AEW transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TNT, a partir da UWM Panther Arena em Milwaukee, Wisconsin, rumo ao All Out de 5 de Setembro.

O AEW Dynamite é transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– Orange Cassidy venceu Matt Hardy
– Lucha Bros (Penta El Zero Miedo & Rey Fenix) venceram Varsity Blonds (Brian Pillman Jr. & Griff Garrison) (Meia-final do AEW World Tag Team Championship Eliminator Tournament)
– Jamie Hayter venceu Red Velvet
– Darby Allin, Jon Moxley & Eddie Kingston venceram The Wingmen (Cezar Bononi, Ryan Nemeth & JD Drake)
– Gunn Club (Billy, Austin & Colten Gunn) venceram The Factory (QT Marshall, Nick Comoroto & Aaron Solo)
– Malakai Black venceu Brock Anderson

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Orange Cassidy venceu Matt Hardy: Os dois lutadores tentaram fazer mind games um com o outro no início do combate e até parecia que ia ser o “Freshly Squeezed” a levar a melhor, mas fora do ringue “Big Money Matt” conseguiu virar o combate a seu favor.

Depois de dominar durante vários minutos, Matt Hardy começou a perder o controlo e Orange Cassidy começou a usar a sua estratégia pouco habitual antes de usar a sua velocidade para virar o embate a seu favor.

Depois de várias quase vitórias de ambos, incluindo um Twist of Fate e um Swanton Bomb de mãos nos bolsos de Orange Cassidy, no final o carismático lutador apanhou o veterano com um pin rápido e venceu este embate.

A seguir, Malakai Black explicou que vai dar uma hipótese a Brock Anderson e vai deixá-lo perder por desqualificação, e se o jovem não quiser fazer isto, ele vai destruir toda a Nightmare Family.

De regresso ao ringue tivemos Chris Jericho, a relembrar que tem sido uma semana de festa para todos, menos para ele, pois perdeu para MJF e teve de desistir, e que isso lhe está a tirar sono. Chris Jericho afirmou que isto não acabou e vai continuar a atacar MJF, mas que ele tem uma proposta para ele: os dois lutarem no All Out por uma última vez e se MJF vencer, ele nunca mais luta na AEW.

MJF apareceu e explicou que está farto que Chris Jericho se agarre a ele para ter algum destaque e que até agora tinha a certeza que nunca mais ia lutar contra o “Le Champion”, mas que poder dizer que foi ele que retirou Chris Jericho será lendário, e por isso aceita o desafio.

Nos bastidores, os Varsity Blonds afirmaram que até podem nem ter uma ligação de sangue como os Lucha Bros têm, mas eles estão em primeiro lugar no ranking de equipas da AEW e decididos em avançar para a final deste torneio, e depois enfrentar os Young Bucks dentro de um Steel Cage no All Out.

– Lucha Bros (Penta El Zero Miedo & Rey Fenix) venceram Varsity Blonds (Brian Pillman Jr. & Griff Garrison) (Meia-final do AEW World Tag Team Championship Eliminator Tournament): Os Lucha Bros e os Varsity Blonds mantiveram este embate equilibrado durante vários minutos, com as duas equipas a nunca conseguirem dominar por muito tempo, e quando a velocidade começou a aumentar, isso beneficiou os luchadores.

Depois de algumas quase vitórias, os Lucha Bros com uma Assisted Piledriver avançaram para a final deste torneio que irá definir os próximos candidatos principais aos AEW World Tag Team Championships.

Já depois do combate, os Lucha Bros e os Jurassic Express mostraram respeito uns pelos outros, sendo que The Elite tentou provocar as duas equipas, mas não conseguiram e ainda levaram com os quatro.

A seguir tivemos um video package a promover o embate entre PAC e Andrade El Idolo no All Out.

– Jamie Hayter venceu Red Velvet: Jamie Hayter tentou colocar a sua força em jogo desde cedo, mas Red Velvet conseguiu usar a sua velocidade para dar luta, mas fora do ringue a britânica atirou a sua adversária contra o poste e virou o combate do avesso. Depois de alguns minutos de domínio de Jamie Hayter, onde esta aplicou toda a sua força e todos os seus strikes, Red Velvet tentou virar o combate a seu favor, mas acabou por perder para uma simples Lariat.

Já depois do combate, Kris Statlander veio ao ringue e “limpou a casa”, tendo deixado assim o aviso à AEW Women’s World Champion Britt Baker.

No backstage, a Dark Order começou a discutir, em especial Evil Uno e Alex Reynolds, sendo que este último e John Silver acabaram por deixar os restantes membros a falar sozinhos.

