A AEW realizou este sábado, dia 19 de Novembro, o seu quarto e último pay-per-view do ano, o Full Gear, a partir do Prudential Center em Newark, New Jersey.

O AEW Full Gear foi transmitido na FITE TV. Subscreve aqui!

Resultados

– AEW All-Atlantic Champion Orange Cassidy, Chuck Taylor, Trent Beretta, Rocky Romero & Danhausen venceram The Factory (QT Marshall, Lee Johnson, Cole Karter, Nick Comoroto & Aaron Solo) (Zero Hour)
– Ricky Starks venceu Brian Cage (Meia-Final do AEW World Championship Eliminator Tournament) (Zero Hour)
– Eddie Kingston venceu Jun Akiyama (Zero Hour)
– “Jungle Boy” Jack Perry venceu Luchasaurus (Steel Cage Match)
– AEW World Trios Champions Death Triangle (PAC & Lucha Bros) venceram The Elite (Kenny Omega & Young Bucks)
– TBS Champion Jade Cargill venceu Nyla Rose
ROH World Champion Chris Jericho venceu Bryan Danielson, Claudio Castagnoli e Sammy Guevara
Saraya venceu Britt Baker
– ROH World TV Champion Samoa Joe venceu TNT Champion Wardlow e Powerhouse Hobbs
Sting & Darby Allin venceram Jeff Jarrett & Jay Lethal (No Disqualification Match)
– Jamie Hayter venceu AEW Interim Women’s World Champion Toni Storm
– AEW World Tag Team Champions The Acclaimed (Anthony Bowens & Max Caster) venceram Swerve In Our Glory (Keith Lee & Swerve Strickland)
– MJF venceu AEW World Champion Jon Moxley

Vídeos

Watch Wrestling

Report

A noite começou com o Zero Hour do Full Gear, que contou com três combates.

22 Comentários

  1. Bankonthat2 semanas

    Vitoria expectavel da Saraya mas fico muito feliz pelo seu regresso! 5 anos passaram e parece q ela lutava todos os dias. Nada enferrujada, o combate foi fluido, ambas estiveram bem e que emocao foi! Parabens Saraya ❤️

  2. Facebook Profile photo

    Gostei daquele empurrão do JJ a um fã na sua entrance 😂😂

  3. The Name2 semanas

    Jamie hayter ganhou finalmente! Excelente combate entre ela e a Toni, também não me importava se a Toni continua-se como campeã, mas era a altura certa para a Jamie ganhar!

  4. Facebook Profile photo

    Já se esperava isto do Regal.

  5. Facebook Profile photo

    Eu estava a ver as imagens do resumo da storyline do MJF com o Moxley e na parte em que ele disse que ganhar limpinho eu comecei a imaginar que interferência ele iria usar porque quer dizer… É o MJF… E JURO por tudo que me ocorreu a ideia de o Regal trair o Moxley mas depois comecei a pensar melhor e achei que o Khan não iria tirar o fundador da BCC… Mas afinal foi exatamente isso que aconteceu!! Incrível! Só não me lembrei da soqueira! (Imaginei que lhe fosse dar o anel). Mas assim foi muito melhor! O MJF está no topo! Mais que merecido! Ótimo PPV!

  6. Jamie Hayter e MJF com o ouro!
    O futuro será bastante promissor por aqui.
    Mal vejo a hora de ver os próximos feuds que virão com esses dois ❤️

  7. Feliz por ver o The Elite de volta e mais ainda pelas vitórias de Ricky, MJF e Jamie, esses 3 são ouro, definitivamente. Pobre Toni que teve um reinado inteiro sendo chamada de Interim.

  8. Facebook Profile photo

    O opener foi extraordinário, pena o botch do Jungle Boy naquele elbow drop.
    No que toca ao card em si, a maior surpresa aqui (no bom sentido) foi o Death Triangle reter os Trios Championships, até porque sejamos honestos, o Kenny é mais necessário como singles neste momento, dada a “falta” de main-eventers (O Moxley provavelmente irá de férias, o Hangman e o Adam Cole estão lesionados, o Jericho ocupado com a storyline da ROH), o que a meu ver faz com que o MJF não tenha assim tantos nomes para a próxima feud. O Ricky Starks está a subir, mas sejamos sinceros, não é uma adversário credível ainda.
    Quanto ao main event, estava á espera que o MJF fizesse uma destas, mas nunca pensei que iria envolver o Regal. E cumpriu a palavra dele no último Dynamite: “imma knock your lights clean out, no diamond ring needed”.

