A All Elite Wrestling transmitiu esta quarta-feira, a partir do Daily’s Place em Jacksonville, Flórida, mais uma edição do Dynamite no canal TNT, que foi especial de Blood & Guts.

O AEW Dynamite é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– Jon Moxley & Eddie Kingston venceram AEW World Champion Kenny Omega & Michael Nakazawa
– Cody Rhodes venceu QT Marshall
– Britt Baker venceu Julia Hart
– SCU (Christopher Daniels & Frankie Kazarian) venceram Varsity Blonds (Griff Garrison & Brian Pillman Jr), The Acclaimed (Anthony Bowens & Max Caster) e Jurassic Express (Luchasaurus & Jungle Boy) (AEW World Tag Team Championships Nº1 Contender’s Fatal 4-Way Match)
– The Pinnacle (MJF, Wardlow, Shawn Spears, Cash Wheeler & Dax Harwood) venceram Inner Circle (Chris Jericho, Sammy Guevara, Jake Hager, Santana & Ortiz) (Blood & Guts Match)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Jon Moxley & Eddie Kingston venceram AEW World Champion Kenny Omega & Michael Nakazawa: Antes do primeiro combate da noite começar, Don Callis afirmou que o AEW World Champion Kenny Omega não estava aqui para lutar e por isso seria um Handicap Match.

Só que Kenny Omega atacou os seus dois rivais pelas costas, abrindo assim a ação neste noite. O problema para o AEW World Champion e Michael Nakazawa é que Jon Moxley e Eddie Kingston adoram estes combates agressivos e confusos.

Ainda assim, Kenny Omega e o seu amigo/empregado usando bastante batota lá conseguiram isolar o “Mad King” e dominar durante alguns minutos, mas quando este conseguiu fazer o tag ao seu parceiro, Jon Moxley deu uma tareia a Michael Nakazawa ao ponto de Kenny Omega se ir embora. O combate terminou quando Jon Moxley acertou uma Lariat no japonês, sendo que Eddie Kingston capitalizou com um Half Nelson Suplex.

Assim que o combate terminou, os Young Bucks e os Good Brothers atacaram Jon Moxley & Eddie Kingston. O ataque dos The Elite terminou quando o AEW World Champion Kenny Omega acertou o One Winged Angel em Eddie Kingston.

Foi anunciado que Hikaru Shida defenderá o AEW Women’s World Championship contra Britt Baker no Double or Nothing do dia 30 de Maio e que ainda neste Dynamite teremos novidades sobre o AEW World Championship Match em que Kenny Omega defenderá o seu título.

– Cody Rhodes venceu QT Marshall: A campainha ainda não tinha tocado e já Cody Rhodes estava em cima de QT Marshall, o problema foi quando este usou o seu cinto e assim começou a dominar o “American Nightmare”, ao ponto de até atacar Arn Anderson fora do ringue. Só que a ideia correu mal a QT Marshall, que sofreu às mãos do “Enforcer”, que acabou por ser expulso de perto do ringue.

O domínio de QT Marshall durou alguns minutos, até que Cody Rhodes começou a equilibrar o embate e a virar o ímpeto a seu favor. Ainda assim, a primeira quase vitória foi por parte de QT Marshall, que acertou o Cross Rhodes. Também QT Marshall sobreviveu ao Cross Rhodes, mas no final Cody Rhodes aplicou o Figure 4-Leg Lock e fez o seu ex-amigo desistir.

Assim que o combate terminou, Anthony Ogogo apareceu e deu um grande soco a Cody Rhodes, que o deixou no chão.

Nos bastidores, Ethan Page e Scorpio Sky foram entrevistados e o ex-membro dos SCU disse que Sting é um mosquito a sugar o sangue da AEW e que ele matou o mosquito. Quando “All Ego” estava a insultar Darby Allin, o TNT Champion apareceu e atacou os dois lutadores, mas a força dos números acabou por ser um problema. O segmento terminou quando Ethan Page atirou Darby Allin por umas escadas abaixo.

