Carnaval… Época de humor, máscaras, serpentinas e trapalhice… E por falar em trapalhice, hoje irei falar-vos de Jeff Hardy.

Ao contrário de grande parte do WWE Universe, eu não gosto do Jeff Hardy, não percebo a sua popularidade e não percebo como em 2021 ainda tenho de levar com ele em combates importantes.

Então vamos lá explicar o porquê de não gostar do Jeff Hardy. Começando pelos poucos pontos positivos, eu percebo o seu carisma e compreendo o porquê de nos anos 90 ter sido popular, mas o seu carisma não se traduz numa boa capacidade para fazer promos. Jeff Hardy nunca foi alguém que soubesse fazer boas promos e não será em 2021 que isso irá mudar.

No entanto, o meu grande problema com Jeff Hardy sempre foi o que ele faz em ringue.

Há coisas que eu percebo que possam passar despercebidas para a grande maioria dos fãs, mas existe muita coisa no que Jeff Hardy faz em ringue que o torna um lutador fraco. Um combate 95% das vezes começa com um lock-up, mas Jeff Hardy com 20 e tal anos de carreira, ainda hoje posiciona mal os pés quando faz um lock-up. Os strikes são fracos, quer seja os seus socos, quer seja os seus pontapés.

O Swanton Bomb é algo que admito que não tenho nada contra, porque é algo bonito de se ver, apesar de admitir que estar no chão à espera de Jeff Hardy e não saber se ele vai só cair com os ombros em cima do corpo, como “manda a regra” ou se vai falhar um pouco o cálculo e cair totalmente em cima da barriga e peito, não deve ter piada nenhuma. Porém, para quem vê até é um golpe bonito.

Mas olhemos para todo o move-set de Jeff Hardy. O Twist of Fate é um golpe absolutamente normal e não tenho nada contra, mas tudo o resto… O Whisper In The Wind é uma autêntica roleta, nunca sabemos como Jeff Hardy vai cair e quem vai levar com o golpe nunca sabe se vai levar com um pé, os dois pés, o cu, as costas ou qualquer outra parte do corpo de Jeff Hardy.

Depois, outra coisa que me faz confusão desde sempre é aquele spot em que Jeff Hardy acerta com os calcanhares na barriga do adversário, porque eu penso numa questão de anatomia, porque se os calcanhares acertam na barriga, as pernas vão ter de acertar nalgum lado, e abaixo da barriga vem o sítio onde dói mais e isso deveria ser desqualificação, mas isso sou eu a ser demasiado picuinhas.

Ainda sobre o move-set de Jeff Hardy, aquele Splash “devastador” que o lutador agora faz no seu comeback, eu não posso ser o único a achar aquilo ridículo, certo? É porque aquilo não é nada, mas por alguma razão o “Charismatic Enigma” tem feito esse “golpe” nos últimos meses.

Se Jeff Hardy não faz boas promos e não é um grande lutador, eu concluo que a sua popularidade só acontece porque ele estava disposto a saltar de alturas absurdas e dar quedas incríveis. Ou seja, as pessoas não gostam do Jeff Hardy como lutador, mas gostam sim do “Charismatic Enigma” por causa das suas quedas à duplo de cinema…

O pior é que esta popularidade de Jeff Hardy abriu espaço a lutadores de gerações mais recentes que só sabem fazer quedas absurdas, mas depois não sabem fazer um lock-up ou acertar um working punch. Ou seja, não são wrestlers, são basicamente duplos de cinema…

Antes de acabar, e agora a sua mania ridícula de começar a gritar por “Hardy! Hardy! Hardy!” no meio dos seus combates? O que é que ele está à espera? Que os ecrãs do ThunderDome respondam? Espero que alguém lhe diga rapidamente o quão ridículo ele fica ao gritar pelo seu próprio nome durante os combates.


E tu, és fã de Jeff Hardy? E se não és fã dele, o que te desagrada no trabalho do “Charismatic Enigma”?

