A All Elite Wrestling transmitiu esta quarta-feira, a partir do Daily’s Place em Jacksonville, Flórida, mais uma edição do Dynamite no canal TNT, a última antes do Revolution deste domingo e em concorrência com o WWE NXT.

O AEW Dynamite é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– Shaquille O’Neal & Jade Cargill venceram Cody Rhodes & Red Velvet
– PAC & Rey Fenix venceram D3 & John Skyler
– FTR & Tully Blanchard venceram Jurassic Express (Luchasaurus, Jungle Boy & Marko Stunt)
– Ryo Mizunami venceu Nyla Rose (Final do Women’s Eliminator Tournament)
– Max Caster venceu Preston “10” Vance
– “Hangman” Adam Page & John Silver venceram Matt Hardy & Marq Quen

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Shaquille O’Neal & Jade Cargill venceram Cody Rhodes & Red Velvet: Cody tentou fazer Wrestling, mas a ideia correu-lhe mal e a força de Shaq foi demasiada para o “American Nightmare”. Quando Jade Cargill entrou a toada manteve-se, com esta a dominar Red Velvet usando a sua maior força. Durante o domínio, Cody Rhodes atacou Shaq para irritar o gigante e conseguiu, pois o lendário jogador atacou vários lutadores que estavam no público.

Depois de alguns minutos, Cody Rhodes e Shaquille O’Neal voltaram ao ringue e o “Shaqdiesel” até aplicou uma Powerbomb no “American Nightmare”, que respondeu com um Body Slam incrível. No final, Cody Rhodes e Shaquille O’Neal acabaram por atravessar duas mesas que estavam fora do ringue.

Isto deixou as duas lutadoras no ringue e Red Velvet quase venceu, mas foi Jade Cargill com um Glamslam que arrecadou a vitória neste tão falado Mixed Tag Team Match.

Depois do intervalo, foi dito que Shaquille O’Neal foi transportado de ambulância, mas Tony Schiavone confirmou que ele já não estava dentro dela.

– PAC & Rey Fenix venceram D3 & John Skyler: PAC & Rey Fenix mostraram porque são dois dos melhores do mundo e venceram os seus adversários sem problemas.

Tivemos em seguida um video package a promover o Exploding Barbed Wire Deathmatch pelo AEW World Championship entre o campeão Kenny Omega e Jon Moxley, que acontecerá no Revolution.

Em seguida tivemos a conferência de imprensa de Chris Jericho e MJF, e o primeiro entrou com tudo e disse que o seu parceiro é melhor que todos os parceiros que já teve, incluindo Dwayne Johnson (The Rock) e Paul Wight (Big Show). No entanto, os dois irritaram-se ao ouvir o nome de Sammy Guevara.

Depois disso, MJF mostrou-se irritado por as pessoas fazerem de Papa Buck um mártir e acusaram o pai dos Young Bucks de ter atacado Chris Jericho. Eric Bischoff perguntou se não teria sido estúpido provocar os Young Bucks assim e a conferência de imprensa foi interrompida pelos AEW World Tag Team Champions, que falaram de tudo o que o seu pai fez por eles e de como foi tudo o que o pai deles lhes ensinou que ajudou a criar a AEW.

Como seria de esperar, tudo acabou numa grande brawl, que até teve a presença dos Good Brothers, que ajudaram os Young Bucks a fechar esta brawl fazendo os Proud & Powerful (Santana & Ortiz) atravessar duas mesas.

– FTR & Tully Blanchard venceram Jurassic Express (Luchasaurus, Jungle Boy & Marko Stunt): O trio dos FTR e Tully Blanchard entrou melhor, mas Jungle Boy mostrou todo o seu valor e virou o combate do avesso sozinho, mas JJ Dillon provou que velhos são os trapos e com uma típica batota ajudou os FTR e Tully Blanchard a controlar o combate durante vários minutos. Depois de vários minutos isolado, Jungle Boy conseguiu finalmente fazer o tag e Luchasaurus virou o combate do avesso com a sua força.

Os minutos seguintes foram de uma confusão tremenda e parecia que os Jurassic Express iam vencer, mas o que parecia ser um cameraman acabou por ajudar os FTR e Tully Blanchard, e este arrecadou a vitória depois de um Spike Piledriver.