A seguir tivemos a estreia de CM Punk no Dynamite, com uma entrevista em ringue.

Quando Tony Schiavone lhe perguntou o que sente mais falta, o “Best In The World” começou a falar de todos os jovens lutadores que a AEW tem, sendo que voltou a falar de Darby Allin e de como este seria o seu lutador favorito se ele tivesse 15 anos, e de como o ex-TNT Champion pode não ser o que as pessoas imaginam quando falam de um wrestler, mas tem alma e ele quer provar a si próprio que ainda consegue ser o “Best In The World”.

Quando o público começou a gritar “YES! YES! YES!”, CM Punk afirmou que isso era o cântico de outra pessoa e que os fãs talvez tenham de ser apenas um pouco mais pacientes, mas que no All Out ele vai enfrentar Darby Allin e provar a si próprio que ainda consegue lutar ao nível que fazia no passado. Por fim, ainda “mandou um beijinho” a AJ Lee.

Logo a seguir tivemos o TNT Champion Miro, que voltou a dizer que quer enfrentar Eddie Kingston e que é bom que o “Mad King” venha falar com ele, antes que ele destrua a AEW à sua procura.

– Darby Allin, Jon Moxley & Eddie Kingston venceram The Wingmen (Cezar Bononi, Ryan Nemeth & JD Drake): Darby Allin, Jon Moxley e Eddie Kingston começaram de forma dominante, sendo que os Wingmen estavam a tentar mostrar o seu físico e só acabaram a levar uma tareia.

Ainda assim, os Wingmen conseguiram isolar o “Death Rider” durante alguns momentos, mas este fez o tag ao “Mad King” e este virou o combate do avesso. A partir daqui o combate ficou um autêntico caos, em especial porque Jon Moxley e Eddie Kingston deixaram de querer saber das regras e só queriam destruir os adversários.

No meio de toda esta confusão, Darby Allin acertou o seu Stunner em JD Drake, seguido do seu Coffin Drop e venceu este Trios Match.

Já depois do combate, Daniel Garcia atacou Darby Allin pelas costas.

De seguida foram anunciadas mais lutadoras para a Women’s Casino Battle Royale do All Out. Já nos bastidores, Tay Conti ia ser entrevistada, mas foi interrompida por The Bunny, que a tentou convencer a juntar-se à Hardy Family Office. O pedido foi recusado e tivemos uma brawl entre as duas lutadoras.

A seguir tivemos os FTR a falar e Cash Wheeler explicou que depois do seu combate contra Santana & Ortiz, nunca mais nada foi o mesmo, mas que ele está recuperado e pronto para se vingar.

No ringue, Don Callis e o AEW World Champion Kenny Omega estavam prontos para insultar Christian Cage, mas o Impact World Champion apareceu logo e mostrou um vídeo sobre o seu passado com Don Callis, e insultou o manager do “Belt Collector”. Depois de vários insultos de parte a parte, Christian Cage e Kenny Omega começaram uma brawl, mas Brandon Culter e Michael Nakazawa ajudaram o AEW World Champion a dar conta do seu rival, enquanto Frankie Kazarian apareceu para ajudar o “Instant Classic”.

Nos bastidores, Jon Moxley estava irritado e explicou que só uma pessoa da NJPW respondeu ao seu desafio e que todos sabemos quem não foi (Hiroshi Tanahashi), mas quando leu o nome que estava no contrato, nem quis acreditar que o lendário Satoshi Kojima aceitou o seu desafio. O “Death Rider” afirmou que quando o combate começa não tem respeito por ninguém, mas que fica feliz por Satoshi Kojima ter coragem de o enfrentar no All Out.

– Gunn Club (Billy, Austin & Colten Gunn) venceram The Factory (QT Marshall, Nick Comoroto & Aaron Solo): O trio da Factory entrou melhor neste embate e dominaram durante vários minutos, sendo que sempre que podia QT Marshall provocava Paul Wight, isto até Billy Gunn entrar e virar o embate. Quando QT Marshall voltou a dominar, voltou a centrar as suas atenções em Paul Wight, e essa distração abriu espaço para que Colten Gunn com um pin rápido vencesse este embate.

Nos bastidores tivemos Dan Lambert acompanhado por Scorpio Sky e Ethan Page, e o fundador da American Top Team insultou os fãs da AEW e vários lutadores da empresa, dizendo que os fãs são uns perdedores e por isso gostam de perdedores, em vez de gostarem de homens a sério como Scorpio Sky e Ethan Page.

A seguir Arn Anderson foi entrevistado e explicou que todos sabem que o seu filho não tem hipótese contra Malakai Black, mas que ele é um Anderson e vai dar tudo o que tem.

