A All Elite Wrestling transmitiu esta quarta-feira, a partir do Daily’s Place em Jacksonville, Flórida, mais uma edição do Dynamite no canal TNT, agora sem a concorrência direta do WWE NXT.

O AEW Dynamite foi transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– “Hangman” Adam Page venceu Ricky Starks
– Penta El Zero Miedo venceu Trent
AEW Women’s World Champion Hikaru Shida venceu Tay Conti
– QT Marshall venceu Billy Gunn
– Christian Cage venceu Powerhouse Hobbs
– TNT Champion Darby Allin venceu Jungle Boy

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– “Hangman” Adam Page venceu Ricky Starks: O primeiro combate deste Dynamite abriu com “Hangman” a dominar durante os primeiros minutos, mas Ricky Starks com alguma batota virou o combate a seu favor.

Depois de algum domínio, Adam Page começou a equilibrar usando a sua maior força e a partir daí tivemos uma autêntica guerra entre os dois lutadores, que conseguiram várias quase vitórias. No final, parecia que Ricky Starks se tinha livrado do Deadeye, mas “Hangman” Adam Page aplicou uma submissão inesperada e aproveitou a lesão no tornozelo do “Absolute” para o fazer desistir.

Assim que o combate terminou, Taz distraiu “Hangman” Adam Page e este foi atacado por Hook, Ricky Starks e também Brian Cage, mas a Dark Order veio em ajuda do seu amigo.

– Penta El Zero Miedo venceu Trent: O combate começou de forma rápida, como seria de esperar, e foi Trent que levou a melhor, tendo controlado durante alguns minutos. Só que Penta El Zero Miedo conseguiu virar o combate e assim dominou durante algum tempo.

Porém, Trent conseguiu aguentar a ofensiva do luchador e começou a equilibrar, mas fora do ringue, Alex Abrahantes pegou no microfone e insultou a mãe de Trent, o que abriu uma distração necessária para Penta El Zero Miedo atacar Orange Cassidy e depois vencer Trent.

Logo a seguir tivemos Jim Ross a entrevistar os The Pinnacle e tivemos Wardlow a dizer que Chris Jericho cometeu um erro ao falar dele. A seguir foi MJF que explicou que Chris Jericho não o conseguiu controlar e que ele é melhor que o “Le Champion”.

A entrevista terminou com MJF a dizer que os Inner Circle vão lutar com a sua família e que ele sabe que as duas equipas vão dar tudo para se destruírem, mas que no final o The Pinnacle é que irá vencer o Blood & Guts Match e ele ficará com o lugar de Chris Jericho.

Antes do primeiro combate da noite com um título em jogo, tivemos um video package a promover o AEW Women’s World Championship Match entre Tay Conti e a campeã Hikaru Shida.

– AEW Women’s World Champion Hikaru Shida venceu Tay Conti: O combate pelo AEW Women’s World Championship começou de forma agressiva e Hikaru Shida entrou com vontade de mostrar que estava num patamar acima de Tay Conti e dominou durante vários minutos.

Tay Conti começou a usar os seus strikes para equilibrar o combate e o que tivemos foi uma guerra entre estas duas lutadoras, que proporcionaram momentos incríveis, sendo que as duas quase venceram por várias vezes.

Tay Conti, apesar de quase ter conseguido vencer, no final não aguentou a ofensiva da campeã e Hikaru Shida reteve o seu título depois de um grande pontapé.

Assim que o combate terminou, Britt Baker veio até à zona de entrada e mostrou ser a nº1 no ranking feminino da AEW, o que significa que será a próxima adversária da AEW Women’s World Champion.

Miro voltou a dizer que quer ser campeão e por isso só fica a faltar saber quem ele irá vencer primeiro, se o TNT Champion Darby Allin ou se o AEW World Champion Kenny Omega.

No ringue tivemos uma entrevista ao Inner Circle, com Chris Jericho a dizer que MJF fala, fala, fala, mas nunca diz nada. Também os outros elementos do grupo prometeram que no Blood & Guts vão destruir The Pinnacle.

Chris Jericho explicou então que fazer estas piadas sobre os The Pinnacle tem piada, mas que os Inner Circle vão-lhes dar uma tareia no Blood & Guts, no próximo dia 5 de Maio.

– QT Marshall venceu Billy Gunn: Billy Gunn entrou de forma dominante neste combate, usando a sua maior força física para controlar QT Marshall, tanto dentro como fora do ringue. Foi fora do ringue que Nick Comoroto e Aaron Solow atacaram Billy Gunn, o que fez com que tivéssemos uma grande brawl entre o Gunn Club e os alunos de QT Marshall.

QT Marshall dominou então durante alguns momentos, mas Billy Gunn impôs-se fisicamente e parecia que tinha o combate controlado, mas nas costas do árbitro, Anthony Ogogo acertou-lhe um grande murro e QT Marshall aproveitou para acertar o Diamond Cutter e assim vencer o combate.

