A AEW transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TNT, que foi especial do 2º aniversário do programa, a partir do The Liacouras Center em Philadelphia, Pensilvânia.

O AEW Dynamite é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

A AEW ainda não disponibilizou todos os vídeos do show no seu canal de YouTube.

Resultados

– Super Elite (AEW World Champion Kenny Omega, Adam Cole & Young Bucks) venceram Bryan Danielson, Christian Cage & Jurassic Express (Jungle Boy & Luchasaurus)
– TNT Champion Sammy Guevara venceu Bobby Fish
– Darby Allin venceu Nick Comoroto
– Serena Deeb venceu Hikaru Shida
– “Hangman” Adam Page venceu Jon Moxley, Lance Archer, Matt Hardy, Orange Cassidy, PAC e Andrade El Idolo (Casino Ladder Match)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Super Elite (AEW World Champion Kenny Omega, Adam Cole & Young Bucks) venceram Bryan Danielson, Christian Cage & Jurassic Express (Jungle Boy & Luchasaurus): O quarteto de Bryan Danielson, Christian Cage & Jurassic Express entrou melhor neste opener, tendo dominando por vários minutos e quase conseguiram vencer, mas a Super Elite conseguiu criar a confusão necessária para com batota e ajuda de Michael Nakazawa e Brandon Cutler, virar o ímpeto a seu favor, tendo os Young Bucks tirado o “Instant Classic” de combate depois de um Indytaker fora do ringue.

A Super Elite dominou Jungle Boy durante vários minutos, mas este conseguiu fazer o tag a Bryan Danielson, que entrou ao mesmo tempo que Kenny Omega e tivemos mais um confronto entre os dois lutadores, confronto esse que o “American Dragon” venceu. O que tivemos a seguir foi o puro caos com os 8 lutadores em ringue quer fossem os lutadores legais ou não, e as quase vitórias foram-se sucedendo.

No final, Bryan Danielson parecia que ia vencer o combate sozinho, mas levou um triplo Superkick que o tirou do ringue e a Super Elite acertou o BTE Trigger em Jungle Boy, para assim vencer este Eight-Man Tag Team Match.

Nos bastidores, Jon Moxley mostrou-se irritado e explicou que ninguém na AEW o consegue vencer e que se eles querem brincar com escadotes, então que seja, pois o AEW World Championship pertence-lhe.

De regresso ao ringue tivemos CM Punk e este voltou a agradecer mais uma vez aos fãs pelo apoio, e que se sente feliz por estar de volta ao mundo do Wrestling. Depois de brincar um pouco com os fãs, CM Punk desafiou Daniel Garcia para um combate no Rampage da próxima sexta-feira.

A seguir vimos Arn Anderson a fazer uma fogueira no quintal de Cody Rhodes, sendo que o “American Nightmare” foi falar com o seu treinador, que lhe deu um estalo e o obrigou a queimar a sua gravata.

O video package que vimos em seguida foi a promover a chegada de Bobby Fish à AEW, onde este prometeu sair deste Dynamite com o TNT Championship.

– TNT Champion Sammy Guevara venceu Bobby Fish: O combate pelo TNT Championship começou de forma bastante agressiva e foi Bobby Fish que beneficiou desta situação, tendo dominado quase desde o primeiro segundo. Tanto dentro como fora do ringue, Sammy Guevara foi tendo problemas em aguentar a ofensiva do seu candidato principal, e sempre que o “Spanish God” conseguia alguma ofensiva, Bobby Fish virava o ímpeto a seu favor.

O veterano lutador foi começando a ficar frustrado por Sammy Guevara continuar no combate e isso fez com que cometesse um erro, que o “Spanish God” aproveitou para acertar o GTH e reter o TNT Championship.

Assim que o combate terminou, a American Top Team liderada por Dan Lambert veio ao ringue e todos os lutadores de MMA e Scorpio Sky atacaram o ainda TNT Champion Sammy Guevara.

O ataque durou até que Chris Jericho e Jake Hager vieram dar luta aos seus rivais.

Já depois da American Top Team ter saído do ringue, Dan Lambert insultou os fãs e Chris Jericho e desafiou o Inner Circle a enfrentar os Man Of The Year (Ethan Page & Scorpio Sky) e Junior Dos Santos num Six-Man Tag Team Match para o Dynamite que acontecerá no próximo dia 16 de Outubro em Miami, Flórida.

