Aparentemente com mais aptidão para ser um babyface do que a Ronda Rousey, é novamente o Top Ten! Por acaso faz-se aqui o “namedrop” a alguém que já era enorme – e que talvez já tenha sido bem mais popular – antes de chegar à WWE. Calha na altura em que o Top Ten fala de várias situações assim de vida fora da WWE.

E neste caso é inverso. Esta malta vai atingir o sucesso de uma vida depois de sair da WWE, onde passavam despercebidos, eram desperdiçados ou simplesmente ainda não tinham amadurecido o suficiente. Claro que tudo varia de nível – desde a suposta falta de sucesso que tinham na WWE ao próprio estrelato que conquistaram fora – mas é por isso mesmo que temos um ranking.

Mas olhem que este foi dos que mais me fez hesitar em relação à primeira posição! Há razões para isso? Vejam lá o Top todo para realmente terem uma ideia.

3 Comentários

  1. Conclusão: Vale a pena sair da WWE? Sim!
    Destaco só o EC3 que já podia estar muito melhor do que está, e adorava ter ele no ROH/AEW.

  2. Mikas2 meses

    Só não concordo com o Spears, para mim teve mais destaque no NxT no que na AEW, considero que ele neste momento está igual ao que era no Main Roster da WWE… um jobber de “luxo”

  3. El Cuebro2 meses

    Eu nem sabia que alguns da lista já estiveram na WWE, como por exemplo o Tanga Loa ou o Kenny Omega, mas é fato o quão a WWE mudou e começou a enterrar carreiras, prova disso é o Matt Cardona, o quanto de destaque ele conseguiu pelas próprias forças após a WWE, o Sami Callihan também, hoje em dia a WWE não é uma boa empresa para se trabalhar considerando o conjunto! E num todo um artigo muito bom!