Depois do combate, QT Marshall quis atacar Billy Gunn com uma cadeira, mas Dustin Rhodes veio ajudar o seu amigo e o segmento acabou quando “The Natural” partiu uma cadeira na cabeça de Nick Comoroto que nem tremeu, sendo que não houve mais ação, porque os árbitros colocaram-se entre os lutadores.

Na caravana privada dos The Elite, o grupo estava a falar de como são os responsáveis pela existência da AEW, mas foram rapidamente interrompidos por alguém a buzinar. Foi então que vimos Jon Moxley e Eddie Kingston dentro de uma pick-up e o “Death Rider” decidiu acelerar a toda a velocidade contra a caravana. Só que quando os dois foram atrás dos The Elite, estes já tinham fugido.

– Christian Cage venceu Powerhouse Hobbs: Powerhouse Hobbs usou a sua força para controlar desde cedo este combate, sendo que Christian Cage tentou virar o embate usando a sua experiência, mas o jovem estava decidido que hoje era a sua noite.

Depois de um longo domínio, Christian Cage começou a recuperar e a equilibrar esta contenda, sendo que Powerhouse Hobbs usou sempre a sua força para quase vencer por várias vezes.

No entanto, o “Instant Classic” não desiste e quando parecia que ia perder, Powerhouse Hobbs cometeu o erro de demorar ao aplicar o seu Powerslam e isso foi o suficiente para que Christian Cage saltasse para as costas do seu adversário e aplicasse o seu Killswitch para vencer o seu segundo combate na AEW.

Logo de seguida tivemos um video package de Jade Cargill a referir que todos os managers da AEW a querem, mas que para ela aceitar uma proposta, essa terá de ser realmente boa.

– TNT Champion Darby Allin venceu Jungle Boy: O main event deste Dynamite começou de forma bastante técnica e lenta, ao contrário do que seria de esperar, e esta estratégia acabou por ser favorável a Jungle Boy, que pareceu estar mais confortável neste tipo de luta.

Ainda assim, quando a agressividade começou a subir, em especial fora do ringue, os dois lutadores mostraram estar decididos em saírem deste Dynamite com o TNT Championship. No entanto, o equilíbrio foi sempre a grande nota de destaque desta contenda.

A agressividade foi aumentando cada vez mais e o cansaço foi-se notando, e os dois lutadores quase venceram por várias vezes, em especial Jungle Boy, que quase fez o campeão desistir. Só que no final, com um pin rápido, Darby Allin reteve o TNT Championship.

Assim que o combate terminou, Scorpio Sky e Ethan Page vieram ao ringue e atacaram os dois lutadores, dando especial atenção ao TNT Champion Darby Allin. Porém, o ataque parou quando Lance Archer e depois Sting vieram para o ringue, no que marcaria o final de mais um episódio do Dynamite.


O que achaste do AEW Dynamite desta semana?

21 Comentários

  1. Gui5 meses

    Affs tay perdeu

  2. Junior0075 meses

    Melhor combate da carreira da tay.

  3. Hugo5 meses

    Bom….
    Mais um Dynamite,mais um bom show.

  4. Zm93115 meses

    Se teve mais ou menos audiência. Eu só tenho a dizer que foi um prazer assistir a mais um show de wrestling com boa qualidade. Até quarta feira.

  5. Erick Reins5 meses

    Que bokagem horrorosa o titulo da TNT ta totalmente desvalorizado o show e cheio de combates aleatórios nada a v os cara coloca jungle boy no main event quem e jungle boy? Eu parei de assistir a AEW desde quando o darby Alin derrotou limpo o Braian Cace!!!! Sim meus amigos o Darby Alin derrotou o Brain Cace!!!!!!!!

    • Kick_Ass5 meses

      Quem é o Braian cace ? 🤣

    • Bea Ospreay5 meses

      Pelo que entendi, deixou de acompanhar a empresa faz um bom tempo certo?! Então pq raios vem comentar idiotices aqui toda semana?! Parece que é mais fã da empresa do parece em, tem posts de outras empresas no site, não vejo vc comentando neles, mas não, é melhor ficar comentando toda semana sobre algo que diz não gostar lol

    • Kick_Ass5 meses

      Pipe bomb da Bea Ospreay !

    • Tiger885 meses

      Darby, Marko, Fuego, Tarzan boy…são aqueles putos que mesmo com knife na mão não conseguem nada.

  6. Kick_Ass5 meses

    Mais um bom Dynamite.

    Destaco pela positiva:

    – Promo do MJF. Este tipo é puro ouro!
    Quero muito o ver com o título num futuro próximo. Gosto muito do Randy Orton mas o MJF neste momento é o melhor heel da atualidade.

    – Tudo bons combates!

    – Estão a criar um bom hype á volta do retorno do Miro.

    Pela negativa aponto apenas um pequeno pormenor, durante a brawl após o combate do QT vs Billy, que até gostei de ver, principalmente a cadeirada no Nick Camaroto, quando o Dustin começa a atacar o QT o Ogogo que estava no lado de fora do ringue demorou imenso tempo para interferir e para mim isso deixou o segmento “muito fabricado”.

