NJPW Wrestle Kingdom 13 (04/01/2019): Omega vs Tanahashi

há 3 meses Resultados 7

A NJPW realizou na noite de hoje no Japão (manhã em Portugal e no Brasil) o seu primeiro e maior evento anual, o Wrestle Kingdom.

Como main-event do Wrestle Kingdom 13 tivemos o combate pelo IWGP Heavyweight Championship entre o campeão Kenny Omega e Hiroshi Tanahashi. Depois de um reinado de 6 meses, Kenny Omega perdeu o seu título para o histórico lutador da companhia Hiroshi Tanahashi, depois deste conseguir a vitória com o High Fly Flow no final do combate, que teve cerca de 40 minutos de duração.

A destacar também tivemos o No Disqualification Match pelo IWGP Intercontinental Championship entre o campeão Chris Jericho e Tetsuya Naito. Um combate marcado pela violência usada pelos dois lutadores e em que no final tivemos Testuya Naito a obter a vitória com o seu golpe tradicional, o Destino, recuperando o título!

De destaque também o único dos 9 combates que não teve nenhum título em jogo, entre Kazuchika Okada e Jay White. A vitória sorriu ao jovem lutador neozelandês, que venceu assim o maior IWGP Champion da história, posicionando-se assim para ser o próximo candidato ao IWGP Heavyweight Championship de Hiroshi Tanahashi.

Os outros combates que aconteceram no Wrestle Kingdom 13 foram: o NEVER Openweight Championship Match entre Kota Ibushi e Will Ospreay, onde este último venceu, conquistando o título, e onde vimos Kota Ibushi a ter de ser transportado de maca para fora do ringue.

Em relação aos títulos de Tag Team da IWGP, tanto o IWGP Jr. Heavyweight Tag Team Championship como o IWGP Heavyweight Tag Team Championship foram conquistados por elementos dos Los Ingobernables de Japón, pela equipa de BUSHI & Shingo Takagi e pela equipa de SANADA & EVIL respectivamente.

No único título que não pertencia à NJPW vimos Zack Sabre Jr. a conquistar o Rev Pro British Heavyweight Championship a Tomohiro Ishii, que teve de desistir numa submissão do lutador britânico.

No combate pelo IWGP United States Championship vimos Cody e a sua mulher Brandi Rhodes a fazerem de tudo para que Cody mantivesse o título, mas no fim, Juice Robinson venceu o combate de forma convincente, tornando-se assim o primeiro lutador a ser 2 vezes IWGP United States Champion.

Por fim, no combate pelo IWGP Jr. Heavyweight Championship, vimos um dos melhores lutadores da história da divisão Jr. Heavyweight, KUSHIDA a lutar contra Taiji Ishimori. O lutador pertencente ao Bullet Club venceu KUSHIDA e assim torna-se pela primeira vez IWGP Jr. Heavyweight Champion.

Resultados

– Toru Yano, Togi Makabe & Rysuke Taguchi venceram Gauntlet pelo Nº 1 Contender ao NEVER Openweight 6-Man Tag Team Championships (Pre-Show)
– Will Ospreay venceu NEVER Openweight Champion Kota Ibushi
– Los Ingobernables de Japon (BUSHI & Shingo Takagi) venceram IWGP Jr. Heavyweight Tag Team Champions Suzuki-gun (El Desperado & Yoshinabu Kanemaru) e Roppongi 3K (SHO & YOH)
– Zack Sabre Jr. venceu Rev Pro British Heavyweight Champion Tomohiro Ishii
– Los Ingobernables de Japon (SANADA & EVIL) venceram IWGP Heavyweight Tag Team Champions Guerrilas of Destiny (Tama Tonga & Tanga Loa) e The Young Bucks
– Juice Robinson venceu IWGP United States Champion Cody
– Taiji Ishimori venceu IWGP Jr. Heavyweight Champion KUSHIDA
– Jay White venceu Kazuchika Okada
– Tetsuya Naito venceu IWGP Intercontinental Champion Chris Jericho (No DQ Match)
– Hiroshi Tanahashi venceu IWGP Heavyweight Champion Kenny Omega

Vídeos

Watch Wrestling


O que achaste do NJPW Wrestle Kingdom 13?

7 Comentários

  1. W8_4_it há 3 meses

    Excelente evento! Será que com o Kenny a perder o título estará ele mais perto de se juntar a outra empresa tipo a WWE ou a recente AEW?

