A AEW transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TBS, a partir da UBS Arena em Elmont, Nova Iorque, rumo ao Double or Nothing do dia 29 de Maio.

Resultados

– Adam Cole venceu Dax Harwood (Primeira Ronda do Men’s Owen Hart Tournament)
CM Punk venceu John Silver
– Tony Nese venceu Danhausen
– FTW Champion Ricky Starks venceu AEW World Tag Team Champion Jungle Boy
– Toni Storm venceu Jamie Hayter (Primeira Ronda do Women’s Owen Hart Tournament)
– Jeff Hardy venceu Darby Allin (Anything Goes Match) (Primeira Ronda do Men’s Owen Hart Tournament)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Adam Cole venceu Dax Harwood (Primeira Ronda do Men’s Owen Hart Tournament): Dax Harwood usou a sua técnica para entrar melhor, mas Adam Cole atirou o seu adversário contra o poste e depois contra as escadas fora do ringue, para virar o ímpeto a seu favor. O lutador da Undisputed Elite dominou durante vários minutos, mas o lutador dos FTR nunca se deu por vencido e com o passar do tempo foi começando a equilibrar e até quase venceu com uma Slingshot Sit Down Powerbomb.

Os dois lutadores quase venceram por várias vezes, sendo que “Dax The Ax” quase venceu com o Sharpshooter não fosse os seus problemas nas costelas. No final, Adam Cole atirou o seu adversário para fora do ringue, o que agravou ainda mais a lesão e já dentro do ringue, aplicou o Sharpshooter e Dax Harwood não teve outro remédio que não desistir.

A seguir tivemos um video package de Jeff Hardy e Darby Allin a promover o combate entre eles.

– CM Punk venceu John Silver: Os minutos iniciais deste embate foram bastante equilibrados, mas CM Punk com a sua maior experiência virou o ímpeto a seu favor e assim dominou o lutador da Dark Order durante alguns minutos. John Silver foi aguentando a ofensiva do “Second City Saint” e começou a usar a sua explosividade para se colocar no domínio e até ter a sua oportunidade para vencer.

As quase vitórias foram aparecendo e no final, CM Punk estava no apron e decidiu olhar para “Hangman” Adam Page e acertou o Buckshot Lariat para garantir a vitória.

Assim que o combate terminou, o AEW World Champion “Hangman” Adam Page saiu disparado para o ringue e ficou cara a cara com CM Punk e este provocou-o perguntando se o campeão está irritado, pois ele no Double Or Nothing irá conquistar o título e os dois irão cumprimentar-se, quer o campeão queira, quer não.

Nos bastidores, Dr. Britt Baker DMD e Jamie Hayter foram entrevistadas e a ex-campeã explicou que ela é atacada pela AEW e por isso irá lutar com a Joker do torneio, sendo que afirmou que a britânica irá vencer Toni Storm. A entrevista ficou com um ambiente tenso, quando Tony Schiavone falou da hipótese das duas se enfrentarem no torneio.

– Tony Nese venceu Danhausen: Mark Sterling distraiu Danhausen e isso abriu espaço para Tony Nese atacar o seu estranho adversário, até que lhe acertou uma joelhada e venceu este embate.

Quando o combate terminou, Mark Sterling e Tony Nese continuaram a atacar Danhausen até que HOOK veio ao ringue, o que colocou os seus dois rivais em fuga, o segmento terminou com Danhausen e HOOK a cumprimentarem-se, no que marca o início dos HOOKHausen.

A seguir tivemos um video package que MJF pagou para Chris Jericho narrar, tal como se fosse um episódio do Dark Side of the Ring, onde basicamente Wardlow foi insultado por várias pessoas pelo que tem feito.

De regresso ao ringue tivemos então a assinatura de contrato para o combate entre MJF e Wardlow. E o jovem fala-barato não perdeu tempo a bajular os fãs da sua cidade natal, antes de forma sarcástica dizer que não queria que os fãs vaiassem Wardlow, tendo a seguir começado a insultar o seu antigo guarda-costas.

A primeira das condições para o combate no Double or Nothing acontecer, é que MJF irá chicotear Wardlow 10 vezes, já a segunda condição, é que o “Wardog” terá de enfrentar Shawn Spears num Steel Cage Match, em que o “Salt of the Earth” será o árbitro. Por fim, MJF afirmou que se Wardlow perder não poderá assinar pela AEW.

As algemas foram tiradas para Wardlow assinar o contrato e depois disto ter acontecido, o poderoso lutador destruiu todos os seguranças, com um soco arrumou Shawn Spears e quando parecia que MJF ia sofrer às mãos do seu antigo guarda-costas, “Smart” Mark Sterling saltou para as costas do “Wardog”, o que abriu espaço para que o “Salt of the Earth” pudesse fugir.

