Quando as ‘superestrelas’ de luta livre entram no ringue, assumem uma personalidade forte que foi projetada para despertar as emoções dos fãs – seja para fazê-los apoiar, vaiar, rir ou chorar – o seu objetivo é obter uma reação dos fãs com a sua atuação.

No entanto, longe do ringue, muitos lutadores preferem fazer algo diferente – sair da sua ‘personagem’ e entregar-se a outra atividade que gostam igualmente: um hobby, talvez, ou um modo de vida completamente diferente.

Aqui estão cinco atividades completamente pacíficas que alguns dos melhores lutadores praticam quando não estão num ringue de luta livre a entreter milhões de pessoas.

Finn Balor – Lego

Algumas pessoas ficariam deprimidas ao perder o WWE Universal Championship devido a uma lesão grave. Não foi o caso de Finn Balor. O campeão do NXT ocupou o seu tempo livre entregando-se à sua paixão – o Lego.

Mas o seu interesse não se limitava a um conjunto estranho de legos aqui e ali. Balor criou o cinturão de campeão da WWE em lego, além de outras construções complexas que mostrou durante um documentário especial que seguiu a sua vida fora do ringue. Pode ficar tentado a traçar paralelos entre as construções com Lego e as etapas da recuperação, mas, para o atleta, o Lego foi apenas uma forma de libertar a mente do stress do trabalho.

Quanto a nós, resta-nos torcer por fora para que Finn não pise um lego – todos nós sabemos o quão doloroso pode ser!

Xavier Woods – Cosplay

Os jogos online explodiram durante a pandemia. Não é surpresa nenhuma que jogar permite-nos abstrair da realidade em tempos stressantes, quer seja a tentar ganhar o jackpot das slot machines online ou a melhorar a sua classificação no Call of Duty.

A estrela da WWE, Xavier Woods, vai um passo além. Ele gosta de mergulhar completamente num mundo virtual, vestindo-se como as suas personagens favoritas dos videojogos e adotando a sua ‘persona’: Woods já participou em convenções de Cosplay no passado.

Alguns fãs podem dizer que é simplesmente uma extensão do seu trabalho – atuar em frente de uma multidão – mas, quantos lutadores conhece que hospedem um canal no YouTube dedicado a Cosplay e videojogos em geral?

Daniel Bryan – Amêijoas

Muitas vezes somos um espelho do lugar onde viemos e, para Daniel Bryan, isso significa abraçar as atividades rurais da sua cidade natal: Aberdeen, Washington. A cidade fica muito longe da ribalta das grandes cidades americanas e cavar para encontrar amêijoas e outros bivalves é um passatempo muito popular na cidade de Daniel. Os entusiastas usam um garfo ou uma pá para encontrar as pequenas criaturas, tornando o trabalho mais difícil, mas obtendo um resultado recompensador. Um pouco como luta livre, diga-se.

Agora sabemos porque motivo Nigel McGuiness referiu-se a Bryan como “Clam Digger Danielson” durante a sua maior rivalidade, ‘picando’ o lutador devido ao seu hobby que muitas pessoas podem considerar nerd.

Para alguém que não um lutador profissional, seria necessária muita coragem dizer isso na cara de Bryan!

Sasha Banks – K-Pop e Anime

O amor de Sasha Banks pela cultura asiática quase eclipsa a sua paixão pela luta livre. The Boss adora as estrelas do K-Pop, a ponto de haver rumores que uma estrela asiática providenciaria o vocal para a sua nova música. Porém, é duvidoso que a própria Banks vá cantar uma música K-Pop em breve.

Os seus interesses no Extremo Oriente estendem-se ao anime, sendo School Rumble e Death Note dois dos seus programas favoritos. As séries de anime são um grande sucesso em todo o mundo, então não é nenhuma surpresa ver uma estrela da WWE a apreciar este tipo de série.

Estes hobbies tendem a tornar Banks mais querida pelas legiões de fãs de luta livre na Ásia, que já assistem a programas americanos em grande número. Talvez a estrela seja capaz de ver alguns shows ao vivo e arte do anime na vida real quando, no futuro, ela própria viajar pelo continente asiático com a WWE.

Sami Zayn – Gatos e Ska

O que têm em comum gatos e ska? Não, não é uma piada – estes são os dois amores da estrela da WWE Sami Zayn!

A rota de Zayn na luta livre significa que ele necessita de destacar-se e a sua personalidade única garante isso. A sua melodia de entrada baseada no ska leva os fãs ao rubro e a sua dança «skanking» é uma forma infalível de fazer as pessoas se lembrarem dele.

A estrela canadense pode ter chegado ao topo da lista da WWE, mas isso não significa que ele tenha esquecido as suas raízes. O seu amor por gatos acompanha-o desde criança e, recentemente, partilhou no seu Instagram a sua visita a um ‘cat café’ em Nova York, para o deleite dos fãs que amam estes pequenos felinos.

Se Zayn vai combinar os dois e dar início a uma tendência de gatos dançando ska… está um segredo dos deuses!

10 Comentários

  1. Já somos dois com os gatos Samy, vou tentar por a minha gata a dançar ska e só come depois de o fazer🤣

  2. PedrKo2 semanas

    Post muito interessante, só conhecia o hobbie do Woods.
    Para quem nunca viu recomendo uma das anime favoritas da Sasha, Death Note.

  3. O daniel bryan não sabe o que é francesinha se nao já tinha deixado as ameijoas de lado 😁

  4. Facebook Profile photo

    Quem diria que eu e Sasha Banks somos parecidos? kkkkk, também gosto muito de animes e K-Pop, aliás Death Note é muito bom, ela tem bom gosto.

  5. Anónimo2 semanas

    Já sabia de alguns, interessante descobrir dos outros.

  6. Facebook Profile photo

    É tudo muito bonito mas onde andam as armas, a porrada nos tempos livres, o empurrar a velhinha para a passadeira como antigamente? 😛