A AEW transmitiu esta quarta-feira mais uma edição do Dynamite no canal TBS, a partir da NOW Arena em Chicago, Illinois, rumo All Out do próximo domingo, dia 4 de Setembro.

Resultados

– Bryan Danielson venceu Jake Hager
– Hikaru Shida & Toni Storm venceram Britt Baker & Jamie Hayter
ROH, IWGP & AAA World Tag Team Champions FTR (Cash Wheeler & Dax Harwood) & TNT Champion Wardlow venceram Silas Young, Ray Jones & Vic Capri
– ROH Pure Champion Wheeler Yuta venceu Dante Martin, Rey Fenix e Rush
– The Elite (Kenny Omega & Young Bucks (Matt & Nick Jackson)) venceram Will Ospreay & Aussie Open (Kyle Fletcher & Mark Davis) (Semi-final do AEW World Trios Championship Tournament)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

O Dynamite abriu com o Undisputed AEW World Champion Jon Moxley e este não perdeu tempo a insultar CM Punk e a acusá-lo de ter percebido que não iria vencer e por isso arranjou uma maneira de desistir do combate e que tem zero simpatia por ele.

Jon Moxley apresentou então um contrato já assinalado por ele e que quem quiser enfrentá-lo no All Out, só tem de assinar o papel, mas seja quem for terá de perceber que entrar no ringue com ele, faz mal à saúde.

O segmento inicial terminou com Ace Steel a ir ao ringue e a pegar no contrato que lá tinha ficado.

Nos bastidores, Chris Jericho foi entrevistado e este voltou a dizer que o dream match contra Bryan Danielson, será um pesadelo para o “American Dragon”. Daniel Garcia interrompeu o seu mentor e afirmou que está do lado de Chris Jericho e que este é o melhor de sempre e irá vencer Bryan Danielson. A entrevista terminou com o “Wizard” a ameaçar mais uma vez o “American Dragon”.

– Bryan Danielson venceu Jake Hager: Bryan Danielson colocou a sua habitual agressividade em jogo desde cedo, mas fora do ringue Jake Hager fez o seu adversário atravessar uma mesa e com isso ficou no controlo deste opener.

O “American Dragon” foi aguentando a ofensiva do seu adversário e aproveitou um erro para equilibrar as contas deste opener e nos minutos seguintes, os dois aumentaram a agressividade e tentaram de tudo para fazer o outro desistir, mas sem sucesso.

No final, Jake Hager voltou a tentar a usar a sua força, mas Bryan Danielson conseguiu contra-atacar e ganhou espaço para acertar o Busaiku Knee e conquistar a vitória.

Assim que o combate terminou Matt Menard e Angelo Parker atacaram o “American Dragon”, mas Claudio Castagnoli e Wheeler Yuta vieram ao ringue ajudar o seu companheiro. No meio de toda a confusão, Chris Jericho tentou usar uma cadeira para atacar o seu rival, mas Daniel Garcia não o permitiu e com isso Bryan Danielson acertou um Busaiku Knee no seu rival.

De forma inesperada, os Wingmen estavam em ringue a fazer um protesto por não serem utilizados e foi então que de forma surpreendente W. Morrissey apareceu e destruiu o quarteto.

Stokely Hathaway também apareceu e ofereceu um cartão ao gigante lutador que saiu com o manager, que ainda assim teve uma troca de palavras com Tony Schiavone.

No balneário, tivemos uma entrevista a Will Ospreay, mas este foi interrompido por Don Callis que elogiou o inglês e mostrou-se muito feliz por este e Kenny Omega irem partilhar o ringue mais uma vez.

– Hikaru Shida & Toni Storm venceram Britt Baker & Jamie Hayter: A improvável dupla de Hikaru Shida & Toni Storm entrou melhor neste embate, mas com alguma batota à mistura Britt Baker & Jamie Hayter viraram o ímpeto a seu favor.

Toni Storm foi então dominada durante vários minutos, mas Toni Storm foi aguentando o ataque e quando teve espaço fez o tag a Hikaru Shida que entrou com tudo e quase venceu este embate sozinha, mas a força de Jamie Hayter voltou a virar o ímpeto a favor da sua equipa.

Com isso, as quase vitórias foram sendo cada vez mais frequentes e no meio do caos, Hikaru Shida com o grande pontapé rotativo em Britt Baker conquistou a vitória.

