Faz login e reduz a publicidade

Visão Brasileira #379 – Retrospectiva 2018

há 7 meses Artigos 23

Pessoal chegamos ao último Visão Brasileira de 2018. Neste ano, meu primeiro Visão Brasileira foi a edição de número #336, onde abordei o Mixed Match Challenge e no último artigo deste ano, abordarei o ano de 2018 na WWE. Tratarei sobre os reinados dos campeões deste ano e alguns grandes momentos neste ano, que diria que foi o ano da afirmação de divisão feminina na WWE. Também tivemos outras questões, como por exemplo a vinda de Ronda Rousey, o retorno de Daniel Bryan e o afastamento de Roman Reigns dos ringues.

Quem começou o ano como Cruiserweight Champion foi Enzo Amore, que derrotou Kalisto no PPV TLC, em 2017. Mas ele logo iria deixar o cinturão vago, em 23 de janeiro, devido a complicações fora do ambiente da WWE e acabou despedido.

Para a definição do novo campeão, foi realizado um torneio que teve sua decisão na Wrestlemania. Onde tivemos Cedric Alexander a derrotar Mustafa Ali e assim se tornar o novo campeão.

Cedric Alexander vs. Mustafa Ali – Wrestlemania

O reinado de Cedric Alexander duraria até 6 de outubro, quando tivemos o Super Show-Down em Melbourne na Austrália, onde em frente de mais de 70,000 pessoas, Buddy Murphy lutou com a torcida ao seu lado e tornou-se o novo Cruiserweight Champion.

Cedric Alexander vs. Buddy Murphy – Super Show-Down

A divisão Cruiserwieght nos proporcionou muitos bons combates este ano e tivemos três campeões, Enzo Amore, Cedric Alexander e Buddy Murphy. Murphy aliás para mim, está muito bem no 205 Live, e quero ver quais poderão ser as novas rivalidades para o campeão em 2019.

Quem começou 2018 como Raw Tag Team Champions foram Jason Jordan & Seth Rollins que no Raw de 25 de dezembro de 2017 derrotaram Cesaro & Sheamus, para surpresa do Universo WWE.

O reinado de Jason Jordan & Seth Rollins, acabou logo no PPV Royal Rumble, onde Cesaro & Sheamus recuperaram os cinturões, dando início a um novo reinado.

Seth Rollins & Jason Jordan vs. Cesaro & Sheamus – Royal Rumble

O reinado de Cesaro & Sheamus, veio a ter fim na Wrestlemania, para Braun Strowman e um parceiro improvável. Todos esperávamos algum retorno de algum superstar, ou uma grata surpresa, mas o que acabamos tendo foi a presença de um fã, Nicholas, escolhido por Strowman em meio ao público. O combate foi curto e após um Running Powerslam de Strowman em Cesaro, Strowman e Nicholas conquistaram os cinturões.

Cesaro & Sheamus vs. Braun Strowman & Nicholas – Wrestlemania

"Woken" Matt Hardy and Bray Wyatt complete their expedition of gold!

No dia seguinte, no Raw, Braun Strowman acabou abrindo mão dos cinturões de duplas devido Nicholas voltar a suas aulas, deixando os cinturões vagos. Ficou decidido que os novos campeões seriam definidos em um combate no Greatest Royal Rumble evento que ocorreu em Jeddah, na Arábia Saudita. “Woken” Matt Hardy & Bray Wyatt derrotaram Sheamus & Cesaro se tornando assim os novos campeões.

Bray Wyatt & “Woken” Matt Hardy  vs. Cesaro & Sheamus – Greatest Royal Rumble

O reinado de Bray Wyatt & “Woken” Matt Hardy durou até o PPV Extreme Rules, quando vieram a ser derrotados, para mim de forma surpreendente, para B-Team, formado por Bo Dallas e Curtis Axel.

Bray Wyatt & “Woken” Matt Hardy  vs. B-Team – Extreme Rules

Resultado de imagem para B-Team vs. Drew McIntyre & Dolph Ziggler - Raw september

The B-Team teve seu reinado até o dia 3 de setembro, no Raw, quando enfrentaria The Revival, mas estes acabaram sendo atacados por Dolph Ziggler e Drew McIntyre, que os substituíram e venceram o combate, tornando-se os novos campeões.

