A AEW transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TBS, a partir da Chesapeake Employers Insurance Arena em Baltimore, Maryland, rumo ao Double or Nothing do dia 29 de Maio.

Resultados

– Jeff Hardy venceu Bobby Fish (Men’s Owen Hart Tournament Qualifying Match)
– Blackpool Combat Club (Bryan Danielson, Jon Moxley & ROH Pure Champion Wheeler Yuta) venceram The Butcher, The Blade & Angélico
– Wardlow venceu W. Morrisey
– Chris Jericho venceu Santana
– Rey Fenix venceu Dante Martin (Men’s Owen Hart Tournament Qualifying Match)
– Interim ROH Women’s World Champion Mercedes Martinez venceu ROH Women’s World Champion Deonna Purrazzo

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Jeff Hardy venceu Bobby Fish (Men’s Owen Hart Tournament Qualifying Match): Jeff Hardy cometeu o erro de tentar começar este combate numa toada técnica e com isso Bobby Fish foi dominando sem problemas, fazendo da perna esquerda do “Charismatic Enigma” o seu alvo preferencial de ataque.

O lutador da Undisputed Elite dominou durante vários minutos, mas Jeff Hardy foi aguentando a ofensiva e foi equilibrando com o passar do tempo, mas a primeira quase vitória pertenceu a Bobby Fish. No final, Jeff Hardy virou o combate do avesso com o Whisper In The Wind, tendo vencido depois do seu Swanton Bomb.

Assim que o combate terminou, os Young Bucks vieram ao ringue e tiveram um cara a cara com os Hardys antes de irem ver se Bobby Fish precisava de ajuda.

A seguir tivemos a promo de William Regal a falar do Blackpool Combat Club e do dano que eles irão fazer aos seus adversários.

– Blackpool Combat Club (Bryan Danielson, Jon Moxley & ROH Pure Champion Wheeler Yuta) venceram The Butcher, The Blade & Angélico: The Butcher, The Blade & Angélico decidiram atacar o Blackpool Combat Club antes do embate começar, mas rapidamente este grupo começou a dominar, sendo que só com batota é que Wheler Yuta começou a ser dominado.

O jovem foi controlado durante vários minutos, mas quando este teve espaço fez o tag a Jon Moxley que virou o combate do avesso, e quando este colocou o “American Dragon” em ringue, o trio do grupo de William Regal subiu a agressividade e acabaram por destruir os seus adversários, até que Bryan Danielson fez Angélico desistir.

Nos bastidores, FTW Champion Ricky Starks & Powerhouse Hobbs iam ser entrevistados, mas foram rapidamente interrompidos pelos AEW World Tag Team Champions Jurassic Express, que aceitaram o desafio da dupla da Team Taz, com Jungle Boy a desafiar Ricky Starks para um combate pelo FTW Championship.

Continuando no backstage, Swerve Strickland & Keith Lee mostraram-se irritados por FTW Champion Ricky Starks & Powerhouse Hobbs estarem a fugir ao seu desafio, mas que em breve vão pagar.

Ainda antes do combate começar, MJF veio insultar Wardlow e os fãs na arena, antes de apresentar o adversário do seu antigo guarda-costas, W. Morrissey.

– Wardlow venceu W. Morrissey: Os dois lutadores quiseram mostrar a sua força desde o primeiro segundo e acabou por ser o gigante do Impact Wrestling que foi levando a melhor sobre o cada vez mais popular Wardlow. W. Morrissey foi dominando, mas quando meteu Wardlow na terceira corda, este surpreendeu tudo e todos ao acertar um Moonsault, antes de acertar uma Powerbomb e vencer o combate.

Wardlow decidiu que esta semana não iria ser algemado e destruiu dezenas de seguranças para choque de MJF, sendo que o “Wardog” afirmou que só vai parar quando meter as mãos no seu antigo patrão. MJF explicou então que aceita lutar contra Wardlow, mas que tem várias condições para esse combate acontecer, e que essas condições serão conhecidas no próximo Dynamite.

