Batalha dos 1000 (30/10/2016)

Ontem, no Centro Shotokai de Queluz, uma assistência de 90 pessoas assistiu à Batalha dos 1000.

No combate principal, assistiu-se a uma Batalha Real (semelhante ao Royal Rumble), em que o vencedor levou para casa 1000 euros.

Antes disso, 5 combates de qualificação, de 1-contra-1, em que o vencedor garantia que entrava apenas na 2ª metade da Batalha Real e, portanto, mais descansado e com menos adversários pela frente.

b1000-report-recinto

O que aconteceu? Vamos ver, segmento a segmento:

1. Bammer e Salvador têm de ser separados

Numa altura em que se resumia o card e se dava as boas-vindas a uma plateia que esteve muito efusiva durante todo o evento, o Campeão Nacional Bruno “Bammer” Brito entrou no pavilhão e pediu o microfone.

Depois de saudar a crowd, provocou Luís Salvador, que estava na 1ª fila da assistência, por ter optado por não ter combate de qualificação (sujeitando-se a um sorteio normal).

Bammer perguntou a Salvador se era assim que ele se ia comportar como Candidato Principal, se era assim que ia chegar a Campeão Nacional e… se era esse o tipo de exemplo que queria dar ao seu filho recém-nascido.

Salvador, inevitavelmente, não levou a bem. Levantou-se, subiu ao ringue e os dois já estavam cara-a-cara, testa-com-testa, quando foram separados por árbitros, lutadores e staff. Até João “Pégaso” Sena, o antigo lutador do WP Clássico, que fez as entrevistas aos vencedores dos combates, teve de ajudar.

Salvador, visivelmente irritado, acabou por não voltar ao seu lugar e foi para os bastidores.

2. Korvo domina Duarte Silva… mas é roubado

No primeiro combate da tarde, Duarte Silva foi o primeiro a entrar. Começou imediatamente a provocar a crowd. E até “pediu emprestada” a célebre frase do seu adversário:

Bem-vindos ao MEU show.

O que Duarte não sabia é enquanto falava e falava (e falava), Bruno “Korvo” Almeida já tinha entrado no pavilhão e estava atrás dele.

Quando Duarte finalmente se apercebeu do facto, foi submetido a 5 minutos de “tour” pelo pavilhão, com Korvo a castigá-lo com strikes e a enviá-lo contra escadas, espaldares, barras, tudo o que havia no recinto.

Quando o combate finalmente chegou ao ringue e a sineta tocou, a história pouco mudou… de início.

b1000-korvo-falcon-arrow

Korvo dominou até que Duarte fingiu uma lesão para distrair o árbitro e um indivíduo mascarado atacou o antigo General Manager do WP com duas cadeiradas.

O árbitro não se apercebeu e, com Korvo no tapete, Duarte fez o pin.

3. Bernardo Barreiros venceu substituto de última hora, Luís Mira

Luís Mira teve 1 semana de aviso. Mas, no combate, não se notou.

b1000-mira-bernardo-nos-cantos

Depois de Bernardo Barreiros ter feito uma promo em que marcou a sua posição para ter uma oportunidade pelo título – enterrando Campeão e Candidato Principal, antes de virar a sua atenção para o seu adversário – teve um combate muito equilibrado com Mira.

Isto, até ao último minuto, que foi absolutamente demolidor.

Depois de várias “near falls” de Mira, que incluíram um Bulldog da 2ª corda e um Codebreaker, Bernardo atingiu-o com uma cotovelada em corrida, um Spear e a sua versão do Vader Bomb.

1, 2… 3.

4. Kelly deixou Marcos Vitória KO em 54 segundos

Marcos Vitória e a sua t-shirt de “Veterano” pareciam ter o combate bem preparado.

Nos dois primeiros tie-ups, Kelly foi projectada para o tapete, primeiro com um Drop Toe Hold, depois com um Ankle Pick seguido de uma rasteira. Com Kelly no chão, Marcos aproveitou para falar com o público.

Mas quando virou as costas a Kelly a segunda vez, foi também a última.

Kelly atingiu “O Veterano” com um pontapé na perna e, de seguida, um pontapé na cabeça, que deixou Marcos a sonhar com os seus tempos no New Japan Dojo e, portanto, incapaz de fazer kick-out.

b1000-kelly-wins

Em menos de 1 minuto, a única lutadora no show deixou uma marca contundente na plateia… e na cabeça de Marcos Vitória.

5. Campeão Nacional Bruno “Bammer” Brito venceu RAFA num combate extremamente competitivo

RAFA queria saber como se dava contra as estrelas do WP Clássico.

O 1º teste foi logo o maior.

O combate foi muito equilibrado, com ambos os homens a dominarem partes prolongadas do combate.

rafa-dive

O momento crucial foi uma lesão na perna de RAFA, que sofreu após Bammer enviar a perna de RAFA contra a parte externa do tapete do ringue.

Quando RAFA ia para o seu Shining Wizard, a sua perna cedeu. E, antes de RAFA poder reagir, o Campeão já o tinha levantado para a Bammer Bomb, que lhe deu a vitória.

