Navega no Wrestling PT sem pop-ups

WP Batalha Final (04/06/2017)

Ontem, no dia 4 de Junho, no Centro Shotokai de Queluz, 129 pessoas assistiram à Batalha Final, o “season finale” desta temporada de espectáculos do Wrestling Portugal.

Se quiseres recapitular o que aconteceu nos 5 shows anteriores, visita estes links:

  1. Batalha dos 1000
  2. Bammer vs. Salvador
  3. Salvador vs. Bernardo
  4. Batalha Épica
  5. Batalha dos Campeões

E agora, vamos à report completa. Tudo o que aconteceu na Batalha Final!

1 – David Francisco evita Bammer, queima tempo e escapa com o Título da APW

Bruno “Bammer” Brito chegou a este combate com a hipótese de se tornar o primeiro lutador a conquistar todos os grandes títulos disputados em Portugal: foi Campeão do WP durante 6 anos, é o actual campeão mundial interino da WSW. Faltava só o Título da APW.

Mas, olhando para trás, apesar de excelentes mostras de técnica e força como a sua combinação de Styles Clash para Maple Leaf, parece que Bammer nunca teve essa hipótese.

Depois de um combate aceso, David Francisco mostrou o seu plano: gerir o tempo limite de 15 minutos.

Quando os 15 minutos se aproximavam, “O Fantástico” começou a queimar tempo. Procurou refúgio nas cordas, no exterior do ringue e evitou qualquer tentativa de Bammer de re-acender o combate.

Pouco depois, o tempo acabava e a sineta tocava, exactamente quando Bammer tinha David Francisco em posição para a Bammer Bomb.

Enquanto o Candidato, visivelmente zangado, protestava, David Francisco pegava nos seus Títulos e ia para os balneários, em absoluta indiferença para com os “boos” de que foi alvo.

Com este resultado, David Francisco terá agora Vitor Amaro pela frente no APW “Caminho Para A Vitória”, que se realiza em Portimão no próximo dia 11 de Junho.

2 – Duarte Silva desafia… uma… Obra-Prima?

Seguiu-se o Desafio Aberto de Duarte Silva.

Enquanto ele e o seu amigo mascarado esperavam pelo adversário, Duarte fez saber que os fãs não precisavam de lhe agradecer por ter tornado Bruno “Korvo” Almeida (contra quem perdeu na Batalha dos Campeões) novamente relevante.

Foi então que começou a tocar uma música… familiar.

Da cortina, sai Zé de Manteigas, envolvido num lençol. Uns passos a seguir à cortina, coloca-se sobre um joelho, tocando com um punho na testa.

Quando a música sobe de tom, ele levanta-se e atira o lençol para trás das costas, revelando uma camisola musculada: era, claro, a Obra-Primor… Chris de Manteigas.

Já no ringue, tentou ensinar uma lição ao capanga mascarado, desafiando-o para um Masterlock Challenge. Não correu bem, com o homem mascarado a passear pelo ringue, enquanto estava preso no Masterlock, com tempo ainda para tirar uma foto da ocasião.

Pouco depois, o combate começava, com Zé a ser atacado pelas costas pelo seu adversário. Duarte fez a sua versão do Sick Kick para terminar rapidamente com o confronto, mas quebrou o seu próprio assentamento aos 2, para poder colocar o Zé no Masterlock.

O árbitro parou o combate. Em entrevista com João “Pégaso” Sena, Duarte Silva fez saber que não valia a pena começar a pensar na próxima temporada, porque ainda nem tinha terminado por hoje.

3 – Ramon Vegas derrota Luís Mira… com ajuda

O início foi fulgurante e fez jus à rivalidade que foi sendo construída pelos dois lutadores.

Mira não esperou pela sineta e retomou a sua rixa com Ramon Vegas, agora sem os restantes membros do treino da Academia do WP para os separar. O “highlight” do ataque inicial de Mira foi um Side Effect, do apron (parte exterior do tapete) para o chão do pavilhão.

Após o sucesso inicial, Mira cometeu um erro. À procura do seu BullsEye no exterior, acabou por acertar com o seu joelho nas escadas de metal, depois de Ramon se desviar.

