A WWE transmitiu esta quinta-feira a última edição do NXT UK na WWE Network, a partir dos estúdios da BT Sport em Londres, o programa semanal dedicado à sua divisão do Reino Unido com foco em lutadores europeus.

Resultados

– Blair Davenport venceu Amale, Eliza Alexander e Isla Dawn (NXT UK Women’s Championship Nº1 Contender’s Fatal 4-Way Elimination Match)
– Saxon Huxley venceu Kenny Williams
– Tyler Bate venceu Trent Seven (Final do NXT UK Championship Tournament)

Report

O último episódio do NXT UK abriu com um video package sobre o fim deste programa, tendo mostrado também a história entre Tyler Bate e Trent Seven.

– Blair Davenport venceu Amale, Eliza Alexander e Isla Dawn (NXT UK Women’s Championship Nº1 Contender’s Fatal 4-Way Elimination Match): Este opener começou de forma agressiva por parte das quatro lutadoras que lutaram tanto dentro como fora do ringue. O caos foi sempre a nota de destaque neste combate de eliminação, tendo a primeira acontecido aos sete minutos, mas Blair Davenport, Eliza Alexander e Amale se juntaram para eliminar Isla Dawn.

As três lutadoras foram dando tudo para tentar se manter no combate e foi Eliza Alexander que com uma running knee em Amale, conseguiu a segunda eliminação. Nos minutos seguintes, as quase vitórias foram acontecendo de parte a parte, e no final, Blair Davenport com um Falcon Arrow conquistou a vitória.

A seguir, tivemos imagens de Trent Seven e Tyler Bate a preparem-se para o seu combate.

– Saxon Huxley venceu Kenny Williams: Saxon Huxley entrou de forma dominante e foi conseguindo várias quase vitórias desde o início. Kenny Williams ainda conseguiu virar o ímpeto a seu favor, mas uma distração causada pelos elementos da Chase U abriu espaço para que Saxon Huxley voltasse ao controlo e no final vencesse com uma Choke Bomb.

Em seguida tivemos um video package de Tyler Bate e Trent Seven e sobre a sua história desde os tempos da PROGRESS até aos dias de hoje.

– Tyler Bate venceu Trent Seven (Final do NXT UK Championship Tournament): A final deste torneio começou de forma técnica e equilibrada , com os dois lutadores a mostrarem todas as suas capacidades e também todo o conhecimento que têm um do outro. Trent Seven conseguiu virar o ímpeto a seu favor e começou a ter algum controlo, mas o seu antigo protegido nunca se deu por vencido e começou a equilibrar as contas deste main event.

Com o passar dos minutos, o cansaço foi sendo cada vez mais evidente e com isso as quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes. No final e depois de várias false finishes, Tyler Bate acertou o segundo Tyler Driver da noite e conquistou a vitória e o NXT UK Championship.

O episódio terminou com Tyler Bate a festejar, tendo a seguir mostrado um video package com alguns dos grandes momentos do NXT UK.


O que achaste deste WWE NXT UK?

6 Comentários

  1. Zickelous1 mês

    Agora entendi pq a Bea tá de penetra na luta de unificação kkkkk
    No mais, adeus NXT UK, foi bom enquanto durou, vá em paz

    • Tini1 mês

      Mas ela mesma já tinha dito quando a Meiko Satomura foi confrontar a Mandy Rose que ela era a 1 contender

  2. nZo1 mês

    Aquela lista de demissão foi terrível, entendo que não tem como colocar todos os lutadores do uk no 2.0 mais custava manter alguns como trent seven sha sumuels ou dave mastif , tomará que sejam recontratados no nxt europe

    • O problema do Seven é que tem mais de 40 anos, eles querem apostar em malta mais jovem, se ele ainda tivesse uns 30 se calhar até ficava, o caso da Meiko que tem 42 salvo erro, é diferente, tem um legado bem maior que o Seven no mundo do wrestling/pro wrestling e é atual campeã

    • Além de que não podiam vir todos para a nxt 2.0. Muitos desses também preferem viver na Europa e quem os censura? Trata-se dos USA, não é um bom lugar para viver para muitos.

  3. El Cuebro1 mês

    Foi um bom desfecho para a marca eu diria, grande luta entre Bate e Seven, o resultado já sabíamos, aliás o título está há alguns dias para ser unificado, Bea como contender Nº1 e não seria estranho vê-la saindo campeã do evento, uma pena por como acabou e pelas demissões, espero que muitos desses nomes ainda possam ter vez no NXT Europe, ou no 2.0 ou em outras empresas, porque há muito talento disponível!