Tens sugestões para o nosso site? Envia-nos!

WWE NXT (11/10/2017)

A WWE transmitiu esta Quarta-feira mais uma edição do NXT, que teve como destaque um combate entre Andrade “Cien” Almas e Johnny Gargano.

Outros destaques desta edição do NXT vão para: a estreia da brasileira Taynara Conti, que interferiu na Triple Threat de qualificação para o combate pelo NXT Women’s Championship; um combate entre Lars Sullivan e Danny Burch; os Street Profits em acção e, por fim, a estreia de Lio Rush.

Resultados

– Peyton Royce venceu Liv Morgan e Nikki Cross (NXT Women’s Championship Qualifying Triple Threat Match)
– The Velveteen Dream venceu Lio Rush
– Lars Sullivan venceu Danny Burch
– The Street Profits venceram Damien Smith & Markos Espada
– Andrade “Cien” Almas venceu Johnny Gargano

13 Comentários

  1. Seth Freaking Rollins há 11 meses

    Ótimo episódio.

  2. JoãoRkNO há 11 meses

    Fosgasse, o Lio é qualquer coisa de fenomenal!

  3. andre há 11 meses

    Liv Morgan calando a boca de muita gente, e provando que ela não é uma cópia de carmella e alexa, e ela vai evoluir e muito ainda

    • Anónimo há 11 meses

      Sim, essa menina é tão nova e é se mostra muito eficiente. Muito melhor que a Carmela e a Alexa juntas. Não sei pq as pessoas falam que ela não é talentosa. Eu acho ela muito boa.

  4. BRUNOju. há 11 meses

    Essa moça que acompanha o Andrade é a cara e corpo da Trish Stratus, só que unânime versão morena e latina, hehe, achei bem parecida.

    TAYNARAAAA… meu Deus, estou muito feliz por ela, interpretou muito bem a cena, gostei. Parabéns para a Peyton, ela merece, aliás, gostaria de ver uma campeã heel no NXT.

    • BRUNOju. há 11 meses

      Só que UMA *

      Esta horrível de comentar no site, não sei se é problema do meu celular…

  5. Hoguorotus há 11 meses

    Fiquei muito impressionado com o Lio Rush, o cara tem realmente bastante talento.

    Impressionante também a qualidade dos combates entre o Gargano e o Andrade, dão um belo show juntos.

  6. KILL OWENS KILL há 11 meses

    Grande episódio.

    Fico muito feliz pela Peyton, as Iconic Duo tem feito um trabalho excelente. Não ficaria nem um pouco triste caso ganhassem no Takeover…

    Sobre a Conti, gostei do que vi dela no torneio, apesar de ainda ter que evoluir um bocadinho, o potencial está ali.

    Lio Rush, o Wrestler mais genérico das Indys pode acabar vindo a ser um sucesso no NXT e tomará que seja mesmo. Quanto ao Dream, só digo que ele se ele continuar daquele jeito calará a boca de muita gente. Não me interessa a Gimmick, me interessa se fazem algo de bom com ela e até agora tem sido bem legal.

    Pra finalizar, mais uma ótima luta entre o Gargano e o Cien (impossível esses dois juntos não darem uma luta boa). Só não gostei do final, com a manager usando a mesma estratégia do Takeover passado. Pelo menos a atuação do Johnny foi maravilhosa.

Comentar