A WWE transmitiu esta segunda-feira mais uma edição do Raw na USA Network, a partir do ThunderDome, no Yuengling Center em Tampa, Flórida, a última antes do Hell in a Cell de domingo, dia 20 de Junho.

Resultados

– Nikki Cross venceu Charlotte Flair (por count-out)
– John Morrison venceu Jeff Hardy
– Jeff Hardy venceu Cedric Alexander
– Piper Niven venceu Naomi
– RK-Bro (Randy Orton & Matt Riddle) venceram New Day (Kofi Kingston & Xavier Woods)
– Raw Women’s Champion Rhea Ripley venceu Asuka (Non-Title Match)
– Alexa Bliss venceu Nia Jax (por desqualificação)
– Jaxson Ryker venceu Elias (por count-out)
– Drew McIntyre venceu Raw Tag Team Champion AJ Styles (por desqualificação)
– Drew McIntyre & Viking Raiders (Erik & Ivar) venceram WWE Champion Bobby Lashley, Raw Tag Team Champion AJ Styles & Omos

Report

O Raw abriu com Alexa Bliss a fazer de narradora e a explicar que só tinha boas intenções, isto enquanto víamos imagens do que aconteceu na semana passada entre Lilly e Shayna Baszler. Depois de afirmar que Lilly está de castigo, Nia Jax interrompeu este monólogo e afirmou que Alexa Bliss e Shayna Baszler vão enfrentar-se no Hell in a Cell. Como a esquisita lutadora continuou a falar do que aconteceu, tivemos então a “Irresistible Force” a desafiar Alexa Bliss para um combate neste Raw, desafio esse que foi aceite.

Antes do combate inicial deste Raw, Charlotte Flair foi entrevistada e afirmou que ela e Rhea Ripley vão ter o melhor combate do Hell in a Cell, mas que para já quer acabar de uma vez por todas com esta história de Nikki Cross.

– Nikki Cross venceu Charlotte Flair (por count-out): Mesmo com Rhea Ripley perto do ringue a ver, o domínio do combate foi de Charlotte Flair quase desde o primeiro segundo. A “Queen” dominou durante bastante tempo, mas Nikki Cross mostrou grande espírito de luta e nunca desistiu. Fora do ringue e com a taxa de bazófia em alta, Charlotte Flair começou a provocar Rhea Ripley e distraiu-se com a contagem, acabando por perder por count-out.

Já depois do combate, Charlotte Flair atacou Nikki Cross, mas no final foi a Raw Women’s Champion Rhea Ripley que se ficou a rir, aplicando o Riptide na sua rival.

Nos bastidores tivemos Riddle a falar com Jeff Hardy, que lhe explicou que ele deveria ouvir Randy Orton, pois este é um lutador muito experiente e que confiança é o coração de uma equipa. O “Original Bro” ficou a conversar sozinho durante uns segundos, mas Randy Orton veio falar com o seu parceiro de equipa e explicou que este não deveria tentar ser outro Randy Orton, mas que deveria ser Riddle.

– John Morrison venceu Jeff Hardy: John Morrison e Jeff Hardy começaram este combate de forma bastante equilibrada, mas com o passar dos minutos o “Charismatic Enigma” foi dominando. Só que com alguma batota, John Morrison virou o combate e acertou o seu Starship Pain para a vitória.

Assim que o combate terminou, Cedric Alexander foi insultar Jeff Hardy e explicou que ele deveria era tê-lo mandado para um lar. Jeff Hardy não gostou do que ouviu e desafiou o jovem para um combate, em que se Cedric Alexander vencesse, ele se retiraria.

– Jeff Hardy venceu Cedric Alexander: Cedric Alexander aproveitou o cansaço de Jeff Hardy para dominar este combate, mas já sabemos o que a casa gasta com o “Charismatic Enigma”, pois este nunca desiste. Jeff Hardy foi resistindo até que do nada acertou o seu Twist Of Fate, antes de voar numa Swanton Bomb que lhe deu a vitória.