Nos bastidores, Dr. Britt Baker e Ruby Soho ficaram a discutir enquanto Toni Storm e Jamie Hayter ficaram a ver, sendo que o segmento terminou sem que as quatro se confrontassem a nível físico.

A seguir tivemos o AEW World Champion “Hangman” Adam Page e este explicou que seria fácil dizer o quanto espera pelo combate com CM Punk e quanto está ansioso pelo embate, mas que não vai fazer isso e que no Double Or Nothing não vai haver apertos de mão, não vai haver tributos a Bret Hart e que ele vai destruir o “Second City Saint”. O “Hangman” continuou a provocar CM Punk e os seus fãs e que quando se enfrentarem, ele o vai envergonhar e mostrar porque é o AEW World Champion.

Depois de termos um video package a promover a estreia de Konosuke Takeshita no Rampage. Logo a seguir, Jay Lethal, Sonday Dutt e Satnam Singh criticaram o facto do lutador nipónico ter todo este destaque, com o ex-ROH World Champion a prometer que no Rampage irá mostrar quem é a verdadeira estrela internacional.

– Chris Jericho venceu Santana: Santana atacou Chris Jericho enquanto este fazia a sua entrada e foi dominando o seu antigo amigo, isto até o combate começar de forma oficial e “Daddy Magic” Matt Menard criar a distração para o “The Wizard” virar o ímpeto a seu favor.

Chris Jericho dominou durante vários minutos, mas Santana conseguiu aguentar a ofensiva e começou a equilibrar com o passar do tempo e com isso as quase vitórias começaram a surgir de parte a parte. No final, Ortiz ainda tentou prevenir as interferências e distrações da Jericho Appreciation Society, mas a vantagem numérica foi demasiada, e nas costas da árbitra, Chris Jericho acertou um low blow antes de acertar o seu Judas Effect e vencer o embate.

Assim que o combate terminou, a Jericho Appreciation Society continuou o seu ataque a Santana & Ortiz.

Nos bastidores, o ROH World TV Champion Samoa Joe foi muito direto e afirmou que no Rampage irá atrás de Jay Lethal.

A seguir vimos o Gunn Club a ir falar com os Acclaimed, tendo sido aceite a parceria entre os dois grupos.

No ringue tivemos os Varsity Blondes, e pela voz de Brian Pillman Jr. este explicou que eles tem sofrido desde que Julia Hart foi envenenada pela House of Black e que está na hora de resolverem todos os problemas entre eles e está na hora de lutarem. Quando a House of Black chegou ao ringue, este trio destruiu os Varsity Blondes e quando deram uma cadeira a Julia Hart para esta atacar os seus amigos, esta não o fez o que irritou Malakai Black, mas o Death Triangle veio ao ringue e preveniu que algo de mal acontecesse à jovem.

Nos bastidores a TBS Champion Jade Cargill e as suas Baddies foram entrevistadas e vangloriaram-se de todas as suas vitórias.

– Rey Fenix venceu Dante Martin (Men’s Owen Hart Tournament Qualifying Match): Dante Martin e Rey Fenix entraram a 100 à hora e decididos a mostrar qual dos dois é o melhor high flyer e ambos foram fazendo golpes e contra-ataques incríveis, com as quase vitórias a serem frequentes desde cedo.

Os dois lutadores foram tentando fazer melhor que o outro a cada minuto que passava e depois de ambos aterrarem em pé depois de um mortal da terceira corda, parecia que a vitória ia sorrir a Dante Martin, mas Rey Fenix com uma espécie de Piledriver venceu este embate.

Depois do combate terminar, os dois abraçaram-se em ringue, mostrando o respeito mútuo que há entre os dois.

De seguida foi revelada a bracket do Men’s Owen Hart Tournament e nos bastidores, Darby Allin e Sting mostraram-se entusiasmados por o jovem ir enfrentar Jeff Hardy na primeira ronda do torneio.

