O programa abriu com a nova TBS Champion Mercedes Moné que relembrou que fez exatamente o que disse que ia fazer no Double or Nothing.

Quando se preparava para falar do Forbidden Door, Skye Blue apareceu no titantron e revelou ter sido ela a atacar a “CEO” há umas semanas atrás, tendo depois aparecido em ringue para a atacar a TBS Champion.

AEW World Champion Swerve Strickland venceu Killswitch (Eliminator Match)

Swerve Strikcland entrou com tudo e dominou os minutos iniciais, mas a força de Killswitch acabou por fazer a diferença e este ficou no controlo.

O seu domínio durou alguns minutos, mas o AEW World Champion não se deu por vencido e ambos tiveram várias oportunidades para vencer.

No final, Swerve Strickland ficou definitivamente em vantagem e venceu com o House Call.

Após o combate terminar, Swerve Strickland cortou um pouco do cabelo de Killswitch.

De seguida, Tony Schiavone anunciou que Mercedes Moné defenderá o TBS Championship frente a Skye Blue, ainda neste episódio.

Nos bastidores, o IWGP World Heavyweight Champion Jon Moxley afirmou que este Eliminator Match é uma má ideia, porque ele não está a 100%, mas que é isto que os campeões fazem e ele continuará a lutar seja onde for.

De regresso ao ringue, tivemos a primeira edição do “TV Time with the Learning Tree” com Chris Jericho e este não perdeu tempo a falar da sua vitória no Double or Nothing, tendo depois falado do lutador que decidiu juntar-se a si no evento, Bryan Keith.

O veterano perguntou porque o “Bounty Hunter” quis ser sugado para o “Jericho Vortex” e este afirmou que existe um grande desrespeito para com Chris Jericho e que todos deveriam querer aprender com ele.

Chris Jericho e Big Bill fizeram grandes elogios a Bryan Keith, até que HOOK apareceu mas foi parado por vários seguranças, até que Samoa Joe apareceu e depois de ter dito umas palavras ao ouvido do jovem, ambos saíram de cena.

De seguida, foi transmitido um video package sobre a atual NJPW Strong Women’s Champion Stephanie Vaquer.

IWGP World Heavyweight Champion Jon Moxley venceu Rocky Romero (Eliminator Match)

Os dois entraram de forma bastante agressiva e acabou por ser Rocky Romero que levou a melhor durante alguns minutos.

Jon Moxley foi equilibrando o rumo dos acontecimentos com o passar do tempo e ambos tiveram várias oportunidades para vencer.

No fim, o IWGP World Heavyweight Champion ficou em vantagem e venceu com o Death Rider.

Renee Paquette tentou entrevistar Samoa Joe e HOOK, e o veterano respondeu com uma mensagem enigmática, antes de os dois saírem de cena.

Don Callis veio ao ringue com um contrato para que Orange Cassidy faça parte da Don Callis Family.

O “Freshley Squeezed” veio ao ringue e Don Callis fartou-se de o elogiar, mas o popular lutador rasgou o contrato na cara do manager.

Don Callis ficou irritado com esta recusa, mas do nada Stokely Hathaway & Kris Statlander apareceram para insultar Willow Nightingale e Orange Cassidy e a lutadora afirmou que aceita em nome do seu amigo.

Do nada, Trent Beretta atacou o seu antigo amigo pelas costas e depois abraçou Don Callis.

Nos bastidores, Matt Menard & Daniel Garcia foram entrevistados e o jovem afirmou que quer lutar pelo AEW International Championship e irá conquistar as vitórias necessárias para enfrentar Will Ospreay.

TBS Champion Mercedes Moné venceu Skye Blue

Mercedes Moné entrou melhor nesta sua primeira defesa de título, mas Skye Blue acabou por ficar no controlo durante alguns minutos.

A “CEO” equilibrou as contas e as duas tiveram várias oportunidades para vencer, mas no fim, a campeã com o Moné Maker conquistou a vitória.

Após o combate terminar, a NJPW Strong Women’s Champion Stephanie Vaquer apareceu pela primeira vez no Dynamite e no topo da rampa, mostrou querer enfrentar a “CEO”.

No gabinete médico, Renee Paquette tentou saber informações de Orange Cassidy, mas Stokely Hathaway e Kris Statlander roubaram-lhe o microfone e a lutadora afirmou que não deveria ser vaiada por tomar a decisão certa e que todos irão precisar de proteção contra si.

De seguida, foi transmitido um video package sobre o regresso de MJF.

The Elite veio de seguida ao ringue e os quatro vangloriaram-se da vitória que tiveram no Anarchy In The Arena, com os Young Bucks a darem prendas a Kazuchika Okada e Jack Perry.

Os irmãos Jackson ofereceram um novo Lamborghini ao “Rainmaker” e depois falaram da lesão de Adam Copeland e revelaram que Jack Perry é o novo TNT Champion.

Christopher Daniels veio dos bastidores e revelou que Tony Khan o nomeou Vice-Presidente da AEW e por isso ele também toma decisões e que Jack Perry se quer ser TNT Champion terá de o merecer.

O “Fallen Angel” também revelou que nas próximas semanas haverão combates de qualificação para um Ladder Match pelo TNT Championship que terá lugar no Forbidden Door.

No fim do segmento, The Elite teve um cara a cara com os The Acclaimed e Billy Gunn.

