Navega no Wrestling PT sem pop-ups

Canto New Japan #38 – Se a WWE não os aproveita…

Vivemos numa altura em que cada vez mais o mundo do wrestling se expande para lá das fronteiras da WWE e isso é por demais evidente quando empresas como a ROH e NJPW esgotam arenas, inclusivamente no “território” da WWE.

Nomes como Cody Rhodes são um bom exemplo de como é possível encontrar não apenas sucesso, como também menores exigências de calendário e melhores condições financeiras sem estar dentro daquela que é a maior empresa de wrestling a nível mundial.

Se aliarmos tudo isto ao facto da WWE não aproveitar convenientemente muito do seu talento, muitos wrestlers podem muito bem começar a considerar as suas opções fora da empresa, onde podem porventura ter mais destaque e oportunidades.

Segue o Canto New Japan e entra em contacto comigo:

Facebook

Twitter

20 Comentários

  1. Rui Portugal - há 4 semanas

    Na minha opinião o problema com o êxodo para a NJPW é, por um lado, a descaracterização da companhia (mesmo abrindo uma extensão americana, o que a continuaria a definir como puroresu se forem todos gaijin?) e, por outro, o próprio facto de também a NJPW ter problemas em dar destaque a todo o roster (basta pensar em Goto, Sanada, Kojima, etc… o próprio Elgin que teve um ano com poucas oportunidades)
    Com a ROH tudo bem, têm de momento talvez o pior roster da história da companhia, e está extremamente dependente do Bullet Club.
    Embora se compreenda quem queira ir para a WWE (na medida em que podem experimentar pelo menos uma vez), dá ideia neste momento ser bastante mais vantajoso ir para lá quando se já está no topo, na medida em que se consegue não só ter mais oportunidades como ter a experiencia para as aproveitar melhor.
    Quem quer sair da WWE pode hoje em dia fazer uma boa vida, na medida em que ter controlo total sobre o agendamento e venda de merchandising é óptimo (aí os Elite são os que mais fazem, e não custa a acreditar que demorará muito até aceitarem ir para a WWE), mas claro que é preciso mexer o cu, e quem já está muito acomodado é natural que sinta uma certa inércia em o fazer.
    Gostaria de ver Cesaro e Harper no circuito indie novamente. Adoraria ver qualquer um deles contra o Cobb, Riddle, Joe Coffey ou até com o Ospreay.. Mas claro que já passaram por isso e haveria também dream matches que gostaria de ver com lutadores que estão na WWE.
    Enfim, eles é que têm de decidir o que querem fazer da carreira mas a NJPW também está extremamente lotada e dentro em pouco estamos a pensar onde é que aqueles com menos oportunidades na companhia podem ir..

    • Facebook Profile photo

      Miguel Gonçalves - há 4 semanas

      Falas e bem na lotação do plantel, mas com a “abertura” da filial americana da NJPW, esse espaço abre-se facilmente. Para além disso, como também dizes, a ROH precisa de novo talento e tem espaço de sobra. De resto, a ROH pode muito bem ser a empresa que tem mais a ganhar com tudo isto. Até que a NJPW lance o dojo e comece a fazer shows regularmente nos Estados Unidos, a maioria dos talentos que saiam da WWE mais facilmente assinam pela ROH e têm aparições ocasionais com a NJPW (por uma questão de estarem perto de casa e da família).

