Faz login e reduz a publicidade

10 Famosos Fora da WWE – Top Ten #213

Bem-vindos a um novo Top Ten já em plena Road to Wrestlemania! Agora sim isto é escrito depois de a Royal Rumble ter decorrido e ter sido assistida. E já desencadeia um novo tema para esta semana, já que aconteceu lá qualquer coisa que causou um burburinho exterior, colocou a imprensa a falar da WWE, como eles tanto querem e procuram.

Apareceu lá uma mulher que provocou o maior mark out da noite. Vickie Guerrero. Mas a que teve o segundo maior mark out é a que é chamada para aqui e que puxa tema. Os rumores confirmam-se e Ronda Rousey encontra um novo lar na WWE. O que lhes traz atenção como eles tanto querem e acaba por ser das pessoas mais famosas ali. Porque esta malta do wrestling são celebridades mas são para nós, alguém que não veja wrestling não sabe propriamente quem é 90% daquela malta.

Aqui fica um Top Ten de celebridades, dez casos de fama, caras conhecidas até para a malta que não os vê aos trambolhões em ringue. Malta que tem outra fama à parte noutras áreas.

10 – Edge

Resultado de imagem para adam copeland vikings

Nós conhecemo-lo como um dos grandes de todos os tempos. O eterno “Rated R Superstar” e com todos os feitos que alcançou. Ainda não é o caso mais mediático desta lista, porque ainda não se expôs totalmente à sua nova carreira de representação, já que o pescoço não lhe permite dar mais em ringue.

Só temos que ficar felicíssimos por saber que a sua carreira de actor não ficaria reduzida ao “Bending the Rules”, paupérrimo – e extremamente confuso, acreditem – filme da WWE Studios onde, apesar da cara do gajo estar tapada, Edge notava que ele precisava de um abraço. Felizmente, ele era melhor que isso, destacava-se também à frente das câmaras na WWE e não tardou assim muito até o resgatarem para a série de ficção científica “Haven”, onde gostaram suficientemente dele para o manter desde a segunda temporada até à quinta e última.

Actualmente continua a representar e a ter boa exposição ao integrar a mais recente a quinta temporada da popularíssima série “Vikings”, onde interpreta Ketill Flatnose, um famoso viking do século IX. A chamar mais atenção e a continuar a ter bons desempenhos, mesmo que se mantenha como um actor de TV, poderá vir a ter uma carreira de crescente sucesso e já podemos ver Edge noutros sítios. Que ele é capaz de andar mais à porradinha velha nesta actual série do que antes na WWE.

9 – Shayna Baszler

Resultado de imagem para shayna baszler ufc

Um caso bem actual de uma que pode ainda ser uma rookie na WWE, onde compete no NXT e onde tentou a sorte recentemente pelo NXT Women’s Championship, mas que de porrada já sabe ela há muito tempo. Um caso contrário a muitos aqui. Ela chegou à WWE agora e trazia a fama de antes.

Shayna Baszler tem já uma carreira notável em MMA, vindo da UFC onde competiu por dois anos – iniciando-se no Ultimate Fighter, como parte da equipa de Ronda Rousey, lá está – e com já uns sete anos de carreira em MMA antes de lá chegar, onde foi construindo o seu legado e a acumular vitórias por submissão – 14 das suas 15 – até decidir que podia levar essa agressividade toda para os ringues de wrestling.

Partiu para as independentes em 2015 e, claro, como já tinha nome, não tardou até chegar à WWE em 2017, onde competiu no Mae Young Classic e ficou em segundo lugar. Estava claro que iria assinar a tempo inteiro e a sua subida não seria propriamente lenta, já com um combate pelo título. Também não deve tardar nada até a vermos no Raw ou no Smackdown e a encontrar uma velha amiga…

8 – Steve Austin

Resultado de imagem para steve austin the condemned

É um dos melhores de sempre e, por acaso, a maior parte da sua fama vem mesmo do wrestling. O personagem de Stone Cold Steve Austin também era assim para o demasiado grande para se ficar por ali dentro das cordas e a sua atitude passava para fora, sendo um enorme mote para conquista de novos fãs. Pode dizer-se que Steve Austin seja hoje mais conhecido e tenha a sua fama como Stone Cold Steve Austin, o gajo dos dedos do meio, da cerveja e dos Stunners. Ou como o gajo dos podcasts.

