A AEW transmitiu esta quarta-feira uma edição especial do Dynamite no canal TNT, a Winter Is Coming a partir do Curtis Culwell Center em Garland, Texas.

O AEW Dynamite é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– AEW World Champion “Hangman” Page vs Bryan Danielson (Empate por Tempo Limite)
– Wardlow venceu Matt Sydal
– Hikaru Shida venceu Serena Deeb
– MJF venceu Dante Martin (Dynamite Diamond Ring Match)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– AEW World Champion “Hangman” Page vs Bryan Danielson (Empate por Tempo Limite): O combate pelo AEW World Championship começou num ritmo lento, algo que beneficiou o estilo técnico de Bryan Danielson e frustrou o campeão “Hangman” Page.

Com o passar dos minutos, o “American Dragon” ficou ainda mais no controlo e fez da lombar do campeão o seu alvo de ataque preferencial. “Hangman” Page foi aguentando a ofensiva do candidato principal e até se colocou no controlo do embate ao ponto de se preparar para acertar a sua Buckshot Lariat, mas Bryan Danielson fugiu para fora do ringue e isso deu-lhe uma abertura para virar o combate novamente a seu favor, tendo até colocado o campeão a sangrar.

Bryan Danielson ficou no controlo até acertar um pontapé no poste do ringue, o que abriu espaço ao cowboy favorito da AEW de aumentar a agressividade e até aplicar o Figure 4-Leg Lock, que quase lhe deu a vitória.

O cansaço foi-se começando a notar e as quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes, sendo que fora o ringue tivemos “Hangman” Page a voar da terceira corda contra a mesa do time keeper.

O que tivemos a seguir foi força de vontade pura, com os dois a darem tudo e a vitória a ficar cada vez mais perto. O último minuto de combate foram 60 segundos de nervos, pois Bryan Danielson quase fez “Hangman” Page desistir com o LeBell Lock, mas este sobreviveu e até conseguiu acertar o seu Buckshot Lariat, mas os 60 minutos de combate esgotaram-se e assim este clássico terminou empatado.

Nos bastidores ouvimos a SuperKliq & Bobby Fish, que começaram a insultar a CHAOS/Best Friends, tendo Adam Cole fechado esta promo prometendo que iria dar aos Young Bucks uma grande “prenda de natal” no próximo Dynamite.

– Wardlow venceu Matt Sydal: Matt Sydal tentou usar a sua velocidade, mas a força de Wardlow foi um problema e, depois de várias Powerbombs, o poderoso lutador venceu este embate.

Depois do combate, Shawn Spears atacou Matt Sydal, sendo que a meio do ataque MJF telefonou ao “Chairman” e disse-lhe que Wardlow teria de ir buscar champanhe para o “Salt Of The Earth”.

A seguir tivemos uma video package com Tay Conti e Penelope Ford a promoverem um Submission Match que irá acontecer entre as duas no próximo Rampage.

De seguida tivemos mais um segmento enigmático de Malakai Black, desta vez com o lutador neerlandês ao que parece a iniciar uma pessoa na House of Black.

– Hikaru Shida venceu Serena Deeb: Hikaru Shida e Serena Deeb entraram com tudo neste combate, tendo esta última voltado a fazer do joelho da sua rival o seu alvo preferencial.

A veterana dominou durante vários minutos, tendo a ex-campeã começado a equilibrar com os seus strikes, e as quase vitórias foram assim aparecendo, em especial para Serena Deeb, que começou a ficar frustrada e acabou por retirar o protector do canto da terceira corda.

No final e depois das duas lutadoras terem evitado o canto exposto por algumas vezes, a própria Serena Deeb foi de cabeça ao ferro e isso foi a abertura que Hikaru Shida precisava para vencer este embate.

Nos bastidores, os Varsity Blonds foram entrevistados e Griff Garrison afirmou que Malakai Black pode ser intimidante, mas ele não tem medo e no Dynamite Holiday Bash vai-lhe partir o queixo. Brian Pillman Jr. ainda tentou dizer ao seu parceiro de equipa para ter calma, mas os dois acabaram a discutir.

De seguida tivemos um video package a relembrar a estreia de Hook, que aconteceu no último Rampage.

Nos bastidores, Eddie Kingston explicou que os 2Point0 (Jeff Parker & Matt Lee) e Daniel Garcia o atacaram e que ele está farto deles, e por isso no Rampage vai juntar-se aos Proud & Powerful (Santana & Ortiz) e aos AEW World Tag Team Champions Lucha Bros (Rey Fenix & Penta El Zero Miedo) para enfrentar o trio e mais dois lutadores que queiram fazer equipas com eles.

