sido feitas de outra maneira, mas sabemos também que na WWE mais tarde ou mais cedo os lutadores trocam vitórias e derrotas entre si e a interferência do Ellsworth de alguma maneira protege a Asuka. O próprio Lesnar perdeu em 2 minutos para o Goldberg.
    Resumindo, ainda acho que a Asuka está no top da divisão feminina no entanto também não podemos ignorar que perdeu alguma margem de manobra se a quer manter um patamar acima da maioria.

    • Claro, eu sei que a derrota tinha de acontecer na Wrestlemania, apenas acho que a WWE podia ter construído melhor a rivalidade entre Charlotte e Asuka, mesmo tendo em conta esse facto que tu referiste, que é o de estarem em brands diferentes. No que toca à derrota com Carmella, eu acho que até podia ter perdido, caso a WWE tivesse arranjado outra distração para justificar o facto de ela ter perdido, pois na minha opinião aquele final de combate, com a distração de Ellsworth, não protegeu Asuka de maneira nenhuma, pois fê-la fazer figura de parva ao ficar especada a olhar para alguém durante tempo excessivo. Mas sim, acho que mesmo assim ela consegue estar no top da WWE, pois como eu referi no artigo, a WWE ainda não consegui matar por completo a sua gimmick.

  2. Tobias há 3 meses

    Cara, discordo em dizer que ela se tornou mais uma, tanto que ela só perdeu limpo uma única vez. Se reparar, muitos já estavam achando-a boring, justamente, por ganhar, tornando sempre seu combate previsível, tirando até o hype dela (Não estou dizendo que concordo como foi feita o fim da streak dela). Concordo que booker dela não foi bem no Main Roster, varrendo o plantel do RAW em shows semanais em vez de construções de feuds e quando foi para o SD, logo de cara perdeu pra Charlotte e agora pra Carmella. Eu confesso, que fiquei muito feliz com a vitória da Charlotte na WM, mas achei que foi muito precipitado. Queria sim que fosse ela a quebrar a streak, mas queria que fosse algo mais demorado e bem mais construído, como um Main Event, em que Asuka era a campeã e a Charlotte tinha uma boa sequência de vitória e queria mostrar pra todas que é a melhor da divisão, nada de amizade e sim uma baita rivalidade com três combates, algo memorável. Então, não digo que ela é apenas mais uma, já que ela só perde se for roubado, mas sendo mal construída a ponto de não possuir o hype como de antigamente. Mas até entendo essa visão pq ninguém iria imaginar que a ASUKA seria derrotada pela Carmella que como wrestler é muito fraca e que teve um final bem broxante, já que uma que resistiu a um Eclipse da Ember Moon, resistiria fácil ao finisher da Carmella bem diboa.

    • Eu disse que ela se tinha tornado apenas mais uma, pois estes meses e esta última derrota com Carmella, fizeram com que Asuka já não parecesse especial. Quando olhamos para Asuka agora vemos uma lutadora que já perdeu por duas vezes, uma de forma completamente descabida e vemos uma lutadora que é vista por toda a gente como alguém que já se sabe como vencer. Com Charlotte eu percebi, ela foi melhor do que Asuka nessa noite e por isso ganhou, agora com Carmella, ficou claro que basta uma distração para conseguir o que a maior parte não conseguiu. E é isso que faz com ela seja de certa forma só mais uma, neste momento.

      E o facto de muitos se terem queixado que seria aborrecido ela estar sempre a ganhar, deve-se em grande parte ao facto de a WWE não ter conseguido construir bem os seus combates e feuds. No NXT quase ninguém se queixava porquê? Porque no NXT se preocupavam em construir os seus combates e feuds, de forma a que cada um deles fosse especial. Asuka, pelo menos na minha opinião, é alguém que não beneficia de combater todas as semana, por mim ela combatia ocasionalmente num episódio ou outro e nos PPV’s então mostrava o porquê de ser imbatível, mas a WWE optou por tratá-la como todos os outros call-ups do NXT, quando ela era uma superstar que precisava de um tratamento diferente.

      • Tobias há 3 meses

        Cara, depois desse último SD, em que foi marcado um combate entre ela e James, mudei de opinião e estou com você.

  3. ZTdiaz há 3 meses

    Interessante artigo sobre uma boa lutadora e que eu admiro, embora achando que perdeu alguma da magia nos últimos meses.
    Eu não a acho como “mais uma” no roster feminino; na verdade, eu só desejava que algumas lutadoras tivessem a habilidade dela. E também não acho certo ver a Carmella como campeã, no meio de lutadoras que merecem mais o título. Para mim daria uma melhor manager do que campeã.
    Contudo, isso não tira o mérito daquilo que a Asuka fez. Na WM, eu fiquei bastante contente com a vitória da Charlotte, não apenas porque torcia por ela, mas porque também fez um excelente combate contra aquela que eu via como a melhor adversária que ela podia ter pela frente. Não tenho vergonha de dizer fizeram o melhor combate dessa noite.
    Eu acredito que não é fácil ser fã da WWE: nem sempre vemos no topo aqueles que mais gostamos. Custa-me não ver a Asuka lá, mas ainda acredito que vai lá chegar.

    • Obrigado, eu acho que não me consegui explicar bem quanto à expressão “só mais uma”. Eu disse que Asuka era só mais uma no sentido em que já não a vejo como especial, continua a ser extremamente talentosa claro, quem dera que todas fossem como ela. Eu só acho que agora não há nada que distinga Asuka do resto das lutadoras, para além de ser mais talentosa que muitas. Na minha opinião, o facto de ela ter perdido a streak numa feud que não me pareceu suficientemente especial para levar a um fim de streak e esta derrota descabida com Carmella, fizeram com que Asuka perdesse aquela aura que a tornava realmente especial, não é impossível recuperá-la, mas neste momento simplesmente não a vejo em Asuka.

Comentar