A partir daí, o cubano focou-se no joelho lesionado de Luís Mira. Mas a resistência de Mira testou-lhe a paciência e Ramon chegou a procurar a sua corrente – apenas para perceber que o árbitro, Artur Carvalho, lha tinha tirado.

Depois de uma troca de picardias (e empurrões) com o árbitro, Ramon voltou a concentrar a sua ofensiva no seu rival português.

Apesar de cada vez mais debilitado, Mira acabou por conseguir inverter o ímpeto do combate e acertar o seu BullsEye. Infelizmente, Ramon conseguiu alcançar o exterior do ringue, evitando o assentamento.

Foi aqui que tudo correu mal. E foi aqui que percebemos o que Duarte Silva queria dizer com não ter acabado o seu dia.

Com o árbitro distraído com Ramon no exterior, Duarte Silva entrou no ringue e ceifou o joelho lesionado de Mira com um taco de golfe. Escolha de arma curiosa, já que foi com um taco de golfe que Mira afugentou o homem mascarado, quando Duarte perdeu para Korvo.

Atordoado mas em claramente melhor estado que o seu adversário, Ramon Vegas executou a sua versão do Rock Bottom e venceu o seu rival.

Sem surpresas, negou qualquer conhecimento do envolvimento de Duarte Silva no combate a seu favor.

4 – Salvador fica KO, Korvo aproveita com um Lariat devastador

Este combate foi extremamente dividido até ao fim. E foi exactamente no fim que veio a grande história deste combate.

Com Korvo preso na corda superior e Salvador na segunda corda, o último parecia pronto para repetir o Super-RKO que tanto resultado lhe tinha dado contra Bruno “Bammer” Brito.

Mas Korvo tinha a lição estudada, porque quando Salvador saltou, Korvo afastou-se dele no momento certo, o que fez Salvador voar sozinho para o tapete numa queda violenta, impiedosa. Nesta altura, faltava cerca de 1 minuto para o final do tempo limite de 15.

Com Salvador a favorecer a sua cabeça e pescoço e com muita dificuldade em levantar, Bruno Almeida hesitou. E depois, olhou para o monitor que marcava o tempo e percebeu que tinha de afastar essa hesitação, nem que fosse por um momento.

Assim, quando Salvador finalmente se conseguiu colocar em pé, encontrou um Lariat em corrida – uma verdadeira Clothesline From Hell – do qual voltou a cair no tapete de forma aparatosa, em cima da sua cabeça e pescoço.

Korvo fez o assentamento e venceu o antigo Campeão do WP, ficando muito bem posicionado para a futura oportunidade que, claramente, procura.

No fim, o vencedor recusou a entrevista, por estar preocupado com o facto de Salvador ainda não se ter levantado. Vários membros do staff do WP juntaram-se à volta do ex-Campeão e o intervalo acabou por ser anunciado de forma atrapalhada, dado o foco em Salvador, que só se conseguiu levantar a meio do intervalo e com muita ajuda.

5 – RAFA vence Mauro Chaves num Combate Surpresa

Depois do intervalo, o WP aproveitou para fazer um agradecimento às principais pessoas e grupos que ajudaram a tornar esta “Season 1” especial, tendo destacado individualmente os membros do staff, os árbitros, os fotógrafos, a APW, a WSW, o Smarkdown e o Wrestling.PT.

Para eles – e para dois aniversariantes que estavam na plateia – apresentou-se este combate, que não tinha sido anunciado.

De Inglaterra, veio Mauro Chaves. Da Alemanha, RAFA.

O combate foi rápido e repleto de inversões, e tornou-se cada vez mais técnico, porque ambos evitaram muito bem o striking do adversário.

Ah, e houve um momento em que Mauro Chaves colocou RAFA num Octopus Stretch e obrigou-o a comer um bocado de alface. Nunca pensei escrever isto numa report.

No final, depois de uma troca intensa de tentativas de pin, RAFA apanhou Mauro Chaves com um Jacknife Pin, que lhe deu o 1-2-3.