B-Team vs. Drew McIntyre & Dolph Ziggler – Raw de 3 de setembro

Drew McIntyre & Dolph Ziggler, vieram a perder seus cinturões, apenas no Raw de 22 de outubro, quando enfrentaram Dean Ambrose & Seth Rollins. Aliás foi nesta mesma noite, que tivemos o turn de Dean Ambrose, que atacou Rollins, nos dando assim é claro que este reinado, não iria durar muito tempo.

Drew McIntyre & Dolph Ziggler vs. Dean Ambrose & Seth Rollins – Raw de 22 de outubro

Resultado de imagem para rollins vs aop

Duas semanas depois, Dean Ambrose negou-se a lutar e Seth Rollins teve que defender os cinturões contra os AOP, sozinho e acabou derrotado. Assim, Akam & Rezar tornaram-se os novos campeões, em uma Handicap Match.

Seth Rollins vs. AOP – Raw de 5 de novembro

Resultado de imagem para aop vs gable roode raw 10 december

Em 10 de dezembro no Raw, AOP, juntamente de seu manager Drake Maverick, enfrentou em uma 3-on-2 Handicap Match contra Bobby Roode & Chad Gable. Quando todos pensávamos que os campeões conseguiriam reter, tivemos uma surpreendente vitória de Gable e Roode, que começarão 2019, como os campeões de duplas.

AOP & Drew Maverick vs. Chad Gable & Bobby Roode – Raw de 10 de dezembro

Os cinturões de duplas do Raw, praticamente não pararam nas mãos de nenhuma dupla, com um reinado consistente. Tivemos 9 duplas como campeões, Jason Jordan & Seth Rollins, The Bar, com Cesaro & Sheamus, Braun Strowman & Nicholas, Woken” Matt Hardy & Bray Wyatt, The B-Team, Dolph Ziggler & Drew McIntyre, Dean Ambrose & Seth Rollins, AOP, com Akan & Rezar e agora Bobby Roode & Chad Gable. Espero que em 2019, não venhamos a ter tantas trocas de campeões. Essa troca constante, até nos mostra a instabilidade do booking, na divisão de duplas do Raw.

Os cinturões de duplas do Smackdown começaram 2018 com The Usos, que derrotaram The New Day, no PPV Hell in a Cell, em um combate que foi estupendo.

WWE Photo

O reinado dos Usos, acabou encerrando-se na Wrestlemania após uma Triple Threat Match. Os campeões enfrentaram The New Day e Bludgeon Brothers. No fim do combate, Luke Harper fez o pin sobre Kofi Kingston, conquistando o cinturão para ele e Eric Rowan, que já mereciam um reinado, desde os tempos de Wyatt Family.

Triple Threat Match – Wrestlemania (a partir de 1:27.00)

Imagem relacionada

O reinado dos The Bludgeon Brothers, duraram até 21 de agosto, quando em um grande combate No Disqualification Match, no Smackdown, acabaram derrotados pelo The New Day.

The Bludgeon Brothers vs. The New Day – Smackdown de 21 de agosto

Resultado de imagem para new day vs the bar smackdown 16 october

No Smackdown 1000, em 16 de outubro, The New Day acabou enfrentando The Bar, que ajudado por Big Show, conseguiu a vitória e assim, tivemos The Bar neste ano a conquistar os dois cinturões de duplas da WWE.

The New Day vs. The Bar – Smackdown de 16 de outubro

Os cinturões de duplas do Smackdown, tiveram 4 duplas como campeãs, The Usos, com  Jimmy e Jey Uso, The Bludgeon Brothers, com Erick Rowan e Luke Harper, The New Day, com Kofi Kingston, Big E e Xavier Woods e The Bar, com Cesaro & Sheamus. Espero que em 2019, novas duplas, como por exemplo a Sanity e Luke Gallows e Karl Anderson, tenham mais destaque. Digo isso pois a continuidade dos combates envolvendo New Day, The Bar e The Usos, já estão em excesso.

O United States Championship começou o ano de 2018 sem um campeão, pois em 2017, Dolph Ziggler abriu mão do cinturão. Desta forma foi definido que o novo campeão, seria definido através de um torneio, no primeiro mês de 2018.