– Malakai Black venceu Brock Anderson: Malakai Black deu hipótese a Brock Anderson de sair do ringue, mas o jovem tentou dar luta e a palavra-chave é tentou, pois assim que o holandês meteu o pé no acelerador, fez o jovem sangrar com um simples soco e depois de um Roundhouse Kick venceu o combate.

Já depois do combate, Malakai Black queria continuar a lutar e Arn Anderson tentou fazer-lhe frente, sendo que o ex-lutador ainda bloqueou um pontapé, mas não conseguiu fazer frente ao holandês.

No final, Lee Johnson veio ao ringue e Malakai Black não quis lutar, dando hipótese ao jovem lutador para viver mais um dia.


O que achaste do AEW Dynamite desta semana?

20 Comentários

  1. Guilherme4 semanas

    Sensacionais as promos !!! combates excelentes , e que venha dia 5 logo .

  2. Gustavo Nascimento4 semanas

    Promete meus amigos , promete

  3. Não foi um episódio ao nível dos das últimas semanas, mas voltou a ser bastante “digerível” (especialmente a primeira metade).
    Destaco: o bom opener entre Orange Cassidy e Matt Hardy (gostei do shout-out para Jeff Hardy com a Swanton Bomb do Cassidy): o segmento entre Chris Jericho e MJF (como suspeitava, poderemos estar perto do fim da carreira de “Le Champion”); o ótimo combate entre Lucha Brothers e Varsity Blonds; o regresso in-ring triunfal de Jamie Hayter; a entrevista de Tony Schiavone a CM Punk (gostei dos teases em relação a Bryan Danielson e AJ Lee); o retorno de Austin Gunn aos ringues e o roll-up surpreendente do seu irmão Colten a QT Marshall (este último já não tinha grande credibilidade e depois disto é para esquecer lool); e o main event angle.

    • Viva lá razzA4 semanas

      Discordo contigo na questão do Jericho. Ele já disse numa entrevista, que não era fã daquelas despedidas do wrestling, que muitos lutadores têm, e que pessoalmente prefere uma transição de papéis, sem que ninguém perceba que ele tenha acabado a carreira dele enquanto lutador. Por isso acho que desta vez, ele vai ganhar ao MJF, e ainda por cima o MJF enfatizou o facto de ter ganho 3 vezes ao Jericho.

    • Boas, Viva lá razzA. Nunca disse que a reforma iria acontecer nesse combate, simplesmente falei que PODE acontecer 😉 Quanto à transição de funções, faz sentido quando/se ocorrer.
      Até porque não referi (não achei relevante para este comentário em concreto), mas tenho precisamente a mesma opinião de que o Jericho deverá vencer no All Out (mesmo que sempre com um certo “receio”).

  4. Rolf4 semanas

    Show fraquito, arrisco-me a dizer que foi um show a nível de raw e provavelmente um dos piores Dynamites ou mesmo o pior que já vi

    • Rolf4 semanas

      e o Main event foi mesmo muito estranho, não teve ar de todo de Main event.

    • Ei que exagero, achei um bom programa, nada de especial mas teve bons momentos. O RAW é defenido por várias decisões de booking bastante questionáveis, combates que acabam quase todos com rool-ups, dqs ou distrações, e pior de tudo, a Alexa e a Lily

    • Kick_Ass4 semanas

      Concordo com o trouble, comparar um episódio sólido e agradável como este ao RAW que á meses que está horrível é MUITO exagerado.

