Segundo a Wrestling Observer Newsletter, o lutador independente PJ Black, conhecido anteriormente na WWE como Justin Gabriel, lesionou-se gravemente na semana passada a fazer BASE Jumping.

É reportado que o lutador partiu uma perna, uma mão e perdeu um dedo de uma das mãos.

Esta já é a segunda vez que PJ Black se lesiona a fazer BASE Jumping, pois em Outubro do ano passado, o lutador já tinha tido um acidente a praticar esta modalidade onde tinha partido os 2 tornozelos.

10 Comentários

  1. Foi um acidente bem agressivo…. as melhoras!

  2. Mano, que horror. Por um instante esqueci que a terceira temporada de lucha já estava gravada e fiquei me perguntando o que seria feito…

  3. Facebook Profile photo

    Pela gravidade da situação pode ter sido o fim de sua carreira…infezlismente

  4. Facebook Profile photo

    Honestamente… desejo melhoras, mas que por favor aprenda a lição, na primeira vez ele quebrou os dois tornozelos (e por experiência própria eu sei que você nunca mais luta do mesmo jeito depois de quebrar uma perna, imagina as duas) agora quebrou a perna, uma mão e perdeu um dedo, cara é o tipo de acidente que é causado pelo próprio atleta irresponsável, por causa de atividades como essa que empresas como WWE e UFC tem restrições de atividade nos contratos de seus atletas, para que um cara não quebre as pernas pulando de um avião ou penhasco e fique meses ou anos sem lutar

    • Aprender que lição? O cara escolheu uma profissão extremamente perigosa para seguir, ai o passatempo que deve ser cortado? ah vá…

    • Um dos comentários mais esutpidos que alguma vez, tu sabes que no weight cut dos lutadores do UFC, eles têm um grande risco de morrer? ou causar danos permanentes a alguns orgãos do corpo? Até ja houve alguns que morreram, e é por causa disso que param? não wtf, continuas a fazer o que amas, e o que gostas de fazer, e tens orgulho de fazer, acho que nem vale a pena dizer mais nada, o teu comentario foi simplesmente autista.

  5. Provavelmente o fim da sua carreira.

  6. Tive oportunidade de o ver lutar e desejo-lhe as melhoras