Bryan Danielson trocou a WWE pela AEW há quase um ano, e agora revelou finalmente todas as opções que teve quando o seu contrato com a antiga empresa expirou, em Maio do ano passado.

Assim que o seu contrato acabou, foram muitas as especulações sobre o futuro do lutador no mundo do Wrestling. Haviam várias opções e claramente o “American Dragon” era um lutador desejado em qualquer empresa.

Durante uma presença no The Sessions de Renee Paquette, Bryan Danielson afirmou que pensou bastante em deixar o Wrestling e dedicar-se a ser pai a tempo inteiro.

As pessoas pensam que eu tinha duas opções, entre a WWE e a AEW, mas a verdade era que eu estava a considerar três opções, que eram: WWE, AEW ou simplesmente não ser mais um lutador a tempo integral e ser mais um pai a tempo inteiro.

Quando eu disse isso para a Brie com o dinheiro que cada empresa estava a oferecer-me, acho que ela poderia querer matar-me.

No final, Bryan Danielson acabou mesmo por escolher a AEW, e fez a sua estreia no All Out em Setembro de 2021.

O lutador teve em conta na sua decisão a sua agenda mais leve, o facto de ter mais poder criativo e possibilidade de tentar novas e diferentes coisas.


Achas que Bryan Danielson acabou por fazer uma boa escolha?

4 Comentários

  1. El Cuebro2 semanas

    Quando você escolhe constituir família, independente de onde e como trabalhe você sabe que terá que dedicar uma boa parte do seu tempo para ela, na WWE isso é bem difícil de conseguir com a agenda que eles têm, seja no shows televisionados, PPVs, live-events e outros eventos, a AEW e outras promotoras permitem essa flexibilidade de agenda sem precisar ser um part-timer e o Bryan me parece muito bem por lá, tanto que até a Brie e seus filhos já estiveram presentes por lá algumas vezes, eu não vejo ele voltando para a WWE, a não ser para uma eventual aposentadoria e Hall of Fame, mas talvez a AEW seja onde ele possa fazer mais por enquanto!

  2. Carlosilva2 semanas

    Gosto do profissionalismo do Bryan, penso que escolher a AEW para estes últimos aninhos no prime foi uma boa escolha. Tem um calendário mais folgado, e pode divertir-se a ter combates mais à maneira dele, como tinha antes de chegar a Nova York.

    E apesar desta escolha, mostra-se sempre grato pelos 11 anos que passou na WWE, e não tenho dúvidas que lá terá sempre a porta aberta. Acredito que quando o contrato dele com a AEW acabar(mais dois anos penso eu), vai voltar à WWE como part-time, já terá os seus 43/44 anos, que hoje em dia até parece não pesar tanto como de antes, mas devido às lesões graves que ele já teve, pode ser uma boa decisão. E assim podia dedicar mais tempo à família.

  3. Anónimo2 semanas

    Se o Byan queria experimentar coisas novas, fez bem em mudar. Ele está a fazer um ótimo trabalho na AEW. Mas acredito que um dia vai voltar novamente à WWE.

  4. Fez bem em mudar de aires!