– Britt Baker venceu Julia Hart: Como seria de esperar, Britt Baker dominou e venceu de forma fácil, tendo finalizado este combate com o seu Lock Jaw.

A dentista ganha assim ímpeto para o AEW Women’s World Championship Match que terá contra a campeã Hikaru Shida no Double or Nothing do dia 30 de Maio.

Logo a seguir tivemos um video package de Taz a falar do Frogp Splash e do Killswitch de Christian, tendo apontado os erros que o veterano faz e de como ele ainda tem de trabalhar muito para apanhar os lutadores da Team Taz no ranking da AEW.

– SCU (Christopher Daniels & Frankie Kazarian) venceram Varsity Blonds (Griff Garrison & Brian Pillman Jr), The Acclaimed (Anthony Bowens & Max Caster) e Jurassic Express (Luchasaurus & Jungle Boy) (AEW World Tag Team Championships Nº1 Contender’s Fatal 4-Way Match): Como seria de esperar, este Fatal 4-Way começou de forma caótica, com os 8 lutadores a quererem lutar e quem aproveitou esta confusão foram os Acclaimed, que conseguiram dominar, pelo menos até Luchasaurus entrar em ringue e virar o combate do avesso.

O caos esteve sempre presente neste combate e no final foram os veteranos SCU que venceram, ao usarem a sua versão do Meltzer Driver. Os SCU garantiram assim um combate contra os AEW World Tag Team Champions The Young Bucks no Dynamite da próxima semana.

De seguida tivemos um video package a promover o combate pelo IWGP US Championship entre o campeão Jon Moxley e Yuji Nagata, que acontecerá no próximo Dynamite.

Logo a seguir tivemos Tony Schiavone a falar com o AEW World Champion Kenny Omega e a anunciar que na próxima semana teremos Orange Cassidy vs PAC, com o vencedor a lutar pelo AEW World Championship no Double or Nothing.

Já com Orange Cassidy ao lado de Tony Schiavone, Kenny Omega gozou com o “Freshly Squeezed” e explicou que este nunca será alguém que mereça ser campeão. O “The Cleaner” roubou então os óculos de Orange Cassidy e voltou a gozar com as hipóteses deste vencer PAC, e ter assim a oportunidade de lutar pelo seu título.

A seguir tivemos uma entrevista a Miro, que mostrou um contrato assinado onde se podia ler que no próximo Dynamite irá lutar pelo TNT Championship de Darby Allin. No entanto, caso o campeão não apareça para combater, o título será entregue ao lutador búlgaro.

Logo de seguida foram promovidos vários combates que acontecerão no próximo AEW Dynamite.

– The Pinnacle (MJF, Wardlow, Shawn Spears, Cash Wheeler & Dax Harwood) venceram Inner Circle (Chris Jericho, Sammy Guevara, Jake Hager, Santana & Ortiz) (Blood & Guts Match): Este Blood & Guts começou com Sammy Guevara a querer usar a sua velocidade, enquanto Dax Harwood tentou usar a sua força, sendo que acabou por ser o “Spanish God” a mostrar uma grande agressividade e até a fazer o lutador dos FTR a sangrar.

Porém, quando Shawn Spears entrou, a força dos números fez-se sentir, em especial porque o “Chairman” trouxe uma cadeira. Só que o combate virou novamente quando Ortiz entrou em ringue, que veio para dentro desta jaula com tudo.

Neste tipo de combates, tudo muda de 2 em 2 minutos com a entrada de um novo lutador e foi isso que aconteceu com a entrada de Cash Wheeler, que veio bastante agressivo e ajudou os Pinnacle a controlar. Isto até Santana entrar e voltar a equilibrar a contenda. O problema foi quando Wardlow entrou neste Blood & Guts e usou a sua agressividade para voltar a colocar os Pinnacle no controlo.

O quarto lutador do Inner Circle foi Jake Hager e este mostrou todo o seu poder, até que tivemos o cara a cara entre os dois homens fortes dos grupos e a guerra ficou ainda mais agressiva.