Nos bastidores tivemos os The Acclaimed (Anthony Bowens & Max Caster) a desafiar os AEW World Tag Team Champions Lucha Bros (Penta El Zero Miedo & Rey Fenix) para um title match no Rampage desta sexta-feira.

No ringue tivemos Tony Schiavone e Aubrey Edwards e o comentador falou da história da AEW e anunciou a criação do novo TBS Championship, que será um título secundário da divisão feminina da promotora. No entanto, o título só chegará à programação da AEW quando o Dynamite se mudar para o canal TBS, no dia 5 de Janeiro de 2022.

A seguir tivemos uma de Jim Ross a Darby Allin e o comentador perguntou o porquê do lutador se pintar e este explicou que pinta metade da cara porque 50% dele está morto, e relembrou que quando era criança ia no carro quando o seu tio ia a conduzir e a beber e tiveram um acidente em que o seu tio faleceu. Darby Allin explicou que não vai deixar MJF ganhar esta guerra, nem a nível mental nem a nível físico.

– Darby Allin venceu Nick Comoroto: Darby Allin nem quis esperar pela campainha tocar e começou logo a atacar Nick Comoroto, mas a força do lutador dos The Factory foi um problema para o ex-TNT Champion. Ainda assim, Darby Allin conseguiu virar o combate do avesso e acertou o seu Coffin Drop para garantir a vitória.

Quando o combate terminou, QT Marshall atacou Sting, mas isso foi uma má ideia e o “Icon” acabou por acertar um Scorpion Death Drop no líder dos The Factory.

A seguir tivemos imagens da Dark Order, agora com todos a querer trabalhar em conjunto.

De regresso ao ringue tivemos Dante Martin a ser entrevistado e o jovem explicou que está na AEW para lutar e desafia qualquer um que o queira enfrentar. As luzes da arena apagaram-se e quando regressaram apareceu Malakai Black, que primeiro cuspiu a mist em Dante Martin e depois acertou-lhe o seu pontapé rotativo.

Novamente no ringue tivemos Ricky Starks e este falou da história do FTW Championship, antes de começar a insultar Brian Cage e dizer que este nem sequer veio trabalhar e ele até queria lutar numa Philadelphia Street Fight. O que o campeão não esperava era que o “The Machine” estivesse na arena e viesse ao ringue para o atacar, sendo que o FTW Champion teve de ser salvo por Hook e Powerhouse Hobbs.

Em seguida tivemos um video package com Thunder Rosa, Skye Blue, Ruby Soho e Jade Cargill a afirmarem querer ser a primeira TBS Champion, mas o torneio pelo título só começará no início do próximo ano.

– Serena Deeb venceu Hikaru Shida: Este embate começou de forma técnica e quando a agressividade começou a aumentar Hikaru Shida foi levando a melhor, isto até sofrer um Neckbreaker na segunda corda.

Serena Deeb dominou então durante vários minutos, mas a ex-campeã começou a virar o ímpeto a seu favor e com o cansaço as quase vitórias foram aparecendo por parte das duas lutadoras. No final, Serena Deeb usando alguma batota e atacando a perna esquerda que foi o seu alvo durante o embate, fez Hikaru Shida desistir de forma surpreendente com seu Serenity Lock.

Assim que o combate terminou, Serena Deeb pegou no troféu que Hikaru Shida ia receber caso vencesse este combate, e atacou a ex-campeã.

Nos bastidores, Darby Allin foi entrevistado e Alex Marvez revelou que MJF pediu a Tony Khan para enfrentar o ex-TNT Champion no próximo Dynamite. Já depois de ter aceite o desafio, Darby Allin foi atacado por vários homens mascarados (The Pinnacle), tendo o grupo destruído o popular lutador.

A seguir tivemos Lio Rush nos bastidores a elogiar Dante Martin e este fez uma proposta ao jovem lutador de como este precisa de ajuda com os seus negócios.

No backstage a AEW Women’s World Champion Britt Baker mostrou-se feliz pela criação do TBS Championship, pois assim as outras lutadoras poderão lutar por esse título e deixá-la sossegada.

– “Hangman” Adam Page venceu Jon Moxley, Lance Archer, Matt Hardy, Orange Cassidy, PAC e Andrade El Idolo (Casino Ladder Match): PAC e Orange Cassidy começaram este Casino Ladder Match e o “Bastard” não foi nos jogos psicológicos do “Freshly Squeezed” e dominou. Isto até Andrade El Idolo entrar, pois o mexicano foi o primeiro a fazer os fãs gritar “Holy Shit!” quando os dois estavam a lutar no topo de um escadote e aplicou uma incrível Sunset Flip Powerbomb.