Mas também ele aproveitou esse reconhecimento e carisma para tentar a sorte noutro campo e lá se lançou a algo para o qual já tinha o aspecto natural: filmes de acção. Até pode ter começado numa comédia de Adam Sandler, mas aí era um papel menor. Foi “The Condemned”, filme da WWE – talvez o que tem a melhor pontuação de público – que o lançou como estrela principal de filme de acção. Que ele levou dali em frente para alguns filmes.

Não, não tem nenhuma carreira notável em Hollywood. Aliás, a filmografia dele tem uma bela carrada de filmes lançados directamente para DVD. Mas já calhou estar a ver de passagem algo da WWE na TV, com o meu falecido pai, sempre muito detractor e a fazer troça da modalidade, a reconhecê-lo como um gajo que tinha feito uns filmes que ele já tinha visto. Que ele dava muito para os filmes de acção genéricos – e foleirinhos também. Portanto, Austin ainda pode ser reconhecido. Talvez mais da forma “Olha o Stone Cold num filme!” É… A fama dele vem mesmo mais da WWE!

7 – Chris Jericho

Resultado de imagem para fozzy band

Homem de muitas ocupações, claro que nunca o podemos ter durante muito tempo na WWE. E nem temos razão de queixa da sua actividade da última vez que lá passou. Wrestler, músico, autor, podcaster, ocasional actor e até bailarino daquela vez que participou no “Dancing with the Stars”, programa onde celebridades vão para atirar o último tufo de terra sobre as suas carreiras. Não foi o caso aqui do Y2J.

Apesar de todas essas ocupações, são as duas primeiras que destaco e que lhe dão mais exposição. Chris Jericho é líder e vocalista dos Fozzy, banda de heavy metal moderno, que já conta com um contrato com a Century Media e que já vai desfrutando de crescente sucesso, à custa da acessiblidade da sua música, de peso moderado. A banda lançou “Judas”, em Outubro de 2017, o seu já sétimo álbum de originais e vai sempre desfrutando de algumas vendas, sucesso moderado dos seus orelhudos singles e boas digressões rentáveis, que o afastam dos ringues. Pode dizer-se que estejam aí algures na segunda divisão das bandas de metal alternativo mais moderno e acessível.

Nesta passada semana também já assistimos à estreia de “Painless”, videoclip do novo single, a mostrar que ainda são uma banda activa e que vai tendo rotação por entre programações internautas de metal e afins. Pode dizer-se que vídeos não são o seu forte e a própria música da banda não será do agrado de qualquer um. Mas já pode desfrutar de sucesso mundial com os seus Fozzy. Mesmo que, apesar de tudo, muita da fama da banda até venha também de ser… a banda do Chris Jericho.

6 – Hulk Hogan

Imagem relacionada

Caso curioso porque é capaz de ser um dos mais famosos nesta lista, óbvio caso de pódio, quem é que não conhece Hulk Hogan, nem que seja só a imagem e o boneco? Mas coloco-o aqui numa posição mais baixa. Estarei eu a desvalorizar-lhe a fama? A reduzir-lhe tal como fruto de escândalos recentes que o andam a afastar de tudo? Não, é porque é um caso diferente que se afasta um pouco da premissa inicial: Hulk Hogan é famoso por ser Hulk Hogan, famoso wrestler que popularizou a WWE na década de 80.

É mesmo em ringue que Hogan tem a sua fama, os seus gestos, o seu rasgar de camisola, as suas catchphrases, a sua moveset, a sua imagem berrante e inconfundível. Aproveitou, sim, essa fama para tentar lançar-se a outros projectos e também tentou ser actor. Mas a palavra-chave aí é “tentou” e os seus filmes era uma banhada atrás da outra, que só serão desfrutados pelos fãs cinematográficos que apreciam um bom filmaço de choça, tão mau que se torna bom. Leia-se o “No Holds Barred”. E quanto a esses apreciadores, leia-se eu.

