A AEW transmitiu esta sexta-feira mais uma edição do Rampage no canal TNT, a partir do Charleston Coliseum em Charleston, West Virginia, rumo All Out do dia 4 de Setembro.

Resultados

– AEW World Tag Team Champion Swerve In Our Glory (Keith Lee & Swerve Strickland) venceram Private Party (Isiah Kassidy & Marq Quen)
– FTW Champion HOOK venceu Zack Clayton
– Buddy Matthews venceu Serpentico
Athena venceu Penelope Ford
– Orange Cassidy & Best Friends (Chuck Taylor & Trent Beretta) venceram The TrustBusters (Ari Daivari, Parker Boudreaux & Slim J) (Quartos-de-Final do AEW World Trios Championship Tournament)

Vídeos

Watch Wrestling

Report

O Rampage abriu com o ROH Pure Champio Wheeler Yuta e o ROH World Heavyweight Champion Claudio Castagnoli, tendo este dito que é um prazer ser o campeão mundial da ROH, mas quer quer defender o título e então lançou um desafio aberto para a próxima semana. Dustin Rhodes veio ao ringue e aceitou esse desafio, tendo dito que em 34 anos de carreira sempre sonhou ser campeão mundial. o “Swiss Superman” aceitou o desafio, tendo “The Natural” dito que a sua melhor versão irá aparecer no próximo Rampage.

Nos bastidores, Ortiz & Ruby Soho foram entrevistados e estes desafiaram Sammy Guevara & Tay Melo para um combate no futuro.

– AEW World Tag Team Champion Swerve In Our Glory (Keith Lee & Swerve Strickland) venceram Private Party (Isiah Kassidy & Marq Quen): Os campeões entraram melhor neste opener, mas os Private Party conseguiram isolar Swerve Strickland e dominaram durante alguns minutos.

Swerve Strickland conseguiu aguentar a ofensiva e fazer o tag a Keith Lee que usou a sua força para virar o combate do avesso, tendo a vitória chegado depois de Swerve Strickland acertar o JML Driver em Marq Quen.

A seguir tivemos imagens dos The Factory a jogar às cartas, mas foram confrontados por Powerhouse Hobbs. O segmento terminou com QT Marshall a prometer que o seu grupo irá dar cabo de Ricky Starks.

– FTW Champion HOOK venceu Zack Clayton: Zack Clayton antes do combate insultou os fãs na arena, mas quando este começou, não teve muitas hipóteses e HOOK aplicou o Redrum e conquistou a vitória.

Assim que o combate terminou, os 2Point0 apareceram nos bastidores e deixaram um desafio a HOOK com Angelo Parker a mostrar-se interessado em lutar pelo FTW Championship.

Ainda no backstage, Billy Gunn foi entrevistado e este afirmou que os seus filhos meteram-se com a pessoa errada e os Acclaimed irão atrás do Gunn Club.

– Buddy Matthews venceu Serpentico: Buddy Matthews entrou de forma agressiva e não deu a hipótese a Serpentico, tendo conquistado o embate com o seu Murphy’s Law.

Assim que o combate terminou, Miro apareceu e atacou Buddy Matthews, sendo que nem uma distração de Julia Hart ajudou o australiano.

Nos bastidores, Dr. Britt Baker DMD mostrou-se chocada por ela e Jamie Hayter não estarem no PPV, tendo aproveitado para insultar as ThunderStorm, afirmando que o seu grupo estará atento a esse resultado.

– Athena venceu Penelope Ford: Athena entrou de forma dominante neste combate, mas Penelope Ford conseguiu virar o ímpeto a seu favor durante algum tempo. A “Fallen Goddess” nunca se deu por vencida e começou a equilibrar as contas, sendo que foi fora do ringue que virou o combate por completo a seu favor, tendo conquistado a vitória após o O-Face.

Kiera Hogan e Leila Grey atacaram Athena após o combate ter terminado, enquanto Jade Cargill destruiu as asas de Athena na zona de entrada, antes de também atacar a sua rival dentro do ringue.

A seguir tivemos um video package a promover o combate que acontecerá no próximo Dynamite entre o AEW World Champion CM Punk e o Interim AEW World Champion Jon Moxley.

Nos bastidores, Ricky Starks afirmou que tem muito para falar sobre o que Powerhouse Hobbs lhe tem feito e o irá fazer no próximo Dynamite.

Mark Henry entrevistou os Orange Cassidy & Best Friends e os Trustbusters e as duas equipas afirmaram que querem vencer para ficarem mais perto dos AEW World Trios Championships.

– Orange Cassidy & Best Friends (Chuck Taylor & Trent Beretta) venceram The TrustBusters (Ari Daivari, Parker Boudreaux & Slim J) (Quartos-de-Final do AEW World Trios Championship Tournament): O trio de Orange Cassidey e dos Best Friends entrou melhor neste main event, mas um ataque fora do ringue de Sonny Kiss fez com que os TrustBusters conseguissem isolar Trent Beretta. O domínio durou vários minutos, mas Trent Beretta nunca se deu por vencido e conseguiu fazer o tag a Orange Cassidy que aumentou o ritmo do combate e com isso as quase vitórias foram começando a aparecer de parte a parte.

No final, parecia que os TrustBusters iam conseguir vencer, mas Danhaunsen apareceu para amaldiçoar o grupo, o que abriu espaço para os Best Friends conquistassem a vitória após um golpe em equipa em Slim J.


O que achaste deste AEW Rampage?

5 Comentários

  1. Dark Nash1 mês

    A AEW tem um rooster interessante, e depois de um Dynamite interessante o mínimo que poderiam entregar é um bom show nesse rampage. Lamentável …

    • coiso1 mês

      Lamentável “entregar” um bom show? Foi o que fizeram.

  2. Gostei:
    – Começámos com os Blackpool Combat Club, com Dustin Rhodes a desafiar Claudio Castagnoli pelo ROH Title. Não é um combate que me entusiasma em particular, mas tem uma história interessante: Dustin nunca foi campeão mundial e quer conquistar um desses títulos, algo que Claudio compreende na perfeição. Em geral, foi um segmento sólido.
    – Athena vs Penelope Ford. Apesar de ter sido curto, foi um combate divertido, com um bom ritmo. Trabalho sólido das 2.
    – Best Friends vs Trustbusters. Um bom combate, com um trabalho muito sólido de todos. Slim J esteve muito bem, em especial. Estava à espera de uma vitória dos heels, mas não me importo que os faces vençam. O final foi ótimo.

    Não Gostei:
    – Private Party vs Swerve In Our Glory (c). Eu já nem me lembrava que os Private Party ainda estavam cá… porque raio receberam uma title shot? Porque ganharam combates ao calhas no Dark? Os comentários esforçaram-se para tornar este combate melhor do que foi, mas foi um combate algo medíocre.
    – Hook (c) vs Zack Clayton. Uma squash total. Nem 1 minuto durou.
    – Buddy Matthews vs Serpentico. Outra squash… Ao menos apareceu Miro e atacou Buddy Matthews, que pode levar a uma feud interessante.

    Overall: 5.5/10. Mais um Rampage esquecível… o ritmo podia ter sido muito melhor. Nada a destacar neste show.

  3. Cebola1 mês

    Gostei, bom show!

  4. El Cuebro1 mês

    Ainda acho que o Rampage merece uma hora adicional, ou pelo menos meia hora adicional, porque é muita coisa acontecendo para pouco tempo de programa, no todo um bom show, gostei muito do main event e Hook eliminando a concorrência!