A seguir, tivemos um video package sobre o regresso de Kip Sabian, tendo ficado marcado um combate pelo AEW All-Atlantic Championship para o All Out.

Miro, Darby Allin e Sting deixaram um aviso à House of Black, com o “Redeemer” em especial a deixar uma grande ameaça a Malakai Black.

Em seguida, CM Punk veio ao ringue e este veio ao ringue falar da sua lesão, tendo afirmado que se calhar voltou demasiado cedo, mas a verdade é que no último Dynamite os médicos deram-no como apto e ele estava a 100%, mas este seu novo 100% pode não ser bom o suficiente.

O “Second City Saint” começou a falar das pessoas que dececionou, sendo que Ace Steel interrompeu-o e explicou que eles são como família e que ele não chegaram a este ponto, para CM Punk desistir, tendo dado então um estalo ao lutador, antes de lhe dar o contrato para a mão.

O antigo campeão ganhou então uma nova vida e afirmou que o querem matar desde o primeiro dia e não irá ser Jon Moxley a conseguir. Já no meio do público, CM Punk falou que e as pessoas de Chicago são um só e que no All Out, ele irá vencer.

A seguir, vimos Jim Ross a entrevistar Jungle Boy e Christian Cage, com o veterano a dizer que irá mostrar ao jovem que ele nem sequer está ao seu nível. Já Jungle Boy afirmou que adora o “Instant Classic” mas o irá destruir, pois no All Out, Christian Cage não irá lutar contra Jungle Boy, mas sim contra Jack Perry.

– ROH, IWGP & AAA World Tag Team Champions FTR (Cash Wheeler & Dax Harwood) & TNT Champion Wardlow venceram Silas Young, Ray Jones & Vic Capri: Os FTR & Wardlow dominaram desde o primeiro segundo e conquistaram a vitória quando o TNT Champion acertou a sua Powerbomb.

De forma inesperada, o AEW World Champion Jon Moxley veio ao ringue e explicou que se é assim que CM Punk quer acabar então por ele tudo bem e que no All Out irá provar que é tudo aquilo que o “Second City” nunca será.

No balneário da Dark Order, Evil Uno explicou que irá lutar no lugar de Preston “10” Vance no torneio pelos AEW World Trios Championships, mas Andrade El Idolo interrompeu a promo e tentou oferecer dinheiro para contratar Preston Vance, algo que Evil Uno rejeitou.

O mexicano atacou então Evil Uno enquanto Jose The Assistant ameaçava Preston “10” Vance.

– ROH Pure Champion Wheeler Yuta venceu Dante Martin, Rey Fenix e Rush: Como seria de esperar este combate começou a 100 à hora e os quatro lutadores foram usando a sua agilidade para tentar ganhar algum controlo, mas o caos foi uma constante nesta Fatal 4-Way.

Com o ritmo sempre bastante alto, as quase vitórias foram começando a ser frequentes com o passar dos minutos e depois de várias hipóteses Rey Fenix tirou Rush de combate e dentro do ringue Wheeler Yuta apanhou Dante Martin com um pin rápido e conquistou a vitória.

Nos bastidores, John Silver e Alex Reynolds foram entrevistados e explicaram que esta é a maior oportunidade da Dark Order e se tiverem de lutar sozinhos contra os Best Friends que seja. “Hangman” Adam Page apareceu e explicou que ele quer que este seja o momento dos seus amigos, mas se eles precisarem dum parceiro, ele está ali para eles.

– The Elite (Kenny Omega & Young Bucks (Matt & Nick Jackson)) venceram Will Ospreay & Aussie Open (Kyle Fletcher & Mark Davis) (Semi-final do AEW World Trios Championship Tournament): Kenny Omega e os Young Bucks entraram de forma agressiva mas a força dos Aussie Open e a velocidade de Will Ospreay fez o trio dos United Empire, tentar virar o ímpeto a seu favor, mas The Elite manteve-se no controlo até que os Aussie Open conseguiram isolar Matt Jackson.

Matt Jackson aguentou e fez o tag a Kenny Omega que entrou com tudo e destruiu os seus adversários até que Kyle Fletcher e Mark Davis com um Delayed Superplex conseguiram ficar no controlo do ex-AEW World Champion.

O combate com o passar dos minutos foi ficando cada vez mais equilibrado e com isso o caos e as quase vitórias foram aparecendo, em especial por parte de Will Ospreay e os Aussie Open.