  9. therock982 semanas

    Opener muito bom, tanto o JB como o dinossauro puseram tudo o que tinham in ring e conseguiram entregar um combate bem violento e com bastante psicologia.

    Elite vs Death Triangle foi só fantástico, estes 6 lutadores são almas gémeas e foi muito bom vê-los aos 6 num combate em simultâneo, algo que por incrível que pareça nunca tinha acontecido, o Pac e o Kenny e os Lucha Bros e os Bucks já se enfrentaram vezes sem conta mas combate de trios nunca tinha acontecido. Ótimo desfecho em termos de storytelling por vários motivos, ansioso pela série à melhor de 7 que aí vem.

    Jamie e Toni conseguiram um banger, respeito máximo pela Toni, ela foi a campeã que a divisão precisava, Dynamite após Dynamite esteve lá a combater e no final de contas o reinado dela nem oficial foi. No entanto em wrestling há que ouvir o que o público tem a dizer e neste caso o público só queria a Hayter como campeã, a Toni no futuro terá seguramente oportunidade de ser recompensada.

    Ótima fatal 4 way pelo título da ROH, todos cumpriram na perfeição o seu papel, conseguiram entregar um combate muito bem estruturado, gostei.

    MJF campeão como esperado e merecido, muita coisa boa está por vir com a implosão do BCC.

  10. Gostei:
    – Jack Perry vs Luchasaurus. Um ótimo combate, que foi o melhor momento da feud até agora. Tivemos uma boa psicologia e uns bons spots, sendo que aquela elbow do topo da jaula podia ter sido melhor. As interferências do Christian eram previsíveis, mas desnecessárias. Em geral, foi uma boa forma de começar o show.
    – The Elite vs Death Triangle (c). Spots, spots e mais spots. É um combate divertido mas é o vosso típico trios match da AEW. Ótimo, mas nada que o diferencie dos anteriores.
    – Guevara vs Castagnoli vs Danielson vs Jericho (c). Acho que podia ter sido um bocado mais curto, mas foi um fantástico combate que contou uma bela história. De certas formas, até foi melhor do que antecipava.
    – Dr. Britt Baker DMD vs Saraya. Dado o facto de ter sido o combate de regresso da Saraya ao wrestling, até foi ótimo. A Britt conseguiu carregar a Saraya para um combate muito positivo. Vamos ver o que o futuro traz para a inglesa.
    – Joe vs Hobbs vs Wardlow (c). O combate em si foi ótimo, com bons spots e muito mais. O final foi um bocado esquisito, mas meter o título no Joe é interessante (até porque o reinado de Wardlow estava a ser medíocre).
    – Sting & Allin vs Jarrett & Lethal. Divertido desde o início. Não se esperava uma obra de arte mas os 4 aproveitaram as suas melhores qualidades. Destaco também o Satnam, que esteve bem no seu papel ao longo deste combate que teve um belo final.
    – Toni Storm (c) vs Jamie Hayter. Jamie Hayter é a AEW Women’s World Champion e eu nunca fui triste. 🙂 Agora que tragam a Thunder Rosa de volta e a Jamie a derrote para acabarmos com esta porcaria da campeã interina. Sobre o combate, ótimo encontro com os minutos finais a serem algo de especial.
    – Swerve In Our Glory vs The Acclaimed (c). Acho que foi o pior combate da trilogia, apesar de ainda ter sido ótimo. Cumpriu como um ótimo combate, solidificou os Acclaimed como campeões e começou a feud entre Lee e Swerve.
    – MJF vs Jon Moxley (c). Valeu a pena esperar +/- 5 horas para isto. Que brutalidade de combate com a reviravolta imprevisível do William Regal a trair o Moxley! E finalmente temos MJF como o campeão. Estou muito interessado para ver o desenrolar do seu reinado. Os 2 mataram-se sem cometer grandes erros. Vejam este combate!