No final, os dois treinadores da Academia do Wrestling Portugal cumprimentaram-se e Bammer deu o ringue a RAFA, dizendo a João “Pégaso” Sena para entrevistar RAFA e não ele.

RAFA, resignado com a derrota, aproveitou para deixar um recado a Ricky e a David “Cougar” Batista, 2 figuras de relevo do WP Clássico que estavam na plateia, deixando claro que estaria aberto a combater contra eles.

6. Candidato Principal Luís Salvador venceu e convenceu contra Ramon Vegas

No programa do evento, estava claramente indicado que Ramon Vegas defrontaria Chill.

O que não estava no programa foi o ataque de Ramon a Chill enquanto o último fazia a sua entrada. Depois de uma autêntica rixa de rua fora do ringue, Vegas atingiu Chill com uma corrente enrolada à volta do punho.

Ramon Vegas parecia que ia ter o que queria (uma qualificação fácil para a segunda metade da Batalha Real), mas Salvador interrompeu a sua celebração e desafiou-o para um combate.

Salvador venceu um combate dividido, quando Ramon tentou repetir o truque que eliminou Chill. Porém, falhou o murro com a corrente e Salvador apanhou-o no Log Off, para a vitória por assentamento.

b1000-report-log-off

7. Salvador venceu a Batalha dos 1000, eliminando por último Bruno “Bammer” Brito

A Batalha dos 1000 mostrou claramente que compensa ganhar o combate de qualificação, já que os últimos 4 no ringue – Salvador, Bammer, Bernardo e Kelly – ganharam todos o seu combate e, com isso, o direito de entrar apenas na segunda metade.

b1000-br

Nos momentos finais, Bammer saltou para Salvador da segunda corda… e caiu direitinho num Cutter/RKO. Conseguiu levantar-se mas, atordoado, foi eliminado com uma Clothesline em corrida de Salvador.

Alguns destaques:
Zé de Manteigas apareceu, primeiro como ele próprio, depois como Stone Cold Steve Manteigas e, por último, como Romano de Manteigas (sim, aconteceu… believe that)
Korvo foi quem esteve mais tempo no ringue, acabando por ser eliminado por Salvador
Duarte Silva foi quem esteve menos tempo. Apesar de ter sido o último a entrar, fê-lo apenas momentos depois de Korvo ser eliminado, o que levou Duarte a procurar refúgio no ringue… onde estava Kelly para o eliminar.
Marcos Vitória foi quem conseguiu mais eliminações, com 4 (embora a metodologia seja questionável: tentou sempre dar o último toque nos lutadores que estavam já a ser eliminados)

No final, enquanto Salvador celebrava, Bammer desafiou-o para um combate no dia 27 de Novembro, com o Título Nacional do WP em jogo. Salvador aceitou, pelo que fica apenas a faltar um anúncio oficial.

Fiquem atentos à página de Facebook do Wrestling Portugal e ao Wrestling.PT para mais informações!

Sabes de alguma notícia que não está publicada no Wrestling PT? Envia-nos!

Sobre o Autor

Foto de perfil do Facebook
- Fundador do Heelbook; Co-Fundador do Wrestling Portugal.

16 Comentários

  1. parabéns toto da net 😉

  2. the enigma - há 12 meses

    And the main event for the world title will be an iron man match
    Luís Salvador vs Bruno “Bammer” Brito III

  3. É hora para um novo campeão.

  4. the enigma - há 12 meses

    Is time,for a new champion to arise

  5. Já tem data para o grande duelo nacional

  6. adepto portugues - há 12 meses

    Quando vão sair as gravações deste show? lá para meados de novembro?

  7. FrancisDreezPT - há 12 meses

    Pelo que li foi um excelente show.. Parabéns ao Salvador..

    Ja agora este Title Match necessita uma estipulação.. Ladder?? Last Man Standing?? Humm…

  8. Ziggler IC Champion - há 12 meses

    HERE COMES NEW CHAMPION. FINALY. LOL

  9. SoberanoX - há 12 meses

    RKO neles…

  10. Miguel - há 12 meses

    O Pégaso já não luta? A ultima vez que assisti Wrestling Português foi na Taça Tarzan Taborda de 2010, por isso peço desculpa pela minha ignorância.

    • Foto de perfil do Facebook

      Afonso M. - há 12 meses

      Olá Miguel 🙂 o Pégaso já não luta, mas entrevistou todos os vencedores dos combates. E, embora eu não seja a pessoa mais imparcial, acho que ele fez um trabalho 5 estrelas.

      De resto, está concentrado na carreira de actor e está a desenvolver as suas próprias ideias também. Podes vê-lo no filme “Offline”, que já deu na RTP, por exemplo. Ele não só tem um papel de relevo como tratou da direcção de actores.

      Tens aqui: http://www.rtp.pt/play/p2385/offline

      • Miguel - há 12 meses

        Muito obrigado Afonso! Cheguei a pensar que poderia ter sofrido uma lesão, mas agora estou esclarecido. Muito obrigado, mais uma vez!

      • Foto de perfil do Facebook

        Afonso M. - há 12 meses

        Anytime, sir.

  11. "Awesome" Hater - há 12 meses

    Sinceramente, WP faz um excelente trabalho, merecido público e sucesso (:

Comentar

Editar avatar »