Cá está novamente o Top Ten a marcar a sua habitual presença. Ainda estamos a falar de 2020! Também… Não é que 2021 se esteja a revelar grande doce quanto isso. Temos que lhe dar tempo para ser um ano de dolorosa cura e lá para o meio da década já temos um ano assim mais fresquinho e na boa, a tomar tudo como garantido como fazíamos antigamente.

Ainda se fala de 2020, para já, aqui nestes Tops reflectivos e para esta semana falamos de algo que acontece sempre. Não é novo nem exclusivo, tenta-se sempre dar um push a alguém promissor. E, ou não convence… Ou até convence mas eles lá mudam de ideias na mesma. E pronto, fica para a próxima, a gente pega já em ti outra vez. O “push cancelado” é um conceito já velhinho e nem sempre fecha uma porta, portanto ainda podemos ver muitas destas estrelas a singrar. Aliás, isto é referente a 2020, até pode a coisa já estar a correr-lhes melhor em 2021.

Apesar de isto acontecer em qualquer lado, todos os exemplos são da WWE. É onde se vê mais patente. A AEW, ainda mais recente e a querer impor-se como a verdadeira “terra da oportunidade” ainda não deu assim algum push tão concreto quanto isso, tem os seus lutadores de topo, os que chegam aos títulos e um sistema assim meio rotativo de toda a gente ir brincar à vez. É difícil distinguir um push assim propriamente dito, muito menos que fosse cancelado.

Mas qualquer coisa, acrescentam vocês…

10 Comentários

  1. Maioria perderam-se depois que o Paul Heyman abandonou o comando criativo do RAW, é pena.

  2. Victor X1 mês

    Otis teve a queda mais brutal entre todos. Posição por posição.

    Liv Morgan: Era uma das várias versões da Emmalina. Ninguém vai conseguir tornar essa gimmick um sucesso. Outra coisa que assola ela e as outras mulheres da lista é o fato das Fake Horsewomens existirem e dominarem a divisão (por conta dos seus talentos).
    Mandy Rose: Ela não é nada boa in ring, e a divisão exige que você seja mais que um rostinho bem bonito.
    Ripley: Que tara essa galera tem na Australiana! Em nenhum quesito ela é indispensável, embora seja boa em alguns. A derrota para a Charlotte baqueou a moça, e ela ainda não parece ter se recomposto. Aos fãs, torçam para que ela suba na brand azul.
    Baszler: Nessa a WWE acertou em tudo… até a WM. Até a Becky sabia que era hora da Shayna ganhar, e a derrota atrapalhou o momentum dela, que só veio dar uns brilharecos durante a jornada pelo título de duplas.

    ~Lembrei da Zelina Vega, que poderia ter entrado na lista na vaga da Liv. Ela chegou a luta em PPV pelo RAW Womens Championship e pouco mais de um mês depois, estava demitida~

    Otis: Comédia e carisma. O cara completo da dupla era o Tucker e não ele, que ainda estava “verde” para algo maior.
    Aleister Black, Carrillo e Ricochet: Vale pros três, eles não combinam com o Main Roster. São caras muito técnicos que deixam a desejar na parte artística (se bem que o Prince Puma…). E para piorar, eles têm alturas normais, o que atrapalha quando se está na WWE. Eles precisam ir para lugares onde se prioriza a parte técnica.
    Drew Gulak: É questão de altura e dele ser bem técnico no ringue. Ele merecia essa oportunidade por coisas maiores, uma vez que potencial não lhe falta.
    Retribution: Aí não né? A stable é tão ruim que só um cara muito bom como líder poderia salvar o grupo da fracasso. Ali é bom, mas não era o cara certo para o papel. É tipo uma mistura ruim da Nexus com a Sanity, e essas duas stables deram errado muito rápido no Main Roster.

  3. Ricochet é o que lamento mais

  4. Facebook Profile photo
    Davi Rocha Reis1 mês

    Eu até colocaria Andrade e Braun Strowman, pois Andrade perdeu o titulo americano depois foi para as duplas onde fracassou junto com Angel Garza e inventaram de separar ele da Zelina que foi completamente prejudicial pra ele além de estar sumido dos shows desde o Draft. Já o Braun Strowman teve sua conquista do titulo universal na Wrestlemania sendo um dos main events mas depois dali seu reinado se resumiu um combate contra o Miz e Morrison e uma longa e desgastante rivalidade com o Bray Wyatt em todas as suas formas, depois perdeu o titulo e se perdeu, parecia que seria um dos rostos principais do RAW underground mas é descartado assim como todo RAW Underground, curtas rivalidades contra Keith Lee e Roman Reigns onde fizeram um combate pelo titulo no Smackdown, fez parte da equipe no Survivor Series e depois foi mandado pra casa.

  5. Rui jesus messias1 mês

    O tucker traí o Otis para nunca mais aparecer também…

  6. El Cuebro1 mês

    Realmente é complicado demais ver tantos bons talentos totalmente perdidos pela WWE, talvez quem tenha mais chance de ter um grande destaque no futuro seja a Rhea, ainda sinto que ela poderia ter sido bicampeã no NXT, a Shayna talvez possa ter algo, os outros sinceramente não sei o que irá acontecer, espero que pensem bem neles!

  7. Fiquei triste com esse artigo, é uma pena de ter acontecido essas quedas!