Quem não escapou foi o advogado/manager, que acabou por atravessar uma mesa cortesia de uma Powerbomb de Wardlow.

De seguida tivemos mais um video package da rivalidade entre o ROH TV World Champion Samoa Joe e o grupo de Jay Lethal.

– FTW Champion Ricky Starks venceu AEW World Tag Team Champion Jungle Boy: O combate pelo FTW Championship começou de forma bastante equilibrada e agressiva e quando parecia que Jungle Boy ia ficar no controlo, Ricky Starks com alguma batota à mistura, ficou no domínio deste embate.

O FTW Champion dominou durante vários minutos, mas o campeão de equipas foi usando a sua velocidade para equilibrar, sendo que até quase venceu depois de um Superkick e do seu Snare Trap. No final, Swerve Strickland não deixou Ricky Starks fazer batota, mas o árbitro ficou distraído com esta presença e não contou o pin, tendo o FTW Champion no fim acertado o seu Roshambo e vencido este embate.

Já depois do combate terminar, Christian Cage e Luchasaurus vieram ao ringue para dar apoio moral a Jungle Boy, tendo começado a discutir com Swerve Strickland que também discutiu com Powerhouse Hobbs e Ricky Starks, sendo que Keith Lee juntou-se ao seu amigo e toda a tensão terminou sem confronto físico. O segmento terminou com Christian Cage a dar um abraço a Jungle Boy.

A seguir tivemos um discurso de vitória da Jericho Appreciation Society, com Chris Jericho a não perder tempo a insultar os fãs, antes de começar a insultar Eddie Kingston e a sua esposa, sendo que Daniel Garcia afirmou que sempre que um wrestler entra em ringue com um sports entertainer, este último ganha.

Foi então que Jon Moxley interrompeu o discurso, tendo o “Le Champion” dito que continuava a ser 5 contra 1, foi então que os restantes membros do Blackpool Combat Club apareceram, tendo o líder da Jericho Appreciation Society voltou a falar da desvantagem numérica, mas do outro lado do ringue apareceu Eddie Kingston, Santana & Ortiz e os seis lutadores deram uma tareia na Jericho Appreciation Society, tendo o ataque fechado com um soco de William Regal em Chris Jericho.

Em seguida tivemos um video package para promover o combate pelo AEW Women’s World Championship entre a campeã Thunder Rosa e Serena Deeb.

– Toni Storm venceu Jamie Hayter (Primeira Ronda do Women’s Owen Hart Tournament): As duas rivais entraram de forma agressiva e quando tudo indicava que Toni Storm ia ficar no controlo, Jamie Hayter com um pontapé fez a neozelandesa cair fora do ringue e assim virou o ímpeto a seu favor. A inglesa dominou durante vários minutos, mas com o aumentar da agressividade, o embate foi ficando cada vez mais equilibrado e com isso as quase vitórias foram começando a surgir.

Nos minutos finais, as duas lutadoras foram mostrando os sinais de cansaço e no meio de vários contra-ataques, Toni Storm acertou o seu Storm Zero e conquistou a vitória.

A seguir tivemos um video package a promover o main event do Rampage, que será o combate pelo TNT Championship entre Scorpio Sky e Frankie Kazarian. O candidato principal ia ser entrevistado mas foi rapidamente interrompido por Sammy Guevara que veio provocar Frankie Kazarian, mas este mandou-o passear.

– Jeff Hardy venceu Darby Allin (Anything Goes Match) (Primeira Ronda do Men’s Owen Hart Tournament): Darby Allin entrou neste main event com mais velocidade que um carro da Fórmula 1, mas a experiência de Jeff Hardy fez com que o ímpeto ficasse do seu lado, tendo sido então a altura ideal para ir buscar um escadote gigante.

Porém, o ex-TNT Champion não veio ao Dynamite para perder contra o seu ídolo e tivemos um Anything Goes Match bastante equilibrado. A primeira loucura da noite apareceu quando Darby Allin subiu ao topo do escadote e atirou-se para cima de Jeff Hardy que estava em cima de várias cadeiras fora do ringue.

O jovem pouco depois tentou acertar o Coffin Drop, mas o “Charismatic Enigma” mostrou a sua experiência e desviou-se, mas acabou por falhar um Swanton Bomb quando o seu adversário saiu de cima das escadas.

No final, parecia que Darby Allin ia vencer o seu ídolo com o seu Coffin Drop, mas Jeff Hardy com um Crucifix Pin apanhou o jovem desprevenido e conquistou assim a vitória.

Depois dos dois lutadores se cumprimentarem, a Undisputed Elite apareceu na zona de entrada e tiveram um cara a cara com os Hardys.