O quarto lutador a entrar neste main event foi Matt Hardy, que usou a sua experiência para tentar vencer o mais rapidamente possível, mas não conseguiu. Quando Lance Archer entrou virou o combate do avesso, mas não teve tempo para subir o escadote, pois Jon Moxley entrou logo a seguir e os dois começaram a lutar ainda no meio do público, continuando assim a sua rivalidade.

Quando a contagem de 10 terminou tivemos o regresso de “Hangman” Adam Page, algo que levou o público à loucura.

O cowboy entrou com tudo e virou este Casino Ladder Match do avesso, sendo que foi PAC que parou o seu ímpeto, mas uma distração causada por Andrade El Idolo abriu espaço para o “Hangman” subir ao escadote e acertar um Deadeye no “Bastard” do topo da escada, que o fez atravessar uma mesa!

Fora do ringue, Matt Hardy com uma Leg Drop em Orange Cassidy fez com que os dois ficassem fora de combate e no final “Hangman” Adam Page e Jon Moxley lutaram no topo de um escadote. O regressado lutador conseguiu vencer uma incrível troca de strikes e tirar a ficha que estava por cima do ringue, conquistando assim a oportunidade de voltar a lutar pelo AEW World Championship de Kenny Omega.


O que achaste do AEW Dynamite desta semana?

20 Comentários

  1. Dancan2 semanas

    Finalmente Hangman retornou para colocar a casa em ordem.

  2. MR Catra2 semanas

    Isso se chama construir uma historia com antecedência.

    • ??2 semanas

      Exatamente.

    • Verdade, há um ano atrás no Full Gear, o Omega venceu o Hangman para se tornar candidato principal ao título do Jon Moxley. Um ano depois o Hangman regressa para acabar com o reinado do Kenny. Long term storytelling no seu melhor

  3. Junior 0072 semanas

    Final do tbs womens title deve ser tay conti vs thunder rosa

  4. ??2 semanas

    Excelente show, é hora do Adam Page finalmente chegar ao ouro.

  5. joao (diferenciado)2 semanas

    adam page tem que ganhar

  6. Kay Orton2 semanas

    Kenny Omega vs Adam Hangman Page

    AND NEW !!!!!

  7. L26MC2 semanas

    Depois da apresentação do TBS Champion perdi qualquer motivação de ver e comentar este show.

    • Rooben2 semanas

      Porque ?

    • L26Mc2 semanas

      Achei preguiçoso criarem um título igual ao TNT, se são para 2 divisões destintas deviam ter criado um título único para a divisão feminina, ainda por mais quando querem criar um produto diferente da WWE e acabam por de certa forma copiar o conceito da WWE, com os seus títulos.

    • ??2 semanas

      E perdeu a Cassino Ladder Match.

    • Rooben2 semanas

      o TNT championship e o TBS championship sao na realidade Television Championship .
      Usado como na WCW para preparar futuros main events .
      Sempre tive curiosidade de ver uma companhia que tivesse um titulo secundario feminino sem ser de tag teams .
      Os designs não são feios , e o historico de antigos campeoes do TNT championship impõe respeito .
      Gostava mesmo era que a AEW fizesse um titulo Hardcore ou entao Cruiserweight.

  8. Goat2 semanas

    Mais um bom show daquilo que é a melhor empresa de wrestling mesmo que custe muito a alguns admitirem. Incrível como há pessoal que só reclama e anda a perder grandes momentos. Ainda bem que não sou uma dessas pessoas e assisto a aprecio a qualidade da AEW desde o inicio.

