O nosso admin está muito activo no Instagram!

Canto New Japan #48 – Especial Antevisão Wrestle Kingdom 12

O Canto New Japan esta semana apresenta um episódio especial de antevisão ao Wrestle Kingdom 12.

Este é o maior episódio até hoje (literalmente) e conta com a presença especial do João Basílio, do SmarkDown!, canal onde está inserido o Canto New Japan.

É feita a antevisão completa do card, desde a New Japan Rumble ao main event entre Okada e Naito.

Espero que gostem e que seja a melhor entrada possível no novo ano em termos de New Japan, com a antevisão e depois no dia 4, o Wrestle Kingdom 12!

Como sempre, os comentários estão em aberto e será um gosto acolher as vossas opiniões.

Até para a semana, bom Wrestle Kingdom e até ao próximo Canto New Japan!

Autor

Facebook Profile photo
- Autor do podcast Canto New Japan.

14 Comentários

  1. Ricardo há 7 meses

    O evento terá que horário em Portugal ?

  2. The Demon Jorge há 7 meses

    Boas.

    Devo dizer que me assustei um bocado quando vi a duração do vídeo, mas quero dar te os parabéns a ti Miguel, e também ao Basílio por terem feito com que eu não me tenha aborrecido em momento algum das mais de duas horas, pois falaram (e muito bem) de tudo o que havia para falar, e sem dúvida alguma que este evento, o WK12 merece este destaque.

    O comentário vai ser longo e vai ter tanto previsões, e também algum fantasy booking, por isso peço desde já desculpa.

    1° combate: New Japan Rumble
    Vencedor: Jeff Cobb
    – Creio que nos últimos anos, a New Japan Rumble ganhou um novo significado para além de ser o combate o de estão todos os que não têm um combate no card principal. Pelo menos no ano passado, a vitória do Michael Elgin garantiu lhe uma oportunidade pelo IWGP Internacional Championship no New Beginning. Por isso, a meu ver, já não é um combate sem regalias, uma vez que se continuar a dar uma oportunidade ao vencedor por um combate pelo IWGP Intercontinental Championship, o vencedor da Rumble terá a oportunidade de ouro de ter um novo começo de ano, tal como o nome do show seguinte indica. Aposto no Cobb, uma vez que creio que este merece uma oportunidade na New Japan pelo desempenho e reações que teve na WTL, e acho que levaria o público e todos nós ao delírio se o Cobb entrasse com o ringue cheio e houvesse uma sequência de dezenas de suplexes seguidos e toda a gente a voar.

    2° combate: Young Bucks vs Roppongi 3K pelos IWGP Jr Heavyweight Tag Team Championships
    Vencedores: Young Bucks
    – Acho que vai ser um opener espetacular, pelo menos tem potencial para isso, e tem tudo para ser um combate sem tempos mortos com grandes spots e um grande ritmo. Acredito na vitória dos Bucks pois neste momento o Sho e o Yoh parecem imparáveis, depois de vencerem os títulos no seu primeiro combate após a excursão e também o Super Jr Tag Team Tournament, e precisam de ser parados e de revelar fragilidades perante a melhor tag team desta divisão e das melhores do mundo. Só mostrando fragilidades é que a sua caminhada até ao topo da divisão terá significado. Os R3K têm um potencial enorme, nesta primeira fase como tag team, e num futuro daqui a alguns anos, como singles, principalmente o Sho Tanaka.

    3°combate: Gauntlet Match pelos NEVER 6-Man Tag Team Championships
    Vencedores: Bullet Club (Bad Luck Fale & GOD)
    – Acho que será um combate interessante, se tiver um bom tempo (à volta de 30 minutos chega perfeitamente), pois estão envolvidos neste combate excelentes wrestlers que podem proporcionar grandes momentos, como são os casos do Ishii, do Sabre Jr, do Juice, do Elgin, dos War Machine, do Beretta, etc. Aposto defesa com sucesso da parte dos campeões, pois provavelmente serão os últimos a entrar e são um excelente trio. No caso de se confirmar os rumores de que o Fale poderá ser o primeiro challenger do Naito no New Beginning devido à sua vitória no G1, aposto no trio dos Taguchi-Japan.