O que achaste deste AEW Dynamite?

17 Comentários

  1. Joip1 semana

    Mlk o mjf disse cody rhodes no dynamite como assim ????

  2. Ótimo show, pena que perdi a luta feminina.

  3. AEW1 semana

    A AEW novamente a provar porque é a melhor empresa de wrestling no mundo. 10/10 Dynamite.

  4. therock981 semana

    Depois de 2/3 semanas mais fracas este Dynamite voltou a elevar a fasquia.

    Cole vs Dax- Ótimo combate, Cole que é bastante próximo do Shawn Michaels a vencer com um golpe popularizado pelo Bret Hart. Foi bom para o Cole ser vaiado, no final de contas ele é um heel apesar de por vezes não parecer tamanha é a reação positiva do público à entrada dele.

    Punk vs Silver- Punk é um heel em Long Island e foi assim que actuou, surgiu com uma camisola do Tavares que para os fãs dos Islanders é um traidor e vence com o finisher do Hangman. Combate entretido e mais um bom confronto entre Hangman e Punk.

    Danhausen vs Tony- Fiquei um pouco espantado pelo squash, apesar de mais a frio até fazer sentido visto que o Danhausen talvez ainda não esteja nas melhores condições físicas para lutar. Hook aparece, os 2 cumprimentam-se e os fãs vão à loucura. A verdade é que o público aderiu à ideia de os juntar e os 2 estão over, venha de lá o combate de tag team no Double or Nothing.

    MJF&Wardlow- Excelente segmento, o video package a imitar o Dark Side of the Ring foi hilariante e o resto foi MJF a ser MJF, estava a jogar em casa o que abrilhantou ainda mais a sua performance.

    Hayter vs Toni- Bom combate que para mim até devia ser a final do torneio, ambas são excelentes in ring. Para mim tinham ganho as 2 e este combate provou que mais à frente vale a pena apostar numa feud entre as 2.

    JAS&BCC- A rivalidade entre os JAS e o Kingston, Santana e Ortiz para mim está a alongar-se demais, gosto de todos os envolvidos mas já não estou investido na história. Adicionar os BCC acaba por ser uma boa ideia, permite refrescar a feud e inclui os BCC numa rivalidade a sério, sempre é melhor do que andarem a lutar contra grupos aleatórios de jobbers.

    Darby vs Jeff- Era um dream match e não desiludiu, são 2 doidos varridos dispostos a arriscar a vida para entreter os fãs. O spot do escadote teve tanto de espectacular como de agoniante.

    Dou um 8,5, depois de semanas menos boas este Dynamite teve bastante qualidade no ring, nos segmentos, bom desenvolvimento das feuds e também importante uma crowd à altura.
    Que seja para continuar porque é este o padrão a que a AEW nos habitou.

    • therock981 semana

      Esqueci-me de referir, mais um tease do heel turn do Christian, no DoN vai atacar o Jungleboy e custar o título ao Jurassic Express.

  5. Dark Nash1 semana

    A AEW entregou um showzaço empolgante e totalmente incrível!!!

  6. Dark Nash1 semana

    Por onde anda o Andrade El Ídolo ? É um lutador incrível, sinto falta dele nos shows …

    • The Name1 semana

      Ele e a Charlotte vão casar, daí ele não ter aparecido mais depois do combate com o Darby, ambos vão estar algum tempo de fora.

  7. O show foi brutal do inicio ao fim, mas o combate Jeff Hardy vs Darby Allin foi qualquer coisa!!!

  8. L26MC1 semana

    Finalmente um show espetacular, gostei de tudo, desta vez acertaram em cheio.

    – Que qualidade de combate entre o Cole e o Dax, para mim foi o combate da noite, embora o main event também tenha sido incrível.

    – Gostei de como o Punk construiu tudo à volta do combate, antes e depois. Continuo a achar que a rivalidade está a ser fraca, pode ser que a partir daqui começassem a apimentar mais as coisas.

    – A AEW acertou em cheio na vitória do Nese, estranhei colocarem-no contra o Danhausen, ainda por mais podendo perder, afinal a AEW quis iludir os fãs. Foi uma ótima jogada, ainda por mais deixando os fãs com mais vontade de ver o Danhausen em ação.
    O Hook, têm magia, não precisa de fazer “nada” para receber um grande pop.

    – Podem dar-me esta rivalidade entre o Wardlow e o MJF, para sempre?!
    Mais um bom segmento, este tudo bem, talvez ali a quantidade de seguranças tenha sido exagerada para o desfecho final do segmento, porque o MJF quando se escondeu atrás do Perfect 10, podia ter fugido.

    – Outro bom segmento foi entre o grupo do Jericho, não esperava que os BCC, aparecessem. Ansioso pelo frente à frente do Regal e do Jericho.