Ficaram os agradecimentos a ambos os lutadores por terem participado neste combate surpresa. Mauro Chaves deverá estar de volta a Inglaterra, enquanto que RAFA pareceu transmitir que o seu treino a nível internacional pode estar apenas a começar.

6 – Marcos Vitória surpreende Bernardo Barreiros e vai estar na 2ª temporada

Bernardo Barreiros fez a sua entrada a lembrar a cláusula deste combate: se ele vencesse, “O Veterano” teria de regressar à Academia do WP, não podendo estar presente na próxima temporada.

Junto à janela onde gosta de aparecer, Bernardo colocou um cartaz a dizer “Vais pa academia”. Junto ao ringue, no Sofá dos Veteranos, colocou outro a dizer “Só pa Alunos”. E aproveitou para mandar várias farpas a Bammer, por este ter falhado a conquista do Título da APW.

Bernardo começou por não levar o combate muito a sério. Aliás, nem tirou o seu casaco e gorro. Mas, depois de perder as várias trocas iniciais de chain wrestling, mudou de atitude. E de que maneira.

Marcos Vitória foi submetido a um tratamento violento de murros, chapadas, joelhadas e cotoveladas a que não teve resposta. E, durante largos minutos do combate, parecia que era apenas uma questão de tempo até “O Veterano” ter de voltar aos treinos.

Nos últimos minutos, Marcos Vitória ressuscitou e tentou combater fogo com fogo, atingindo Bernardo com dois Pelé Kicks e quase conseguiu um assentamento súbito, quando ambos entraram num “picanço” de Teardrop Suplexes e Bernardo deu as costas ao seu adversário, apenas para ser surpreendido com um School Boy.

Isto seria um presságio do final do combate.

Bernardo voltou brevemente ao controlo do combate, castigando “O Veterano” com um Electric Chair Drop. No entanto, quando parecia encaminhado para executar o golpe pela segunda vez, Marcos enrolou-o num Victory Roll.

Sim, Marcos Vitória venceu com um Rolo de Vitória.

Incrédulo, Bernardo Barreiros saiu do ringue e observou a celebração de Marcos junto à cortina. Nesse exacto momento, Bammer saiu pela cortina e colocou-se ao seu lado, com o braço à volta de Bernardo, fingindo estar a dar-lhe uma conversa motivacional.

Bernardo, visivelmente indignado, saiu rapidamente, deixando Marcos a celebrar. Na entrevista pós-combate, declarou que na próxima temporada os combates estarão marcados para uma vitória… Marcos Vitória.

7 – Salvador derrota “O Fantástico” numa brawl clássica e é o primeiro Bi-Campeão do WP

As questões sobre o estado de Luís Salvador – que fez a sua entrada ainda a aplicar gelo na nuca e sem o seu entusiasmo característico – foram respondidas imediatamente antes da sineta tocar.

No final das apresentações para o combate, David Francisco tirou o microfone da mão de João “Pégaso” Sena e perguntou a Salvador se queria mesmo que o combate tivesse lugar, lembrando-o que já tinha perdido na Batalha dos Campeões, que já tinha perdido na 1ª parte e que agora se preparava para ficar apenas meio homem.

“O Fantástico” foi ainda mais longe, dizendo que apesar da namorada de Salvador lá estar, era bom os pais dele não estarem para testemunhar o que ia acontecer. Quando David Francisco deixou claro que ia virar as atenções para o filho, Salvador correu para o Campeão e derrubou-o.

O combate começou e, rapidamente, David Francisco voltou às tácticas que lhe permitiram escapar com o Título da APW: procurou refúgio no exterior. Mas não teve tanta sorte.

A mais flagrante saída de ringue do “Fantástico” veio com uma nova tentativa de usar o pó que lhe deu a vitória na Batalha dos Campeões. Mas, enquanto abria a embalagem, Salvador mergulhou por entre as cordas e atingiu-o em cheio. E o pó não voltou a ser um factor.

No entanto, Salvador esteve muito perto da derrota, quando repetiu o erro que cometeu contra Bruno “Korvo” Almeida e falhou o RKO da segunda corda. David Francisco reconheceu a oportunidade e atingiu Salvador com o Superkick e o Spotlight Drive.