  9. Gostei:
    – The Super Elite vs The Jurassic Express, Christian Cage e Bryan Danielson. Isto foi tudo muito bom. Houveram vários spots que me fizeram levantar da cadeira enquanto via este combate. Só me queixo da falta de coerência de regras, mas isso é habitual em tags na AEW. De resto, ótimo combate. Vejam esta 8-man tag!
    – Promo de CM Punk. Ele desafia Daniel Garcia para um combate no Rampage. Nada de especial nesta promo. Cumpriu o seu propósito.
    – Segmento com Arn Anderson e Cody Rhodes. O segmento acaba com Cody a queimar a sua gravata. O segmento é bom e deixa essa intriga do que virá a seguir para Cody, mas ao mesmo tempo, é um segmento muito WTF.
    – Sammy Guevara vs Bobby Fish pelo TNT Title. Gostei imenso da música de entrada do Bobby, só algo que queria dizer. É um combate dividido e foi ótimo de se ver.
    – Após este combate, American Top Team atacaram Sammy Guevara, liderados por Junior Dos Santos. Chris Jericho e Jake Hager conseguiram afastá-los e na próxima semana vamos ter Men of the Year e Junior dos Santos vs Inner Circle. Foi um bom segmento, vamos ver se o combate acaba por ser bom. Estou algo cético para com o combate.
    – Entrevista a Darby Allin. Fala de MJF. É um bom segmento para o começo desta jovem feud.
    – Após o seu combate, Darby é atacado por 5 homens nos bastidores. Eles não os mostram mas são claramente os Pinnacle. Um passo natural na feud entre Allin e MJF.
    – Anúncio do novo título, o TBS Championship para a divisão feminina. Isto implica um maior foco no wrestling feminino em TV e isso é sempre bom!
    – Hikaru Shida vs Serena Deeb. Já há algum tempo que o Dynamite não via um combate feminino desta qualidade. Estas 2 senhoras foram brutais! Tivemos de tudo! Vejam este combate!
    – Main event, Casino Ladder Match. Orange Cassidy, Pac, Andrade, Matt Hardy, Lance Archer, Jon Moxley e, mais tarde, Hangman Page de regresso!!! É um ótimo combate, óbvio, cheio de spots e claro, o regresso de Page foi brutal. A arena explodiu quando a música dele tocou. Está para breve o fim do reinado de Omega. Vejam este combate!

    Não Gostei:
    – Darby Allin vs Nick Comoroto. Não foi mau, mas também não foi bom.

    Overall: 8/10. Excelente trabalho por parte da AEW. O único negativo foi mesmo Allin vs Comoroto. De resto, há pelo menos 3 combates que valem a pena ver. Já há algum tempo que não tínhamos um Dynamite assim tão bom. Esperemos que mantenham este ritmo.

    • Kay Orton2 semanas

      Darby Allin vs Nick Comaroto não me serviu nem pra dar uma pausa no show e esquentar minha janta 😂😂
      simplesmente o combate que é indiferente acontecer ou não.

  10. Que belo episódio, tenho pena de não ter visto em direto
    Elite vs Bryan, Christian & Jurrasic Express- Belo combate e uma história bem contada
    Incrível as reações que o Punk recebe, estou a ver que mais valia retirar a música de entrada, só o público a cantar o nome dele era lindo
    Sammy vs Fish foi e bom combate e uma boa vitória para o Samy, quanto ao Fish gostava que se juntasse á Elite. Mal posso esperar para ver o Junior dos Santos num ringue de wrestling
    Quanto título TBS achei genial, o roster das mulheres já pedia e um título de duplas seria o mesmo que na WWE, seriam só combates entre equipas random. A minha aposta para levar o título seria a Jade Cargill
    Darby vs Comorotto, foi bom para dar uma vitória ao Darby no Dynamite, cumpriu o seu propósito
    Vai ser interessante ver Malakai vs Dante
    Shida vs Serena, desta não esperava, mas fico contente ver a Serena ter destaque e que as duas devem entrar numa rivalidade séria, espero que mais á frente a Shida consiga a sua vitória.
    Ao ataque dos Pinnacle ao Darby também foi bom para o evoluír da história, concerteza eles para a semana vão negar tudo

    • Esqueci-me do main event
      Que bom ver o regresso do Hangman, e que bela reação do público. Aliás o público da AEW é algo incrível, normal quando sabem que a empresa se esforça para dar o que eles querem
      Espero que agora Omega vs Hangman seja no Full Gear e que finalmente seja a grande vitória do Adam Page, seria uma história incrívelmente fantástica

  11. Anónimo2 semanas

    Bom combate entre Bryan, Christian, The Jurassic Express contra Super Elite. Bom main event. Destaco também o regresso do Adam Page, teve uma boa ovação. Vai ser bom ver o Page a torna-se campeão.

  12. Excelente show. Gostei de todo o episódio sem exceção, sendo que destacaria: a promo de CM Punk; o confronto entre American Top Team e Inner Circle após a vitória de Sammy Guevara sobre Bobby Fish; o segmento curto mas interessante entre Malakai Black e Dante Martin; o bom combate entre Serena Deeb e Hikaru Shida com um desfecho que não perspetivava; o ataque de 4 encapuzados (The Pinnacle?) a Darby Allin; e um ótimo main event que culminou com o regresso aguardado de “Hangman” Adam Page.