Roode celebrates as the WWE Universe erupts in excitement!

Quem acabou vencendo o torneio, para a definição do novo campeão foi Bobby Roode, que derrotou na final, a Jinder Mahal tornando-se o novo United States Champion.

Bobby Roode vs. Jinder Mahal – Smackdown de 16 de janeiro

WWE Photo

Em 11 de março, no PPV Fastlane, Bobby Roode viria a ser derrotado por Randy Orton, que assim tornou-se o novo United States Champion. Em uma troca para mim, abrupta de campeão.

Bobby Roode vs. Randy Orton – Fastlane

WWE Photo

Na Wrestemania, em uma Fatal Four Way Match, veríamos Randy Orton perder o cinturão. No combate tivemos Jinder Mahal como novo campeão, em um combate em que tivemos também as participações de Rusev e Bobby Roode.

Fatal Four Way Match – Wrestlemania

Jeff is the new United States Champion and has now completed the Grand Slam!

Na semana seguinte, o United States Champion Jinder Mahal, foi transferido para o Raw, devido ao Shake-up e teve que colocar seu cinturão em jogo contra Jeff Hardy, onde acabou derrotado e assim Jeff conquistou o cinturão e acabou levando-o de volta ao Smackdown.

Jinder Mahal vs. Jeff Hardy – Raw de 16 de abril

WWE Photo

O reinado de Jeff Hardy como United States Champion, perdurou até o PPV extreme Rules, quando foi por Shinsuke Nakamura. Que acabou atacando Hardy, com um low blow, e facilmente conquistou a vitória.

Jeff Hardy vs. Shinsuke Nakamura – Extreme Rules

The Super Athlete wins his third United States Championship on Christmas... and on his birthday... and on Rusev Day!

Shinsuke Nakamura teve um reinado que nunca chegou a empolgar e acabou tendo seu reinado encerrado no Smackdown de natal, onde foi derrotado por Rusev, que começará 2019, como o novo United States Champion.

Shinsuke Nakamura vs. Rusev – Smackdown de 25 de dezembro

O United States Championship neste ano foi bastante castigado e mal valorizado, tivemos 6 campeões, Bobby Roode, Randy Orton, Jinder Mahal, Jeff Hardy, Shinsuke Nakamura e Rusev. Sinceramente espero que Rusev consiga valorizar o cinturão, pois os outros reinados do ano, não empolgaram, claro que muito mais por culpa do booking, do que pela questão dos lutadores que estiveram com o cinturão, pois se olharmos são bons nomes, o problema foi a forma de condução da WWE, com os reinados.

Quem começou 2018 como Intercontinental Champion foi Roman Reigns, que venceu o cinturão em 20 de novembro no Raw, ao derrotar The Miz.

Resultado de imagem para the miz vs roman reigns raw 22 january

No Raw de 22 de janeiro, no Raw de 25 anos, Roman Reigns acabou perdendo o cinturão, para The Miz, que assim conseguiu recuperar o cinturão, em um momento muito comemorado pelo público.

Roman Reigns vs. The Miz – Raw de 22 de janeiro

Rollins claims the Intercontinental Title and becomes a Grand Slam Champion following a hard-fought battle!

Na Wrestlemania, o reinado de The Miz, chegou ao fim, após uma Triple Threat Match, onde Seth Rollins saiu vencedor ao derrotar The Miz e Finn Bálor, conquistando o cinturão. Assim o Intercontinental Championship, voltava as mãos de um dos membros da The Shield.

Triple Threat Match – Wrestlemania

Resultado de imagem para dolph ziggler vs seth rollins raw 18 june

O reinado de Seth Rollins, perduraria até o Raw de 18 de junho, quando vimos Rollins ser derrotado por Dolph Ziggler, que acabou tendo grande ajuda de Drew McIntyre. McIntyre aliás para mim, foi um dos nomes que poderia ter vencido algum cinturão no ano de 2018.

Seth Rollins vs. Dolph Ziggler – Raw de 18 de junho

WWE Photo

O reinado de Dolph Ziggler terminaria no SummerSlam, em um novo combate entre ele e Seth Rollins, que assim conseguiu recuperar o cinturão. Graças a ajuda de Dean Ambrose, que conseguiu neutralizar Drew McIntyre.