    Não Gostei:
    – Jade Cargill (c) vs Nyla Rose. Serviu para acalmar a malta. Mesmo assim, foi um combate muito medíocre. Diz muito da qualidade quando a coisa que atraiu mais atenção foi a Vickie Guerrero a usar uma camisola da Rhea Ripley.

    Overall: 8/10. Em geral, um PPV bem divertido com quase todos os combates a entregarem (exceção feita para Cargill vs Rose). Destaco, especialmente, o seguinte: Acclaimed vs SIOG, Saraya vs Baker, Joe com 2 títulos, Hayter finalmente a conseguir o que merece há imenso tempo, bem como o MJF e a fatal 4-way pelo ROH Title.

  11. Dexter902 semanas

    Produção ao nível de um Dynamite ou de um Rampage, como é possível…..

    Also, a DMD maior estrela feminina da companhia perder com uma aleijada que regressar ao fim de 5 anos… Faz imenso sentido. Valeu pelo MJF e por vários combates de bom nível.

    • coiso2 semanas

      De facto tanto os Dynamites quanto os Rampages andam incríveis, lá em cima mesmo, mas não exageres…

    • Dexter902 semanas

      Não, não andam. Tem uma produção banal e ontem uma produção banal foi lol

  12. Full Gear extraordinário com boas surpresas.
    Ricky Starks ganhou sem surpresas.
    Kingston vs Akiyama foi espetacular, é para repetir.
    Jungle Boy vs Luchasaurus foi ok, poderia ser melhor mas é o que esperava de um combate entre estes dois.
    Death Triangle vs The Elite foi espetacular! Mas não percebi o anúncio de um melhor de 7 combates entre as duas equipas, deveriam virar a página até porque existe mais trios e como disse deveriam ganhar esses títulos ou os Dark Oder ou os House of Black, seja como for o fim foi genial.
    O combate do título TBS, já se esperava, mas este PPV era onde o título poderia mudar de mãos mas acho que nem vale a pena falar mais sobre esse assunto.
    Chris Jerichou venceu como eu esperava, deverá apenas perder para o Adam Cole.
    A Saraya tem muito trabalhinho pela frente, é uma espécie de CM Punk, agora é fazer muitas lutas para ganhar forma, mas sabe bem ver ela voltar a lutar.
    UAU! Samoe Joe TNT Champion? Essa não esperava! Esperava Hobbs vencer, mas Joe duplo campeão é bestial, quem se segue?
    Sting e Darby Allin acho que mereciam ser ambos campeão de tag team, um reinado curto, até porque não consigo ver Darby Allin já como não sendo campeão, merece um título! E a mesma coisa para o Jay Lethal, o homem é alguma coisa de especial, possivelmente uma das melhores contratações que a AEW poderia ter feito!
    E finalmente a Jamie Hayter venceu um título, estava à espera que fosse o título TBS mas este título é muito merecido, uma das melhores wrestler femininas que já vi, muito merecido.
    The Acclaimed a vencer, como de esperado, agora o que eu fazia se fosse eu a mandar era os Acclaimed vs FTR e reterem os títulos, mas depois perdiam para os The Gunn, que por consequência perdiam para os FTR.
    E por fim MJF campeão algo muito esperado, mas não esperava que William Regal traísse já o Moxley, seja como for é merecido tanto o MJF ser campeão, como o Moxley ter umas férias, vamos ver o que se segue.

  13. Natan2 semanas

    Cara, mesmo não acompanhando mais a AEW por conta das polêmicas e vejo que o combate foi muito bom, destaco a todos no geral que entregaram de uma forma super agressiva e com os novos campeões vejo o que irá acontecer nos próximos meses, e a pergunta é, como ficará a situação da Blackpool e a The Firm sendo que o Regal traiu o Moxley e o Mjf não sendo mais o líder da stable ?

