Quando saiu da WWE em Abril do ano passado, Bryan Danielson deixou claro que queria “correr o mundo” e lutar em várias promotoras, mas até ao momento e talvez por causa da pandemia, ainda só o fez na AEW.

Em conversa no Wrestling Observer Radio, Dave Meltzer especulou que o “American Dragon” poderá vir a lutar numa promotora independente num futuro próximo e num “mercado” (estado) pelo qual a AEW ainda não passou.

Sem entrar em detalhes e sem revelar a identidade da promotora, o jornalista disse acreditar que Bryan Danielson quer trabalhar nessa empresa que se localiza num estado que ainda não foi visitado pela AEW.

Muitos acreditam que Dave Meltzer se está a referir à PWG (Pro Wrestling Guerrilla) na Califórnia, promotora na qual Bryan Danielson lutou em 2003, mas também há a possibilidade de ser a nova DEFY Wrestling em Seattle.

Seja como for, a AEW não é contra a vontade de Bryan Danielson lutar em promotoras independentes, mas pelo seu contrato só o pode fazer em estados norte-americanos pelos quais a empresa de Tony Khan já passou.


Gostarias de ver Bryan Danielson a lutar em que promotoras independentes?

3 Comentários

  1. Italo4 meses

    Se ele só pode lutar onde AEW ja foi, como ele vai lutar no Japão?

  2. El Cuebro4 meses

    Não entendo isso, por que ele só pode lutar onde a AEW já passou? Questão de mídia, sucesso, o que é? Enfim seria interessante rever o Bryan na PWG, a empresa é uma das ótimas indies, acho que ele traria algo muito bom lá, temos nomes muito interessantes lá também, aliás a PWG de hoje é algo que logo veremos na nova ROH, quero ver também como está a DEFY, muitos grandes nomes já estiveram por lá como o Shane Strickland e o Artemis Spencer, que no que me lembro é o atual campeão! Num todo é estranha a exigência da AEW, até porque ela tem muita gente que já lutou recentemente na PWG como os Lucha Bros., Matt Sydal, Black e Brody King também, que até são campeões lá!