    De resto só tenho a agradecer à AEW por me dar a possibilidade de ver bom wrestling semana após semana. 👏👏

    • Kick_Ass5 meses

      *Comoroto

    • Bea Ospreay5 meses

      Aquela promo do MJF foi espetacular, ele vai ser no minimo um dos melhores talkers de todos os tempos, se nâo um dos melhores heels tambem.

    • Kick_Ass5 meses

      Foi um achado brutal da AEW!
      Até hoje não sei como não foi parar à WWE.

    • DaniFixe5 meses

      MJF recebeu proposta,mas não aceitou.

    • Tinha lido que o Hobbs tinha recusado a proposta mas o MJF não fazia a ideia.

  7. Novamente um episódio super consistente de se acompanhar, com booking inteligente na maioria dos casos. Bom opener entre Adam Page e Ricky Starks, um combate interessante entre Christian Cage e Powerhouse Hobbs e dois ótimos title matches (especialmente o feminino, que para mim foi o melhor da noite e mostrou a tremenda evolução de Tay Conti).

    • Kick_Ass5 meses

      Também achei o melhor combate do show e mesmo de destacar a evolução brutal da Tay Conti !

  8. JoaoPedrooooooo5 meses

    Quando esperas uma semana para ouvir o old school MJF e não te desiludes

  9. Foi um Dynamite sólido e com bastantes pontos de interesse.
    Destaques:
    -Bom opener entre o Page e o Starks.
    Cada vez mais gosto das performances do Ricky,tem tudo para ter sucesso no futuro.
    -Ótimas entrevistas dos Pinnacle e dos Inner Circle,estou muito entusiasmado para o Blood and Gutts.
    -Grande combate entre a Tay e a Shida.
    -Main event interessante entre o Darby e o JungleBoy,que foi um showcase destes jovens talentos e que permitiu lançar várias feuds para o futuro próximo à volta do título TNT.

  10. Gostei:
    – Hangman Page vs Ricky Starks. Um combate com menos tempo do que esperava mas foi algo diferente. O Page a ganhar com uma submissão foi uma novidade.
    – Penta vs Trent. Um combate duro com alguns bons spots, quase tudo aqui teve sentido. No entanto, o springboard Canadian Destroyer aconteceu demasiado cedo. E já parávamos com as piadas da mãe do Trent…
    – A entrevista dos The Pinnacle e MJF a fazer aqui, possivelmente, a melhor promo da sua carreira! Wardlow também fez uma ótima promo! Recomendo imenso a verem isto!
    – Promo package para Shida vs Tay Conti que deixou-me mais ansioso para o combate.
    – Hikaru Shida vs Tay Conti. Que combate, meus amigos. Tivemos excelentes habilidades in-ring por parte das duas, com o judo da Tay a sobressair. O combate foi ótimo, mas podia ter tido mais alguns minutos. Recomendo imenso!
    – A promo do Miro. Classe.
    – Promo dos Inner Circle. Começou bem, mas depois descarrilou. Alguns botches, a música do Jericho não teve assim tanta piada. Mas depois o Jericho recuperou o segmento no final.
    – Christian Cage vs Powerhouse Hobbs. Ambos tiveram bem e o Cage obteve a grande vitória que precisava.
    – Promo da Jade Cargill. Ela tem estado bem sozinha, espero que continue assim, em vez de se juntar a uma stable. Ou até podia ser ela a criar a sua própria stable, não sei.
    – Darby Allin vs Jungle Boy. Main event fantástico. Combate que cativa um espetador desde o início ao fim. Destaco como ambos usaram táticas heel, apesar de serem babyfaces, que acredito que ajudou imenso a história do combate bem como a história das personagens. Recomendo imenso!

    Não Gostei:
    – Billy Gunn vs QT Marshall. Não foi mau, mas teve alguns botches e falta de comunicação. No entanto, cumpriu o propósito de dar mais heat ao Marshall e estabelecer a sua stable. O no sell do Comoroto à chair shot foi o único verdadeiro destaque aqui.
    – Promo dos The Elite/Bullet Club/Qualquer que seja o nome. O facto de eles terem deixado de mostrar os The Elite no momento em que o Kingston e o Moxley bateram neles com o carro e, de repente, os The Elite desapareceram da trailer arruinou o segmento para mim. Só não digo que isto foi horrível por causa do Kingston & Moxley.

    Overall: 8/10. O combate entre Conti e Shida entregou, Darby vs Jungle Boy foi um main event repleto de classe. Mas acho que alguns segmentos foram a mais e os 2 pontos negativos que destaquei é o que baixam a nota aqui. No entanto, o Dynamite desta semana cumpriu todas as expectativas. Vamos ver a próxima semana.

  11. Anónimo5 meses

    Boa promo do MJF. E mais um vez o Christian saiu-se bem.