Nos bastidores, o AEW World Champion Swerve Strickland e Prince Nana estavam a conversar e o campeão afirmou estar ansioso para ver quem vencerá o Casino Gauntlet e será o seu adversário do Forbidden Door.

AEW International Champion Will Ospreay venceu Casino Gauntlet Match (AEW World Championship Nº1 Contender’s Match)

PAC e Jay White começaram este combate de forma bastante agressiva e antes que um deles ganhasse vantagem, Mistico entrou em ação e aumentou ainda mais o ritmo.

O rumo dos acontecimentos mudaram, quando o International Champion Will Ospreay se juntou à ação e virou o combate do avesso, até à entrada de Shota Umino, sendo que o caos foi sendo cada vez maior.

Claudio Castagnoli foi o sexto lutador a entrar em ação e a sua força deu-lhe vantagem nos minutos seguintes, até às entradas de Lio Rush e Orange Cassidy, sendo que cada vez havia mais hipóteses de vitória.

Hechicero foi o nono lutador a entrar neste Casino Gauntlet e com a sua ofensiva incrível, quase venceu pouco depois de chegar ao ringue.

O final foi bastante caótico, com Juice Robinson a tramar PAC da vitória, mas no fim, Will Ospreay deixou Jay White KO com um Hidden Blade e com o Oscutter em Orange Cassidy conquistou a vitória.

Após o combate terminar, o AEW World Champion Swerve Strickland veio ao ringue e os dois ficaram frente a frente.


O que achaste deste AEW Dynamite?

6 Comentários

  1. JokerLeadger2 meses

    Um show solido e 2 main events para o forbidden door que prometem muito.

  2. The Name2 meses

    No geral foi um bom show, a segunda hora foi melhor que a primeira, bem mais forte e o main event foi incrível! A crowd esteve mesmo alive o tempo todo! Não me importava nada que houvesse um casino gauntlet match todas as semanas, este conceito é excelente, fiquei fã desde que fizeram há umas semanas atrás mas o de hoje foi do melhor, os participantes foram escolhidos mesmo a dedo, perfeito!
    Swerve vs Ospreay no Forbidden Door é interessante em acontecer tão cedo, nenhum deles pode perder, a não ser que alguém custe o combate ao Ospreay e façam o rematch no All In para o Ospreay conquistar o título da AEW, vamos ver o que acontece!
    Mas com o torneio do Owen Hart a coisa fica complicada, irá o Ospreay conquistar esse torneio e depois desafiar o Swerve? Ou o Hangman vai vencer? Isto se estiver tudo bem com a sua vida pessoal. Triple Threat no All In? Não seria mal pensado, devido à historia que há entre o Swerve vs Hangman!

  3. Minha cabeça bugou… Ospreay vs Swerve já? É tanto star power que finalmente o Tony decidiu usar full potential. Acreditava que Ospreay como Inter Champ faria ele ficar bem longe do AEW Title. E só o via vencendo talvez em Londres. O Will ganhou tudo no que ele entrou até agora. Está bastante imprevisível essa luta. Mas honestamente? Swerve perder tão cedo é sacanagem. Eles realmente querem mexer pra valer com as emoções.

    Excelente inicio de show e dando um ótimo destaque a uma wrestler da casa Sky Blue. Estava tudo perfeito até que anunciaram a match para o mesmo show… Por que? Sério ótimo para a Sky saindo por cima hoje e rivalizar algumas semanas com a Mercedes, enquanto a lutadora da CMLL também se envolve.

    Com um roster feminino tão grande, tinham que já despachar a Sky Blue aqui? A luta foi boa, mas realmente não gostei da decisão.

    Swerve vs Killswitch – muito bom ver o Swerve sangue frio e bad ass. Também valorizou o oponente nessa luta.

    Finalmente não pulei um segmento do Jericho. Foi ok. A adição do Joe e união com Hook é promissora.

    Muito terem apresentado a Vaquer com um video package. Fiquei bastante curioso.

    Segmento entre Callis, OC e Trent também achei bem feito, apesar de previsível. Ainda tem potencial demais aqui. Só queria entender melhor o booking da Callis family. Bom momento também para a Kris, vamos ver no que vai dar.

    Sobre o TNT Title, foi a melhor decisão possível. E foi divertido o momento dos Elite. Com claramente Okada roubando a cena 😹👏🏻

    O Main Event foi aquilo né? Incrível. A mescla entre as 3 companhias também foi muito bem conseguido. Muito difícil ter um Dynamite ruim…

    • The Name2 meses

      O Swerve não vai perder o título no Forbidden Door, algo vai acontecer no combate, talvez o Don Callis custe o combate ao Will.

    • Em termos de booking faz sentido. Mas vamos imaginar… e se Ospreay ganhar e entrar no All In como campeão duplo?

  4. wwe superfan2 meses

    Um episódio inacreditável de Dynamite. Tivemos três combates bons a espectaculares: o primeiro, o combate pelo título da TBS e o evento principal. O segmento do Jericho foi divertido para mim e o segmento da Elite foi fantástico, o Okada está mesmo a fazer jus à sua nova personagem. O evento principal é, de facto, um dos melhores combates Dynamite que já vi. As pessoas estavam mesmo a gostar e a vitória do Ospreay foi mesmo inesperada. A única coisa negativa para mim foi o desnecessário combate com o Mox, foi bom mas não havia nenhum objetivo real para ele. Se não fosse por isso, este seria de facto um dos melhores episódios de sempre.