A AEW transmitiu esta sexta-feira mais uma edição do Rampage no canal TNT, a partir do Jim Whelan Boardwalk Hall em Atlantic City, New Jersey, rumo ao Full Gear de 19 de Novembro.

Resultados

– AEW All-Atlantic Champion Orange Cassidy venceu Katsuyori Shibata
– Jamie Hayter & Britt Baker venceram Madison Rayne & Skye Blue
– TNT Champion Wardlow & ROH World TV Champion Samoa Joe venceram Gates of Agony (Toa Liona & Kaun)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

O Rampage começou com a entrada de Mike Tyson, que se juntou aos comentadores, para o primeiro combate da noite.

A seguir, tivemos um video package a promover o combate entre Katsuyori Shibata e o AEW All-Atlantic Champion Orange Cassidy.

– AEW All-Atlantic Champion Orange Cassidy venceu Katsuyori Shibata: Orange Cassidy tentou usar sua ofensiva pouco ortodoxa para começar melhor, mas fora do ringue, Katsuyori Shibata aumentou a agressividade, sendo que em ringue começou a usar a sua maior técnica para se colocar no domínio.

Ainda assim, o “Freshly Squeezed” sempre que pode tentou usar a sua velocidade, mas o “Wrestler” foi dominando ao ponto de entrar no jogo psicológico do popular lutador da AEW, tendo mostrado os seus habituais strikes que deixaram o campeão em apuros.

O equilíbrio foi começando a ficar cada vez mais patente, mas a ousadia de Orange Cassidy ao tentar usar os Penalty Kicks, irritou Katsuyori Shibata que voltou a meter a sua agressividade em jogo.

As quase vitórias foram começando a aparecer de parte a parte, sendo que o primeiro Orange Punch de Orange Cassidy nem sequer deitou o seu adversário por terra, mas no final, quando Katsuyori Shibata tentou o Penalty Kick, o “Freshly Squeezed” acertou o Orange Punch e reteve o AEW All-Atlantic Championship.

Após o final do combate, Katsuyori Shibata e Orange Cassidy cumprimentaram-se mostrando respeito mútuo.

Nos bastidores, a Interim AEW Women’s World Champion Toni Storm foi entrevistada e esta mostrou-se triste pela pessoa que Jamie Hayter se tornou e pela manipulação que Britt Baker tem feito à sua antiga amiga. A campeã terminou dizendo que no Full Gear irá fazer a sua antiga amiga pagar pelas suas ações.

A seguir, tivemos o Blackpool Combat Club numa entrevista e Claudio Castagnoli a explicar que até respeita Chris Jericho por fazer tudo o que está ao seu alcance para vencer, mas não aceita que ele ataque não lutadores. O suíço lançou então o desafio para um combate contra o ROH World Champion.

Já Bryan Danielson afirmou que o Rampage não é grande o suficiente para ele listar todas as razões pela qual odeia Chris Jericho, e que também ele quer enfrentar o ROH World Champion.

– Jamie Hayter & Britt Baker venceram Madison Rayne & Skye Blue: A dupla de Madison Rayne & Skye Blue entrou melhor neste embate, mas Jamie Hayter com um pouco de batota à mistura virou o ímpeto a favor da sua equipa.

Jamie Hayter & Britt Baker mantiveram Skye Blue isolada durante vários minutos, mas a jovem foi-se mantendo na luta e conseguiu ganhar espaço para fazer o tag a Madison Rayne que virou o ímpeto até que a candidata principal entrou novamente em ringue.

As quase vitórias foram aparecendo de parte a parte, mas no final, a força de Jamie Hayter fez a diferença e com a sua Ripcord Lariat conquistou mais uma vitória.

Após o combate terminar, o ataque continuou, isto enquanto Britt Baker falava ao microfone e afirmou que a inglesa irá ser a próxima campeã.

Toni Storm apareceu e despachou Rebel e Britt Baker, antes de entrar em ringue e ter uma brawl com a sua antiga amiga, isto até que Britt Baker com o AEW Women’s World Championship na cabeça da campeã.

Nos bastidores, o ROH World Champion Chris Jericho foi entrevistado e este afirmou que não quer escolher entre Bryan Danielson e Claudio Castagnoli, mas se calhar a melhor ideia é escolher os dois.

O “Lionheart” explicou que os membros do Blackpool Combat Club não gostam um dos outros e que o melhor que tem a fazer é enfrentá-los numa Triple Threat.