A seguir tivemos um video package com imagens da rivalidade entre o WWE Champion Bobby Lashley e Drew McIntyre, que vai culminar num Hell in a Cell Match no evento deste domingo.

– Piper Niven venceu Naomi: No que deveria ser o regresso aos ringues de Eva Marie, acabou por ser a estreia de Piper Niven, que foi apelidada de sua “amiga mistério”. A lutadora escocesa entrou com tudo e venceu Naomi sem problema, em cerca de 1 minuto e após um Michinoku Driver.

Depois do combate, Eva Marie pegou no microfone e afirmou que a vencedora foi ela própria, enquanto Piper Niven a abraçava e saltava de alegria pela sua estreia.

De seguida tivemos imagens de uma sessão fotográfica de Dana Brooke & Mandy Rose que estava a ser atrapalhada pelo treino das WWE Women’s Tag Team Champions. Natalya & Tamina insultaram então as duas lutadoras por se preocuparem mais com o seu look do que com melhorar as suas capacidades em ringue, e como seria de esperar tudo acabou em brawl.

Nos bastidores tivemos uma entrevista a Drew McIntyre, que explicou que enquanto Bobby Lashley está mais preocupado com as festas, ele está focado em atravessar o inferno. Drew McIntyre a seguir também contou uma história de William Wallace, antes de explicar que no Hell In a Cell irá ser novamente WWE Champion.

– RK-Bro (Randy Orton & Riddle) venceram New Day (Kofi Kingston & Xavier Woods): Os New Day entraram dominantes, tendo conseguido isolar primeiro Riddle e depois Randy Orton e assim controlaram durante vários minutos, mas a maior fisicalidade dos RK-Bro fez com que estes isolassem Xavier Woods.

Depois de minutos de domínio dos RK-Bro, Xavier Woods conseguiu finalmente fazer o tag e Kofi Kingston virou o combate do avesso, mas foi sol de pouca dura, pois o “Original Bro” acelerou de tal maneira que quase venceu o combate.

Os RK-Bro continuaram a dominar e a ter cada vez mais quase vitórias, mas a verdade é que o cansaço e a agressividade já estavam no máximo e as false finishes foram-se acumulando por parte das duas equipas. No final, out of nowhere tivemos um RKO em Xavier Woods e assim os RK-Bro conseguiram um grande vitória.

No backstage, a Raw Women’s Champion Rhea Ripley foi entrevistada e explicou que irá vencer Charlotte Flair no Hell in a Cell e despachá-la para o fim da fila de candidatas.

– Raw Women’s Champion Rhea Ripley venceu Asuka (Non-Title Match): Esta desforra da WrestleMania 37 começou de forma equilibrada, mas com o passar dos minutos a campeã começou a controlar. Depois de um domínio de alguns minutos, Asuka foi recuperando e começou a ter algum ímpeto do seu lado.

Os minutos finais foram bastante equilibrados, com as duas lutadoras a terem várias hipóteses para vencer, mas no final a “Nightmare” acertou o seu Riptide e venceu o combate.

Assim que o combate terminou, Charlotte Flair veio ao ringue e atacou a sua rival. Esta brawl entre as duas lutadoras teve de ser parada por vários oficiais e árbitros da WWE, sendo que a “Queen” mostrou-se bastante frustrada por não a deixarem lutar, mostrando que os jogos psicológicos parecem estar a ser ganhos pela campeã.

No balneário do WWE Champion Bobby Lashley, MVP prometeu que Drew McIntyre depois do Hell in a Cell nunca mais vai poder lutar pelo WWE Championship. O “All Mighty” também falou e afirmou que está farto de ser desrespeitado e que no Hell in a Cell, Drew McIntyre vai ter o mesmo destino de William Wallace e no fim de tudo ele continuará como WWE Champion.

– Alexa Bliss venceu Nia Jax (por desqualificação): As duas lutadoras tinham estratégias bem delineadas, com Alexa Bliss a querer atacar as pernas de Nia Jax, enquanto a “Irresistible Force” ia usando a sua força. O combate foi equilibrado, mas no final parecia que Alexa Bliss ia vencendo, mas Reginald interferiu e assim terminou o combate por desqualificação.