Já depois do combate, o homem mascarado mostrou ser Shawn Spears e com a aprovação de Arn Anderson parece que temos a nova versão dos Four Horsemen.

A seguir tivemos Tony Schiavone a entrevistar Paul Wight (Big Show) e este mostrou-se muito feliz por estar na All Elite Wrestling. Para além disso, o gigante afirmou que no Revolution a promotora irá assinar com um lutador que tem talento para ser Hall of Famer e não é quem nós pensamos que é.

– Ryo Mizunami venceu Nyla Rose (Final do Women’s Eliminator Tournament): Ryo Mizunami entrou de forma impressionante nesta final, mas a maior força de Nyla Rose virou o ímpeto deste embate e dominou durante vários minutos. Porém, Ryo Mizunami não viajou do Japão para perder de forma fácil e a lutadora começou a recuperar e tentou vencer a “Native Beast” da mesma forma que venceu Aja Kong, mas não conseguiu.

No final e depois de várias false finishes por parte das duas lutadoras, foi Ryo Mizunami que depois de um Spear acertou o seu Guillotine Leg Drop e venceu esta final, garantindo assim que no Revolution lutará contra a AEW Women’s World Champion Hikaru Shida.

Depois do combate terminar, Hikaru Shida entregou o troféu do Women’s Eliminator Tournament a Ryo Mizunami e esta aceitou o troféu, mas o segmento terminou com uma troca de strikes entre as duas, ao bom estilo japonês.

A seguir tivemos uma entrevista a Sting, mas Ricky Starks interrompeu-o e disse-lhe que não tem problemas em admitir que o “Stinger” ainda tem fogo dentro dele, mas que ele mantém o que disse, ele não é nenhum “Icon”.

Como seria de esperar, a situação descambou rapidamente e quando Sting tinha o Scorpion Death Lock preso, o resto da Team Taz veio ao ringue e atacaram o Hall of Famer, até que o TNT Champion Darby Allin apareceu e os dois conseguiram despachar a Team Taz e ganhar ímpeto rumo ao Revolution.

– Max Caster venceu Preston “10” Vance: Depois de mais um rap de Max Caster, o membro da Dark Order dominou os primeiros minutos deste embate, enquanto os dois lutadores estavam em ringue. Só que fora do ringue, “Platinum” virou o ímpeto a seu favor. Max Caster dominou durante algum tempo, mas “10” começou a equilibrar a contenda e os dois jovens lutadores acabaram trocar várias quase vitórias.

Quando parecia que Preston “10” Vance até estava melhor neste combate, Jack Evans nas costas do árbitro atacou-o e isso deu espaço para Max Caster vencer este combate.

– “Hangman” Adam Page & John Silver venceram Matt Hardy & Marq Quen: A dupla de “Hangman” Adam Page & John Silver entrou melhor neste combate e dominaram durante alguns minutos, até que com alguma batota Matt Hardy e Marq Quen isolaram o membro da Dark Order e dominaram por algum tempo.

Só que o carismático lutador nunca desistiu e conseguiu fazer o tag ao seu herói, e “Hangman” Adam Page usou a sua explosividade para dominar este main event. As suas equipas quase venceram por várias vezes, mas “Hangman” Adam Page & John Silver mostraram grande trabalho de equipa e depois da Buckshot Lariat, Matt Hardy ficou a ver o cowboy a fazer o pin vencedor.

Assim que o combate terminou, o veterano atacou o seu rival pelas costas e esse ataque durou até que a Dark Order veio atacar Matt Hardy. Isto fez com que várias equipas viessem ao ringue e tivemos uma brawl extremamente confusa entre várias equipas da AEW, no que foi os momentos finais deste Dynamite.


O que achaste desta edição do AEW Dynamite ?

9 Comentários

  1. Vitor2 meses

    Excelente show. Com destaque para os debutantes da noite. Jade e Shaquille fizeram um ótimo trabalho, principalmente a Jade que nunca lutou antes. Vejo muito potencial nela, tem beleza, carisma, presença e com experiência pode se tornar uma grande estrela. Shaquille não ficou pra trás, excelente atuação, não foi desengonçado por conta do seu tamanho e nem nada do tipo, não fez muita coisa, mas oq fez foi executado com perfeição. inclusive a queda perante as mesas kkk nossa, que tombo. Ansioso para ver Jade e Shaq mais uma vez nos ringues.