Mas melhor ideia ainda, é se em vez de ser uma Triple Threat, é se for uma Fatal 4-Way pelo ROH World Championship e que por isso Sammy Guevara também fará parte do combate e no final de contas irá fazer o que está certo.

No ringue, tivemos Ricky Starks a anunciar que irá fazer parte do torneio que irá definir o próximo candidato principal ao AEW World Championship. O “Absolute” afirmou que irá chegar ao Full Gear e sair do evento com uma oportunidade de lutar quer seja contra Jon Moxley, quer seja contra MJF.

No backstage, Sammy Guevara foi entrevistado e este afirmou que no Full Gear o ROH World Championship irá ficar na Jericho Appreciation Society. O “Spanish God” a seguir, lançou o desafio a Bryan Danielson para um 2 out of 3 Falls Match no próximo Dynamite.

A seguir, tivemos Mark Henry a entrevistar os competidores que irão enfrentar-se no main event, tendo Prince Nana afirmado que os Gates of Agony irão vencer os War Joe. Já o TNT Champion Wardlow não se mostrou preocupado com o seus adversários e desafiou Powerhouse Hobbs a atcá-lo mais uma vez.

– TNT Champion Wardlow & ROH World TV Champion Samoa Joe venceram Gates of Agony (Toa Liona & Kaun): Como seria de esperar este main event começou de forma bastante agressiva e de forma algo surpreendente foram os Gates of Agony que dominaram durante alguns minutos.

A dupla dos The Embassy conseguiu manter Samoa Joe isolado durante algum tempo, mas o ROH World TV Champion conseguiu manter-se na luta e quando teve uma abertura fez o tag a Wardlow que virou o combate do avesso.

Nos minutos seguintes, o caos foi-se instalando e isso beneficiou os WarJoe, que foram dominando, até uma distração de Prince Nana que quase deu a vitória aos Gates of Agony.

Mas no final, a força do TNT Champion foi demasiada e Wardlow conquistou a vitória após a sua Powerbomb Symphony.

Após o combate terminar, Powerhouse Hobbs apareceu na zona de entrada, o que fez Wardlow empurrar Samoa Joe, enquanto desafiava o seu novo rival a vir ao ringue, mas os dois ficaram só a trocar palavras ao longe.


O que achaste deste AEW Rampage?

5 Comentários

  1. The Name3 meses

    Esta semana o Rampage foi melhor que o Dynamite, por muito estranho que pareça imo… Espero que continue neste caminho!
    E já agora o Tyson nem foi mau nos comentários, eu até gostei 😂
    Bom show, ver o Shibata a lutar novamente e em solo Americano foi incrível, o combate também foi muito bom.

  2. Jamie Hayter & Britt Baker como primeiras campeãs de tag team femininas. A Jamie realmente está a mostrar muito e que merece ser campeã, já que a nova TBS Champion não foi athena, poderia ser a Jamie.

  3. El Cuebro3 meses

    Rampage melhor que o Dynamite essa semana, trazendo boas projeções para o futuro, por exemplo Wardlow vs Hobbs, Jamie ganhando força, Ricky com muito ímpeto, grande luta do Orange frente ao Shibata também, não imaginava o japonês perdendo, mas foi bom de ver! E foi só impressão minha ou ouvi “you’re not ucey” durante o Dynamite?

  4. Gostei:
    – Orange Cassidy (c) vs Katsuyori Shibata. Foi um ótimo combate, com um bom contraste entre as parvoíces do Cassidy e a seriedade do Shibata. Aliás, até houve uma parte de parvoíce do Shibata que terminou com uma chapada incrível. Destaco também o Mike Tyson nos comentários.
    – WarJoe vs The Gates Of Agony. Bom wrestling com muita força envolvida. A Embassy continua a ter um booking fraco, mas cumpriram o seu trabalho aqui. Gostei também da tensão entre Samoa Joe e Wardlow.

    Não Gostei:
    – DMD & Hayter vs Rayne & Blue. Um combate cheio de nada… Blue vs Hayter no Dynamite também não me soa que vai ser grande coisa para uma Hayter que supostamente vai desafiar pelo título. Madison Rayne também foi claramente o elo mais fraco neste combate. Há que se pedir mais à veterana.

    Overall: 5/10. Destaco só o combate entre Cassidy e Shibata, porque o resto é bem esquecível.

  5. Dark Nash3 meses

    Ricky vs MJF é o futuro