  2. The Demon Jorge - há 4 semanas

    Boa análise. Sem dúvida alguma que estamos a atravessar uma fase não muito normal no mundo do Pro Wrestling. Na minha opinião, esta fase está muito relacionada com o mau momento da WWE e com o excelente momento e constante crescimento do circuito “independente”.
    Neste momento para mim a NJPW, infelizmente não tanto a ROH, está numa ascensão apoteótica e é a empresa que nos apresenta o melhor wrestling (melhores storylines, melhores combates, melhor booking, etc), daí que se fale na possibilidade de muitos wrestlers da WWE quererem fazer parte deste projeto.
    Referindo me neste momento ao comentário do Rui Portugal, com o qual concordo em certa parte, a NJPW também tem uma boa quantidade de wrestlers que não estão a ser aproveitados no seu máximo potencial devido a um roster que abunda em talentos de extrema qualidade. Exemplos como Tomohiro Ishii, Hirooki Goto, SANADA, Michael Elgin, Kota Ibushi, Bad Luck Fale, YOSHI-HASHI, etc, são wrestlers que sempre dúvida alguma mereciam mais destaque, mas se queremos histórias bem contadas vamos ter de criar estrelas, os ditos main eventers e vão continuar a haver os underrated, que por algum motivo não atingirão o seu máximo potencial. Mesmo assim a grande diferença da NJPW para a WWE é que, na empresa japonesa os talentos mais underrated, não são enterrados nem envolvidos em storylines aborrecidas que lhes retiram qualquer tipo de credibilidade. Na New Japan, a grande maioria tem a sua oportunidade de brilhar, e mesmo que não lhes seja permitido atingir o seu máximo potencial, estes têm um booking razoável ao longo do ano, e nas alturas em que a empresa quer apostar neles para uma oportunidade por um título ou destaque num torneio, os bookers dão o seu melhor para os tornarem em ameaças credíveis.
    Dito isto, e respondendo às tuas perguntas, gostaria imenso de ver o Cesaro, o Luke Harper e o Neville na NJPW, e tenho quase a certeza que atingiriam patamares muito mais altos na sua carreira, do que neste momento. Em relação ao Daniel Bryan este não sei se beneficiaria do hard hitting style da New Japan devido ao seu historial de lesões, mas seria um trunfo enorme para a Roh e também na expansão da New Japan. Também na cruiserweight division, na minha opinião wrestlers como o Cedric Alexander, o The Brian Kendrick, o Drew Gulak e o Gran Metalik poderiam ser melhor aproveitados na Jr Heavyweight division da New Japan. Em relação a wrestlers que precisam urgentemente de um regresso, falo do Shinsuke Nakamura (por este andar a WWE vai destruir por completo a sua aura e carisma) e principalmente o Karl Anderson e o Luke Gallows. Quem não necessita tão urgentemente mas seriam muito melhor aproveitados, são o Finn Bálor e o AJ Styles, que estão demasiado underrated neste momento, principalmente o Bálor com um péssimo booking (hoje foi destruído pelo Kane). Concordo sem dúvida contigo no facto de que se este combate tivesse acontecido na New Japan e não na WWE (não ter tido build up não desculpa tudo já que a WWE neste momento não é conhecida por grandes storyline) seria um combate com uma importância tremenda, por serem dois wrestlers fenomenal e dois antigos líderes do Bullet Club, e também seria um sério candidato a MOTY.
    Mais uma vez peço desculpa pelo enorme comentário e fico à espera do próximo artigo.

    • Rui Portugal - há 4 semanas

      Concordo nos reparos feitos.. Outra vantagem da NJPW relativamente à maior parte dos estrangeiros (excluindo os filhos do Haku e o Juice), é que normalmente vão e vêm, e sempre que voltam sempre têm algum destaque. Por isso também não é obrigatório ficar permanentemente no roster. E se forem simplesmente aparecendo já essas pequenas aparições já farão imensa diferença no estatuto.

      • Facebook Profile photo

        Miguel Gonçalves - há 4 semanas

        O Juice tem tido um percurso muito impressionante pós-WWE, tenho imenso respeito pelo trabalho que ele tem feito e por saber merecer e agarrar as oportunidades, ele que nunca seria “ninguém” na WWE.

    • Facebook Profile photo

      Miguel Gonçalves - há 4 semanas

      Tudo dito!