Já depois do combate terminar, Alexa Bliss hipnotizou Reginald, que foi salvo por Nia Jax.

Nos bastidores, MVP foi outra vez espicaçar Kofi Kingston e tentar explicar que este não deveria perder o tempo da sua carreira ao lado de alguém como Xavier Woods. Tal como na semana passada, Kofi Kingston mandou MVP mandar uma volta.

– Jaxson Ryker venceu Elias (por count-out): Jaxson Ryker entrou de forma dominante e controlou Elias sem problemas, sendo que fora do ringue o cantor residente da WWE decidiu que amanhã é outro dia e preferiu perder por count-out.

Em seguida tivemos um video package a falar do Hell in a Cell e do perigo que existe em lutar dentro da jaula.

– Drew McIntyre venceu Raw Tag Team Champion AJ Styles (por desqualificação): Drew McIntyre entrou de forma bastante dominante, isto sob o olhar do WWE Champion Bobby Lashley, que estava perto do ringue. Já também com os Viking Raiders perto do ringue, o ímpeto virou.

AJ Styles conseguiu então dominar então durante algum tempo, mas o “Scottish Warrior” não se deixou ficar. Como seria de esperar, os elementos fora do ringue rapidamente armaram confusão e o “All Mighty” decidiu que estava na hora de atacar o seu rival, o que fez com que os Viking Raiders subissem ao ringue para ajudar Drew McIntyre e tivemos então uma pequena brawl.

– Drew McIntyre & Viking Raiders (Erik & Ivar) venceram WWE Champion Bobby Lashley, Raw Tag Team Champion AJ Styles & Omos: Isto transformou-se num Six-Man Tag Team Match e o trio dos Viking Raiders e Drew McIntyre dominaram durante vários minutos, mas o trio de campeões conseguiu isolar primeiro Erik e depois Ivar, e assim tiveram eles o controlo deste main event.

No entanto, depois de um longo domínio, o caos foi-se começando a instalar, mas quando existe alguém como Omos no combate, isso torna-se um problema, pois ele sozinho arrumou os Viking Raiders.

No final, AJ Styles fez um tag inesperado ao WWE Champion Bobby Lashley, que ficou confuso e acabou a sofrer um Claymore Kick, e assim Drew McIntyre venceu este main event para a sua equipa.


O que achaste do WWE Raw desta semana?

27 Comentários

  1. Alyssa Drake2 meses

    O retorno da eva marie foi isso? Que bosta acho melhor ela atacar esta tal de piper logo

  2. Blissful2 meses

    O rumor estava correto, a guarda-costas da Eva Marie realmente é a Piper. O que eu não entendi foi: Por que não explicaram nada? Parece que ficou uma coisa jogada. Enfim, gear legal, a gimmick da Piper n ficou clara pra mim, mas foi só a primeira aparição.

  3. Facebook Profile photo

    Sério isso¿
    Q sux! Retorno melado da Eva

  4. Zoro sola2 meses

    Esse raw me surpreendeu

  5. Sinto uma leve melhora no Raw, o que finalmente nos dá esperanças!!!
    Uma pergunta: Por que raios tentam dar tanto destaque ao Omos, pelo tamanho? E só eu que acho ele (bem) ruim in ring?

  6. Peço desde já desculpa pela longa review, mas isto tem que ser dito.

    Gostei:
    – RKBro vs New Day. Ainda bem que isto entregou, não sei o que faria se a Raw não tivesse 1 combate de jeito. Foi divertido e a única coisa que me cativou.
    – MVP tenta falar com Kofi Kingston, tentando convencer que está a desperdiçar o tempo dele com Xavier Woods. MVP entrega uma ótima fala onde diz que o problema não está no espelho, está à esquerda dele, Woods é o problema. Eu gostei deste segmento e estou interessado para ver aonde vamos com isto, se Kofi junta-se, se Woods faz um swerve e é ele a juntar-se… Vamos ver, têm aqui uma boa chance de uma boa storyline.
    – Drew McIntyre & Viking Raiders vs Bobby Lashley & AJ Styles & Omos. Ivar e Lashley tiveram uma boa sequência no combate. Os Viking Raiders no main event é sempre ótimo. Até o confronto entre McIntyre e Omos foi bom. Omos foi bem bookado no combate. Problema, o fim, com os comentadores a dizer que Styles fez o tag em Lashley e Lashley sofreu o pin. Um bom main event com um fim estranho. Mais estranho é ter o WWE Champion a sofrer o pin antes do PPV.

