The Miz é alguém que não era suposto ter sucesso. Vinha do mundo dos reality shows, não é propriamente atlético e o seu físico não é dos mais impressionantes, mas cerca de 16 anos depois de ter chegado à WWE, estamos a falar de um lutador que foi duas vezes WWE Champion e que conquistou o Grand Slam de títulos por duas vezes.

O “A-Lister” é um lutador que aprecio bastante, porque nem todos podem ser o Shawn Michaels, Kurt Angle, Eddie Guerrero em ringue e é preciso este tipo de lutadores que fazem do seu trabalho ao microfone o seu ponto mais forte.

Comecemos pelo óbvio. The Miz não é nenhum prodígio em ringue e o seu move-set não é nada de outro mundo, mas tem algo de especial que pode passar despercebido a muitos fãs. Seja quem for o seu adversário, grande, pequeno, experiente, inexperiente, um lutador treinado ou um cantor que se está a estrear na WrestleMania, The Miz é alguém que se adapta de forma perfeita a qualquer que seja o seu oponente. Depois é alguém extremamente seguro dentro do ringue, enfrentá-lo deve ser um descanso para os seus adversários.

Ainda assim e apesar de ter dito que o seu move-set não é nada de outro mundo, existe algo que tenho de elogiar, que é o facto de todo e qualquer golpe habitual que The Miz use, ele consegue fazer a todo e qualquer lutador. Isso demonstra inteligência, pois esteja em ringue com Ricochet ou Bobby Lashley, The Miz consegue aplicar golpes como o Skull Crushing Finale ou o Figure 4-Leg Lock, e isso é algo extremamente inteligente da sua parte.

No que toca às suas promos e trabalho de personagem, o que se pode dizer que ainda não tenha sido dito? The Miz é uma daquelas pessoas que se costuma dizer na brincadeira que conseguiria vender gelo a um esquimó. Desde o seu momento no Talking Smack com Daniel Bryan, a múltiplos segmentos onde imitou John Cena ao mesmo tempo que Maryse imitava Nikki Bella, se The Miz tiver um microfone nós vamos ser entretidos.

Isso às vezes é também um problema, e porquê? Porque a WWE tem muito o hábito de fazer este tipo de lutadores perder quase todos os combates, e porquê? Porque The Miz perde um combate num PPV, chega ao Raw faz uma promo de 5 minutos e toda a gente já está farta do “A-Lister” novamente e já ninguém sequer se lembra de que ele perdeu no PPV. Basta pensarem em Elias, para verem como a WWE raramente o deixa ganhar um combate, mas ele tem sempre o “seu concerto” antes de cada combate, é quase a forma da WWE compensar pelas derrotas. “Tu perdes mas depois fazes promos e voltas ter heat com os fãs”.

Esse tipo de booking é a razão de The Miz, quando foi “Mr. Money In The Bank”, ninguém acreditar que ele seria um campeão credível, porque apesar de estar sempre over, nunca é propriamente credível aos olhos dos fãs, mas isso não é culpa do lutador.

Acredito que continuemos a ver The Miz a lutar por mais uma série de anos e muito provavelmente quando terminar a sua carreira, será o lutador com mais reinados enquanto WWE Intercontinental Champion. Como disse, apesar de não o achar nada de especial em ringue, porque não o é, The Miz é uma personagem incrível e alguém que está a ter um grande sucesso e totalmente inesperado, em especial se olharmos para a forma como chegou à WWE.


E tu, és fã de The Miz? E se não és fã dele, o que te desagrada no trabalho do “A-Lister”?

23 Comentários

  1. Daniel2 meses

    Miz is Owesome

  2. DevilDante2 meses

    The Miz cono heel é apenas perfeito…

  3. Miguell _Legend-12 meses

    Concordo com tudo o que disseste. Em relação às derrotas do Miz e à sua respetiva compensação, é necessária uma vez que nem todos os wrestlers podem ser A+ player. E o Miz é um bom B+.

  4. JPB2 meses

    Tenho vontade de ver um artigo sobre Roman Reigns, tanto por minha curiosidade em saber o que você pensa sobre ele quanto pelo feedback que um artigo desses pode gerar.

