O nosso YouTube está de volta. Subscreve!

A All Elite Wrestling transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do AEW Dynamite através do canal TNT, em concorrência direta com o WWE NXT, e numa altura em que se aproxima do seu próximo pay-per-view, o AEW Revolution no dia 29 de Fevereiro.

Resultados

– AEW World Tag Team Champions Hangman” Adam Page & Kenny Omega venceram SCU (Frankie Kazarian & Scorpio Sky)
– Dustin Rhodes venceu Sammy Guevara
– Nyla Rose venceu AEW Women’s World Champion Riho
– MJF venceu Jungle Boy
– Jon Moxley venceu Santana

Vídeos

Watch Wrestling

Report

AEW World Tag Team Champions Hangman” Adam Page & Kenny Omega venceram SCU (Frankie Kazarian & Scorpio Sky). No primeiro combate deste AEW Dynamite tivemos o confronto entre as duas únicas equipas a terem sido AEW World Tag Team Champions. Um combate extremamente equilibrado que até começou com alguma vantagem por parte dos ex-campeões.

Domínio esse que durou alguns minutos, no entanto o duo de “Hangman” Page e Kenny Omega mantiveram-se na luta e resistiram, tendo os últimos minutos sido um festival de hipóteses para vencer o combate. No final, a combinação de V-Trigger e Buckshot Lariat em Frankie Kazarian, foi o suficiente para a vitória dos campeões.

Assim que o combate acabou, os Dark Order, Angélico & Jack Evans, The Butcher & The Blade atacaram os SCU e os Best Friends que também estavam perto do ringue. O segmento acabou com os Young Bucks a virem em auxílio das equipas babyfaces.

A seguir tivemos uma promo de Santana onde prometeu que iria cegar o outro olho de Jon Moxley.

Logo depois tivemos um vídeo de Darby Allin a desafiar Sammy Guevara para um combate no AEW Revolution.

Dustin Rhodes venceu Sammy Guevara. Falando em Sammy Guevara, este começou mal o seu combate contra Dustin Rhodes, mas Jake Hager distraiu o veterano lutador para que o “Spanish God” conseguisse dominar o combate. No entanto, de nada lhe valeu, pois Dustin Rhodes conseguiu novamente virar o ímpeto do mesmo.

No final, Dustin Rhodes acabou mesmo por vencer o combate com o seu Final Reckoning. Assim que este acabou, o veterano lutador pegou num microfone e desafiou Jake Hager para um combate no AEW Revolution, tendo esse desafio ficado por responder.

A seguir tivemos mais uma promo de Britt Baker, que voltou a insultar os fãs e dizendo que quem quer que vencesse o combate pelo AEW Women’s World Championship seria sempre a número 2.

Nyla Rose venceu AEW Women’s World Champion Riho. A campeã fez uso da sua velocidade para dominar os primeiros minutos do combate, porém a força de Nyla Rose virou-o do avesso. A sua força garantiu a vantagem até perto do final do combate, onde Riho conseguiu equilibrar. Só que Nyla Rose provou ser demasiado para Riho, e depois de uma Sitout Powerbomb conquistou o AEW Women’s World Championship.

No backstage, tivemos o AEW World Champion Chris Jericho a fazer uma promo onde afirmou que procurou pelo mundo inteiro um adversário para Jon Moxley para o episódio da próxima semana do AEW Dynamite, e que o encontrou. O “Le Champion” anunciou assim que na próxima semana teremos Jon Moxley vs Jeff Cobb, naquele que será o combate de estreia na AEW do possante lutador havaiano.

MJF venceu Jungle Boy. MJF dominou a parte inicial do combate, mas Jungle Bly mostrou toda a sua resistência e manteve-se sempre dentro do mesmo. Mais perto do final, Jungle Boy até esteve perto de vencer, mas a presença de Wardlow foi decisiva e criou a distração necessária para que MJF vencesse o combate. Depois do mesmo, Wardlow atacou Jungle Boy, até que Luchasaurus veio em auxílio do seu amigo.

Jon Moxley venceu Santana. O combate começou ainda nem o árbitro tinha dado sinal, mas era o que se esperava destes dois lutadores, que estavam prontos para uma “guerra”. Foi isso que tivemos durante vários minutos, com Santana a ter um domínio um pouco mais acentuado, mas Jon Moxley mostrou que se não fizermos batota significa que não estamos a tentar ganhar, e com um dedo no olho bom de Santana ganhou vantagem suficiente para aplicar o Paradigm Shift para a vitória.