Por fim, pelos The Pinnacle entrou MJF e estes voltaram ao controlo, isto até Chris Jericho entrar e o que tivemos foi as duas equipas cada uma no seu ringue, até os 10 lutadores correrem uns contra os outros. A partir daqui o combate só podia terminar por submissão ou por algum lutador dizer que desiste.

Os FTR começaram a destruir o ringue e a acção começou a ser cada vez mais incrível e agressiva, visto que até um garfo foi espetado na cabeça de MJF. Já com quase todos os lutadores dos The Pinnacle a sangrar, só Wardlow continuava a dar luta, pelo menos até as armas voltarem ao combate. Com o passar dos minutos, o domínio do Inner Circle foi tanto que MJF tentou fugir e subiu ao topo da jaula.

MJF foi perseguido por Chris Jericho, sendo que este quase o fez desistir com o seu Walls of Jericho, mas depois de um low blow, foi MJF que controlou esta luta no meio da guerra.

O final apareceu quando MJF prometeu que iria atirar Chris Jericho da jaula abaixo se o Inner Circle não desistisse e foi então que Sammy Guevara preferiu desistir para salvar o líder do grupo.

O problema? É que depois do combate terminar, MJF atirou mesmo Chris Jericho da jaula abaixo e este caiu na zona de entrada. O Dynamite terminou com MJF completamente ensanguentado a festejar no topo da jaula.


O que achaste do AEW Dynamite desta semana?

22 Comentários

  1. Rato17491 mês

    O combate Blood & Guts em si foi muito bom.
    O final foi mau.

    • What?1 mês

      Concordo. Mas o que importa é o final, é o que todos vão se lembrar depois. Então o combate não foi bom.

    • lol1 mês

      O que importa é qualidade como um tudo e não só um pedaço.

    • What?1 mês

      Eu concordo com vc até a metade. Tudo é importante, mas quando o final não sai como o esperado, parece que o combate é ruim. E é exatamente isso o que as pessoas vão se lembrar depois.
      Exemplo : Jon moxley x omega, combate foi bom, mas o final estragou tudo. E “todo mundo ” só lembra do erro no final do combate.
      Não acho que o final deste tenha sido tão ruim como o do exemplo, mas foi decepcionante.

  2. Ethan Parker1 mês

    Na minha opinião, foi um show muito decepcionante

    •Omega e Nakazawa Vs Moxley e Kingston foi ok, mas o pós match foi quase o mesmo de sempre, com a turma do Omega atacando os dois
    •Cody Vs QT foi bom, mas não sei se a rivalidade acabou por aí
    •Segmento do Darby Allin achei ruim, não compreendo essa tag do Ethan Page com o Scorpion Sky e a queda da escada foi completamente sem sentido
    •Luta da Britt Baker não precisava, só ocupou tempo e não acrescentou em nada
    •Gostei da Four Way Tag, só achei previsível demais, até por causa do segmento do SCU com os Bucks semana passada
    •Não gostei da promo do Omega com o Cassidy
    •Gostei da promo do Miro e finalmente ele vai ter a chance de mostrar ao que veio contra o Darby Allin
    •Achei a Bloods & Guts decepcionante, botchs para todos os lados, lutadores preocupados demais em usar as cordas e no final acabava não dando em nada, muitos ali pareciam estar perdidos, não entendi a saída do MJF dá jaula, achei que isso contava como desistência, mas não, a queda do Chris Jericho foi terrível, mostrando o Jericho falando exatamente pro MjF como fazer, o colchão completamente visível, tirando completa emoção, o isopor aparecendo perfeitamente, acabei por me sentir que nem na Exploding Barbed Wire, frustado e decepcionado

  3. Thorin1 mês

    Sei quer peste essa promotora gosta tanto de luta tags eu odeio luta de tags ums shows da aew ser ressumen em lutas de tags e pra lembrar quer show ridiculo foi esse em quer final patetico a parte de criacao da aew perto da wwe e coisa de amadorismo puro ja pensaram a aew preparando as entradas e finais de cada combate de undertaker seria horripilante seria terrivel.