45 Comentários

  1. Olha, apesar da análise parecer um pouquinho parcial, vou ter que concordar com grande parte, mas a minha questão também é o gosto e estilo de luta.
    Concordo que suas promos são um dos pontos mais fracos também. Seu moveset é limitado mesmo, onde o seu finisher é bonito plasticamente, mas de resto não vejo nada de especial. E realmente o seu carisma e coragem é o que chama a atenção e talvez seja o grande motivo pela sua popularidade.
    Por fim, aquela mania de gritar “Hardy, Hardy, Hardy” realmente é ridícula HAHAHAHAH 🤷🏾‍♂️
    Bom análise, Bernardo

  2. Brock2 semanas

    Pessoalmente não gosto destes teus artigos. Já estive bem mais longe de deixar os deixar de ler e provavelmente este será o último. A maioria das tuas opiniões são de desgosto pelas Superstars que escolhes para fazer estes artigos enumerando imensas coisas que fazem mal e dizendo qual é a maneira de correta de se fazer. Muitos dos lutadores que escolhes são super gostados pelos fãs e fizerem ou fazem sucesso no negócio mas afirmas que na realidade não são bons. Faz-me confusão a tua opinião. Porque acho que acreditas mesmo que sabes mais do quem anda há anos disto e de, só por acaso, são estrelas mundiais. Falaste do facto do Jeff gritar “Hardy, Hardy” e disseste que alguém devia dizer para ele parar. Mas nada te diz que não foram os writers que disseram para ele fazer. Ou tens alguma fonte que confirma a tua afirmação? Quanto ao Swatton Bomb dizes que o correcto é cair com os ombros na parte de fora do corpo. Tecnicamente tens razão. Mas no mundo das fantasias do wrestling a ideia do golpe não é cair mesmo em cima do adversário? Na minha opinião o Jeff vende o golpe muito bem. Só para concluir acho que (enquanto leitor) devias mudar a forma como guias estes artigos porque todos nós temos as nossas opiniões sobre tudo à volta do wrestling e a tua é apenas mais uma. Há coisas que dizes que são acertadas e que todos conseguimos ver que é como dizes. Mas há outras coisas que não têm muito nexo.

  3. WholeRollinsShow2 semanas

    Com a quantidade de fãs que o Jeff Hardy tem, prepara-te para seres crucificado.

    Admiro tudo o que fez em toda a carreira, esteve no topo da divisão de tag team, foi campeão mundial (não só na wwe) e deu-nos bastantes momentos e combates que vão ficar para sempre na história. Dudleys, E&C e os Hardyz nunca deveriam ser crucificados por nada, pois deram o corpo para entreter os fãs, é conseguiram-no fazer.

    Duas coisas que nunca me vou esquecer dele. Aquele combate na X-seven.

    E a final deletion na tna numa altura em que já nem valia a pena ver aquela companhia, comparado com o que foi em tempos.

    Ainda assim, sou mais fã do Matt Hardy.

  4. X-man2 semanas

    Pela primeira vez vou escrever algo sobre este artigo.. Está rubrica e só um bocado parva. Agora sobre o Jeff é outros lutadores parecidos com ele. Muita gente se não fosse aquele tipo de saltos e manobras que eles fazem nem via já wrestling porque as vezes ponho me a ver certos combates e veijo que a certas manobras que são tão estúpidas que numa luta aserio nunca resultavam só mesmo no wrestling.e o wrestling.e isso mesmo é um espetáculo de entretenimento. Se queres ver manobras que resultem tens o ufc.

  5. Eu penso que, hoje em dia, a maioria das pessoas olha para o wrestling como se fosse uma serie, com tudo o que uma serie tem, personagens boas e más (face and heel), porrada, drama, romance, amizades, picardias, etc. Tal como numa serie, as pessoas querem ver a ação e o desenrolar das historias das suas personagens favoritas, sejam ou não bons atores/”lutadores”. Quem vê wrestling vê pelas histórias e personagens e não pela técnica. As pessoas (a maioria) querem ver uma boa história a ser contada, tenha, ou não, uma luta técnica ao estilo greco-romano. A prova disso é que os lutadores mais populares são nomes como roman reigns, seth rollins, jeff hardy, rey mysterio, daniel bryan, drew mcintyre etc. que sendo ou não bons tecnicamente tem boas personagens e não nomes como drew gulak, chad cable, etc.
    Tirando isso, concordando ou não, acho que está um artigo bem escrito. Ainda assim penso que se queres ver algo mais técnico devias procurar outras opções, pois o wrestling é algo para entretenimento.

