AEW impede Jon Moxley de participar em evento da NJPW

6 meses 12

A New Japan Pro Wrestling anunciou esta segunda-feira que o seu IWGP United States Champion Jon Moxley, conhecido na WWE como Dean Ambrose, não estará presente na primeira noite do NJPW G1 Climax 2019. Este é o torneio que irá definir o novo candidato ao IWGP World Heavyweight Championship e o primeiro evento do mesmo realizar-se-á em Dallas, nos Estados Unidos, no dia 6 de Julho.

Jon Moxley pertence ao Bloco B do NJPW G1 Climax 2019, pelo que não estava anunciado para nenhum combate para essa data, que só terá combates do Bloco A. No entanto, os fãs americanos da promotora japonesa tinham a esperança de poder ver o atual IWGP United States Champion nesse show.

Ao que tudo indica, os contratos que ligam Jon Moxley à New Japan Pro Wrestling e à All Elite Wrestling impedem o lutador de representar outra grande promotora em solo americano que não a companhia liderada por Cody Rhodes. Ou seja, Jon Moxley não está autorizado a participar em grandes eventos realizados nos Estados Unidos de promotoras que tenham transmissão televisiva ou similar.

Assim sendo, Jon Moxley só poderá defender o seu IWGP United States Championship fora dos Estados Unidos, principalmente no Japão, pelo menos em eventos da NJPW. O que não deixa de ser curioso, o campeão dos Estados Unidos não poder participar ou defender o título no próprio país através da mesma promotora onde o conquistou.

Para além de Jon Moxley, também Chris Jericho e Kenny Omega deverão ter cláusulas similares nos seus contratos. Nos Estados Unidos só poderão participar em eventos da All Elite Wrestling, ficando as suas participações na NJPW apenas reservadas para eventos realizados no Japão.


O que achas deste impedimento de Jon Moxley participar nos shows da NJPW nos Estados Unidos?

12 Comentários

  1. Showstealer6 meses

    É um bocado chato, especialmente para os fãs. Contudo, decerto que o Jon Moxley já saberia que havia esta cláusula quando assinou tanto com a AEW como com a NJPW pelo que deveria estar bem informado acerca destas restrições.

  2. Faz sentido. Mas é pena, dado que ele é IWGP United States Champion.

  3. Anônimo6 meses

    parece que saiu de uma gaiola e entrou em outra.

    • Alexandre6 meses

      que exagero hein meu amigo.

    • Emanuel6 meses

      Não é nenhuma gaiola quando concordou com os termos. Ele tem contrato com AEW e NJPW. Ficou acordado entre as 2 empresas que nos EUA só luta pela AEW e no Japão só luta pela NJPW.

  4. Kauê Silva6 meses

    Isso é meio injusto, até porque estaria o barrando de um trabalho, mas hoje em dia é difícil brigar com essas cláusulas!

    • Emanuel6 meses

      Ele tem duplo contrato. Ele recebe tanto da AEW como da NJPW. Ficou acordado entre as 2 empresas que nos EUA só luta pela AEW profissionalmente e no Japão só luta pelo NJPW. Foi acordado pelas 2 empresas e por ele.

  5. Anonimo6 meses

    Concordo plenamente. Aliás se é lutador da AEW e se a empresa quer mesmo ter credibilidade para competir com a wwe nao pode deixar os seus lutadores irem lutador a empresas secundárias.

  6. Bruno6 meses

    Mas na aew não era só liberdade etc
    Que grande sapo algum pessoal esta a engolir, se em vez de aew tivesse ai wwe já havia ai 40 comentarios maus, assim vai só em 5

    • Aron nou6 meses

      AEW nem vai ser tudo isso que o pessoal acha que vai ser…
      Como eu tinha dito faz um tempo, no inicio vai ser mil maravilhas e depois ela vai mostrar a verdadeira face

    • Aron nou6 meses

      Ah antes que me esqueça…
      Desejo que a AEW de certo, não desejo o mau nenhum (antes que alguém venha bostejar)

  7. Alexandre6 meses

    Tá certo, senão vira bagunça.

Comentar