De regresso ao ringue tivemos MJF com o microfone na mão e não demorou muito até o lutador insultar as pessoas na arena, antes de virar as suas atenções para CM Punk. MJF explicou que este tem tido maus combates e que se continuar a ter maus combates e tiver uma hipótese pelo título, então CM Punk é o novo Ryback

A seguir, MJF começou a insultar Dante Martin, apesar de admitir que ele tem um atleticismo incrível, mas que ao contrário de outros que dizem ser o “Best In The World”, ele é realmente o melhor do mundo.

– MJF venceu Dante Martin (Dynamite Diamond Ring Match): Dante Martin meteu a quinta mudança logo desde o primeiro segundo e dominou durante os minutos iniciais deste main event, mas fora do ringue MJF conseguiu baixar o ritmo do combate e com alguma batota à mistura começou a dominar.

MJF dominou durante alguns minutos, mas controlar Dante Martin é praticamente impossível e este começou a voar por todos os lados e virou o combate do avesso, e nos minutos finais, os dois tentaram ao máximo com pins rápidos vencer o embate e conquistar o diamond ring.

No final, parecia que Dante Martin ia conquistar a vitória e o anel, mas Ricky Starks colocou o pé de MJF na corda e causou uma distração que abriu espaço para o “Salt Of The Earth” aplicar a Fujiwara Armbar, obrigar o jovem a desistir e assim reteve o diamond ring por mais um ano.

Quando MJF estava a fazer a festa com os FTR (Cash Wheeler & Dax Harwood), as luzes da arena apagaram-se e quando se reacenderam já Sting & Darby Allin estavam no ringue, e atacaram os seus rivais. Só que a força dos números fez-se sentir, até CM Punk aparecer e fazer os três lutadores dos The Pinnacle saírem de ringue.

A fechar o show, CM Punk pegou no microfone e disse que eles podem não querer lutar hoje, mas na próxima semana, no Dynamite Holiday Bash, teremos um Trios Match.


O que achaste deste AEW Dynamite Winter Is Coming?

18 Comentários

  1. PG Punk1 mês

    Adam Page vs Bryan foi incrível, Bryan esta on fire na AEW, luta toda semana em alto nível, é um deleite poder acompanhar ele, péssima época para ser hater.

  2. Excelente show.

    • Concordo, Hangman Page vs Bryan Danielson pelo AEW World Championship impulsionou bastante o nível do Winter Is Coming.

  3. Guilherme1 mês

    Excelente combate entre Bryan e Page , o mais longo da empresa , nem sei mais o que dizer dessa batalha , que sem duvidas entrará na história da AEW . Sobre o Wardlow o cara como sempre esmagando seus adversários , Shaw Spears e MJF aproveita muito dele , acho que eles tem medo do Wardlow , vai chegar uma hora que o Wardlow vai se cansar dos dois , ta chato isso já , Wardlow era melhor sozinho , os outros dois combates era de se esperar , as promos de Tay e Penelope , Eddie e Griff foi boa , só quero ver o Rampage ferver.

  4. O nível só aumenta, excelente trabalho de todos envolvidos

  5. L26MC1 mês

    Não gostei da repetição da fórmula no combate do Bryan vs Page, não tinha mal nenhum o Bryan perder limpo (o que ia acontecendo) para o campeão que ainda agora fez a sua primeira defesa. Não sei qual é a ideia da AEW, em relação ao Bryan e ao desfecho dele na luta pelo título, mas por mim faziam logo um Iron Match ou um combate em jaula.
    Sobre o nível do combate, tenho a dizer que gostei mas muito longe da qualidade do Bryan vs Omega. Achei este muito técnico e lento por vezes.

    De resto o show foi razoável, gostei da vitória da Hikaru e do MJF.

  6. 3 combates três grandes matches. Destaco o Bryan no ringue e o MJF no mic ouro 😀

  7. joao (diferenciado)1 mês

    acho que para primeira defesa do Page, era desnecessário o empate. de resto, bom show

  8. Gostei muito! O combate entre o Adam e o Bryan foi fabuloso!

  9. Surf1 mês

    Agora vai ser habito empatar por tempo limite? 😂 façam ironman match mase

    • Concordo. Deveria ser Dq match ou vitória por rolamento direto.