      Nem posso acrescentar muito mais. A WWE sempre quis fazer grandes storylines mas agora tornam-se demasiado confusas e desinteressantes, ao passo que na NJPW tens coisas simples do X desafia Y ou este trai aquele para desenvolver as histórias entre PPV’s ou ao longo de vários meses ou até anos que culminam num combate derradeiro.

      Obrigado e força, és sempre bem-vindo!

      • The Demon Jorge - há 4 semanas

        Obrigado, sem dúvida que é bom receber esses comentários da tua parte. Sim na NJPW as histórias são “simples” (uma vez que há pormenores e detalhes que podem escapar aos mais desatentos. Nos últimos tempos tenho visto os vídeos deste youtuber “Showbuckle”. Não sei se já viste os vídeos dele mas têm me ajudado muito a entender as principais rivalidades da New Japan, e este último vídeo sobre o Naito descreve perfeitamente e fez me entender pormenores espetaculares nesta storyline (toda a destruição do IC Championship, etc).
        Por isso para quem quiser ver é ficar a perceber melhor as storylines, deixo aqui o nome do canal de YouTube : Showbuckle.
        De nada é tenciono manter me por cá!

      • Facebook Profile photo

        Miguel Gonçalves - há 4 semanas

        Esse e outros canais de Youtube bem como alguns artigos são excelentes fontes para futuros artigos.

        Na NJPW existem muitos “pormenorzinhos”, até mesmo dentro do mesmo combate. Se fores ver bem, no Omega vs Juice Robinson, o Juice só quando começou verdadeiramente a ficar frustrado é que recorreu ao joelho do Omega que não estaria a 100% e isto levou até o público a apupá-lo.

        Isso e pormenores de como o Okada tão depressa é adorado como com determinadas atitudes soa convencido e o público também rapidamente responde a isso.

        Se eu vivesse de escrever artigos provavelmente já teria escrito um sobre o Juice ou até sobre os Young Lions em geral.

        PS: Se puderes vê o show do passado dia 23 e vê pelo menos os 2 últimos combates, muito bom mesmo.

    • Facebook Profile photo

      Miguel Gonçalves - há 4 semanas

      Em relação ao Ishii, a NJPW tem feito uma boa gestão dele. Assim que ele saiu fora da luta pelo NEVER Openweight Championship, esporadicamente ele consegue vitórias contra nomes de topo da empresa como o Omega, o Naito ou o Okada.

      Tudo isso ao mesmo tempo que dá combates de luxo com eles e com por exemplo o Tanahashi como este ano no G1.

      O Ishii não sendo alguém em quem a NJPW pense colocar o Heavyweight ou o IC, está sempre capaz de surpreender e vencer qualquer pessoa na empresa.

  3. The Demon Jorge - há 4 semanas

    Se me puderes aconselhar artigos e canais de YouTube agradecia imenso.
    P.S: Estou apenas a acabar de ver as Global Wars, por isso mal possa vou ver.

    • Facebook Profile photo

      Miguel Gonçalves - há 4 semanas

      Global Wars recomendo as performances dos últimos 2 dias do Flip Gordon (o combate dele com o Ospreay foi a melhor coisa da tour) e o Jay White vs Lethal.

      Em relação a recomendações, contacta-me pelo Twitter ou pelo Facebook para eu não me esquecer, dado que teria ainda de procurar essas coisas, não sei assim de cor.

      • The Demon Jorge - há 4 semanas

        Desculpa mas não tenho redes sociais. Se não te importares vai dizendo nas minhas respostas aos teus artigos, ou então por email: jorgebatistarocha99@gmail.com. Se não te importares e tiveres tempo como é óbvio.

      • Facebook Profile photo

        Miguel Gonçalves - há 4 semanas

        É melhor ser nas respostas, porque eu não costumo usar e-mails de todo e assim também fica mais público para que outras pessoas possam ver as recomendações.

