A AEW transmitiu esta sexta-feira mais uma edição do Rampage no canal TNT, mas num horário especial, a partir da Chesapeake Employers Insurance Arena em Baltimore, Maryland, e rumo ao Double or Nothing do dia 29 de Maio.

Resultados

– Toni Storm & Ruby Soho venceram Britt Baker & Jamie Hayter
– HOOK venceu JD Drake
– Riho venceu Yuka Sakazaki (Women’s Owen Hart Tournament Qualifying Match)
– Jay Lethal venceu Konosuke Takeshita

Vídeos

Watch Wrestling

Report

– Toni Storm & Ruby Soho venceram Britt Baker & Jamie Hayter: Toni Storm & Ruby Soho entraram melhor neste opener, mas Britt Baker com alguma batota à mistura conseguiu virar o ímpeto a seu favor. A ex-campeã e Jamie Hayter dominaram a neozelandesa durante vários minutos, mas esta conseguiu equilibrar a contenda e tivemos o caos instalado durante os minutos seguintes.

No final, Rebel ainda tentou ajudar, mas não foi o suficiente e no final, Toni Storm apanhou Britt Baker com um pin rápido e venceu este combate.

A seguir, tivemos uma chamada telefónica de Eddie Kingston para o programa, onde este ameaçou Chris Jericho, que o vai fazer sofrer tal como ele o fez sofrer a ele e à sua família.

Nos bastidores, tivemos Tony Nese a exigir um combate contra Danhausen.

– HOOK venceu JD Drake: Hook entrou de forma dominante, com JD Drake ainda a tentar dar alguma luta mas no final, o jovem lutar aplicou o Redrum e venceu mais um combate.

Assim que o combate terminou, Danhausen veio ringue e explicou que é capaz de precisar de ajuda contra Mark Sterling e Tony Nese, tendo pedido a HOOK para este estar no seu canto. Danhausen depois de tocar em HOOK levou um empurrão, mas o estranho lutador terminou o segmento a oferecer um pacote de batatas como presente de aniversário ao popular lutador, que acabou por não aceitar o presente.

Em seguida tivemos os FTR a falar, e Dax Harwood afirmou que não irá perder contra Adam Cole e está preparado para conquistar o Owen Hart Tournament.

– Riho venceu Yuka Sakazaki (Women’s Owen Hart Tournament Qualifying Match): As duas lutadoras entraram de forma agressiva e na esperança de vencerem rapidamente este combate de qualificação.

A agressividade só foi aumentando com o passar dos minutos e com isso as quase vitórias foram começando a ser frequentes, sendo que no final depois de uma troca de elbows, Riho com um pin rápido surpreendeu Yuka Sakazaki e venceu este embate.

A seguir tivemos Shawn Spears a dizer que ele é a criptonite de Wardlow, dando a entender que os dois se irão enfrentar em breve.

Dan Lambert e os Man of the Year vieram ao ringue, com Ethan Page a não perder tempo a insultar Sammy Guevara e Tay Conti. O trio foi interrompido por Frankie Kazarian que atirou uma farpa a Dan Lambert e ao “All Ego”, antes de dizer que acredita no TNT Champion Scorpio Sky.

O campeão explicou que quer trazer de volta o prestígio ao título e que Dan Lambert tem de parar de andar com a sua versão do título e que ele irá manter a sua palavra e na próxima semana dará uma hipótese pelo título ao seu velho amigo.

Jungle Boy atacou Ricky Starks enquanto este comentava e tivemos uma brawl que foi ganha pelo campeão de equipas, que acabou a pousar com o FTW Championship.

Nos bastidores, Konosuke Takeshita afirmou não ter medo de Jay Lethal, o que fez com que este e Sonjay Dutt ficassem irritados, tendo dito que o lutador nipónico irá pagar por estes comentários.

– Jay Lethal venceu Konosuke Takeshita: O main event começou de forma técnica, tendo Konosuke Takeshita levado a melhor nestes instantes iniciais, sendo que Jay Lethal só ficou no controlo quando o nipónico se distraiu com Satnam Singh.

O ex-ROH World Champion dominou durante vários minutos, mas o seu adversário foi aguentando a ofensiva e manteve-se na luta. Perto do final, as quase vitórias foram-se sucedendo, mas no final, Jay Lethal mostrou estar um patamar acima e acertou seu Lethal Injection que lhe deu a vitória.

Assim que o main event terminou, Satnam Singh e Sonjay Dutt juntaram-se ao seu companheiro no ataque a Konosuke Takeshita, sendo que os Best Friends ainda tentaram ajudar, mas sem sucesso.

Por fim, Samoa Joe apareceu com um ferro na mão, mas foi parado por vários seguranças da AEW, tendo o Rampage terminado com este aos gritos com os seus rivais.


O que achaste deste AEW Rampage?

5 Comentários

  1. O Eddie Kingston ao telefone, foi um momento incrivel para continuar a contar esta história, foi muito bom e diferente… gostei

  2. JD Drake é muito saco de pancadas, tadinho …

  3. Gostei:
    – Baker & Hayter vs Storm & Soho. Uma boa tag match, boa ação e Jamie Hayter a brilhar. No entanto, tenho que dizer que a Britt parece ter-se desconcentrado no final; não estava ao seu melhor nessa parte.
    – Eddie Kingston liga para Chris Jericho. Que ótimo segmento! Foi fresco e a promo de Kingston foi brilhante, como normal.
    – Após Hook vs JD Drake, Danhausen vem ao ring. Parece que vamos mesmo avançar para uma parceria entre os 2, que adoro. A promo de Danhausen foi boa, a reação de Hook quando viu que ele trouxe as batatas fritas… Bom segmento.
    – Yuka Sakazaki vs Riho. Mais um bom combate, como tem sido habitual neste Owen Hart Qualifiers. Boas manobras, boas nearfalls e um ritmo sólido. E também sabe sempre bem ver 2 Women’s Matches num show da AEW.
    – Promo da America’s Top Team, interrompidos por Frankie Kazarian. Scorpio Sky vs Kazarian é obviamente um combate que estou interessado em ver e o aumento das tensões entre Page e Sky está a ter um build. Bom segmento aqui.
    – Jay Lethal vs Konosuke Takeshita. Combate sólido para Takeshita provar o que vale na sua estreia na AEW. Boas sequências e um bom combate.

    Não Gostei:
    – Hook vs JD Drake. Nada demais por aqui.

    Overall: 6/10. Um Rampage divertido. Combates curtos, mas bons e boa progressão nas storylines. Sempre bom ver Riho de volta, Takeshita bem na sua estreia e Hook é ouro.

  4. Bom show.

  5. Anónimo3 semanas

    Destaco o semgmento entre o Hook e Danhausen, e o main event.