  6. Não é dos meus preferidos, mas não tenho hate nenhum por ele. Hoje em dia não há é respeito pelos veteranos, vê se isso em todo o lado. Vejo muita gente a queixar-se de o produto ser PG e tal e de estarem fartos de serem tratados com geração dos ofendidos, porém focam se sempre nos pontos negativos e em ataques pessoais sem nexo. Faz me confusão por exemplo quando algo corre mal na WWE atacarem logo o vince(coitado do homem tenta fazer o melhor) em vez de fazerem críticas fundamentadas ao produto em si, que têm todo o direito. Enfim parece futebol e não gosto disso. Nem todos os wrestlers tem o mesmo estilo assim como nem toda a gente tem os mesmos gostos, mas o respeito não deve faltar…

    • “Faz me confusão por exemplo quando algo corre mal na WWE atacarem logo o vince(coitado do homem tenta fazer o melhor) em vez de fazerem críticas fundamentadas ao produto em si, que têm todo o direito.’
      Se tudo na WWE passa pelo Vince normal que seja ele quem receba mais críticas.
      De acordo em relação à analogia utilizada referente ao futebol.

  7. Rooben2 semanas

    Adoro os Hardys .
    Sempre gostei mais do Jeff em ringue .
    Do Matt gosto mais do seu Storytelling.
    Mas vou ter de concordar com o artigo .
    Infelizmente o Jeff envelheceu mal em ringue .
    Gostava de o ver com mais liberdade criativa , ate porque sendo ele a escolher os caminhos da sua personagem , acredito que o espectaculo que daria ia esconder as falhas que tem hoje em dia.

  8. Jacinto Pinto Aquino Rego2 semanas

    Poh concordo com vc, mermão, mais Jeffzetes vêm para aqui de ctz VLW

  9. Nuno2 semanas

    Não concordo nada contigo tas muito errado o jeff hardy é um grande lutador quem dera a muitos ter a qualidade dele, ele é um grande lutador e se certeza que tá quase a voltar a no more words vamos jeff hardy

  10. mrdb2 semanas

    100% de acordo, nunca percebi o hype dele, talvez por causa dos tempos aureos da tag dos hardy boys, essa tag ficou para a historia, mas individualmente nunca percebi o porque do fascínio que o jeff sempre teve, em ring nada de especial em tag team deu para disfarçar mas em single não dá para esconder, com o micro é fraco, resumingo boa análise.

  11. Antes de ler o artigo, já sabia que ia ser uma crítica negativa ahahaha. Eu gosto do Jeff Hardy desde que comecei a ver WWE, mas pela razão que mencionaste: por ser o “Charismatic Enigma”. Lembro-me que em adolescente lia e ouvia comentários sobre o Jeff Hardy ser mau lutador, especialmente do Luís Salvador ahahaha. Não entendia o porquê do pessoal não gostar dele, mas aqueles que comentavam era sempre pessoal que entendia da coisa. Os anos passaram e comecei compreender o porquê de não gostarem, mas por acaso continuo a gostar dele. Apesar de não ser dos meus favoritos. Esta análise explica muito bem este grande enigma do Jeff Hardy ahaha. Um lutador que não é nada de especial, mas continua a ser dos mais populares.