Hogan já fez filmes, tem múltiplas aparições em TV, é estrela de anúncios internacional, protagonizou o “Hogan Knows Best” – que deu origem a um “Brooke Knows Best” e uma outra “carreira” um pouco por todo o lado e um pouco por lado nenhum, de uma menina vistosa que vai tentando aproveitar o nome – e até foi estrela de uma grotesca sextape a evitar. Mas tudo isso é apenas fruto de uma coisa: o astro da WWE, maior que tudo, que definiu o conceito de ídolo para muitos miúdos da altura e fãs de wrestling por todo o mundo. Hulk Hogan será o wrestler mais famoso como wrestler. Com muita pena minha, eu queria que fosse pelo inevitável discaço que gravou e que originou este hino.

5 – Batista

Resultado de imagem para bautista guardians of the galaxy

Olha o Drax era um wrestler! Não é um facto propriamente desconhecido. Mais depressa conheço alguns casos de antigos fãs casuais da WWE, naquela fase, que nos dias de hoje ainda não se tinham apercebido que o Drax dos “Guardians of the Galaxy” é o mesmo Batista que se costumava chatear com as cordas e dava cabo de todos. A sua ascensão em Hollywood foi incrível e até inesperada, dado que nem sempre a parte oral e de representação era o seu forte.

Lá descobriu e explorou esse talento e partiu para Hollywood onde nem se limitou a ser um mero grandalhão de foleiradas de acção. Simplesmente não se limitou: foi directo para os blockbusters. Lançado com o popularíssimo e aclamado sucesso de ambos os volumes de “Guardians of the Galaxy”, do Universo Marvel, também já desfrutou de outros papéis com que muitos ainda sonhariam apenas como ao interpretar um vilão de James Bond em “Spectre” ou participando no recente Blade Runner 2049.

No seu currículo encontram-se mais títulos notáveis, uns mais mediáticos que outros e ainda outra coisa que se deve destacar: diferentes géneros. E com boa recepção crítica e comercial. Voltando à parte do quão improvável isto seria e olhando para o seu sucesso galopante, até é caso para começar a achar se outras certas bem conhecidas estrelas de Hollywood que vieram dos ringues não se deviam começar a pôr a pau. É que Batista tem conseguido muita mais aclamação crítica e tem arrecadado papéis em filmes com mais respeito e daqui a nada começa a ser também reconhecido como um actor de Hollywood dos mais incontornáveis!

4 – Brock Lesnar

Resultado de imagem para brock lesnar ufc

Wrestling e MMA. Com muitos fãs em comum, cada vez mais, e a fundir-se cada vez mais, mesmo que os seus géneros sejam tão díspares. Mas nem sempre foi assim. Já houve bem mais separação – ainda há muita – mas em tempos eram coisas que nem pareciam do mesmo universo. Lá vinha um Ken Shamrock de vez em quando e uma tentativa de fusão de vez em quando mas não pegava. Precisamente por não pegar é que muitas tentativas de transição não eram levadas a sério.

Principalmente do wrestling para MMA. Olha vêm-me estes maricas que andam para lá às piruetas, a fazer que fazem, numa peça de teatro que decorre dentro de um ringue. Vêm eles agora tentar meter-se na porrada a sério. Era uma piada. E foi mais ou menos assim que encararam a entrada de Brock Lesnar, ex-WWE Champion, para a indústria, após uma breve passagem por futebol americano. Ele até pode ter aquele aspecto a intimidar. Mas era apenas um wrestler. Na mente de muitos. Não ter conseguido logo uma vitória ainda reforçou mais essa ideia.