  5. The truth hurts2 meses

    O Miz não é nada de especial em ringue mas em relação a muitos supostos “main eventers” é bem melhor, no mic penso que já é unânime que já está num nível de The Rock, John Cena, CM Punk, JBL e SCSA…

  6. Victor X2 meses

    The Miz na parte física e técnica não é grande coisa, mas ele compensa justamente sendo seguro e sabendo contar uma boa história no ringue. Promando? Não há lutador do roster melhor do que ele, Miz consegue hypar qualquer coisa, principalmente quando está como heel, que é sua posição natural. Uma lenda em atividade que devemos aproveitar enquanto está na ativa, e que não seria surpresa encabeçar uma classe do Hall of Fame.

  7. Facebook Profile photo

    É a cima de tudo alguém muito útil para se ter em qualquer roster

  8. Facebook Profile photo

    O Miz é como o Cena para mim. In ring nada demais mas com uma capacidade de promar e de entreter fantástica o que suporta a lacuna inicial a meu ver. Eu gosto do The Miz e principalmente com este post. Não lhe dava valor e depois do tal talkin smack já comecei a dar-lhe mais credibilidade. Ele sempre foi bom no mic mas gostei de ver esse lado mais sério e agressivo dele.

    • The Queen2 meses

      Sobre o Cena, de 2014 pra frente ele até que melhorou bastante em ring skills, adicionando mais moves no seu arsenal e etc, claro que longe se tornar um Michaels ou um Angle, mas mostrou que a WWE que o limitiva por ele ser o top guy da empresa e não querer que ele se lesiona-se ou algo do tipo, pois saber fazer mais moves ele sabe ou sempre soube, alem de ter sido sempre um excelente contador de historias (a coisa mais importante em um combate de wrestling).

    • Facebook Profile photo

      Verdade, mesmo no combate vs Kevin Owens na estreia do mesmo no MR ele mostrou outros moves não comuns nele.

  9. A.M.G.2 meses

    Concordo totalmente. Já tem algum tempo que The Miz é o meu wrestler favorito, exatamente pela habilidade com o microfone.

    E quando tem algum oponente que o carregue um pouco, sempre faz sua parte, resultando em ótimos combates. Lembro-me do Backlash 2018 (se não estou enganado) que teve um incrível contra o Seth Rollins.

  10. Facebook Profile photo

    E 16 anos sem uma única lesão

    • Kay Orton2 meses

      Isso é algo que até hoje eu não consigo acreditar com o tanto que a WWE exige nos shows e nas live events quando tinha público. eu espero que ele nunca se lesione e tenha mais esse mérito na carreira.

    • What?2 meses

      Mas se vcs parem para pensar, Miz não é um lutador que se arrisca muito, ou seja ele não pula de lugares altos como o Jeff hardy, ele não é pesado como Big show e Mark Henry, nem tão leve como karlisto ou sim cara, não faz pulos da terceira corda, não levanta superstars pesados como cena ou Cesaro e seu finisher é super inteligente, pois não precisa se arriscar. Então acho que é por isso que ele quase não se lesiona. Mas no final tenho que concordar, é mesmo impressionante.

  11. El Cuebro2 meses

    O Miz é realmente alguém para se admirar, concordo com o artigo, ele é uma das referências da WWE atualmente em muitos sentidos e gostaria sim de vê-lo quebrando o recorde do Jericho como Intercontinental Champ, ficaria muito bem com ele!!

  12. Concordo com tudo. Em promos, já se sabe que The Miz é muito bom. No ringue, nunca o achei assim nada de mais, mas nesta WrestleMania surpreendeu-me bastante a forma como ele ajudou o Bad Bunny no combate. Acho que aí viu-se muito bem a sua forma perfeita de adaptação a qualquer adversário. Mesmo que seja uma celebridade sem experiência como o Bad Bunny.

  13. Kay Orton2 meses

    Ótimo artigo Bernardo, disse tudo.

  14. TakerVanderVaart232 meses

    The Miz enquanto heel é mesmo fantástico. Já sei que vai haver verdadeiro entretenimento se for algo com o Miz presente.
    E ele consegue pegar num titulo e transformar aquilo em ouro, seja qual for o titulo, só com as promos que faz

  15. Facebook Profile photo

    Adoro o Miz, é um dos meus wrestlers favoritos justamente por ser incrível no microfone, e na minha opinião ele deveria quebrar o recorde de reinados como Intercontinental Champion de Chris Jericho, ele merece, até porquê acho que ele nunca se lesionou desde que entrou na WWE.

  16. Nuno Santos2 meses

    É tu Miz és um fã da wwe ? Esta é a minha opinião.