No final, o trio dos The Elite conseguiu isolar Kyle Fletcher e Kenny Omega primeiro com o V-Trigger e depois com o seu One Winged Angel, deu a vitória à sua equipa.


O que achaste deste AEW Dynamite?

13 Comentários

  1. The Name4 semanas

    Big Cass!!

  2. Brenuu4 semanas

    Só eu que prefiro a Hikaru Shida do que a Asuka?

  3. Facebook Profile photo

    Este Osprey é incrível

  4. Facebook Profile photo

    Grande Dynamite mais deu muito a entender quem ganhará os principais cinturões no domingo, The Elite x United Empire show, os seis homens foram fantásticos no ringue e demonstra q msm não estando 100% Kenny Omega é melhor q muito westlering sadio, Hager x Danielson, ótimo combate msm com o resultado estando bem na cara, domingo Garcia se juntará a BCC, o combate dos 04 fatais, muito legal, é a prévia da Ladder Match de domingo, ou o Joker será MJF ou será até msm o Sammy Guevara, não dúvido disso não ou um novo debut, difícil, mais não impossível, combate feminino foi forte mais mostra o nível de Shida com as demais inclusive a de Hayter, mais tudo se liga pra Toni ser a campeã interina, Morrissey vai fazer barulho na AEW, não é um dos melhores mais não é dos piores.

    • Tibursio4 semanas

      No teu comentário não concordo com duas coisas. Duvido que o MJF seja o joker. Se voltar acho que devia ser no fim do main event por achar que tinha mais impacto (pelo menos para mim). Outro ponto que discordo é sobre o Garcia. Acho que não é desta que ele se junta aos BCC e vão prolongar a historia mais um pouco. De resto concordo com tudo.

  5. Minun4 semanas

    Wingmen começou a revolução daqueles que estão fartos com a AEW, tudo liderado por MJF. Esse povo que previu isso são gênios, uau.

  6. Estava à espera de um dynamite melhor. Foi muito focado no CM Punk, o que para mim está a piorar cada vez mais nas suas promos.

  7. Não consigo entender o porquê do pessoal não gostar que o CM Punk lute novamente pelo o título. Ele foi campeão por pouco tempo devido a uma lesão e quando regressa para lutar pelo título perde rapidamente contra o Jon Moxley e isso faz perder confiança em si mesmo. Ace Steel (que foi épico nesta promo) aparece do nada para dar um abanão no CM Punk e relembra-lo quem este é. Isto pareceu cena de um filme. Que grande momento. Estamos a ter aqui uma storyline tão fixe e o pessoal não quer que o CM Punk tenha uma segunda oportunidade pelo título, sabe-se lá porquê. Porque lutou uma vez e perdeu rápido? Vão-se lixar. Até parece que esta storyline já tem 1 ano para estarem aí a chorar e fartos. Estamos a ter uma feud entre o CM PUNK e o JON MOXLEY! E o pessoal está queixar-se LOL! Excelente segmento. CM Punk, Ace Steel e Jon Moxley estão a desempenhar muito bem os seus papeis. Que continue assim.

    • Rio de Janeiro4 semanas

      Eu não tinha entendido muito bem a storyline do Punk perdendo rápido para o Moxley, confesso, mas ao ler o teu comentário, encontrei um pouco de sentido, apesar de preferir um eventual heel turn ao invés de uma história de superação. Quanto ao Punk campeão, as pessoas não entendem o quanto esse cara vende, faz todo o sentido mantê-lo campeão por mais tempo.

  8. Tony McMahon4 semanas

    Então e alguém me pode explicar porque é que o Bryan Danielson entra pelo tunel dos heels? Ele não é babyface?

  9. Anónimo4 semanas

    Ótimo main event.

  10. Caótico. Há algo que anda sistematicamente a falhar nos shows semanais da AEW. E é claro como água que o TK anda aflito, dado que são anunciados três combates de destaque a poucos dias do maior PPV da empresa.
    💥 – Finalmente um bom combate feminino da AEW.
    🤷‍♂️ – Toda a situação Moxley/Punk perdeu qualquer piripiri que pudesse estar a ganhar. Also, 2 promos e meia em vários momentos do show, relegando o que interessa (main event) vs não interessa (tudo o resto)?
    🤢 – Booking dos FTR, e a Elite a não querer sair por baixo.