Depois ele tomou-lhe o jeito e foi um tal de calar más línguas. Lesnar não só se impôs como se destacou, tornando-se UFC Heavyweight Champion, sendo um dos maiores sucessos de bilheteira da companhia e com uma streak invicta de respeito. Tornou-se um dos maiores astros da UFC e já era visto como um lendário lutador de MMA, deixando o wrestling para trás. Quando decidiu regressar às lutinhas falsas, ou lá o que era, já trazia esse estrelato e uma “monstruosidade” renovada que lhe permitiu o seu contrato part-time ao qual se pode dar ao luxo e com aparições limitadas que são sempre muito dinheiro a entrar e com combates de porrada velha em que é perfeitamente credível as sovas que ele dá. Ainda no coração de muitos fãs da UFC. E custou a lá entrar.

3 – John Cena

Resultado de imagem para john cena ferdinand

Também funciona como uma espécie de Hulk Hogan moderno, em que é conhecido por ser o John Cena, o wrestler. Encabeçou a WWE por muitos anos, suficientes para a representar fora dela e ser reconhecido. Mas ele nunca foi homem de um só ofício e cada vez mais se vai transferindo para outros campos, outras câmaras. Já vai dando uns passos largos para se aproximar de um outro certo ex-Superstar que ele chegou a criticar – ele ainda defende a crítica e diz que não anda a fazer o mesmo, compreende-se.

Mas Cena é o tipo que vai aparecendo por todo o lado. Ironicamente, sem ser visto, como o seu estatuto de meme de Internet também lhe traz fama. Nem sei se não será esse o seu maior. Não, o maior mesmo é o de rapper com aquele “You Can’t See Me” de 2006 a constar como um clássico do hip hop de sempre, com certeza. Ou então não. Ou então também Cena já se vai estabelecendo cada vez mais na representação e já não é só como o “Marine” – desculpa Miz, ainda pode chegar a tua vez – e também o nível, sucesso e mediatismo dos seus filmes também vão aumentando. Também já foi dando cartas como apresentador de televisão.

John Cena, eterno meme, até pode ter a sua fama de ser o John Cena, que não há como negar. Apenas como WWE Superstar chegou a imensos lados. Mas a sua carreira cinematográfica também é crescente e poderemos já, daqui a uns anos, contar com um John Cena actor a ofuscar um John Cena wrestler, para quem não o acompanhava nos ringues. Para já até conseguiu algo difícil para o seu “rival” The Rock atingir: o seu filme “Ferdinand” teve uma nomeação ao Oscar de “Melhor Filme de Animação”, mesmo que o reconhecimento vá, obviamente, para o filme e não para ele. Mas é para um filme onde ele é o principal…

2 – Ronda Rousey

Resultado de imagem para ronda rousey ufc

A recém-chegada. É que entra aqui por aquele triz que ainda fará um distraído perguntar “Que raio está a Ronda a fazer aqui?” Esse distraído sabe perfeitamente quem é a Ronda e não a associa coisa nenhuma à WWE porque ainda não se apercebeu que ela chegou lá agora. Mas a ver se não sabe bem quem ela é, esta que será uma das mais mediáticas – a mais? – lutadoras de MMA de sempre, na história da UFC.

Dominante, chamou bastante a atenção pela sua invencibilidade duradoura que lhe deu o título e uma streak de 12 vitórias, 11 delas no primeiro round e 9 delas com o seu infame armbar. Para a noção do quão notável era, todo o mundo abanou um pouco quando se deu a sua primeira vitória, numa altura em que muito povo já lhes dava as vitórias como garantidas e ficou surpreendido com a sua diferente atitude e abordagem nesse seu combate. Por cima de tudo isso, dos seus dotes atléticos, também ficou bastante notória e famosa por ser uma lutadora violenta, bruta que… Muito homem – e com certeza algumas mulheres – por aí fora, não se importava de levar uma carga de lenha dela. Sabem ao que me refiro.

Juntando tudo isso, como possivelmente a mais bela atleta de quem todos temos muito medo, com um currículo de invejar, Ronda Rousey é garantidamente lendária na modalidade. A WWE só entra agora, para que ela entre neste ranking com essa batotice – não é batotice, foi ela que deu a ideia para este tema. Porque eles sabem como aproveitar o verdinho que ela vai render e já vão esfregando as mãos com o papel e tinta que vão correndo a noticiar isto. Ninguém sai a perder aqui!