Dolph Ziggler vs. Seth Rollins – SummerSlam

WWE Photo

Seth Rollins manteria o cinturão, no restante do ano, vindo a perde-lo apenas no PPV TLC, para Dean Ambrose, em uma rivalidade que para mim foi uma das mais interessantes deste ano, mesmo não tendo sido aproveitada para mim, em todo o seu potencial.

Seth Rollins vs. Dean Ambrose – TLC

O Intercontinental Championship tem o fardo de carregar a ausência do principal cinturão do Raw. Neste ano, tivemos 5 campeões, Roman Reigns, The Miz, Seth Rollins, Dolph Ziggler e Dean Ambrose. Espero que Ambrose, consiga ter um bom reinado como campeão. Só estou curioso para ver quem seriam seus futuros adversários e espero que o cinturão continue a ser valorizado, até para que o Raw, venha a ter melhorias, pois a ausência do Universal Chapionship aos shows, acaba dando mais valor ao cinturão Intercontinental.

A campeã feminina do Raw, que começou 2018 foi Alexa Bliss, que derrotou Sasha Banks no Raw de 28 de agosto de 2017. Aliás este ano de 2018, foi de grande destaque para a divisão feminina da WWE, algo que é bastante positivo e espero que tenha vindo para ficar.

Nia Jax vanquishes her former best friend and claims the Raw Women's Championship on The Grandest Stage of Them All!

O reinado de Alexa Bliss teria seu fim na Wrestlemania, para Nia Jax, em um grande combate. Desta forma Nia finalmente conquistava o cinturão.

Alexa Bliss vs. Nia Jax – Wrestlemania

O reinado de Nia Jax, viria a ter seu fim no PPV Money in The Bank, quando ela enfrentava Ronda Rousey e acabou perdendo primeiro por desqualificação, devido ao ataque de Alexa Bliss, que na mesma noite havia conquistado a pasta do contrato do Money in The Bank. Assim Alexa Bliss aproveitou-se e realizou o cash-in, recuperando o cinturão.

Cash-in de Alexa Bliss – Money in The Bank

O reinado de Alexa Bliss teria fim no SummerSlam, quando ela foi derrotada por Ronda Rousey, que é uma das gratas surpresas deste ano de 2018. Ela que fez seu debut, no Royal Rumble, quando apareceu surpreendendo ao Universo WWE e vem melhorando sua performance a cada combate.

Alexa Bliss vs. Ronda Rousey – SummerSlam

Neste ano tivemos 3 campeãs, Alexa Bliss, Nia Jax e Ronda Rousey. Estou ansioso que tenhamos a confirmação da rivalidade de Ronda Rousey, com Charlotte e Becky Lynch, pois se esta Triple Threat for confirmanda para a Wrestlemania, teremos uma Dream Match em 2019. A grande questão é quem poderia do roster feminino do Raw, ser remanejada para o Smackdown, para preencher as vagas de Charlotte e Becky Lynch.

Quem começou 2018, como Smackdown Women’s Champion foi Charlotte Flair, que em 14 de novembro de 2017, derrotou Natalya. Charlotte conseguiu defender com sucesso, seu cinturão na Wrestlemania, dando fim a invencibilidade de Asuka, que foi sua desafiante.

Resultado de imagem para carmella-cashes-in-her-money-in-the-bank-contract-on-charlotte-flair-smackdown-live-april-10-2018

O reinado de Charlotte, viria a ter fim no Smackdown de 10 de abril, quando a campeã acabou atacada por Billie Kay e Peyton Royce, The Ilconics, que faziam seu debut na brand azul, com isso Carmella aproveitou-se da oportunidade e realizou o cash-in de seu contrato da pasta do Money in the Bank, tornando-se a nova campeã.

Carmella cash-in sobre Charlotte – Smackdown de 10 de abril

WWE Photo

Carmella conseguiu permanecer como campeã, até o PPV SummerSlam, quando em uma Triple Threat, acabou derrotada por Charlotte, que assim recuperou o cinturão, a outra participante do combate foi Becky Lynch, ali, diria que teríamos o início de uma das maiores rivalidades do ano na WWE.

Triple Threat Match – SummerSlam

WWE Photo

No PPV Hell in a Cell, tivemos o fim do reinado de Charlotte, e a vitória de Becky Lynch, que assim tornava-se a nova campeã, após um grande combate.