Para grande choque do “Fantástico”, o assentamento não chegou aos 3.

Recomposto, David Francisco tentou um Bulldog Knee e um T-bone Suplex, mas ficou claro que Salvador não estava pronto para deixar o Título do WP fugir-lhe quando evitou o primeiro golpe e rapidamente se levantou do segundo.

Seguiram-se várias tentativas do Campeão de derrubar o Candidato, mas sem sucesso. E, visivelmente surpreendido pela determinação de Salvador, o domínio de David Francisco no combate desvaneceu-se.

Num minuto fulgurante, Salvador atacou-o com os seus forearms de assinatura e, quando David Francisco tentou contra-atacar, Salvador conseguiu atingi-lo com o RKO. E, logo a seguir, o Log Off.

1… 2… 3.

Pela primeira vez, o WP tem um Bi-Campeão.

No final, Luís Salvador estava exausto, mas teve energia para agradecer aos fãs pelo constante apoio durante a temporada e disse que contava com todos para uma nova temporada.

E tu, o que achaste?

Enviar notícia para o Wrestling PT

26 Comentários

  1. MUITO OBRIGADO a todos os que lá estiveram, não só ontem, como em todos os shows desta 1ª Season do WP “Batalha”! 💪🏻

    (no final estava exausto e meio atordoado, as palavras nem me saíram como deve ser… em breve publicarei uma mensagem na minha página de Facebook)

    • Tiago Maia - há 6 meses

      Parabéns Salvador! Mereces! 😉 E aproveito para dar os parabéns ao WP pelo fantástico ano que tiveram! Como já disseste, pelo que depender de vocês não vão deixar isto acabar, só depende de nós, os fãs! Espero que para a próxima season o público continue a ser fiel e que consigam mais adesão porque bem merecem!

    • Para quando um Heel turn Salvador?

  2. the enigma - há 6 meses

    até o WP Batalha Final foi melhor que o wwe extreme rules

  3. PapaShango - há 6 meses

    Parabéns ao WP pela talvez a sua melhor época de sempre, independentemente de ser ou não aquela que contou com os lutadores mais talentosos. Valeu pela dedicação, pelo adesão do público, por todo o.ambiente criado dentro e fora do Shotokai. Que para a próxima temporada venham pelo menos 8 shows!

    Aproveito para deixar um apelo aos responsáveis do WP e CTW. O wrestling em Portugal é demasiado pequeno para birras e guerrilhas. Alguém que tome a iniciativa de haver comunicação entre as duas promoções para o ano possamos ver combates como uma Bradstone vs Kelly, Nelson Pereira vs Salvador ou Red Eagle vs Bammer. Ganham os fãs, ganham os lutadores e acima de tudo ganha o wrestling em Portugal.

    • João costa - há 6 meses

      Numa live que o read Eagle fez hoje perguntei se era possível e ele disse que era e que ficava a espera que os responsáveis da wp falassem com ele , por favor era brutal .

      • Fica bem dizer isso numa live, mas nunca o vi assistir a um show do WP. Enquanto alguma malta do WP já foi assistir aos do CTW.

        Mas vamos ver o que o futuro nos reserva e onde é que este “boom do réssel tuga” vai parar…

      • João costa - há 6 meses

        Luís eu estou a dizer na óptica do fã do wrestling português, e para mim gostava de ver o read na wp (porque é a federação em Portugal que mais gosto) e gostava o de o ver no wp , peço desculpa se estou a chatear ou a falar do que não sei (e claro que não sei o relacionamento nem o sentimento que nutrem uns pelos outros) pela tua resposta posso deduzir que não seija a melhor , já agora parabéns Campeão!!! Por favor não leves a mal.

      • *Red

        Não é a melhor, nem é a pior. Na mesma Live, o Red diz que o CTW não é “uma coisa de fim de semana”. Indirecta para os outros que o são?

        Haverão com certeza oportunidades para todos conversarmos no futuro, a seu tempo.

