O ex-UFC World Heavyweight Champion Cain Velasquez teve uma passagem bastante fugaz pela WWE, tendo somente lutado por duas vezes na empresa de Vince McMahon, uma delas contra Brock Lesnar na Arábia Saudita.

Em entrevista a Ariel Helwani, Cain Velasquez falou sobre a sua saída da WWE, tendo compreendido que teve de ser despedido porque não se desenvolveu como era esperado.

Em primeiro lugar, foi por causa da COVID-19. Tiveram de despedir muitas pessoas para manterem os seus lutadores principais. Eu simplesmente não estava suficientemente desenvolvido. Precisava de praticar durante mais algum tempo esse estilo de Wrestling e melhorar. Não foi esse o caso, não consegui desenvolver-me da forma esperada.

Eles simplesmente não me usaram. Nunca me ligaram para eu lutar mais vezes. A certa altura, disseram-me que ia fazer algo com os luchadores, mas depois chegou a COVID-19 e eles pensaram: “Estamos a fazer os espectáculos desta maneira, só precisamos destes lutadores”. Eles precisavam que eu me desenvolvesse muito mais e isso não aconteceu. Então eles não me podiam usar nos espectáculos. Não estava a ser usado o suficiente e eles estavam a pagar-me demasiado, por isso tiveram de me despedir. Eu compreendo. São negócios.

Depois de um período afastado dos ringues, Cain Velasquez vai regressar no início do próximo mês de Dezembro, num evento da promotora mexicana AAA.


Gostavas de ter visto Cain Velasquez lutar mais vezes na WWE?

1 Comentário

  1. El Cuebro4 semanas

    Infelizmente são negócios, se poderia ter dado certo nem imaginamos, só sei que foi uma pena o que não aconteceu para ele, perdeu para o Lesnar lá na Arábia, falou-se numa aparição no Royal Rumble, não veio também, um possível time com o Rey Mysterio também não, bom agora ele vai “renascer” para o wrestling na AAA, quem sabe a AEW possa ver mais do Cain no wrestling nos EUA!