Charlotte Flair vs. Becky Lynch – Hell in a Cell

O reinado de Bekcy Lynch veio a ser terminado, na TLC Triple Threat Match, que tivemos no PPV TLC, onde a Raw Women’s Champion Ronda Rousey acabou interferindo no combate, derrubando Lynch e Charlotte da escada e assim Asuka tornou-se a nova campeã.

TLC Triple Threat Match- TLC

Neste ano tivemos 4 campeãs, Charlotte, Carmella, Becky Lynch e Asuka. Quero ver como será o desenvolvimento deste reinado de Asuka, pois se Charlotte e Becky Lynch, passaram a ter suas atenções voltadas a Ronda Rousey, Asuka terá poucas adversárias, a sua altura no roster do Smackdown.  Quem sabe uma rivalidade dela com Nikki Cross, poderia ser interessante.

Quem começou 2018, como WWE Champion foi AJ Styles, que derrotou Jinder Mahal, em 7 de novembro de 2017, no Smackdown. AJ Assim começava mais um grande reinado no Smackdown, superando por boa parte do ano de 2018, a todos os seus adversários.

Imagem relacionada

O reinado de AJ Styles, só veio a terminar em 13 de novembro deste ano, quando Daniel Bryan derrotou AJ Styles graças a um low blow e depois um Running Knee para tornar-se assim, após um turn, o novo WWE Champion.

AJ Styles vs. Daniel Bryan – Smackdown de 13 de novembro

Neste ano tivemos apenas 2 campeões, AJ Styles e Daniel Bryan. Estou muito curioso por este reinado de Bryan e não sei se ele perdura até a Wrestlemania. Não sabemos quem deverá ser seu adversário no PPV Royal Rumble e estou bastante curioso pelo road to Wrestlemania de Bryan, sobre seu provável adversário para a Wrestlemania.

Quem começou 2018 como Universal Champion foi Brock Lesnar, que derrotou Goldberg, na Wrestlemania. Dando assim início a mais um reinado entediante, em que vinha a lutar esporadicamente, deixando o principal cinturão do Raw, relegado ao ostracismo.

WWE Photo

Brock Lesnar viria a perder o cinturão, somente no PPV SummerSlam, em 19 de agosto, quando foi derrotado por Roman Reigns. Uma vitória, que todos já aguardávamos a muito tempo, mas que a WWE ficou protelando por muitos e muitos meses, devido ao comportamento do Universo WWE.

Brock Lesnar vs. Roman Reigns – SummerSlam

Com a questão do cinturão ter ficado vago, em 22 de outubro, pois Roman Reigns abriu mão do Universal Championship por estar com leucemia, tivemos a marcação de um combate, pelo cinturão na Arábia Saudita. Em 2 de novembro, no Crown Jewel, Brock Lesnar derrotou Braun Strowman e assim reconquistou o cinturão.

Brock Lesnar vs. Braun Strowman – Crown Jewel

Neste ano tivemos apenas 2 campeões, Brock Lesnar e Roman Reigns. Lesnar esta novamente como campeão, o que é uma lástima, devido a seu calendário entediante e acredito que mais uma vez, seu reinado deverá perdurar até a Wrestlemania. Gostaria de ver ele perder o cinturão no PPV Royal Rumble para Braun Strowman, mas acho improvável. Eu confesso que gostaria de ver Strowman vencer, mas é improvável. A grande questão é esperar por seu rival para a Wrestlemania, quem seria capaz de lhe retirar o cinturão, quem sabe Seth Rollins.

Resultado de imagem para wwe debut 2018

Sobre as estreias, tivemos as subidas de nomes como Ember Moon, No Way Jose, Authors of Pain, The IIconics com Billie Kay e Peyton Royce, Sanity, Drew McIntyre, Andrade “Cien” Almas e Zelina Vega. Tivemos os retornos de Bobby Lashley, que para mim deveria ter sido melhor aproveitado e Rey Mysterio. Além é claro da estreia de Ronda Rousey, que foi um dos grandes impactos no ano da WWE, pois a divisão feminina, teve grande impacto e até um PPV exclusivo, ganhou, o Evolution. Até Shawn Michaels retornou aos ringues, por uma noite nesse ano.