    • Isso era o mais fácil de fazer na aew existem tempos limites que são utilizados para dar algo mais à storyline, aposto qie era mais fácil fazer um dq finish pu um roll up que é um treta e basta olhar para a wwe para vez que 50/50 booking não resulta, acredito que vá haver rematch e o hangman vai ganhar…

  10. BRRM1 mês

    Combate brutal entre o Bryan e o Adam Page. O Hangman é alguém que no ring não me puxa assim tanto a atenção (está muito longe de ser mau, simplesmente não tem “aquele” fator que o diferencia) mas quando está acompanhado por certos wrestlers consegue dar grandes combates… e atualmente não há companhia melhor no ring que o Bryan Danielson. Desde underdog a lutar contra as pessoas no poder a ativista com mania que é melhor que os outros, o Bryan sempre conseguiu arranjar forma de tirar o melhor de tudo o que lhe dão mas desde que chegou à AEW que parece ter entrado noutro nível. Dá um gosto enorme vê-lo a “entrar na cabeça” dos adversários, a atacar metodicamente certas partes do corpo, a mudar de estratégia dependendo de como está a correr o combate… enfim, tudo o que ele faz naquele ring conta para alguma coisa e é maravilhoso ver um profissional do calibre dele a trabalhar com esta liberdade.

  11. Anonimo1 mês

    Gostei do combate inicial, mas tenho uma ressalva (falarei depois), os demais achei ok. Agora se tem algo que AEW precisa é de uma “cara” pra divisão feminina. Ainda é muito abaixo, personagens ruins, enfim…

    Sobre o combate inicial eu gostei mas já é meio “repetido”, não? Ainda tá bom, mas me preocupa a saturação, não me parece ser algo a longo prazo. Por exemplo, Cody jogando Andrade numa mesa pegando fogo, legal e tals… mas pq? Qual história eles tinham pra isso. E da próxima vez que ocorrer, tendo história, perde o brilho que poderia. Tanto é que hoje, depois de tantos pins dado pelo Bryan fica meio inverossímil imaginar ele perder (o que tanto se critica a na WWE com o Cena), enfim…

  12. Gostei:
    – Hangman Adam Page vs Bryan Danielson pelo título. Sério candidato a combate do ano. Bryan tem sido fantástico como heel e teve mais uma exibição fantástica. Hangman Page mostrou que consegue aguentar com os melhores, é por isso que é o campeão. 1 hora e um empate com o campeão a reter. Que combate perfeito! Vejam!
    – Entrevista com os Supercliq e Bobby Fish. O grande destaque é a surpresa que Cole terá na próxima semana (Kyle O’Reilly?). Um ótimo segmento e é bom ver os Supercliq em feud com alguém que não seja os Jurassic Express.
    – Wardlow vs Matt Sydal. Uma squash para Wardlow e uma ótima exibição do heel. Após o combate, Shawn Spears ataca Sydal com uma cadeira. Foi um bom segmento e gostava de ver uma feud entre Spears e Sydal, para os 2 terem mais destaque.
    – Vinheta com Malakai Black, que tem um novo companheiro. Certamente Brody King. Curioso para ver o que estes 2 podem fazer juntos na AEW. Segue-se uma entrevista com os Varsity Blondes, que juram vingança a Malakai Black pelo que fez a Julia Hart. Uma ótima promo da tag team face e não me importava de ver a personagem da Julia Hart talvez a virar heel.
    – Hikaru Shida vs Serena Deeb. Esta rivalidade tem sido fantástica e as 2 começam à bulha e o combate ainda nem começou. Depois conseguem fazer um ótimo combate. Seria o combate da noite não fosse a perfeição que durou a 1ª hora inteira. Estas 2 tem sido as melhores da divisão feminina, ao lado de Britt Baker.
    – MJF vs Dante Martin no main event. MJF faz uma promo brutal antes do combate, com direito a referência a Ryback (hehe). Dante Martin interrompe, mas a promo de MJF realmente vale a pena ver, é sempre ouro no microfone! O combate em si é mais um ótimo combate, com MJF a vencer graças a alguma ajuda de Ricky Starks. Após o combate, os FTR celebram com MJF quando as luzes apagam-se e aparecem… Sting e Darby Allin? A sério? E depois aparece o Punk. É um bom final de show mas a revelação das luzes serem o Sting e Allin é um bocado anti climático.

    Não Gostei:

    Overall: 8/10. Que episódio fantástico! Danielson v Hangman é sério candidato a combate do ano. Deeb v Shida também é um grande destaque do show. Talvez o melhor Dynamite do ano.

  13. Anónimo1 mês

    Excelente combata entre o Adam Page e Bryan, ambos estiveram muito bem, mas não tinha mal nenhum se o Page vencesse o Bryan.