  12. Anonimo2 semanas

    a cena mais especial no jeff sao precisamente os movimentos perigosos e ousados e por isso que tem tanto seguidor principalmente e acho louvavel ele se arriscar assim. essas fas frescurinha que criticam por ser arriscado so falam isso por ser o jeff outros faziam o mesmo e ninguem falava nada

  13. Miguell _Legend-12 semanas

    Parabéns, não é que concorde necessariamente com tudo o que dizes, mas percebe-se que dás privilégio ao wrestling em si e não tanto ao “espetáculo”, saltos de 10 metros de altura ou novelas. Concordo com o que dizes, no que diz respeito ao nível técnico do Jeff Hardy, assim como às suas medíocres promos.

    Mas as pessoas de hoje em dia gostam imenso de séries/fantasia, hoje em dia 80% dos fãs da wwe são esse tipo de público e desde os anos 2000 que tem vindo a ser assim, por isso é óbvio que gostem de wrestlers deste gênero (com todo o respeito pelo Jeff, que é um lutador que faz bem o seu trabalho para aquilo que foi treinado: 90% de “teatro”.

    Portanto pessoal, tentem entender o objetivo destes artigos: Ser realista e sincero com o wrestling em si e como a wwe é suposto ser. Tentem contextualizar os artigos nesse sentido e talvez consigam criticar de forma credível e consciente, isto porque mais metade dos comentários daqui são só hate, ao suposto “hater” deste artigo, que na verdade é apenas alguém que sabe do que fala em boa parte das vezes.

  14. Tendo a concordar com o que foi dito, não gosto nem desgosto do Jeff Hardy.

  15. Bola de pingue pingue2 semanas

    Sou um fã do Jeff Hardy. E compreendo o lançamento do artigo nesta altura. Não era credível por exemplo quando ele estava no Smackdown. O regresso dele fez com que as audiências subissem e a história com Sheamus foi toda ela muito cativante.
    Dizer que ele não sabe pôr os pés no locke, que eu vou acreditar no que dizes porque não tenho domínio técnico sobre o wrestling, é algo irrelevante quando o vemos há anos a fazer o swanton bomb, algo muito mais arriscado, sem nunca ter magoado ninguém nem a ele próprio. E ainda há pouco caiu em cima dos joelhos do Drew Mcintyre.
    Mas, dizia eu, neste momento é mais fácil ser credível com este artigo tendo em conta que está menos entusiasmante no Raw. Eu estou à espera de uma surpresa neste domingo e brevemente este artigo deixa de fazer sentido.

  16. AjRollins2 semanas

    Uma das poucas vezes que concordo com a análise!

  17. Já se sabe quando o amigo Bernardo fala é mais para criticar do que elogiar e ele tem aquele lote de nomes para o fazer e os hardys são uns deles. Eu gosto e muito do Jeff, sempre foi dos meus favoritos, pelo seu carisma, pelas suas loucuras e saltos doidos e é esta adrenalina que também puxa os fãs e nos fazem dizer “Holly sh*t”. Nas promos não acho que seja mau, no ringue é verdade não é dos melhores, é verdade, mas não desilude e pelos factores que referi o Jeff merece a popularidade que tem, pena que sua vida pessoal tenha influenciado a sua carreira

  18. Visão um bocado retrograda sobre o assunto sinceramente.
    A “roleta” é um move simples em que o adversário tem que o apanhar no ar e deixar-se cair, como tantos outros moves feitos por outros lutadores (e todos os dive basicamente)
    E julgar um lutador para execução dos seus “murros” na wwe é de quem ainda não percebeu bem o produto que está a consumir. Se é para julgar para execução e eficácia dos mesmos existem vários desportos de luta “a serio”.
    WWE é sobre storylines, dentro e fora de ring, e de iteração/ligação com os fãs, e nisso o jeff e bom, tanto é que tem uma das maiores fan bases da wwe (sinal que está a fazer alguma coisa bem), e como se costumam dizer “it´s all about the fans”

  19. Victor X2 semanas

    Não sou fã de Jeff Hardy e o considero overrated pelas suas parcas capacidades artísticas e atléticas, além de seu histórico pesado fora dos ringues. O grande ponto do Jeff é que ele acertou em basear seu personagem na cultura grunge dos anos 90, o que atrai não só o pessoal que vivenciou aquela época como os adolescentes que surfam na onda do Rock pauleiro antigo, mesmo sendo um tanto constrangedor ver Jeff vestido daquela forma com mais de 40 anos. Chega a ser decadente até. E claro, o fato dele ainda ser um ótimo spotman, conseguindo render bem sempre em combates com estipulação.