Agora vamos ao espaço para interagirmos e trocarmos opiniões:

– O que vocês acharam do ano da WWE?
– Qual o momento mais marcante do ano?
– Qual a grande decepção deste ano?
– As escolhas no Draft para cada show, foram benéficas a WWE?
– Qual foi o melhor reinado deste ano?
– Qual o melhor PPV deste ano?
– Qual o melhor combate do ano?

Assim encerro esta retrospectiva 2018 e vamos rumo a 2019, desejo a todos um grande Ano Novo e até o próximo Visão Brasileira.

23 Comentários

  1. Excelente artigo Mário, um feliz 2019 pra vc

    – O que vocês acharam do ano da WWE?
    Resp: Um ano razoável, nota 7,5.

    – Qual o momento mais marcante do ano?
    Resp: Randy Orton querendo rasgar a orelha do Jeff Hardy no HIAC. Nunca mais pensei em ver cenas assim na atual fase da WWE. E como brasileiro não tem como deixar de mencionar a participação da Taynara Conti na WrestleMania.

    – Qual a grande decepção deste ano?
    Resp: A transformação do Shinsuke Nakamura . E como brasileiro também cito a má postura do Marco Alfaro e Roberto Figueroa quando anunciaram 2 live events da WWE no Brasil que no fim não aconteceu. Sei que eles não inventariam tais shows do nada, mas acho que eles no mínimo deviam pedir desculpas aos fãs do Brasil.

    – As escolhas no Draft para cada show, foram benéficas a WWE?
    Resp: Sim, mas o Raw levou a melhor este ano.

    – Qual foi o melhor reinado deste ano?
    Resp: Seth Rollins no Intercontinental Championship.

    – Qual o melhor PPV deste ano?
    Resp: No main roster da WWE foi o HIAC. Mas o melhor mesmo foi o All in.

    – Qual o melhor combate do ano?
    Resp: No main roster da WWE foi Becky Lynch vs Charlotte no Evolution. Mas o melhor mesmo foi o WarGames.

    • Muito obrigado André.

      Aquele momento do Orton, para esse momento da WWE foi bem inesperado. A vinda da Taynara foi mesmo especial. Realmente a WWE desperdiçou o Nakamura, a ponto de deixá-lo como um campeão em segundo plano, que defendia o cinturão raramente.

    • Anónimo há 6 meses

      Sobre o Marco Alfaro e Roberto Figueroa, houve uma absoluta falha de comunicação entre WWE e eles, e acho que eles foram obrigados pela WWE a ignorar o que disseram, pra não piorar a situação

  2. Andre há 7 meses

    Têm muitas adversárias boas para asuka, elas são Peyton roiyce, Naomi, Nikki Cross, billie kay que são ótimas lutadoras só falta uma oportunidade no MR para elas

    • Não consigo achar Peyton Royce uma boa lutadora… obviamente que não é uma cepa torta, mas, no atual roster, fica entre as piores.

    • Os nomes que cotaste são boas opções, mas não sei se a ponto de nos proporcionar uma serie de grandes combates contra Asuka, eu colocaria NIkki Cross a enfrentá-la.

    • Não acho a Peyton Royce tão mal lutadora, pode não estar entre as principais, mas pode evoluir ainda.

  3. – O que vocês acharam do ano da WWE?
    O ano de 2018 foi incrível para mim como fã de WWE. Obrigado pelo artigo.

    – Qual o momento mais marcante do ano?
    A noite do primeiro PPV exclusivo feminino, o Evolution.

    – Qual a grande decepção deste ano?
    Não sei se é decepção, mas, a doença de Roman Reigns e consequentemente Brock Lesnar como campeão novamente foi o pior momento do ano.

    – As escolhas no Draft para cada show, foram benéficas a WWE?
    Não, o RAW para mim tem muitos nomes desinteressantes principalmente no plantel masculino.

    – Qual foi o melhor reinado deste ano?
    Becky Lynch como SD Women’s Champion.

    – Qual o melhor PPV deste ano?
    WWE Evolution.

    – Qual o melhor combate do ano?
    Becky vs Charlotte Last Woman Standing Match.