  4. The Demon Jorge - há 4 semanas

    Sim também reparei nisso do Juice e do ataque ao joelho, algo muito reforçado pelo Kevin Kelly.
    Sim ultimamente o Okada tem sido muito vaiado quando demonstra atitudes arrogantes, inclusive no King of Pro Wrestling frente ao EVIL este foi vaiado quando provocava o EVIL com pontapés na cabeça e logo depois o EVIL foi apoiado por fazer o mesmo ao Okada. Não gostei muito da atitude de Gedo depois do combate dizendo que o EVIL não estava ao nível do Okada, mesmo sendo verdade o Gedo podia ter mostrado mais respeito sendo que não foi uma defesa fácil. E em termos de popularidade, Naito está muito acima neste momento, viu se no confronto de ambos depois da última defesa de Okada.

    • Facebook Profile photo

      Miguel Gonçalves - há 4 semanas

      O Gedo todas as promos que faz após uma defesa do Okada é precisamente para dizer que o Okada está num nível completamente diferente dos outros. Se fores ver bem o Okada tem mais por onde pegar para ser heel do que face, apenas não o reforça muito, também por os CHAOS serem face e já haverem heels de sobra.

      O Okada é o campeão que está a derrotar todos os adversários e a confiança excessiva dele, especialmente depois de defender 2x contra o Kenny foi o que o que permitiu surpresas como a vitória do EVIL no G1. Para além disso, o Okada quando quiser ser heel é precisamente esfregar na cara das pessoas que é o melhor, é rico e etc…

      O Okada tem estado muito a sofrer neste reinado mas cada defesa lhe dá a sensação que é imbatível e a confiança aumenta, reforçada pelas promos do Gedo. Isto leva a que ele subestime os adversários e no caso do Naito, ele já o derrotou limpo o ano passado para iniciar este reinado histórico, portanto não tem razões para achar que está a correr algum risco.

      Vai ser interessante acompanhar a construção rumo ao WK12.

      O Naito é o mais popular da empresa desde Março do ano passado quando participou na New Japan Cup, o que tornou necessário a NJPW colocar o título nele naquela altura (ainda que por um curto espaço de tempo). Desde então andou com o IC e agora é candidato ao Heavyweight novamente.

      O Naito não só é o mais popular, como ainda consegue ser tão ou mais protegido que o Okada.

  5. The Demon Jorge - há 4 semanas

    Concordo com tudo o que disseste e neste momento o Okada consegue ser mais heel do que face na minha opinião. A sua postura de imbatível e as suas atitudes arrogantes estão cada vez mais a vir ao de cima. Sim também estou muito curioso em relação à construção da rivalidade deles até ao Tokyo Dome.

  6. Rui Portugal - há 4 semanas

    Ao que tudo indica será uma espécie de fim de ciclo já que volta a defrontar aquele a quem tirou o IWGP pela última vez. Quanto às derrotas no G1 penso que se pode sempre apoiar na lesão do pescoço que tanto Omega e EVIL souberam aproveitar depois do trabalho do Suzuki.
    A (re)construção da rivalidade rumo ao WK terá de pegar neste fim de ciclo assim como a “vergonha” que passaram no WK8 de serem tirados do main event pelo Nakamura e Tanahashi.
    As tendências heel de Okada são bem vindas especialmente porque parece muito mais enérgico mas no Japão nunca tem sido grande problema lutadores serem vaiados e aclamados em alturas diferentes do combate. Por exemplo Naito embora hoje em dia já não demore aquela eternidade para tirar o fato, não deixa de sacar algumas vaias quando cospe, isto apesar de, e como tem sido aqui dito, ser de longe o mais popular da companhia.
    Por outro lado o Naito e o Okada ainda não nos deram um combate verdadeiramente de 5 estrelas, sendo que, é claro, o Gedo (como booker) soube muito bem mantê-los afastados (nem sequer nos dois G1 que já houve desde que o Okada é campeão) este tempo todo.
    E no fundo é esta visão a longo prazo que tanto cativa os fãs desta companhia…

    • Facebook Profile photo

      Miguel Gonçalves - há 4 semanas

      A visão de longo prazo da NJPW contrasta muito com a falta de visão da WWE, em que temos coisas a serem mudadas constantemente “em cima do joelho” e depois acabamos por ter resultados e storylines confusas, bem como muita falta de aproveitamento do real talento dos wrestlers.