  2. Grande evento
    Infelizmente provavelmente um dos últimos para o Kenny Omega

  3. Kauê Silva há 3 meses

    Simplesmente demais o Wrestle Kingdom 13, com todos os títulos disputados mudando de donos, acho que nunca vi um evento com esta característica, com coisas notáveis, por exemplo, não tivemos a NJPW Battle Royal, que pelo menos na minha opinião não é tão empolgante assim, a luta de eliminação do kickoff foi muito melhor, mesmo com a vitória do time do Toru Yano, Juice Robinson se tornando o primeiro bicampeão do USA Title, aliás grande luta frente ao Cody, e nesse caso a derrota do Cody foi por causa da contusão dele? Gostei muito do Ishimori vencendo o Junior Title, ele estava merecendo desde a final do Super Juniors! Todos os membros dos Ingobernables com títulos, Shingo e Bushi fazendo história, Sanada e Evil recuperando seus títulos e Naito numa luta fenomenal frente ao Chris Jericho, mais um Intercontinental Title para o homem do Destino! Os britânicos também muito bem com Will Ospreay e Zack Sabre Jr. ganhando títulos, mostrando a força do wrestling lá no UK!! O veterano Hiroshi Tanahashi em grande luta frente a Kenny Omega, ambos deram tudo de si e o Ace mais uma vez é o grande campeão da empresa, mais um reinado que parece que será longo, quanto ao Cleaner, essa derrota seria o fim de sua era na NJPW?
    Nota, não gostei do Okada ter perdido mais uma para o Jay White, um cara que fez de tudo pela NJPW com um dos maiores reinados como campeão por ela e agora vem numa sequência ruim e com desfecho no que seria a “casa” dele, o que está havendo?

  4. wesley há 3 meses

    Com exceção do main event, eu achei o evento um pouco abaixo das expectativas.

  5. FredRVD há 3 meses

    Excelente Wrestle Kingdom, ainda não decidi se foi melhor que o do ano passado, ou não, mas de qualquer maneira, foi realmente fantástico.

    O gauntlet inicial, foi o clássico gauntlet básico, com alguns momentos porreiros.
    De destacar o Suzuki a espancar young lions, que é um clássico e não podia faltar, e o desentendimento entre o Chase, o Yujiro, e o Page e o Scurll, sendo que amanhã devemos ter desenvolvimentos relativamente a isto.

    O opener foi espectacular, Ospreay e Ibushi são de outro mundo, este combate só peca, porque podia ter sido mais longo.
    Fiquei muito satisfeito com a vitória do Ospreay, e vamos ver como é que corre a transição para a divisão Heavyweight, tem muitos combates interessantes para ter como NEVER Openweight Champion (Hangman Page, Suzuki, Goto, Sanada, EVIL, etc.), e depois se for para ele ficar fixo como heavyweight, combates com Omega, Naito, Tanahashi etc.

    O combate pelos IWGP Jr. Heavyweight tag titles foi um bocado desilusão, o combate que eles tiveram na final da jr. tag league foi bem melhor, no entanto fiquei satisfeito com a vitória dos LIJ, se bem que não devem vir a ter um reinado muito longo, porque o Shingo tem os dias contados na Jr. Division.

    ZSJ vs Ishii foi muito bom, como já se esperava, o resultado, na minha opinião, era meio óbvio, mas os últimos minutos do combate ainda me fizeram crer que o Ishii ia sair com o titulo.

    IWGP Heavyweight tag titles foi talvez o resultado mais surpreendente, eu estava à espera que os GoD ganhassem, até porque os Bullet Club precisam de títulos e vitórias, mas EVIL & SANADA recuperam os títulos.
    O combate foi muito bom, o SANADA foi o MVP, esteve mesmo fantástico, espero que seja 2019 o ano em que ele recebe um verdadeiro push.
    Curioso para ver o que se segue para os Bucks, espero que eles continuem na New Japan, e que não se limitem só à AEW.

    Juice vs Cody foi sólido, com o resultado esperado, e desejado, espero que desta vez o Juice tenha um reinado melhor, porque durante o primeiro, ele fartou-se de perder.

    Ishimori vs KUSHIDA foi muito bom, o KUSHIDA é uma máquina, é daqueles gajos que têm contra-ataques para tudo.
    O Ishimori, pelo ano que teve desde que chegou à New Japan em Maio já merecia este titulo, este foi um dos mehores combates dele (se bem que ficou bem longe do combate dele com o Hiromu na final do BOSJ).

    Ver o Okada como Rainmaker outra vez, e sem aquelas calças foi um dos melhores momentos do WK.
    Foi tão bom ver o Okada de antigamente…
    O combate foi muito bom, o Jay White é um heel espectacular, e irritou-me verdadeiramente quando ele ganhou.
    Os últimos 5 minutos do combate deixaram-me parvo, muito bom mesmo, o Okada é uma máquina.

    Jericho vs Naito superou as minhas expectativas, o Y2J está muito mais lento, o que é normal, mas em tudo o resto, o gajo está top.
    O combate foi super agressivo, o Codebreaker dele na New Japan dá 1000 a 0 ao codebreaker que o gajo na na WWE.
    De destacar também o DDT no Naito na mesa, o piledriver logo no inicio do combate, e o german suplex nas cadeiras.
    Relativamente ao futuro, gostava de ver o Jericho a desafiar o Tanahashi pelo IWGP Heavyweight Championship (perde o combate obviamente), e a ter um combate contra o Okada.
    Relativamente ao Naito, espero que o reinado não seja longo, porque quero vê-lo ainda este ano, no Dominion, a tirar o titulo ao Tanahashi.