  20. Marlon Marcolino2 semanas

    primeiramente acho que vc fez uma análise ruim e deveria pesquisar mais para não cometer mais equívocos. recomendo vc ver as promos do Jeff nas rivalidades contra Matt Hardy em 2009, contra o Orton em 2018 e até mesmo a de 2020 com Sheamus.
    de modo algum acho que sua popularidade é devido a seus pulos de alturas extremas ou seu coragem, acredito mais que seja pelo seu estilo de luta ao todo que é muito diferenciado com golpes como Sit–Out Gourdbuster, Mule-Kick, Hardyac Arrest, Alley Oop Facebuster, Slingshot Arabian Press e entre outros, além dele ser muito criativo que na minha opinião é fundamental nesse ramo, o modo dele se vestir e suas pinturas faciais é algo que o deixa único e reconhecível no meio dentre 100 lutadores todos iguais com seus estilos de luta monótona.

    • Guedes2 semanas

      A rivalidade que o Jeff Hardy teve com Undertaker em 2008 também foi muito boa

  21. Jonathan2 semanas

    Assista aos shows tanto do smack e do Raw, e olhe para o ecrã e nos diga, quem deiza o público mais eufórico?
    Pelo teu artigo deves ser um grande fã de UFC…
    Porém, no mundo do entretenimento, Jeff Hardy, esta anos luz afrente de um king korbin, Cezaro, Nakamura, e outros sem sal….

  22. Vitor Oliveira2 semanas

    Concordo 101%. Não tenho o menor interesse nos combates

  23. Lol2 semanas

    Que artigo lixo

  24. Samuel2 semanas

    Jeff Hardy é o superstar que me fez gostar de WWE, com golpes, promos e storylines com muita emoção, concordo que atualmente o desempenho dele em ringue está bem longe do seu auge em 2008, mas a história dele como uma das melhores duplas da história, grandslam Champion, acrescentou muito para o wrestling desde que estreou, acredito ainda que ele mereça mais um título mundial.

  25. Jonatas2 semanas

    “Falou o cara que sabe tudo de wrestling e já foi o melhor wrestler do mundo”, achei o artigo muito pessoal e não algo que apresenta fatos concretos, Jeff Hardy um dublê? Mano, o cara tem freaking 43 anos, quer que ele tenha o mesmo ritmo de 15 anos atrás? Quem já viu ele lutar na TNA sabe como era bom as lutas dele, sem contar as históricas tag teams que teve com o Matt, asneira demais pra um artigo só.

    • Edge882 semanas

      Sem dúvida, teve combates fantásticos na tna , assim como o Kurt angle, mas acredito que muitos não tenham acompanhado esses lutadores na tna

  26. Dexter902 semanas

    Poucas vezes estamos de acordo, mas aqui estamos em tudo.

  27. Bala1 semana

    Eu pessoalmente não concordo com nenhuma das tuas análises. É impressionante como tu só consegues criticar! Mas como é que podes criticar um lutador pelos strikes! Estás a ver WWE não UFC!
    PS: Antes de abrir a página já sabia que o Jeff Hardy ia ser criticado 😂😂😂

  28. Rated R1 semana

    Não sei se os artigos do Bernardo são comédia ou é suposto levar a sério lol

  29. Di Lucas1 semana

    Alguém tira esse cara daí?? tem muito colunista melhor do que alguém que só sabe ser smark

  30. O Jeff Hardy foi dos meus favoritos dos primeiros anos dos anos de 2006 até 2009, penso que a partir daí as suas runs não foram tão bem conseguidas talvez pela idade ou algo do genéro, mas penso que os dias do Jeff estão contados na WWE!
    Não sou fã dele neste momento mas não deixa de ser bom!