Dr. Britt Baker DMD, que neste artigo vai ser só Britt Baker, se não nunca mais saímos daqui, é a principal figura da divisão feminina da AEW. É na minha opinião uma lutadora que tem tudo para quando acabar a carreira ser alguém que será vista como uma das grandes lutadoras da sua geração.

Para já, Britt Baker é alguém que ainda tem alguns pontos fracos no que toca ao que faz enquanto lutadora.

Comecemos pelo óbvio, o seu trabalho ao microfone é incrível e Britt Baker é uma das lutadoras com melhores promos neste momento no mundo do Wrestling. A forma como ela consegue fazer o público apupá-la ou puxar por ela com uma só frase, mostra as suas capacidades enquanto está a falar para um microfone.

Para complementar as suas excelentes promos, está também o seu muito bom trabalho de personagem. Britt Baker começou na AEW como babyface e falhou redondamente, mas a volta que ela e a direção da AEW fizeram, para que agora fosse de longe a lutadora mais popular da divisão feminina, mostra o excelente trabalho que foi feito.

Diria que 90% desse trabalho foi feito ao microfone, desde insultos a outros lutadores ou ao público, pelo meio, os fãs da AEW passaram simplesmente a adorar a “DMD” e isso é a prova que o seu trabalho de personagem é mesmo muito bom. Se Britt Baker não conseguisse ter uma personagem apelativa, nunca na vida teria recuperado como recuperou depois do falhanço que foi quando tentaram fazer dela a babyface número 1 da AEW.

Agora falemos dos pontos mais fracos do trabalho de Britt Baker, que é o seu trabalho em ringue. Sim, Britt Baker já esteve em combates muito bons, como por exemplo a sua “guerra” contra Thunder Rosa e o combate onde ganha o AEW Women’s World Championship contra Hikaru Shida, mas se formos a ver, a verdade é que estas duas lutadoras têm muito mais capacidades em ringue do que Britt Baker.

Se formos honestos, sempre que Britt Baker enfrenta lutadoras com capacidades semelhantes às suas ou um pouco piores, os combates raramente são bons e isso é algo que espero que mude com o tempo, porque os fãs que adoram a “DMD”, e já vimos isto acontecer com muitos outros lutadores, só vão aceitar os seus combates não serem muito bons até certa altura, porque depois vão ficar sempre a pensar: “As promos podem ser boas, mas o combate não vai ser, porque raio me haveria de interessar?”.

Isso é algo que a AEW e Britt Baker têm de se precaver, pois seria excelente que a lutadora conseguisse evoluir de forma a que pudesse ser a cara da divisão feminina por muito mais tempo.

Acredito mesmo que se Britt Baker conseguir melhorar em ringue e juntar a isso o seu incrível trabalho ao microfone, quando acabar a carreira, possa ser vista como uma das melhores lutadoras da sua geração e ao nível de outras lutadoras incríveis. Se isso irá acontecer ou não é algo que não sabemos, mas para já é aproveitar que vivemos na era de Dr. Britt Baker D… M… D!


E tu, és fã de Britt Baker? Se não és fã dela, o que te desagrada no trabalho da AEW Women’s World Champion?

6 Comentários

  1. El Cuebro2 semanas

    Eu concordo, a Britt é sem dúvida das melhores dessa geração, uma ótima atitude, luta bem, não sei a razão pela AEW ter demorado tanto para fazê-la campeã, mas acho que agora ela vem para dominar, tal qual foi com a Shida!

  2. Victor Silva2 semanas

    O nickname DMD é abreviatura de que mesmo?

    • Anónimo2 semanas

      D.M.D quer dizer Doctor of Medicine in Dentistry. Ela é formada em medicina dentária é daí que vem o nickname.

    • Victor Silva2 semanas

      Obrigado Anónimo, eu tinha conhecimento sobre a profissão dela como dentista, mas não sabia que DMD tinha a ver com a outra profissão que ela exerce

    • Anónimo2 semanas

      De nada!

  3. Alexandre2 semanas

    se ela não evoluir no ringue logo o publico irá se voltar contra ela, eu pelo menos já cansei de ouvir a musica dela e quando vejo ela não vem vestida para lutar, e isso acontece MUITO. Provavelmente o Tony Khan gostaria de fazer uma “fusão” dela com a Shida, aí seria a lutadora perfeita.