    Que venha mais women’s wrestling em 2019 <3 feliz ano novo bjs…

    • Muito obrigado, Brunoju.

      O Evolution também para mim foi um dos grandes momentos de 2018, é um marco que espero que tenha vindo para ficar. O Lesnar como campeão, realmente é uma lástima. O combate entre Becky e Charlotte foi mesmo estupendo, para mim o melhor do ano.

  4. Júnior 007 há 7 meses

    Becky Lynch teve o melhor combate da história da divisão feminina da WWE e o melhor reinado e com certeza será main event da WrestleMania 35.

  5. Victor X há 7 meses

    – O que vocês acharam do ano da WWE?
    Foi um ano OK. Não foi um completo desastre mas teve muita coisa que deve ser varrida para debaixo do tapete.

    – Qual o momento mais marcante do ano?
    Brock Lesnar squashando Braun Strowman

    – Qual a grande decepção deste ano?
    Braun Strowman e Alexa Bliss Mr. e Ms. MITB

    – As escolhas no Draft para cada show, foram benéficas a WWE?
    Não, o RAW passou por péssimos momentos algumas vezes em TODAS as divisões, enquanto o SmackDown sempre foi um show assistível. Na verdade, se formos frios, nenhuma divisão deu certo no RAW esse ano.

    – Qual foi o melhor reinado deste ano?
    O do The Miz como Intercontinental Champion, pois ele conseguiu tornar em plena road to wrestlemania, o título de midcard mais interessante que o título principal de sua brand.

    – Qual o melhor PPV deste ano?
    O Survivor Series

    – Qual o melhor combate do ano?
    Sou forçado a escolher três: AJ Styles vs Samoa Joe no SummerSlam, Brock Lesnar vs Daniel Bryan no Survivor Series, e Elias vs Seth Rollins no MITB.

    • Os portadores das pastas, poderiam ter feito de forma melhor seus cash-in, o de Bliss foi com sucesso na mesma noite e o de Strowman ser gasto em um combate, sem o fator surpresa, foi uma lástima.

  6. Jóse do Japão há 7 meses

    – O que vocês acharam do ano da WWE?
    Resp: muito fraco, shows e PPVs muito abaixo da média, a salvação da WWE foi a divisão feminina que deu um show nesse ano, tomara que continue assim.

    – Qual o momento mais marcante do ano?
    Resp: a aposentadoria forçada do Roman Reings, aquilo para mim foi muito marcante.

    – Qual a grande decepção deste ano?
    eu tenho duas decepções: O pessimo Booking e reinado do Nakamura como USA Champion, coitado do Nakamura está sofrendo das pessimas decisões dos oficiais da WWE, no entanto, ele também não se ajuda, com sua preguiça kk ele somente teve duas boas matchs nesse ano que foi contra AJ naquele last man Standing e a agora contra Rusev. Mais um reinado do Lesnar, não tenho que falar nada sobre isso.

    – As escolhas no Draft para cada show, foram benéficas a WWE?
    somente para o SmackDown que tem um show mais comestivel de se assistir, mais também não é uma maravilha como o pessoal fala, é somente um bom show, o Raw nesse ano foi um desastre o Draft lascou com a divisão de duplas, e as escolhas do Raw não foram muito boas, tanto que você ver, que somente o Corbin é que foi “aproveitado” daqueles que vieram do Smackdown para o Raw.

    – Qual foi o melhor reinado deste ano?
    o primeiro reinado do Rollins como Intercontinental Champion

    – Qual o melhor PPV deste ano?
    Evolution

    – Qual o melhor combate do ano?
    Charlotte Flair vs Becky no Evolution, amei aquela match.

    • Concordo que a divisão feminina, salvou o ano da WWE. A saída do Reigns, espero que temporária, pegou a todos nós de surpresa. Os reinado de Nakamura, foi muito mal conduzido pela WWE, concordo. Becky vs. Charlotte foi mesmo um combate memorável.

