Match of the Week #57 – Shibata vs Ishii

Viajamos até ao Japão. A minha escolha para a edição do Match of The Week esta semana é algo improvável, mas depois de assistir a este combate não só não pode deixar de o partilhar neste espaço, como o vou nomear a sério candidato a combate do ano.

A minha participação no Match Of The Week é sempre focada em trazer combates de promoções independentes (como o caso da Ring Of Honor ou da Guerrila Pro Wrestling) ou já extintas (caso da WCW). Sei que as minhas escolhas não são apelativas para o grande público, mas são direcionadas aos fãs de wrestling e é por isso que esta semana decidi “navegar” até ao Japão para trazer um combate que um fã de wrestling não pode deixar de apreciar. Desde já quero agradecer ao André Santos que partilhou comigo este combate durante uma breve conversa na semana passada. Este presente do André será provavelmente das melhores coisas que vi este ano num ringue de wrestling.

Primeiro tenho que salientar que não acompanho nenhuma promoção asiática, pelo que as caras e os nomes dos lutadores da NJPW são praticamente desconhecidos para mim. Muito pontualmente, quando leio boas criticas a um combate acabo por ter a curiosidade de ver o que de melhor se faz no Japão, mas para todos os efeitos estou muito longe de me considerar um conhecedor. Tive então que fazer uma pequena pesquisa para poder enquadrar este combate. A New Japan Pro Wrestling é a maior e mais prestigiada organização nipónica e nos seus eventos anuais conta com um torneio chamado de G1 Climax. A edição 23 realizou-se este ano, entre os dias 1 e 11 de Agosto. Para os fãs da TNA, o torneio é muito semelhante há Bound For Glory Series, ou seja, todos lutam contra todos uma vez e cada vitória permite a conquista de pontos. Existem dois grupos diferentes e no final da liga, o lutador de cada grupo com mais pontos avança para a final, onde o vencedor conquista uma oportunidade de lutar pelo titulo principal.

Este combate entre Katsuyori Shibata e Tomohiro Ishii ocorreu como parte do grupo A. O que mais me impressionou neste combate é que eu sem conhecer os lutadores e sem conhecer qualquer história ou enquadramento do combate fiquei completamente amarrado ao ecrã do PC. Assim que o combate começa estes dois gladiadores atiram-se um ao outro com uma intensidade tremenda. Desde o primeiro segundo que eles deram tudo o que tinham e o público deixou-se contagiar pela energia posta no ringue. A forma como cada lutador recebe os golpes é algo teatral, mas é um verdadeiro espéctaculo dentro do espectáculo observar a intensidade e a psicologia que uma luta pode ter. Recomendo vivamente a que vejam (e acreditem que eu já o revi várias vezes) este combate épico que será certamente um dos melhores do ano em todo o mundo.

Sobre o Autor

- Colaborador do Wrestling.PT para os conteúdos da Total Nonstop Action!

12 Comentários

  1. MicaelDuarte - há 3 anos

    Excelente escolha Jorge.

    Impressionante como o público ajuda à qualidade de um combate. As sequências finais depois do Tomohiro Ishii sair do “chokehold” foram muito boas.

  2. Dolph Ziggler - há 3 anos

    Meu combate favorito da NJPW este ano e o Okada/Tanahashi já tiveram alguns clássicos de 5 estrelas, mas este é para além de 5 estrelas. É brutal e qualquer um devia ver.

  3. MR Perfection André Santos - há 3 anos

    Fizeste bem em partilhar este combate que tivemos a “discutir” os dois. É sem duvida de uma intensidade brutal!

  4. Talles - há 3 anos

    Muito bom

  5. Ribeiro46 - há 3 anos

    Sinceramente, não gosto deste tipo de wrestling.
    Um combate com muito brawling, excessivamente teatral, sells ocasionais e as manobras usadas no combate não foram assim nada de especial.
    Mais parecia um combate de K1 do que de wrestling.

  6. gonçalo " the best in the world" - há 3 anos

    Ja vi combates de Powerhouses muito parecidos a estes e que muita gente não gostou porque eram aborrecidos. Para mim este combate foi intenso, pois foi, mas em termos de wrestling ficou muito aquém!
    O combate só foi melhor que um Big E vs Ryback( para os fás da wwe) ou um Matt Morgan vs Rob Terry( para os da tna) por causa do publico e porque fizeram uma ou duas submissões e dois German`s Suplex`s porque de resto os outros lutadores que eu referi conseguem fazer as mesma manobras que estes dois senhores(que não conheço mas que de certeza conseguem fazer melhor) fizeram.

    Posso ter exagerado mas por favor quando reclamam com muitos lutadores por terem poucos golpes mas depois aparecem estes dois com um combate com meia duzia de golpes e já é um dos combates do ano é no minimo ridículo!

    Parabéns Jorge faz sempre um trabalho espetacular a mostrar wrestling de outras federações sem ser WWE.

    • André Gomes - há 3 anos

      Uma luta para ser boa não são necessários trocentos golpes diferentes. Para mim não adianta Cena e Rock apresentarem um certo número de moves e não apresentarem esta intensidade que é demonstrada nesta luta.
      A questão nesta luta não é a quantidade de golpes e sim a brilhante intensidade deste combate. E eu pergunto, aonde na vida Big E e Ryback apresentariam uma intensidade destas?
      Não vou mentir, também não sou um grande fã deste combate, mas até aprecio. E além disso foram feitas algumas comparações sem nexo. Quantos combates apresentaram mais intensidade do que qualquer coisa e ainda assim saíram boas coisas deles?

  7. FAlmeida_10 - há 3 anos

    É mesmo Puroresu. Que intensidade no ringue! Tal como tu estou a milhas de conhecer tudo do Wrestling Japonês, só conheço mesmo algumas caras, mas quando gabam muito um combate tento dar uma vista de olhos, e nunca saí decepcionado com um combate até agora. Estes dois mesmo num combate relativamente pequeno, fizeram magia. Excelente escolha Jorge

  8. Alberto Junior - há 3 anos

    que combate e que vontade dos lutadores.
    muito obrigado jorge por trazer esse grande combate.
    espero que um dia você possa trazer lutas aqui to brasil.

  9. Tunes9 - há 3 anos

    Este combate em termos de intensidade e ritmo, foi excelente, mas, aqueles murros são mais “fakes” que os da WWE, muito mau, mas, é esta intensidade em combates que eu quero ver na WWE e é isto que me faz gostar de Wrestling.

  10. danielLP21 - há 3 anos

    Os comentadores são bastante engraçados. O combate é realmente muito bom, mas esperava mais depois ler os comentários e o artigo…

Comentar

Login com Facebook

Editar avatar »

Notificações por email:

Wrestling.PT © 2006-2016 / Política de Privacidade / Disclaimer / Sobre Nós / Contactos / RSS Feed / Desenvolvido por Luís Salvador