      Um exemplo excelente da visão tem sido não só o booking do Naito desde que ele voltou do México e começaram a ver que pegava a mudança dele aos poucos, como também foi soberbo da parte do Gedo como guardou o AJ Styles vs Nakamura durante tanto tempo para depois finalmente fazer o combate no Wrestle Kingdom.

      Podia estar aqui a elogiar outras decisões muito boas como as oportunidades dadas ao Juice Robinson por acreditarem no valor dele, como por exemplo o Jay White como Young Lion ter tido a rara oportunidade de um combate 1 on 1 com o então IWGP Intercontinental Champion Kenny Omega. Agora o Jay White deve estar prestes a regressar à NJPW e teve uma excursão tremendamente bem sucedida na Ring Of Honor e está pronto para ser lançado e entregar combates muito bons.

      O Gedo para mim como booker, tirando a maneira como booka os Suzuki-gun, tem sido impecável e tem uma visão excelente, bem como uma tremenda capacidade de avaliar talento.

      • Rui Portugal - há 4 semanas

        Boa, ja nem me lembrava desse Omega v White… uma boa oportunidade para ir rever.
        Creio que o facto de a NJPW produzir sobretudo espectáculos de luta-livre e não, sobretudo, programas de televisão, não está refém de audiências semanais que levam a WWE a sistematicamente “disparatar” e atirar tudo o q está planeado para o lixo só para conseguir mais alguns picos de rating.
        Penso que de momento nem vale a pena comparar porque toda a construção de feuds é completamente diferente (ocorreria a alguém ver na NJPW um feud de topo que não fosse por um título?)
        Uma vez que estão dependentes de grandes vendas de bilheteira é natural que continuem a querer maximizar as mesmas com grandes combates e promovendo os seus lutadores.
        O caso Suzuki-gun parece-me preencher o mesmo que o Yano. Dão alguma variedade (mesmo que não seja muito bem vinda) e provavelmente fazem mais sucesso ao vivo porque interagem mais com o público. E também vemos que nos grandes combates do Suzuki as interferências não são tão frequentes, algo que se estende também aos outros grupos. Para uma facção de midcard penso que cumprem a visão do Gedo. Claro que o ideal era dar espaço a outros mas as companhias japonesas costumam tratar bem dos seus (por alguma razão se diz que quem passa do dojo tem emprego para o resto da vida) e parece pouco provável que se livrem deles.
        Quanto às excursões bem sucedidas ou não nem isso parece importar como se tem visto com as últimas estreias de antigos young lions. É claro que a expectativa c ele está muito alta. Será o Switchblade?

    • The Demon Jorge - há 4 semanas

      Sem dúvida alguma que dos aspetos que mais me fascina na NJPW é o facto de terem tudo planeado, nada é em cima do joelho ou só porque sim. A maneira como guardam certos combates entre duas enormes estrelas, fazendo mesmo com que nunca estejam nos mesmos combates, para que quando finalmente se encontrem seja algo especial. Para mim o melhor exemplo disso é a rivalidade do Naito e do Okada. Se formos a ver esta rivalidade está a decorrer há mais de 4 anos sempre com aspetos novos ao longo dos anos. Se formos a ver começou antes do WK8 para culminar agora no main event do WK12. A maneira como desde o Dominion do ano passado estes dois mal se terem encontrado faz com que, mesmo sendo rivais há muitos anos, o seu combate no Tokyo Dome seja muito especial e quase “raro”. Sem dúvida algo o Gedo é um excelente booker, na minha opinião é espetacular em “pequenos” pormenores e booking a longo prazo. Tal como o Miguel disse, apenas o critico severamente pelo booking dos Suzuki-Gun.

Comentar

Editar avatar »