Porém a noite não acabou da melhor maneira para Jon Moxley, que foi atacado pelos Inner Circle e pela surpresa da noite, Jeff Cobb, que fez já a sua presença sentir-se no AEW Dynamite ao atacar o candidato ao AEW World Championship.

O que achaste do AEW Dynamite desta semana?

12 Comentários

  1. Jeff Cobb na AEW, grande aquisição. Espero que com a vitória da Nyla aja um melhor booking em volta do título.

  2. Paulo2 semanas

    Imaginava que Moxley enfrentaria Hager no próximo Dynamite, pelo visto vão preservar ele pra vencer o Dusty Rhodes no Revolution

  3. Wrestling2 semanas

    Fantástico show do inicio ao fim, é capaz de estar no top 3 de melhores Dynamite’s produzidos até agora, estamos cada vez mais perto do Revolution e mal posso esperar porque o build de storylines tem sido muito bom, que venha o próximo show que ficarei à espera ansiosamente.

    • Flávio Jr2 semanas

      Acho um exagero falar que foi um dos Top3 Dynamites até agora, acredito que já tivemos melhores, mas realmente foi um bom show

  4. PedrKo2 semanas

    Mais um bom episódio da AEW.
    Ainda bem que o título feminino trocou de mãos, agora as feuds á volta da campeã têm tudo para melhorar.
    Não conhecia no MJF de lado nenhum e a cada semana que passa menos gosto dele, que grande futuro tem pela frente.
    Jericho, o homem que faz o impossível, consegue ao mesmo tempo ser cada vez mais heel e cada vez mais face.

  5. Excelente episódio do ponto de vista de combates por parte da AEW. Os dois title matches foram muito, muito bons (especialmente o feminino, para mim foi o combate da noite).
    A única “crítica” que teria a apontar no Dynamite é a falta de mais “angles” (não que tenham de existir em todos os shows segmentos desse género, mas acho importante haver alguma regularidade), porém a aparição de Jeff Cobb no final “calou-me” nesse sentido.

    • Anónimo2 semanas

      Este show esteve cheio de “angles”, não sei o que estás a te queixar. Além da situação do Jeff Cobb: houve o “angle” pós tag team match tendo em conta a Battle Royal da próxima semana, houve o vídeo do Darby Allin a desafiar o Sammy Guevara para um combate no PPV, houve a promo do Dustin Rhodes a desafiar o Jake Hager que lhe partiu o braço há umas semanas, houve a promo da Britt Baker, houve uma vignette do PAC sobre a Iron Man Match que vai ter contra o Kenny Omega e até houve um resumo do segmento final do último Dynamite sobre a feud entre o Cody e o MJF. Se há coisa que não falta na AEW são storylines, até os menos importantes no card como Kip Sabian e Joey Janela estão numa feud e o Shawn Spears anda a procura de um partner para formar uma tag team.

    • Quando me refiro a “angles”, quero dizer um ataque, uma estreia, algo que seja “inesperado” (promos e vignettes considero mais um tipo de segmento).
      Mas sim, concordo que alguns desses também se podem enquadrar nessa categoria. E tens razão no facto da AEW estar claramente cheia de histórias, o que é extremamente refrescante para quem está a acompanhar.

  6. Flávio Jr2 semanas

    Uma coisa que questiono mais nessa semana foi o número de vezes que foi repetido as mesmas cenas da semana passada ou de outras, claro que é bom sempre lembrar pra não se perder na história, mas essa semana achei muitas repetições, exemplo: o ataque dos IC ao Mox e o segundo revidando sobre o Santana, não é um erro grave, mas não é necessário também repetir a cena 1000x… Claro que isso não estraga o show e foi um ótimo Dynamite, mantendo a regularidade e isso é importante.

    • JokerLeadger2 semanas

      Acho que muitas das repetições passaram em intervalos televisivos, mas a versão que está disponível para ver é uma sem intervalos, penso que é a emissão do reino unido. Mas sim, foi um otimo dynamite

  7. lol2 semanas

    Jeff Cobb dos mellhores neste momento acompanhei o seu trajecto

  8. Anónimo2 semanas

    Bom combate do Adam Page e do Kenny Omega, e ainda bem que houve uma mudança de titulo por parte delas.