    Não Gostei:
    – Alexa’s Playground. Honestamente, já desisti desta feud e nem quero saber, para além do facto de sairmos daqui com Bliss vs Jax, o que não interessa-me minimamente. Mas, para ser honesto, o segmento não foi horrível. Até foi decente e toda a gente entregou bem. Foi bom relembrar a storyline entre estas 2 em 2018. Apesar de ser bem entregue por toda a gente, não foi suficiente para me deixar interessado.
    – Charlotte Flair vs Nikki Cross. Antes do combate, temos uma entrevista com Charlotte onde diz que a Rhea é imatura e continua a querer a sua derrota contra a Nikki apagada. Os minutinhos de fama da Nikki acabaram e derrotará Rhea no PPV. Eu não gosto nada disto. TU é que quiseste o combate contra a Nikki. TU! Não ganhaste, ultrapassa! A Rhea aparece imediatamente, distrai a Charlotte e a Nikki vence. Odeio o facto que a Charlotte não quer saber nadinha do combate e irrita-me ainda mais alguém como a Nikki Cross ser alguém a mais nesta feud fraca.
    – Segmento entre Riddle e Jeff Hardy. Randy Orton eventualmente aparece e Riddle pede-lhe desculpa. O Jeff estar presente aqui não fez qualquer sentido e o Riddle esteve abaixo do nível habitual em promos. Mesmo assim, estes 2 continuam a ser divertidos.
    – Jeff Hardy vs John Morrison. Cedric Alexander custa a vitória a Jeff, portanto estes 2 estão numa feud. Um combate curto e fraco de 2 tipos que se espera melhor. Mas também não há aqui nada horrível.
    – Cedric faz uma promo a pedir desculpa a Jeff. A promo acaba com Jeff a dizer que se perder para Cedric, reforma-se. Aqui até fiquei interessado, não o suficiente porque Jeff obviamente não se ia reformar à frente de 0 fãs, mas para o possível futuro rumo da feud.
    – Cedric Alexander vs Jeff Hardy. Apesar de curto, até foi algo decente, mas não foi muito mais longo que o anterior combate de Jeff. Apesar de ter uma estipulação, foi inútil pois, refiro novamente, Jeff nunca ia-se reformar à frente de 0 fãs.
    – Naomi vs Piper Niven. Era suposto ser Naomi vs Eva Marie mas a WWE lembrou-se que esta última não sabe lutar. A squash foi decente mas a execução foi meh. Após o combate, a Eva diz que ganhou. Agora, vamos às coisas confusas. 1 – O nome da Piper Niven NUNCA é referido. Tipo, eu sei que lhe vão dar um nome estranho tipo Nivea, para passar creme na Eva (piada horrível, eu sei), mas não há 1, UMA, pessoa no Raw que veja NXT UK? 2 – Quando é que o Pearce e Sonya aceitaram esta ideia? Durante a entrada da Naomi? Sim, a ideia da Eva não realmente lutar e ter outra pessoa a lutar no lugar dela é uma gimmick aceitável. No entanto, não entendi isto. Espero que isto melhore rapidamente, especialmente para a Piper pois é uma lutadora cheia de talento. E a Naomi merece mais do que ser a jobber da Eva Marie.
    – Photoshoot com Mandy Rose e Dana Brooke. Natalya e Tamina distraem-nas com luta num ring. O segmento termina com uma luta estranha entre as 2 equipas. É uma pena que sejam as únicas 2 equipas no main roster inteiro!
    – Entrevista a Drew McIntyre, onde fala da estratégia para o combate com Lashley. Nada de especial, o Drew entrega sempre nas promos para me manter interessado, mas as coisas que ele disse aqui não foram grande coisa.
    – Entrevista a Rhea Ripley. A run do main roster da Rhea Ripley tem sido fraca. As promos são fraquíssimas e não estou minimamente interessado nas feuds dela.
    – Rhea Ripley vs Asuka, pela 15ª vez no último mês e meio (números possivelmente exagerados, não me apetece confirmar, mas deve rondar isso). Após o combate da Mania e a desforra da noite seguinte, estas 2 tiveram combates muito fraquinhos. Aqui melhorou, as 2 tiveram um combate decente. Após o combate, Charlotte atacou Rhea. Luta decente mas não interessante o suficiente.
    – Entrevista a Bobby Lashley e MVP. Tal e qual a entrevista a Drew. Nada de interessante, mas MVP é ótimo.
    – Alexa Bliss vs Nia Jax. Péssimo. In-ring não foi horrível, mas também não foi medíocre. Alexa e os maneirismos da personagem dela foram bons, isso é certo. Mas, após o combate, a Alexa olha para o Reginald e ela sai do ring (??). Hipnotizado? Em que parte dos últimos 10 meses da personagem da Alexa implicaram que ela pode hipnotizar pessoas? Aprendeu com o Fiend?
    – Elias vs Jaxson Ryker. Ryker fez uma promo antes do combate que não foi assim tão má. No entanto, o combate foi igual ao da semana passada. Ninguém quer saber da feud e o Ryker parece um idiota (não está muito longe da verdade) ao deixar que o Elias fuja.
    – Drew McIntyre vs AJ Styles. Lashley aparece, Viking Raiders aparecem. Temos um bom combatezinho entre estes 2, mas o fim ficou previsível quando apareceram os Viking Raiders. Lashley causa a DQ, Viking Raiders ajudam.