  4. Eu diria que foi um episódio algo desolador perante o imenso hype gerado nas últimas semanas. Houve várias coisas positivas neste mais recente Dynamite mas também outras que não agregaram tanto quanto isso.
    Os meus destaques vão para o combate entre Cody Rhodes e QT Marshall (match simples que contou uma história porreira de ambos se conhecerem bem) e ataque posterior de Anthony Ogogo (creio que irá enfrentar Cody brevemente), o segmento entre Scorpio Sky & Ethan Page e Darby Allin (conseguiram criar aqui uma forma de tirar o título ao Darby), a ótima promo de Miro e o main event estava a ser muito bom e caótico no sentido positivo… até à finish que não foi lá muito bem produzida.

  5. VHT1 mês

    Gostei bastante de tudo, porém o final pareceu meio “off”. Há aqui malta a dizer que não valeu o hype que teve, e eu concordo. Foi bom, mas nada do outro mundo.

  6. Bea Ospreay1 mês

    Autentica bull****.

  7. Facebook Profile photo

    Retirando o final, eu achei um muito bom combate o Blood & Guts. Agora, será que isto foi a conclusão do passar a torcha do Jericho para o MJF? Será foi a sua despedida? Se foi, agora vai ficar como manager do Hager tipo Ric Flair com o Hunter? São perguntas a que quero respostas ahahahaha.

  8. Diogo Mendonça1 mês

    quero ver agora os aew marks a saírem das tocas e falarem agora!!!!! eu aprecio tanto uma como outra, quanto mais wrestling melhor mas foooogo comparem este match com qualquer um dos war games matches do nxt…. deixou muito a desejar, diria eu

  9. JOAOPEDROOOOO1 mês

    “Padrões de 2021”

  10. Gostei:
    – Ataque dos Good Brothers, Kenny Omega e Young Bucks a Kingston & Moxley.
    – Cody Rhodes vs QT Marshall. Combate duro, no bom sentido. O árbitro deu muitas ”leis da vantagem” pois ambos podiam ter sido desqualificados em várias ocasiões, e acredito que isso ajudou o combate. Mas o QT levantou-se demasiado depressa daquele Piledriver… e o combate devia ter acontecido noutra edição, devia ter tido um maior build. São os únicos negativos que aponto aqui.
    – Anthony Ogogo ataca Cody Rhodes.
    – Segmento entre Darby Allin, Ethan Page e Scorpio Sky. As promos do Ethan e Sky foram ótimas! O Darby a atacar ambos, executa o Coffin Drop, e o Sky e Page atiram-no pelas escadas abaixo. Este segmento foi incrível e deixou-me entusiasmado com esta storyline. Recomendo a assistirem!
    – Britt Baker vs Julia Hart. Squash que deixa a Britt a bons olhos aos fãs.
    – Technique by Taz.
    – Jurassic Express vs SCU vs The Acclaimed vs Varsity Blondes. Bom, mas nada de especial. Resultado óbvio. Está no ”Gostei” por pouco.
    – Promo package para Moxley vs Nagata. Incrível, estou ansioso pelo combate na próxima semana.
    – Segmento entre Kenny Omega e Orange Cassidy. Gostei do facto do Omega ignorar completamente o Cassidy e focar-se no PAC. Boa promo do Omega sobre o Cassidy.
    – Entrevista do Miro.
    – Inner Circle vs The Pinnacle. O combate entregou. Quase toda a gente sangrou, o que ajudou imenso! Claro que os bladejobs foram óbvios e o combate teve um bom número de botches, que foram varridos para debaixo do tapete. A violência, o facto de não ter qualquer tipo de beleza associado aqui. O WarGames da AEW foi melhor que o WarGames do NXT, pelo menos os mais recentes. Foi intensa e incrível. Claro o finish caiu mal… Mesmo assim, recomendo a assistirem a este combate!

    Não Gostei:
    – Segmento entre Don Callis, Eddie Kingston, Jon Moxley, Kenny Omega e Michael Nakazawa.
    – Kingston & Moxley vs Nakazawa & Omega. Muito previsível. Foi um combate decente, mas o facto de ser muito previsível arruinou isto para mim.