  2. Rooben2 meses

    Quando o cameraman atacou vi logo que seria o Shawn Spears .
    Nunca vi potencial nele , muito menos para formar uma nova era dos 4Horseman .
    Ja agora pequena questao : FTR e Spears faz 3 , nao falta uma nova pessoa na Stable ?

  3. Tiger882 meses

    Atsushi Onita, Tully, Dillon… dammm

  4. Bom Dynamite.
    Destaques:
    -Combate melhor do que eu estava a espera este que envolveu o Shaq.
    Este combate serviu essencialmente para lançar a Jade,e essa missão foi bem cumprida.
    -Bom 6 man tag entre FTR e Jurassic Express.
    -Gostei da forma como fizeram o setup final para o match entre os Bucks e Jericho e MJF,a ideia da press conference foi bem conseguida.
    -Bom segmento entre a Team taz e o Sting e o Darby

    • Anónimo2 meses

      Verdade, o combate do Shaq não foi o melhor combate de celebridades como ele disse que ia ser. Mas não foi mau de todo.

  5. Mais um episódio do Dynamite muito entertaining, especialmente os primeiros 2/3 do show. Destaco o ótimo opener que me surpreendeu imenso (para mim, foi o combate da noite), o segmento entre Inner Circle e Young Bucks, o regresso de Shawn Spears para finalmente se juntar aos FTR e a final do torneio para definir a nova contender ao título feminino da AEW. Só não curti muito do angle que fechou o programa, tendo em conta que se tratava do go-home show.

  6. A AEW devia passar a chamar-se All Tag Team Wrestling. Só tag teams matches nos shows semanais. O RAW é o programa mais parvo, mas o Dynamite nos últimos meses é maçador.

    A press conference do Jericho e do MJF foi muito boa. O MJF e o Sami Zayn são os melhores heels da atualidade. E O MJF com vinte e poucos anos tem tudo para ser a maior estrela da AEW.

    O Spot do Shaq com a mesa foi muito bom também. Não estava à espera. E a Promo do Big Show deixa-me curioso para o PPV. Adorava que fosse o regresso do CM Punk ou do Christian. De resto nada no show me chamou a atenção. As histórias estão mal construídas, os combates de tag team semanais demonstram um pouco de preguiça em termos criativos… seja como for, nos PPV a AEW não desilude e o cartaz promete.

  7. Acho que fui o único a não gostar tanto dessa edição do Dynamite, pra mim uma das piores que vi… Não que foi fraco, porém para uma última edição antes de um PPV (que é um evento que não acontece com frequência), achei abaixo.

    Shaquille O’Neal & Jade Cargill venceram Cody Rhodes & Red Velvet
    Por incrível que pareça, pra mim foi a melhor coisa do show! Eu não esperava quase nada daqui, porém gostei da história da match e todos os intervenientes cumpriram bem o seu papel. Sendo que o Cody já nos acostumou a entregar boas apresentações, a Shaq teve uma boa prestação pra quem nem é um Wrestler, a Red teve um destaque interessante, é muuuuito melhor que a Brandi haha, e a Jade foi o grande destaque, sendo ela a finalizar a match e a vejo também como futura campeã.

    – PAC & Rey Fenix venceram D3 & John Skyler
    Eu não gosto desse tipo de Squash, mas esse foi bonito de ver! O triângulo de dois (hehe) foi muito intenso!

    – FTR & Tully Blanchard venceram Jurassic Express
    Até que foi interessante e o pós match me deixa curioso, pois com a junção do Tully com os FTR, havia deixado uma questão: “E o Shaw Spears?” e aí está! Espero que venha uma grande parceria.

    – Ryo Mizunami venceu Nyla Rose
    Sinceramente nem assisti, pois a divisão de feminina não me atrai em nada, ainda mais depois que nomes como Thunder Rosa, Tay ficando pelo caminho… Sem contar a Doctor Britt (que foi um absurdo perder pra Nila, que por sua vez me perde pra uma desconhecida 🤦🏾‍♂️)

    – Max Caster venceu Preston “10” Vance
    Não tive interesse também.

    – “Hangman” Adam Page & John Silver venceram Matt Hardy & Marq Quen
    Main Event desinteressante, assim como essa feud com o Matt, que não vai dar em nada, na minha visão.