  14. Carlosilva2 semanas

    Ricky Starks, Jack Perry, Sammy Guevara, Wardlow, Powerhouse Hobbs, Britt Baker, Darby Allin, Jamie Hayter, The Acclaimed, MJF. É este o caminho.

  15. rigaboss2 semanas

    toda a gente a dizer que n esperava a vitoria do MJF daquela forma, quando era algo que diria seria estranho era ele ganhar de outra forma. alias alguem aqui da casa quando fez o post sobre o que esperava que acontecesse colocou logo isto em numero 1 porque era o que estava na cara que ia acontecer

  16. Pedro2 semanas

    Gosto bastante do trabalho detalhado na cobertura dos shows aqui, mas preferia quando faziam o report do show num só texto. É ruim ter que ficar avançando de página em pagina do pré-show até chegar ao main event.

  17. Anónimo2 semanas

    Ótimo PPV no geral, com ótimos combates. Ótimo combate pelo ROH Championship. Destaco pela positiva o regresso da Saraya aos ringues. Parabéns a Jamie Hayter pela conquista do título. Excelente main event entre o MJF vs Moxely, estiveram muito bem. Parabéns ao MJF pela conquista do título. O combate mais fraco da noite foi da Jade Cargill vs Nyla Rose, mas tirando isso, foi uma ótima noite.

  18. BRRM1 semana

    10 man tag – foi um típico multi-man tag da AEW, desnecessário na minha opinião

    Starks vs Cage – o Cage esteve bem a dominar o combate e o Ricky fez um ótimo trabalho como underdog

    Kingston vs Jun – “porrada da velha à moda do Japão”, como se queria

    Jack vs Luchasaurus – muito bom este combate. Menos flips e mais psicologia do que estava à espera. Desempenharam os respetivos papéis de modo exemplar e o Christian, no pouco que fez, foi um heel detestável como ele tão bem sabe

    Death Triangle vs Elite – foi o que estava à espera, muitas acrobacias e tal, mas o final lá teve um cheirinho de storytelling. Mas pronto, em momentos como este o PAC destaca-se ainda mais pois é super atlético mas é bastante metódico na forma como o mostra, não anda só a spammar flips à maluca

    Jade vs Nyla – foi mais ou menos o que se esperava. Não sendo propriamente marcante, foi sólido o suficiente

    Jericho vs Bryan vs Claudio vs Sammy – ótimo combate. O Jericho esteve muito bem, como de costume, o Sammy, que costuma ter algumas falhas em termos de psicologia, aqui até gostei bastante de o ver e quanto ao Bryan e o Claudio… epá dêem-me um combate entre eles, pelos “velhos tempos”

    Saraya vs Baker – para quem já não lutava há 5 anos por causa de uma lesão no pescoço, a Saraya esteve muito bem. E a Britt fez exatamente o que devia ao focar os seus ataques no pescoço.

    Joe vs Wardlow vs Hobbs – três pesos pesados à batalhar por domínio e, no fim, uma vitória inesperada, pelo menos para mim, do Joe. Gostei.

    Sting & Darby vs Lethal & Jarrett – não percebi bem a necessidade de haver tais num No DQ match mas pronto, isso à parte esta reunião de ex-TNA (juntamente com o Allin) foi bastante entertaining

    Hayter vs Storm – combate bem físico e disputado que superou as minhas expetativas. Grande vitória para a Jamie sem descredibilizar a Toni

    Acclaimed vs SIOG – bom combate, com qualidade dentro do que era esperado. A ver o que se segue agora para o Keith Lee e para o Swerve

    MJF vs Moxley – um belo combate onde ambos jogaram com a plateia de forma incrível. O final foi overbooked mas neste caso justifica-se e a traição do Regal não era uma hipótese assim tão rebuscada mas mesmo assim surpreendeu. Parabéns ao MJF, que tenha um ótimo reinado a condizer com o seu talento. E quanto ao Moxley, não há palavras para descrever a run dele na AEW até agora. De um modo ainda mais especial, desde que voltou da reabilitação. Tem trabalhado consistentemente a um nível a que poucos chegam.