    Overall: 7/10. Foi fácil de ver, com algumas coisas interessantes. Não houve nenhum segmento propriamente terrível, mas a primeira hora foi boa na melhor das hipóteses, o que não é bom para um ”episódio especial”. Também não ajudou terem encaixado tantas storylines em 2 horas. O segmento do Darby Allin e o main event salvaram este show.

  11. BRRM1 mês

    Pessoalmente, acho que apesar de os War Games do NXT serem bastante entertaining, pecam por se focarem mais em spots do que na violência propriamente dita pois as restrições da empresa não permitem outra coisa. Dito isto, estava confiante de que a AEW ia apresentar um combate que fosse mais fiel ao conceito da estipulação mas, apesar de todo o sangue, devo dizer que me desiludi e não foi pouco. Sinceramente, não houve nenhum momento no combate todo em que se tenha sentido uma enorme intensidade, foi bem mais parado do que se esperava (o facto de ser num programa semanal com intervalos também não ajudou) e o final foi fraquinho. Esperava mais

  12. Anónimo1 mês

    Não desgostei do Blood & Guts, mas com todo o hype a volta do combate esperava muito mais, não foi nada de especial, e o final foi a pior parte, dececionou.

  13. Foi um ótimo Dynamite.
    Destaques:
    -Opener decente que cumpriu bem o seu propósito.
    -Boa 4 way de tag teams com a vitória esperada dos SCU.
    -Todo o Blood and Guts match.Foi imensamente violento,teve uma ótima história e estabeleceu os Pinnacle como a principal stable na AEW,para não falar que o MJF ficou a parecer um heel sem qualquer limite,um completo asshole.

  14. Jaul1 mês

    Devo ter sido das poucas pessoas que gostou realmente do show em si e principalmente do main event, eu achei um final bacano e diferente, não foi tão épico nem uma coisa tão memorável mas acho que não deixou uma mancha no combate que foi bem louco, mas opiniões são opiniões

  15. TakerVanderVaart231 mês

    Bom show.
    O final estragou um pouco na minha opinião, mas foi um combate bem agradável de se assistir.
    O segmento do Darby Allin acho que pecou um pouco pelo tempo a mais que teve. Quase dois minutos depois de ter caído pelas escadas, os shots da camara que apareciam.. não sei.. começou bem mas tornou-se um bocado “meh” na minha opinião

  16. El Cuebro1 mês

    Eu não gosto nada dessa dupla de Scorpio e Page, o Page poderia estar numa muito melhor individualmente, acabaram com a The North com o Alexander para colocá-lo numa nova dupla com o Sky, é um tanto estranho, nada contra o Sky, mas acho que não precisava por agora! Aliás tiraram o Sky da SCU para colocá-lo em outro time também, é um tanto confuso!

  17. Não considero que o final tenha afetado o resto do show, que na minha opinião foi muito bom.

    Destaco pela positiva:

    – A queda pelas escadas do Darby foi bem feita e serviu para criar a historia à volta do próximo combate com o Miro.
    Gosto muito do Darby mas é a altura certa para o Miro ganhar o título.
    – A promo do Moxley.
    – Segmento do Omega e do Orange Cassidy.
    – E sem sombra de dúvida o combate de main event, que batalha! É de destacar que o MJF saiu em grande deste combate, é realmente um diamante em bruto, mas que heel !!

    Pela negativa destaco:

    – Cody vs QT podia ter tido interferências e ter sido mais violento, mas a feud ainda vai nos seus inícios temos muito que ver.
    – Entendo a vitória dos SCU, mas esta dupla que já foi um trio já deu o que tinha a dar, gostava de os ver a solo, principalmente ao Kazarian, quanto ao Daniels acho que se podia aliar mais como manager a algum lutador.
    – Apesar de na minha opinião o que aconteceu no final não descredibilizar o resto do show à que referir que podiam ter criado uma queda diferente para o Jericho.