Várias têm sido as discussões sobre o declínio da qualidade dos programas da WWE e das suas audiências. Entretanto, o site Variety fez um artigo onde abordou este tema da descida nos números de telespectadores dos programas da WWE, deixando várias críticas à companhia e a Vince McMahon.

Num artigo intitulado “Vince McMahon Out of Excuses for WWE Woes” (que traduzido significa “Vince McMahon está a ficar sem desculpas para as falhas da WWE”), o analista sénior dos media Gavin Bridge mostra os números da WWE e de como estes têm vindo a descer.

Os números com que Gavin Bridge se baseou são uma amostra dos últimos 3 anos, onde mostra que o Monday Night Raw perdeu cerca de 20% dos seus telespectadores (cerca de 616 mil telespectadores em média por show), enquanto o SmackDown Live perdeu cerca de 17% dos seus telespectadores (cerca de 446 mil telespectadores em média por show).

No seu artigo, Gavin Bridge fala também de temas como os executivos do canal FOX e da rede NBCUniversal, que são donos da USA Network, estarem algo nervosos depois de terem pago bastante dinheiro à WWE para transmitir os seus programas. Pois neste momento, a performance da WWE nas suas audiências, nos live-events e até na venda de merchadising está em baixa.

O artigo também aponta o dedo a Vince McMahon e ao Co-Presidente da WWE, George Barrios, que nas últimas reuniões com os acionistas da empresa apontaram que a ausência de alguns lutadores importantes como motivo principal para as audiências tão baixas.

Depois de ter feito um apanhado dos 10 nomes que foram mencionados na reunião de Janeiro, o artigo apontou que do primeiro trimestre para o segundo trimestre de 2019, só Sasha Banks e Dean Ambrose é que quase não apareceram nos programas da WWE.

Segundo Gavin Bridge, a teoria de Vince McMahon que com uma boa WrestleMania e o regresso de alguns lutadores nas semanas seguintes, seriam suficientes para a WWE apresentar bons resultados no segundo trimestre do ano, foram por “água abaixo”, pois os resultados da WWE pioraram neste segundo trimestre de 2019.

Na tentativa de mudar esta situação e segundo o site Pro Wrestling Sheet, a WWE despediu dois dos principais escritores da sua equipa no início desta semana. Steve Oppenheim, que era um dos escritores principais do Monday Night Raw e Steve Guerreri, que era a par de Ryan Ward o principal escritor do SmackDown Live, foram despedidos da companhia. Uma medida tomada pela direção da WWE em resultado dos fracos resultados recentes.

Steve Guerreri entrou na WWE em 2012, enquanto Steve Oppenheim começou a trabalhar na empresa de Vince McMahon em 2011. Os dois já tinham por isso uma carreira bastante longa numa posição onde é comum, por vezes, os escritores só durarem alguns meses. Estes despedimentos podem estar ligados às entradas de Paul Heyman e Eric Bischoff nas equipas criativas de cada um dos programas televisivos da WWE.

Clica aqui para leres o artigo completo do Variety, onde podes encontrar uma análise exaustiva a alguns dos principais números e resultados da WWE.


Qual a tua opinião sobre este artigo da Variety em relação à WWE e Vince McMahon?

11 Comentários

  1. cena vs rock5 meses

    a wwe ainda faz shows?!

  2. Kauê Silva5 meses

    Por mais que a WWE tente rebater isso, é fato o que está acontecendo, eles precisam se levantar urgente, pois a competição está forte! E para constar, não houve falta de grandes superastros por exemplo no caminho para a Mania, o que houve foi uma construção pobre de storylines e mal aproveitamento do elenco!

  3. JOAO PEDROOOOO5 meses

    Tiveram ontem a oportunidade para fazer com o Stone Cold a chamar HHH ao ringue, aplicar-lhe um stunner e dizer que seria o fim da PG Era, mas não. Enquanto continuarem a fazer um show para toda a família (nenhum produto é para todos) vai continuar mau.

  4. O show de ontem por exemplo foi uma lástima. Alias juntar os DX ao Seth?! Contra os The Club?! Dafuq… Ta tudo mal e a principal culpa é do bookers muito pelo Vince ter a última palavra

    • Jt5 meses

      Era para ser ao Ricochet mas ele está com uma infeção no cotovelo e não podia lutar…agora que foi um desperdício de um cameo e um autêntico enterro para os Club, lá isso foi….eu estou com o João Pedrooooo não há produtos para todos e o Stone Cold devia de ter distribuído stunners a torto e a direito….

  5. Foto de perfil do Facebook

    Vince tem que passar logo o controle para o Triple H, ele deixou de elaborar bons combates e rivalidades, as pessoas estão cansados das mesmas rivalidades; é melhor Vince ir cuidar da XFL

  6. #GoOspreay5 meses

    Merecido Isso Que Estão Passando Esse Produto Infantil:Matchs Ruins,Storylines Ruins, Chances Para Quem Não Merece…Que Sintam Na Pele Para Ver Se A Sim Voltam A Fazer Um Produto Descente…… É Essencial Nos Que Consumimos O Produto Reclamar, E Parar De Pagar Por Ele, Sendo Ingressos, Produtos, E Obviamente Ir Para A Concorrência Assim No Caso AEW!

  7. Showstealer5 meses

    Um artigo muito accurate e com razão de ser. De facto a WWE tem vindo a cair em praticamente todos os seus aspetos, pelo que urge tomar várias medidas vanguardistas…

  8. Paulo Henrique5 meses

    Meu ponto de vista, parte criativa da empresa está ruim desde 2010, os story line perdendo a noção esse nenhuma as ligações as vezes, como na época de ouro dos anos 2000 até 2008 e 2009. Como Mark William “Undertaker” disse em entrevista, não são os golpes com os puros da terceira corda que fazem os fãs irem à loucura, e sim a história o personagem que tem 100 vestido individualmente para cada wrestling, e seu personagem. Permitindo a criação e a elevação esse personagem tanto pelo lutador quanto pela parte criativa na empresa.