        Obrigado João, espero que tenhas estado em Queluz 😉

      • João costa - há 6 meses

        Não estive mas prometo ir ao primeiro show da próxima temporada , e aí vou te chatear para tirar uma foto contigo,vivo em Castelo Branco e é difícil mas já arranjei a companhia do meu padrinho (que não é fã de wrestling e vou tentar converte lo) . já sabes quero mesmo uma/ várias fotos força

      • PapaShango - há 6 meses

        Será que se referia ao WP Salvador? Ele não passa muito tempo em Inglaterra? Não partam do principio que é tudo mau. Até podia estar a falar da wsw que tem um conceito mais parecido ao do ctw.

        Mas vamos supor que o Red é uma besta egocêntrica e arrogante. Ele não tem o resto do pessoal lá preso à trela. Em vez de.combaterem 1 vez a cada 4 meses será que tb não gostariam de aparecer no WP?

      • Há aí partes que prefiro nem responder… 🙄

        Tudo é possível.

      • PapaShango - há 6 meses

        É pena preferires não responder porque se calhar falar em público sobre o assunto até podia ajudar a esclarecer mal entendidos…

        E era um exemplo de campeão…

        Até são os 2 do Benfica…

    • entendam_se - há 6 meses

      entendam-se carlahlo invés de andar a dar demasiada importância a coisas como esta

      “Não é a melhor, nem é a pior. Na mesma Live, o Red diz que o CTW não é “uma coisa de fim de semana”. Indirecta para os outros que o são?”

      Se calhar nao era nenhuma provocacao se calhar estavam apenas a focarsse na sua companhia e não a mandar provocaçoes aoutros. Pá, somos um pais pequeno quanto mais portas se fecharem, pior. uma aliança seria mais pessoal para “jogar”

  4. Milton - há 6 meses

    O público da BWF é muito maior do que esse ai!

  5. Estou a gostar de ver a maneira que o WP está a evoluir, daqui a nada ok shows vao passar a ser transmitidos numa sporttv talvez para chegar ainda a mais gente.

  6. Gostei bastante do Show.
    Brutal, mesmo. Apenas atrás do “Batalha Épica”.

    Abaixo deixo apenas criticas construtivas de algo que eu não gostei ou faria de forma diferente:

    Senti desilusão quando percebi que não íamos ficar a saber quem é o capanga amiginho do Duarte.
    Juro que, quando anunciaram que o Duarte ia ter um desafio aberto, pensei que o Capanga mascarado seria o adversário dele, à procura do protagonismo todo para ele.
    Mas depois, no combate do Mira, entendi a decisão de não o revelarem. Fica mais uma surpresa para a próxima temporada e duas story lines já prontas. Uma entre o Duarte e o Mira e uma entre o Duarte e o capanga dele (quando o quiserem fazer).

    Achei que o Final do Bammer contra o Fantástico podia ter sido melhor. Houve, claramente, um engonhar à espera do final do tempo limite. O Bammer teve tempo para lhe aplicar, no final, a Bammer Bomb e, quando estava a contagem no dois, acabar o tempo. Isso sim teria sido perfeito, mas entendo a dificuldade de ser feito. Contudo, pelo menos a Bammer Bomb devia ter sido feita.
    (ai o Styles Clash, o que eu adorei ter visto o Styles Clash!!!)

    No final do show, e já depois de uma derrota super previsível do Salvador contra o Korvo, esperava que o Salvador não aparecesse quando a música tocou. Esperava que, a música do Salvador tocasse, ele não vinha, tocava a do Fantástico, ele vinha, fazia uma promo de como era bom sair duplo campeão deste show e tal, e de como o Salvador nem consegue fazer dois combates no mesmo show e ele consegue, algo mesmo a cascar fundo. Depois o Salvador aparecia, o combate acontecia da mesma forma que aconteceu e Salvador Campeão.

    Afonso Malheiro e restante equipa criativa.
    Estas seriam as minhas pequenas alterações ao show.
    Sobre o resto? Excelente. Excelente temporada. Excelentes shows. Excelente.