    O main event foi extraordinário, fico muito feliz por termos o Tanahashi novamente como campeão, naquela que pode ser a sua última run no main event.
    Curioso para ver o que o futuro guarda para o Kenny Omega, espero sinceramente que ele fique no Japão, porque é onde está melhor, mas que vá aparecendo na AEW.
    Relativamente ao Tana, espero vê-lo a defender o titulo contra o Jericho, acima de tudo, não há de ser um combate 5 estrelas, mas é sem dúvida um dream match.

  6. The Demon Jorge há 3 meses

    Boas.

    Excelente show como já era de esperar, não foi tão bom como nos últimos anos mas o motivo é fácil de perceber, uma vez que este Wrestle Kingdom teve cerca de menos duas horas que os últimos, o que fez muita diferença, principalmente em quatro combates, sendo eles na minha opinião: Ibushi vs Ospreay, Ishii vs Sabre Jr, KUSHIDA vs Ishimori, e Okada vs White.

    Passando à análise do main card (sendo que não vi o pre-show).

    1- Will Ospreay derrota Kota Ibushi

    Sem dúvida alguma um grande combate, poderia ter beneficiado mais uns 5 minutos mas mesmo assim foi fenomenal. Teve spots fantásticos e brutais tais como o momento em que o Ibushi ficou pendurado, o Boma Ye que acertou em cheio, o Ospreay aterrar de pé naquele release german das cordas, e por fim aquela cotovelada na cabeça que tal como temia resultou numa concussão, felizmente nada de grave. O Ospreay mostrou uma atitude diferente, principalmente no final do combate, quem sabe se não irá juntar se ao Bullet Club.

    2- LIJ derrotam Suzuki-Gun e Roppongi 3K

    Foi como tinha de ser, curto e rápido. O Shingo Takagi é sem dúvida especial, espero um futuro brilhante para ele na New Japan.

    3- Zack Sabre Jr derrota Tomohiro Ishii

    Um grande combate, beneficiaria de mais uns 5 minutos mas mesmo assim não desiludiu. Dois wrestlers espetaculares, e aquele fim deixou o Zack mesmo over.

    4- LIJ derrotam Guerrillas of Destiny e Young Bucks

    Superou imenso as minhas expectativas, grandes spots com um ritmo muito rápido e intenso. Sem palavras para descrever o talento do SANADA, é espectacular, agora é só esperar que este seja finalmente o seu ano.

    5- Juice Robinson derrota Cody

    Pior combate da noite como já esperava, mas pelo menos não foi mau o suficiente para estragar o show. Espero que o Juice finalmente tenha um reinado que o consolide.

    6- Taiji Ishimori derrota KUSHIDA

    Bom combate mas mais uma vez precisava de mais 5 minutos para desenvolver melhor e puxar mais pelo público. Espero mesmo que o KUSHIDA não se vá embora, mas depois deste combate fiquei algo desconfiado, infelizmente.

    7- Jay White derrota Kazuchika Okada

    Nunca pensei festejar tanto a entrada e a roupa de alguém. Mesmo podendo ter mais algum tempo foi um excelente combate. Grandes spots e sequências e gostei do fim, reforçando o perigo do White uma vez que consegue aplicar o Blade Runner do nada. O White provou que merece a aposta e parece que ainda faltam mais capítulos para a recuperação total do Rainmaker.

    8- Tetsuya Naito derrota Chris Jericho

    Combate mesmo muito bom. Deram um grande uso à estipulação e parabéns a ambos por terem tido as melhores near falls da noite. Grandes spots e foi uma verdadeira guerra. Felizmente o Naito ganhou e espero que este seja o primeiro passo rumo à sua conquista do IWGP Heavyweight Championship.

    9- Hiroshi Tanahashi derrota Kenny Omega

    Um clássico este combate, não poderia ter sido melhor. Simplesmente espectacular. A ação foi fenomenal e as histórias contadas ainda foram melhores. Aquele spot em que Tanahashi parte a mesa quase custando lhe o combate, simplesmente porque não respeitou os seus ideais e seguiu o estilo do Omega foi um dos muitos momentos brilhantes em termos de storytelling. Foi maravilhoso poder testemunhar o culminar do longo caminho do Tanahashi rumo ao topo da cadeia e mais uma vez vencer o main event do Tokyo Dome. Simplesmente maravilhoso. Se para mim já era o verdadeiro campeão pela sua atitude, agora não há dúvidas. Infelizmente o lado negativo é a provável saída do Omega da New Japan, mas se acontecer, mais uma vez a NJPW dará a volta por cima.

    Após ver o show pela segunda vez ainda achei mais espectacular do que após ver em direto. O único aspeto negativo foi mesmo a redução da duração (e mesmo assim teve quatro horas) mas percebesse perfeitamente essa decisão. Vai ser muito interessante em 2020 termos duas noites no Tokyo Dome, além de mais combates, teremos mais tempo para cada um, só tenho medo é se as vendas dos bilhetes não corresponderem. Mas estou confiante.

    Agora é ver as surpresas do New Years Dash e testemunhar mais um ano de excelente wrestling oferecido pela melhor empresa de Pro Wrestling, a NJPW.

    Cumprimentos,
    Jorge

Comentar