  5. Grande show. Black destrui a familia Anderson lol

  6. Gostei:
    – Orange Cassidy vs Matt Hardy. Típico combate de Orange Cassidy, ou seja, decente e divertido. O momento inicial com os pontapés e os “Delete!” teve a sua piada.
    – Promo de Malakai Black. Uma boa promo, com Black a meter uma boa intensidade. Esta promo até me deixou preocupado com o bem-estar de Brock Anderson, bem como do seu pai e Cody.
    – Promo de Chris Jericho e MJF. Vamos ter mais um combate para concluir a feud no All Out. Caso Jericho perca, ele nunca mais lutará na AEW e passa a ser comentador a full-time. O segmento foi fantástico e ambos fizeram ótimas promos e o combate promete, apesar do vencedor ser algo óbvio. Vejam este segmento!
    – Varsity Blondes vs Lucha Bros. O começo do combate entre Garrison e Fenix é impressionante, gostaria de destacar isso. De resto, um bom combate com ritmo elevado.
    – Após o combate, os Jurassic Express apareceram e o segmento termina com os JE e LB a atacarem os Young Bucks. Bom segmento, mas nada demais.
    – Promo de CM Punk. Tal como sexta feira, um pop enorme para o Best in the World. Pop tão enorme que Punk não consegue ouvir Schiavone. Ele ainda dá um tease à contratação de Bryan Danielson. Sobre a promo em si, é uma promo de Punk, não há como falhar. Vejam esta promo!
    – Promo de Miro, onde o próximo adversário dele será Eddie Kingston. Boa promo e estou curioso para ver este combate.
    – Segmento entre Omega, Christian e Kazarian. As promos de Don Callis e Christian Cage são sólidas, especialmente a de Callis com aquela boca do “Second Best!”. A brawl que segue também é boa. Em geral, um ótimo segmento!
    – Promo de Jon Moxley, que enfrentará Kojima Satoshi no All Out. Combate deveras interessante e boa promo.
    – Promo de Dan Lambert. Novamente, ele tem me surpreendido pela sua qualidade em promos. Uma ótima promo aqui.
    – Promo de Arn Anderson. Uma boa promo numa tentativa de meter o seu filho mais over.
    – Brock Anderson vs Malakai Black. Uma boa squash onde Anderson ainda conseguiu alguma ofensa. Black continua com um booking forte.
    – Malakai Black ataca Arn Anderson após o combate até Lee Johnson salvar. Lee Johnson vs Malakai Black seria divertido de se ver.

    Não gostei:
    – Promo dos Varsity Blondes. Promo básica numa tentativa de aumentar o hype para o seu combate de hoje.
    – Red Velvet vs Jamie Hayter. Apesar de Velvet ter os seus momentos, este combate pareceu uma squash prolongada.
    – Após o combate, Britt e Jamie continuam a atacar Velvet até Kris Statlander salvar. Segmento algo medíocre.
    – Segmento com a Dark Order, que parece haver problemas dentro de si. Se esta malta separa os Dark Order…
    – Darby Allin, Eddie Kingston & Jon Moxley vs The Wingmen. Um combate genérico que durou imenso tempo a meu ver. Continuo a não ser fã dos Wingmen.
    – Enquanto Darby Allin festejava, é atacado por Daniel Garcia. Nada demais aqui.
    – Segmento entre Tay Conti e Allie. Termina numa brawl entre as 2. Novamente, segmento básico. Pelo menos a Conti não vai entrar na HFO.
    – Gunn Club vs Nightmare Factory. Factory dominam uma boa parte, distração de Paul Wight e vitória por roll-up. Nada a destacar aqui.

    Overall: 7/10. O segmento de Jericho e MJF é brutal, bem como de Omega e Cage. As promos de Punk são o que são, incríveis. Em geral, um episódio sólido.

  7. Este deve ter sido o melhor black mass desde a wwe e agora aew, que brutal, o sell do brock tambem foi top

  8. El Cuebro4 semanas

    Mais alguém notou a referência do Orange ao Jeff Hardy no Swanton Bomb?

  9. Um bom show, nada de especial em relação a outros, mas normal, nem todos os shows pode ser excelentes, a fasquia continua muito alta.
    Pela negativa destaco a derrota do QT, nem parecia coisa da AEW, distração e rool-up? Ainda para mais quando tem combate no All Out? Sem sentido nenhum
    Acho que a pareceria do Scorpio e do Ethan com o Dan Lambert promete. Não estou preprarado para ver o Jericho se retirar, mas ia ser um enorme feito para o MJF. O Malakai continua em grande, creio que pode ser uma espécie de Undertaker da AEW, também devido á presença deste não sei até que ponto o Bray não ia retirar-lhe espaço ou o contrário por ter personagens da mesma espécie

    • Kick_Ass4 semanas

      O Bray podia trazer uma personagem mais de líder de um culto e se tornar líder dos Dark Order que só por acaso já entraram em discussão… Quem sabe se não é a preparação para a chegada do Bray.

  10. Anónimo4 semanas

    Bom segmente entre o Jericho e MJF. Destaco também o fato do Punk ter lançado um teaser sobre a possível contratação do Daniel Bryan.

  11. O destaque vai para o Jericho e MJF, parece me que o Jericho vai perder mas vamos ver e também pela aparição do CM Punk que é sempre bom!

  12. El Cuebro4 semanas

    Problemas na Dark Order, será que um certo Windham poderia estar por perto para ajudar?

  13. El Cuebro3 semanas

    Vince McMahon citado no Dynamite, veremos represália?! E bem que podiam colocar o árbitro Bryce para lutar hein, ele simplesmente jogou o Garcia para fora do ringue bem fácil!