  7. Tirando os problemas que foram para o Top 5 do Melhores (Piores) do Ano, a maior lástima foi ver duas brands cheias de talento desperdiçado. Fiquei muito decepcionado com as subidas do NXT: o RAW e o SmackDown já estão transbordando de gente e ainda sobem mais pessoas que não aparecem nos shows nem para jobbar. Entendo que é importante para WWE monopolizar os talentos, mas isso nada adianta se não sabem como lapidar os diamantes.
    No mais foi um ano razoável. Vale destacar as performances de muitos lutadores, em especial Seth Rollins (o que foi aquela Gauntlet Match, meus amigos?!), os regressos de Daniel Bryan e Rey Mysterio a tempo integral e arevolução na divisão feminina – com a vinda da Ronda (mordi minha língua, ela está de parabéns), o Evolution e rivalidades como a de Becky e Charlotte.
    Espero que o ano que está chegando traga boas surpresas… Estou esperançoso com esse novo regime dos McMahons, acho que tudo vai entrar nos eixos novamente…
    Feliz ano novo para todos!

    • Sabemos que o booking este ano foi bem perdido e deixou muita gente boa, em ambas as brands, sem muito o que fazer. As subidas do NXT, acabaram perdidas em meio ao roster.

      A divisão feminina mostrou sua força, sendo o grande motor dos shows neste ano e espero que em 2019, a divisão masculina, volte a ter bons momentos e a feminina continue em grande destaque.

  8. Kick_Ass há 7 meses

    – O que vocês acharam do ano da WWE?

    Para mim ficou a baixo da expectativa. Ao ver a qualidade dos wrestlers do roster principal e NXT deveria ter sido uma ano muito melhor!
    O problema é o booking que é fraco e não tira proveito dos wrestlers nem conseguem criar momentos marcantes como antigamente, não sei se é por o produto ser atualmente PG e tem muitas restrições para os bookers, mas penso que com o roster enorme e com a qualidade que tem a WWE podia ter feito este ano muito mais do que fez.

    – Qual o momento mais marcante do ano?

    Infelizmente a saída do Reigns, foi chocante…

    – Qual a grande decepção deste ano?

    O Lesnar acabar o ano como campeão.
    O Raw atualmente só tem 3 títulos, Tag Team Championships, Womens Championship e o Intercontinental Championship, não consigo contar um título que aparece de mês a mês como um título de uma brand.

    – As escolhas no Draft para cada show, foram benéficas a WWE?

    Na minha opinião o Smackdown lucrou mais com o draft, ajudou a manter um produto estável durante o ano e superior ao Raw.

    – Qual foi o melhor reinado deste ano?

    Pergunta complicada…. o do AJ foi bom mas entrou em monotonia e acabou por ficar boring, o da Becky foi curto mas foi AWESOME, por isso em qualidade foi o reinado do AJ e em marcante foi o da Becky.

    – Qual o melhor PPV deste ano?

    NXT TakeOver WarGames II
    Do main roster talvez o TLC.

    – Qual o melhor combate do ano?

    Gargano vs Cien Almas.

    Do main roster eu escolhia Charlotte vs Becky no Evolution, pela história e por ser a melhor feud feminina em anos!
    Destaco também os grandes combates do Murphy vs Cedric Alexander.

    • O NXT teve um ano muito bom, bem diferente do roster principal, mas sabemos que o problema é o booking, pois não adianta subirmos quem quiser do NXT, se o booking não ajudar. O reinado do Lesnar é uma lástima, acaba prejudicando a todo o Raw.

  9. O ano da wwe foi razoavel. Nota 6

    O momento mais marcante foi obviamente a invasao da Becky ficando cheia de sangue

    Decepcão? Brock Lesnar e seu titulo

    O draft foi “ok”.

    Melhor reinado foi da Becky. Foi a protagonista de 2018

    Melhor PPV foi o HIAC

    Melhor combate foi de longe, becky vs charlote no evolution.

    • Aquela invasão da Becky Lynch, que acabou causando o acidente com Nia Jax, foi mesmo marcante. Claro que o Lesnar com o cinturão, é um grande problema.

  10. duzonraven há 7 meses

    A divisão de tag team do RAW e também o Universal Championship foram os mais decepcionantes do ano
    O intercontinental e a divisão feminina foi ok, o US foi razoável
    os melhores combates, rivalidades e storylines foram todos do nxt na minha opinião

    • Concordo que não souberam valorizar estes cinturões do Raw. Concordo que o NXT vive um melhor momento, do que os shows principais, mas isso claro ocorre devido a maior liberdade a equipe criativa.

Comentar