    Overall: 5/10. Isto foi… algo. Foi melhor, por pouco, que a semana passada. Mas isto é como dizer que levar um soco nos tomates é melhor que levar 2. Alguns combates decentes, mas combates que já vimos imensas vezes, storylines sem interesse e segmento confusos.

    • Bola de pingue pingue2 meses

      Não sei até que ponto o Jeff não se vai juntar ao Riddle e Orton…

  7. Kay Orton2 meses

    Inacreditável como a WWE estraga TODOS do NXT e NXT UK que sobem pro MR e não explicam NADA !!!

    Eu sou Brasileiro, wrestling aqui é ZERO, quase todo mundo dos 26 estados desse país enorme odeia ou não conhece wrestling e um dos 2 narradores do Brasil falou que ela era Piper Niven e explicou tudo que ela já fez na WWE.

    é questão de fazer um esforço e não tratar Piper Niven como uma estranha que chegou agora, isso é ridículo.

    • Kay Orton2 meses

      Eu faço questão de deixar o vídeo aqui.

      Eu sei que o 2° narrador é um heel, mas peço perdão pelos comentários “a gordita” “irmã do otis” e qualquer outra coisa que ofenda alguém. Isso não é legal e muito menos divertido.

      https://youtu.be/vCZewiCn2IY

      • Os comentadores brasileiros não recebem as indicações para se fazerem de “burros” que recebem os comentadores norte-americanos. Tão simples quanto isso…

    • Luis acho que o/a Kay se estava a referir era precisamente as indicações que os norte americanos recebem que sao obrigados a transmitir sao uma bela desgraça, foi ridiculo o que se passou e isto pode acabar por afetar a propria lutadora, esperemos que não, como se o que fez no UK (wwe) fosse apagado e esta a começar do 0…

  8. TakerVanderVaart232 meses

    Raw minimamente decente.Mais foco na divisão feminina neste episódio também. Infelizmente continuamos com a fórmula de rematch e rematch…
    Mas teve alguns pontos interessantes.
    Só não compreendo é o porquê de se fazerem assim de tão burros perante a Piper Niven. A malta do Main Roster não vê NXT UK? Não conhecem os lutadores que por lá passam?
    Acho que já está na hora de acabarem com estas tretas mas ok! Só falta estriarem o Kross no Smackdown por exemplo e fingirem que ninguém sabe quem é ele também

  9. Olha só acho que a WWE soube que eu iria ver esse RAW e encheu de segmentos femininos. Gostei, obrigado.

    Mas sério, kkkkkkkkkkkkkkkkk o que é isso que a Alexa anda a fazer? Virou a undertaker? Kkkkkkkkkkk que piada.

