O Backlash do sábado passado foi especial. O público de Lyon trouxe uma energia espetacular para a arena, ao nível de uma WrestleMania, o que é espantoso, considerando que estavam 11 mil fãs presentes, mas pareciam muito mais.

Mas vamos pensar numa coisa: será que este premium live event teria sido assim tão especial se fosse diante de um público americano? Um que pode ver estes shows ao vivo com mais frequência?

Houve bons combates, gostei do main event e Jey Uso e Damian Priest entregaram um grande confronto, mas houve tantas estrelas que fizeram falta, e acho que isso foi disfarçado com a energia do público.

Acho mesmo que, se retirares os fãs franceses da equação, este show foi mesmo só medíocre, foi a WWE a entregar os mínimos a um público que merecia muito mais. Assim sendo, vamos olhar para as cinco coisas que não gostei no Backlash.

8 Comentários

  1. Best2 meses

    Não só o Orton merece mais, mas o Owens também…
    Acredito que o reinado da Bailey não vai ser ruim porque a Charlotte vai entrar nessa história.
    No mais, concordo.

    • Armando2 meses

      Obrigado, concordo plenamente contigo Durte, o burning hammer é um golpe fenomenal e ele corre o risco de ser desprezado.
      O Burning Hammer é um golpe tão violento que pode dificilmente se nega no 2.
      A ação do cody Rhodes foi pricipitada, ele não percebeu que com essa ação pode ter o desagrado dos fãs.

  2. H2 meses

    Prefiro cada uma das damage uma carreira solo nada a ver a dakota voltar para o nxt ela e asuka no raw e kairi iyo smackdown seguindo carreira solo
    Elas estão sendo péssima lutadora como heel

  3. Concordo com algumas coisas

  4. Gregos&Troianos2 meses

    Gosto das tuas listas, Duarte. Mas, naturalmente, não concordo com tudo. Nesta lista realço o ponto Randy Orton. Concordo que ele deve ir atrás do título de Cody Rhodes mas não precisa de ser já. Há muito tempo para fazer isso acontecer e uma rivalidade de 2 meses entre Cody e AJ é mais que suficiente para começar a estabelecer o reinado do Cody. E mais lá para a frente sim, o Randy pode chegar se à frente. Temos de dar o benefício da dúvida e deixar as coisas acontecerem com calma. Discordo com a opinião de que o Orton seria melhor opção do que o Rollins para ajudar o Cody na WrestleMania. Acho que o Seth encaixou muito melhor porque já tem uma longa história com o Roman Reigns e com o Cody e o Randy não tem nada a ver com o Roman nem com o Rock. E seria estranho o Randy regressar em novembro com o pop do ano, ajudar o Cody em Abril e de seguida fazer logo heel turn. Ia ser tudo muito apressado. Acho que o Seth era o único que fazia sentido para ajudar o Cody. Foi pena era ser o campeão mundial em título que mais parecia ser só um acessório. Acho que estas 4 semanas de reinado do Priest já elevaram mais o World title do que todo o reinado do Rollins. Abraço

  5. Neto2 meses

    Concordo muito com a Bayley, gosto muito dela, e fiquei extremamente feliz quando ganhou o título, porém quando as damage CTRL foram pro RAW eu fiquei bem chateado, simplesmente jogaram fora uma rivalidade que poderia ser muito boa e colocaram essa com a Naomi, que independente da luta ter sido boa, foi chato a construção, a Tiffany sinceramente foi a melhor parte daquilo, gosto muito da Bayley e da Naomi, mas isso não foi bom.

  6. Tive que ver o Burning Hammer quer não sabia e realmente kickout at 1 foi demais..

  7. Minivila2 meses

    Tu estás muito errado