  7. “Fantástico” David Francisco vs Bruno “Bammer” Brito – o resultado em si deste combate eu já estava á espera que fosse mesmo o empate portanto não fiquei surpreendido com isso sempre acreditei que perdia o Título do WP mas não perdia o da APW e esperava o empate. Em relação ao combate gostei do que vi e quando eu vi o Bammer preparar o Styles Clash e fiquei do tipo “não me digas” e foi simplesmente brutal de vê-lo aplicar a manobra.

    Desafio aberto: Quando vi o anúncio deste combate sempre pensei que quem ia aceitar o desafio seria o RAFA para também participar no evento não acontecer e apareceu uma obra prima tremenda xD. Foi o momento de descontração do evento e eu gostei mas não teria sido melhor fazer este momento descontração e “descanso” mais para a frente visto que o show tinha começado a pouco tempo e se o objectivo era aquele talvez tinha sido melhor se fosse mais tarde mas seja como for gostei.

    Luís Mira vs Ramon Vegas – Foi um bom combate que foi muito bem construído e muito bem trabalhado por ambos. Gostei do que vi e parece que a próxima temporada já terá um Mira vs Duarte

    Bruno “Korvo” Almeida vs Luís Salvador – Estava em dúvida para o resultado deste combate muito sinceramente. De um lado tinha um Korvo motivado e que quer entrar na rota do título e do outro tinhamos um Salvador que ainda ia participar no combate principal e tinha tudo para ganhar um grande ímpeto para esse combate. Gostei do combate posso dizer que gostei da vitória do Korvo e o Salvador foi bem protegido com aquela lesão no pescoço e nessa altura acreditei mesmo que o Salvador já não ia poder participar no combate principal e que seria substituido pelo Korvo mas tal acabou por não acontecer. Espero ver o Korvo na rota do Título e espero futuramente vê-lo carregar o ouro.

    Mauro Chaves vs RAFA – Não tivemos RAFA no desafio aberto mas tivemos aqui no combate surpresa e gostei dos envolvidos. O combate foi curto mas deu para ambos mostrarem o que valem. Os dois andam a desenvolver-se fora mas acho excelente que quando podem voltam sempre a casa.

    Bernardo Barreiros vs “Veterano” Marcos Vitória – Tivemos combates com títulos em jogo mas este era daqueles que eu mais tinha interesse em ver. O Bernardo no inicio não deu importância e foi um erro porque depois de muita provocação vimos ali uma mudança no Veterano onde se tornou mais agressivo e ainda deu ali trabalho apesar de logo de seguida começou a ser massacrado. Reverteu tudo isso e acabou por ganhar energias para vencer um combate duro. O público vibrou mesmo com isto e se calhar ao inicio ninguém esperava mas o Marcos com isto tudo do Veterano conseguiu mesmo cativar toda a gente e veremos o que tem para mostrar daqui para a frente.

    “Fantástico” David Francisco vs Luís Salvador – O “Fantástico” no inicio tocou onde mais doi no Salvador e foi o erro dele que apesar de estar “lesionado” acordou o animal. Gostei bastante do combate entre ambos e já esperava a troca de título e o Salvador fez história ao ser o primeira lutador a carregar o título por duas vezes. A única que eu mudava era o tempo do combate eu sei que era o segundo combate de ambos mas tinha gostado que o combate terminasse mais perto do fim do tempo visto que senão tou em erro ainda faltava 5 min. para o fim do tempo mas seja como for gostei do combate, gostei da vitória do Salvador e espero que o David tenha um enorme sucesso em Inglaterra porque merece.

    No geral gostei bastante do evento já tinha ido a Batalha dos Campeões e já tinhas algumas expectativas para este evento e não sai desiludido em nada e só puxa ainda mais para continuar a fazer a viagem para ver os eventos da próxima temporada sei que não vou puder ver todos mas posso dizer que quando puder vou lá estar batido.

    Aproveito para dar os parabéns a todos os envolvidos pela construção destes shows e só digo para continuarem com este trabalho e aproveito para vós agradecer pelos que vocês estão a fazer pelo Wrestling Nacional.

  8. DiogoCastanho - há 6 meses

    pessoal nao teriam oportunidade de gravar isto e por online num site como o dailymotion visto que o youtube só traz problemas com wrestling ou entao porem os shows completos aqui no site

Comentar

Editar avatar »