A seguir, tivemos a AEW Women’s World Champion Thunder Rosa e esta falou da sua história e que teve de lutar muito para ser campeã e que quer enfrentar as melhores e que por isso quer chamar a mulher que a inspirou a ser lutadora, a lutadora que está em primeiro lugar no ranking, Serena Deeb.

Serena Deeb apareceu e explicou que respeita a campeã, mas ela é a melhor lutadora do Mundo e que Thunder Rosa até pode ser a campeã, mas ela está num patamar acima e que no Double or Nothing, ela irá ser a nova campeã.

A seguir tivemos uma promo de John Silver dirigida a CM Punk, rumo a um combate que terão no próximo Dynamite.

– Interim ROH Women’s World Champion Mercedes Martinez venceu ROH Women’s World Champion Deonna Purrazzo: O main event começou a um ritmo lento, que parecia que ia beneficiar Mercedes Martinez, mas Deonna Purrazzo com a sua agressividade e alguma batota à mistura, fez do braço esquerdo da campeã interina, o seu alvo de ataque e a lutadora do Impact Wrestling dominou durante alguns minutos, mas Mercedes Martinez foi equilibrando este combate com o passar do tempo.

No final, a veterana meteu uma mudança acima e conseguiu aplicar o Romero Special e fez a “Virtuosa” desistir, tornando-se assim a Undisputed ROH Women’s World Champion.


O que achaste deste AEW Dynamite?

12 Comentários

  1. Cebola3 semanas

    Sem duvidas o melhor programa de wrestling da atualidade.

    • António3 semanas

      Alice no país das maravilhas 😁😁😁😁😁😁😁😁

  2. William Smiths3 semanas

    O traseiro da Purrazo está tão grande que já deve ter seu próprio congressista.

  3. L26MC3 semanas

    Show porreirinho, deu para entreter.

    – Gostei uma vez mais, do segmento entre o MJF e o Wardlow, volto a salientar que para mim é a melhor rivalidade da história desta empresa. Pode não ser a maior, mas sem dúvida é a que mais entretém e têm sido melhor desenvolvida.
    Vamos entrar agora naquela fase do MJF vs Cody, em que ele vai impor umas 3 condições para lixar o Wardlow, até ao derradeiro combate entre ambos.

    – Fenix vs Dante, facilmente combate da noite. Soube a pouco o que eles fizeram em ringue, queria ter visto muito mais, mas pelo menos o combate foi excelente.
    Gostava de ver um título peso leve, tudo bem organizado dava para elevar ainda mais estes lutadores jovens que têm uma qualidade brutal.
    (Omega com a divisão feminina
    Bucks divisão de duplas
    Podiam dar a divisão de trios ao Regal
    O Khan ia tomando certas decisões e ia tratando dos main eventers
    E podiam contratar alguém para ficar com a divisão dos leves, porque facilmente podiam criar aqui uma boa divisão)

    – Não vejo a hora de começar a ROH, desagrada-me ver tantos lutadores num só show, gostava de ver algo consistente e não quase todas as semanas algo aleatório, com títulos de outras marcas a serem defendidos no Dynamite, assim como as construções de rivalidades.

    – Este torneio do Owen Hart promete, a partir da primeira fase vamos ter grandes combates semanais. Jeff vs Allin, para começar…

    – O Starks deve vencer o Jungle Boy, pelo título FTW, mas depois ele e o Hobbs devem perder contra os Jurassic.

    – Se a divisão feminina um dia quiser sonhar morder os calcanhares, à divisão da WWE, têm de futuro pensar em contratar as melhores e sem dúvida que a Purrazzo é uma delas. Gosto bastante da sua personalidade e trabalho em ringue. Apenas precisava de estar em melhor forma física, mas seria de caras main event ,nesta divisão e sem dúvida não precisava trabalhar muito para ser campeã mundial.
    Já agora, sei que infelizmente não deverá acontecer, por isso é que ela perdeu o combate, até porque não têm contrato com a AEW, mas uma rivalidade dela contra a Jade, com a Purrazzo na sua melhor forma física possível, daria aqui uma rivalidade de grande nível.