1 – The Rock

Imagem relacionada

Claro que é este gajo. Sim, há várias celebridades de vários ramos ao longo deste Top Ten, especialmente nas posições mais cimeiras. E podem preferir umas a outras e considerar que a Ronda Rousey também é dona de um mediatismo descomunal. Mas é Dwayne Johnson, a quem a alcunha “The Rock” parece estar cada vez mais confinada aos fãs que já o conheciam quando ele era o “People’s Champion.” Mas lá está, ele era tão “do People” que tinha que ser o “People” todo, não se podia limitar a nós.

E já todos podem ver The Rock até na sopa. Em todo o lado, já começa a crescer o número de pessoas que não sabe que o Dwayne Johnson, o musculado bem-parecido que parece que entra em um de cada dois filmes que saia para o cinema, já foi um multi-Campeão na WWE. Longe vão os tempos do “Scorpion King” ou até mesmo da “Tooth Fairy”, o nosso Rock já participa nas franchises que só rendem papel. E já é capaz se ser inserido nelas para puxar ainda mais, como foi o caso do “G.I. Joe” ou da saga “Fast & Furious”. O próprio já se auto-intitulou de “franchise viagra”, num cómico monólogo cantado no Saturday Night Live. E por falar em SNL – e é de notar que todo o pódio deste Top Ten se pode gabar de já ter apresentado o programa – The Rock também já faz parte do prestigioso “Five Timers Club”, a elite de estrelas que apresentaram o programa por cinco ou mais vezes, juntamente com nomes como Steve Martin, Paul Simon, Tom Hanks, Alec Baldwin ou mais recentemente Melissa McCarthy ou Justin Timberlake.

Protagoniza o tipo de filmes que qualquer um vê sem precisar de ser apreciador de cinema, tem distinções como “Sexiest Man Alive”, é reconhecido como o actor mais bem pago de Hollywood por um ano, até começam a tornar-se demasiado sérias as brincadeiras da sua candidatura à presidência – aquele povo precisa de ter calma consigo e lembrar-se que isso de celebridades a presidir é novo e não é suposto. É a cara de Hollywood que está em todo o lado, é um dos nomes da “A List” – desculpa lá outra vez, Miz – de Hollywood e qualquer pessoa o conhece. Se lhe reconhecem a “People’s Elbow”? Não sei, long shot.

Concluo esta listagem de famosos. Nomes tão reconhecíveis com ligação à WWE que até os repórteres dos jornais desportivos nacionais os conhecem. Mas fiz eu esta reportagem antes que eles. Esta e muitas. Mas chega de falar de fama e dinheiro e essas cenas todas, mesmo que seja de gente que admiramos, e voltemos à realidade: somos todos uns pobres. E a fama de que desfruto é daqui e fui reconhecido por um par de pessoas em Lisboa, quando fui assistir ao Smackdown. E não conto com os miúdos que comentavam que eu era parecido com o Seth Rollins. Já me dou por contente e usufruo dessa fama para vos trazer novo tema na próxima semana.

Até lá, lembrem-se que também não são famosos e têm tempo para ler e comentar este aqui e vir cá espreitar sempre. Acreditem, podia ser pior. Até à próxima semana e continuem lá a percorrer a Road to Wrestlemania com segurança!

6 Comentários

  1. The Rock já foi dublador também!
    Há uns anos atrás, estava vendo um quadro na Multishow sobre games, falando de um jogo novo da época,onde The Rock daria a voz para um personagem deste game.
    Não lembro o nome, desculpem 🙁

  2. Tobias há 9 meses

    Quem não lembra do Stone Cold como vilão em Mercenários, a luta dele é braba.

  3. Lesnar com uma streak invicta de respeito, que exagero, o Cartel do Lesnar de MMA é medíocre.

  4. Facebook Profile photo

    Faltou o the Miz

  5. KILL OWENS KILL há 9 meses

    Fozzy <3

Comentar