Navega no Wrestling PT sem pop-ups

Week Review #7 – Divisão feminina em altas

Boas pessoal, sejam mais uma vez bem-vindos ao Week Review, onde, como sempre, destaco os melhores e piores momentos da semana.

Hoje destaco dois momentos do Raw, que foi marcado primeiro Gauntlet Match da divisão feminina e por mais um ataque de Big Cass a Enzo Amore. No Smackdown, tivemos a desforra do Money in the Bank Ladder Match feminino em que Carmella voltou a vencer e, ainda, Jinder Mahal anunciou o regresso do Punjabi Prision Match para o seu combate contra Randy Orton no Battleground.

Vai começar mais um Week Review, por isso não percam e manifestem a vossa opinião acerca do que aqui vai ser falado.

Gauntlet histórica por uma oportunidade de ouro

Depois do Smackdown fazer história com o primeiro Money in the Bank Ladder Match feminino da história, foi a vez do Raw apresentar algo inédito para a divisão. O main event desta semana foi uma Gauntlet Match entre seis mulheres para coroar a nova candidata ao título de Alexa Bliss. Em competição estavam Bayley, Nia Jax, Mickie James, Dana Brooke, Emma e Sasha Banks, que entraram no combate por esta ordem.

Até à entrada de Sasha Banks, que foi a última a entrar, o combate viu Nia Jax a dominar por completo e a derrotar todas as adversárias. Quando Sasha apareceu, a história mudou! O cansaço de Nia fez-se sentir, e Sasha aplicou um Bank Statement inovador para se sagrar candidata principal. Com a vitória, Sasha irá defrontar Alexa Bliss no Great Balls of Fire pelo título.

Este momento é a prova que o Raw também consegue apresentar algo histórico e inovador para a divisão feminina. Cada vez mais as coisas estão a seguir essa direção, o que é um fator muito positivo para o reconhecimento e valor de toda uma divisão, que lutou anos e anos por uma oportunidade de serem finalmente valorizadas. Isso está a acontecer agora, e por isso merece o meu destaque, como algo que não deve ficar por aqui. Isto, meus amigos, é só o começo!

Carmella volta a vencer e é Miss Money in the Bank

O Smackdown não ficou atrás e apresentou a desforra do Money in the Bank Ladder Match feminino, que coroou Carmella como Miss Money in the Bank. Após a forma polémica como a “Princess of Staten Island” venceu o combate, Daniel Bryan decidiu que o combate iria ser repetido no Smackdown Live, com James Ellsworth banido do ringue e de toda a arena.

À semelhança da Gauntlet, este combate também foi main-event, e voltou a coroar Carmella como Miss Money in the Bank. James Ellsworth apareceu no combate, mas Becky Lynch impediu que estragasse o momento histórico. Com Ellsworth fora, Carmella aproveitou a distração e atacou Becky com uma cadeira, e subiu mais alto, para retirar a mala e acabar com todas as dúvidas.

Apesar da repetição do combate, não foi isso que estragou o momento histórico, e venceu quem, desde sempre, merecia vencer. O destaque vai, mais uma vez, para todas as cinco lutadoras intervenientes, e para a qualidade que apresentaram nos dois combates. Desta vez, Ellsworth não atrapalhou, e Carmella fez o que tinha a fazer.

Mais uma vez, parabéns à “Princess of Staten Island” e estou bastante curioso por ver o que irá fazer com a mala, uma vez que é oficialmente a primeira Miss Money in the Bank da história da WWE.

Punjabi Prision Match está de volta

A rivalidade entre Jinder Mahal e Randy Orton, que vai continuar no próximo evento do Smackdown, Battleground, irá atingir um novo patamar. Isto porque Mahal anunciou que os dois se irão defrontar num Punjabi Prision Match, estipulação que se tornou famosa graças ao The Great Khali que, por duas vezes, apresentou este combate.

O anúncio foi feito após um segmento entre Randy Orton e Shane McMahon, em que Orton pediu uma nova oportunidade ao título. Shane concedeu e afirmou que Mahal iria escolher a estipulação para o combate, que acabou por ser um Punjabi Prision Match.

Já estava a contar que fosse esta a estipulação. É um combate bastante perigoso, e pelo qual estou interessado em ver. Espero, em todo o caso, que seja o último combate da rivalidade, e que ambos sigam outros caminhos. Estou ansioso pela forma como o combate vai decorrer, uma vez que a estipulação já não é utilizada há cerca de 10 anos. É nesse sentido que quero ver como se vai proceder o regresso da Punjabi Prision Match à WWE.

Big Cass toma posição e volta a atacar Enzo Amore

O último destaque desta semana vai para os desenvolvimentos na história entre Enzo Amore e Big Cass, que revelou ser o responsável pelos ataques ao antigo parceiro.

Enzo apareceu no ringue e chamou Big Cass, que se tentou desculpar e, inclusive, pediu para voltarem a ser uma equipa. Ao mesmo tempo que o WWE Universe gritava para que Enzo não aceitasse o pedido, Amore acabou mesmo por desculpar e os dois festejaram no ringue.

No entanto, já na rampa, Big Cass manifestou a sua vontade e voltou a atacar Enzo, para desapontamento de todos os fãs presentes. Cass manteve a sua posição e, pelos vistos, vão mesmo seguir caminhos diferentes.

Este é mais um momento em que já estava à espera. A WWE está a querer apostar em Big Cass, como tal, separaram-no de Enzo Amore. Todavia, ainda não está bem claro o que cada um vai fazer daqui para a frente, pelo que acho que vão entrar numa rivalidade. Foi algo muito inesperado e, nesse sentido, espero por próximos desenvolvimentos. Espero que a aposta em Cass seja feita, uma vez que é merecida, e que Enzo também não fique esquecido, algo que muito provavelmente vai acontecer.

E vocês, o que acharam desta semana? Que momentos destacam pela positiva e negativa? Sintam-se à vontade para dar a vossa opinião e discutir os diversos assuntos que marcaram a semana.

Regresso para a semana com mais um Week Review. Fiquem bem!

6 Comentários

  1. Caio - há 5 meses

    Essa semana foi ótima e aliás, Belo artigo Miguel

  2. BRUNOju. - há 5 meses

    Bom artigo, fico contente que tenha dado o devido valor a divisão feminina do RAW. Chega a dar nojo essa implicância com a Brand vermelha que alguns fãs possuem.

    • Obrigado! De modo geral, a divisão feminina merece ser valorizada em todas as frentes. Com a Revolução Feminina, o destaque tem sido maior e tem se feito história em ambas as brands. Pessoalmente, prefiro a divisão feminina do Raw em termos de star power, mas, a meu ver, as superstars do Smackdown conseguem entregar mais neste campo.

  3. Hoguorotus - há 5 meses

    Outra coisa que mereceu destaque foi o main-event espetacular do NXT, onde a Asuka defendeu o título contra a Nikki Cross na primeira Last Woman Standing match, que conseguiu mais hardcore que o recente PPV do Extreme Rules inteiro.
    No mais, ótimo artigo.

Comentar

Editar avatar »