  4. Facebook Profile photo

    Portanto o main event deste show e um combate sem historia entre uma pessoa que nunca aparece nos shows e outra que nem sequer contratada está por um titulo de uma outra empresa que ja nem existe. Booker of the year🔥

  5. Kante_Touch_This3 semanas

    Adoro o MJF e todas as suas rivalidades, mas a construção é sempre a mesma! Cody, Chris Jericho e CM Punk tiveram todos de passar por etapas até ao combate. Não é mau, mas é repetitivo.

  6. Em questão de combates não tenho do que reclamar, mas a AEW precisa melhorar muito as storylines e as rivalidades e acelerar mais alguma coisa pra deixar o show mais interessante.

  7. Gostei:
    – Bobby Fish vs Jeff Hardy. Na sua grande parte, foi um ótimo combate. Começou a grande ritmo, belas manobras (incluindo aquele Falcon Arrow da top rope) mas depois reparou-se que Jeff estava cansado e isso prejudicou ligeiramente. No entanto, um ótimo começo de show.
    – Blackpool Combat Club vs AFO. Adoro os Blackpool Combat Club. Wheeler Yuta está a evoluir tanto nesta equipa e metam Moxley e Danielson já na luta pelos tag titles. O combate em si foi bom, sólido.
    – Wardlow vs W. Morrissey. ”We Want Enzo/No We Don’t”; adoro o público. O combate foi o típico big man vs big man (tirando aquele moonsault do Wardlow) e a powerbomb do Wardlow foi brutal. Foi igualmente sólido. Pós combate, temos uma promo de MJF. Ele é tão bom no microfone, é impossível não gostar das promos dele.
    – Promo de Adam Page. Parece que Adam Page vai agir como o heel nesta feud com o CM Punk, que é uma opção previsível e talvez a melhor. Foi uma ótima promo para mostrar isso. ”There’s not going to be a masturbatory Bret Hart tribute match”? Este homem já é um heel para mim! Boooooooooo!
    – Santana vs Chris Jericho. Foi um ótimo combate, na sua maioria, e Santana teve uma chance de se mostrar ao mais alto nível contra um veterano. No entanto, prefiro Santana e Ortiz como tag team.
    – Promo dos The Varsity Blondes, interrompidos pela House of Black, bulha e depois Death Triangle para salvar. O segmento foi sólido na sua grande maioria. No entanto, tenho que criticar a escolha de não avançar com o heel turn de Julia Hart neste momento. Este era o momento perfeito para torná-la heel e metê-la na House of Black, mas pronto…
    – Dante Martin vs Rey Fenix. A AEW deu-nos este combate de graça… Muito obrigado, Tony. 2 atletas com grandes capacidades que as mostraram ao longo deste combate de 10 minutos com spots absolutamente fantásticos. Houve uma enorme química entre estes 2. Combate fantástico!
    – Promo de Thunder Rosa, interrompida por Serena Deeb. Segmento sólido e um combate que promete.
    – Deonna Purrazzo (c) vs Mercedes Martinez. Um ótimo combate técnico que não mereceu a reação mais fraca dos fãs nesta noite. Pessoalmente, preferia que a Deonna continuasse campeã mas a Mercedes é uma escolha muito positiva para destronar a Virtuosa.

    Não Gostei:

    Overall: 6/10. Apesar de não ter havido nada de negativo no show, não o achei da mesma qualidade de shows anteriores, com pouco build para o Double or Nothing (excetuando 2/3 feuds). No entanto, se quiserem ver algo deste show, recomendo absolutamente Dante Martin vs Rey Fenix, esses 2 partiram tudo.

  8. Anónimo3 semanas

    Ótima promo do Adam Page, destaco também o ótimo combate entre o Dante Martin e Rey Fenix.