    – Jeff Hardy vs Allin, grande combate! Gostei bastante, apesar de tudo não achei o “Hardcore” forçado, foi tudo bem utilizado e nada tão exagerado. Boa vitória do Jeff, a não deixar o Allin por baixo, até pelo contrário.
    Gostava de futuro poder assistir a uma rivalidade entre estes, sem Sting e Matt, no meio.

  9. BRRM1 semana

    Respeito imenso o que o Jeff e o Darby fizeram mas honestamente não quero voltar a ver algo do género. Faz parte do estilo deles mas acaba por ser desnecessário em determinados momentos. De um modo particular, é dificil para mim enquanto fã ver o Jeff ainda a sujeitar o corpo dele a este tipo de spots numa altura em que já não tem nada a provar. Admiro e, obviamente, eles lá sabem o que estão a fazer e as suas motivações, mas não posso deixar de pensar que talvez não valha assim tanto a pena dar cabo do corpo.

  10. El Cuebro1 semana

    O Owen Hart Tournamente terá lutas temáticas é?! Pergunto isso por causa da Anything Goes Match do Darby e do Jeff e também pela luta de Adam Cole e Dax ter terminado com o Sharp Shooter. No mais um grande show, eu sonhei com o main event do show, a luta da Toni e da Jamie foi muito boa também, o momento da JAS, mais o LAX e os Blackpool foi incrível também, não contava com a aliança de Hook e Danhausen também e a fase da Dark Order não é boa hein!

  11. The Name1 semana

    Excelente dynamite, muito melhor que as semanas anteriores!

  12. Gostei:
    – Adam Cole vs Dax Harwood. Foi um fantástico combate, com um grande destaque para Dax, e estes 2 arrasaram a dinâmica de Shawn Michaels vs Bret Hart. Houve ótimos spots mas, apesar de ter sido fantástico, teve algumas falhas. Mas isso não prejudicou o combate.
    – CM Punk vs John Silver. Mais um ótimo combate que se adaptou bem ao Silver ser o face e Punk ser heel aqui. Ação divertida e um bom final, com Punk a vencer com o Buckshot Lariat.
    – Confronto entre MJF e Wardlow. Isto foi tão divertido. Desde a vinheta a gozar com o Dark Side of the Ring (com uma excelente narração por parte de Chris Jericho), até ao MJF a dizer ao público (sarcasticamente) para não apupar o Wardlow, Shawn Spears a fazer o 10… E, apesar de toda a popularidade de MJF em Long Island, Wardlow ainda acabou o segmento a destruir tudo e todos e com o apoio do público. Fantástico trabalho por parte de todos os envolvidos.
    – Jungle Boy vs Ricky Starks (c). Um ótimo combate, com uma boa ação. Os 2 simplesmente fizeram o que fazem de melhor e basta isso para um combate muito positivo (apesar de não ter sido grande fã do final).
    – Promo da Jericho Appreciation Society, interrompidos por Blackpool Combat Club e Kingston, Santana e Ortiz. Foi um fantástico segmento e foi bom ver os JAS a levar uma sova. A aparência dos BCC também faz sentido dada a amizade entre Kingston e Moxley.
    – Jamie Hayter vs Toni Storm. Um bom combate violento. Toda a ação do combate foi muito boa mas o final foi um bocado abrupto. Queria mais!
    – Jeff Hardy vs Darby Allin. A resposta à pergunta ”Como seria um combate entre 2 suicidas?” Isto. Que main event fantástico, com os 2 a matarem-se autenticamente. E tenho imenso respeito pelos 2 pelos bumps que fizeram, em especial aquele salto do Darby das escadas com este a aterrar nas cadeiras, tal como o Jeff a fazer um Swanton nos escadotes. Aos 2 senhores, muito obrigado pelo combate mas não se matem por favor, gostamos muito de vocês.

    Não Gostei:
    – Danhausen vs Tony Nese. Sim, a formação de uma tag team entre Danhausen e Hook é uma coisa de sonhos e eu adoro. No entanto, isto podia ter sido só um segmento em vez de uma match.

    Overall: 7/10. Claro que foi um ótimo show, repleto de ótimos combates, entre os quais se destaca Cole vs Harwood, Punk vs Silver, Boy vs Starks e Hardy vs Allin. Destaco também o segmento entre MJF e Wardlow, bem como a sova que os JAS receberam.

  13. Anónimo1 semana

    ótimo combate entre Adam Cole e Dax Harwood, destaco também o ótimo combate entre Ricky Starks e Jungle Boy.

  14. Grande episódio!!
    Bons combates, boas promos, bons segmentos… a AEW acertou em cheio neste episódio, aconselho e muito a verem para quem não viu!