    Olha eu adoro a Piper, fico feliz que ela está sendo utilizada, melhor do que demitida rs. Agora pode ser algo ruim, mas provavelmente se a Wwe quer fazer uma storyline assim é porque tem grandes planos para ela. Espero que vão em busca dos títulos de duplas, e melhorem essas roupas. A Eva Marie voltou com o mesmo personagem de 2016, vamos ver o que segue.

    E por fim, tô achando que Rhea perde nesse domingo OU vence e sua nova oponente será a nanica imortal.

  10. Ah por favor, arranjem uma aba masculina de fotos também. Nós que ficamos muito tempo sem ver Wwe precisamos conhecer os novos lutadores, pode por os antigos também, eu tenho ótimas fotos do Rollins, cesaro se quiserem ajuda

  11. Calouro BR2 meses

    fazia tempo q John Morrison não vencia um combate, nem lembro qual o ultimo que ele ganhou

  12. Vá lá, até que foi um episódio relativamente porreiro. Destaco: as interações a envolver Randy Orton e Riddle (tudo o que este faz é hilariante); a estreia de Piper Niven no Raw como “guarda-costas” de Eva Marie e logo com uma vitória expressiva sobre Naomi; nova conversa curiosa entre Kofi Kingston e MVP; e os combates RK-Bro vs The New Day (ótimo embate, tendo sido para mim o match of the night e um dos melhores deste ano no Raw) e Rhea Ripley vs Asuka (já agora, a brawl posterior da campeã com Charlotte Flair – que ficou a sangrar — conseguiu algum hype para o combate que terão no Hell in a Cell PPV).

  13. Foi um RAW razoável,ainda assim melhor do que tem sido nas últimas semanas.
    Destaco os RKBros e o main event

  14. El Cuebro2 meses

    AJ e Omos entrando em uma possível crise ali com o tag no “cara errado”? E haveria uma possibilidade do New Day fazer uma nova heel turn e integrar a Hurt Business, quem sabe no lugar de Dijakovic e Maddin?

    • O que o djakovic e o maddin tem haver com os retribution? Apenas tiveram os ataques iniciais em que o mvp depois disse que nao tinham nada haver com os hurt business e eles nunca mais apareceram em nada que envolvesse o lashley ou o proprio mvp…

  15. Facebook Profile photo
    David Vasconcelos2 meses

    Puxa já não via um Raw que me deixa-se tão enjoado. Não percebo nada das feuds. Nem acredito que há ppv domingo. Sai-mos do Backlash com grandes combates. E agora é um misto de. De nem sei, enchimento de dos torresmos. Bem acho que está a faltar uma draft que está Raw está mt boring.

    • Draft??? A wwe precisa urgentemente é de mudar de responsavel máx e equipa criativa…

    • Facebook Profile photo
      David Vasconcelos2 meses

      Pois meu caro. Eu disse draft. Para mudar rapidamente de feuds. Pois as que estão agora são uma bela porcaria. A longo prazo. Teria era de ser reinventada a WWE. Pk desta forma e com toda esta malta criativa. Ate o meu gato a dormir, faz melhor.

  16. RAW fraco, mas melhor que os últimos
    Destaco:
    – RK-Bros
    – Main Event

  17. Anónimo2 meses

    Foi um Raw melhor que as semanas anteriores. Combate muito bom entre os RK-Bro e New Day, tenho gostado bastante de os ver. Gostei do brawl entre a Charlotte e Asuka. A estreia da Eva Marie não foi nada demais, não achei muito correto fazerem de conta que não conheciam a Piper Niven. E destaco também o main event, gostei do combate.

  18. Um RAW um pouquinho melhor mas o destaque vai para os RKO Bros e também para o main event da noite!