    4° combate: Kota Ibushi vs Cody Rhodes (Special Singles Match)
    Vencedor: Kota Ibushi
    – Após a derrota do Cody no Final Battle, pelo menos para mim este combate ganhou muito mais interesse, pois com o título em jogo, era óbvia a vitória do Cody, mas sem título em jogo, aparecem novas dinâmicas. Em modo fantasy booking, para mim este combate gira muito à volta das tensões de ambos com o Kenny Omega. No caso da vitória do Cody, este poderá desafiar o Omega pelo título (partindo do princípio que o Omega defende com sucesso), ou criar uma enorme tensão entre ambos pois o Cody derrota o ex-melhor amigo do Omega, ou então outro cenário dependendo do que acontecer aos BC no New Year Dash. O cenário que eu prefiro é a vitória do Ibushi servindo como pretexto para este finalmente desafiar o Omega pelo IWGP US Heavyweight Championship no New Beginning.

    5° combate: Killer Elite Squad vs EVIL & Sanada pelos IWGP Heavyweight Tag Team Championships
    Vencedores: KES
    – Embora a vitória dos LIJ faça sentido, para refrescar a divisão, eu acredito que tanto o Evil e o Sanada, ou pelo menos um deles, terá muito destaque na New Japan Cup, e receberão um push a solo neste início de ano. Se o objetivo for o push só acontecer no G1 Climax então acredito na vitória dos LIJ neste combate.

    6° combate: Minoru Suzuki vs Hirooki Goto num Hair vs Hair Match pelo NEVER Openweight Championship
    Vencedor: Minoru Suzuki
    – Embora seja contra as anteriores estipulações em combates por este título sou completamente a favor desta estipulação. Pelo menos para mim este Hair vs Hair fez com que ficasse com um interesse renovado em ver este combate, não pelo combate em si (se bem que agora se não houver mesmo interferências este vai ser um combate espetacular), mas sim pelo que acontecerá posteriormente, principalmente ao derrotado. Devido a tudo o que significa na cultura japonesa ter de rapar o cabelo (tal como o Basílio disse e muito bem), este ato significa além de fracasso, uma mudança drástica (daí os Young Lions raparem o seu cabelo no início dos treinos). Essa mudança beneficiaria sem dúvida alguma o Goto, pois daria um motivo muito forte para o seu heel turn e uma nova personalidade muito mais agressiva e revoltada com antigos fracassos. Esta nova personalidade será a última esperança do Goto para subir ao main event, talento não lhe falta. Em relação ao título imagino um desafio do Ishii ao Suzuki no New Year Dash, e vitória do Stone Pitbull no New Beginning.

    7° combate: Marty Scurll vs Will Ospreay vs KUSHIDA vs Hiromu Takahashi
    Vencedor: Hiromu Takahashi
    – O a vitória do Hiromu resulta do meu pensamento racional. Mas o meu fantasy booking teria um resultado diferente. Vitória do Ospreay, vence do este finalmente o Scurll no New Beginning. Entretanto o Hiromu juntava se ao BUSHI para irem atrás dos IWGP Jr Heavyweight Tag Team Championships, até à altura do BOSJ, para dar mais star power à divisão e concorrentes diretos aos Bucks e aos R3K. Depois o Hiromu venceria o BOSJ, desafiando e derrotando o Ospreay no Dominion.

    8° combate: “The Ace” Hiroshi Tanahashi vs “Switchblade” Jay White pelo IWGP Intercontinental Championship
    Vencedor: Hiroshi Tanahashi
    – Este combate, para mim, é mesmo muito intrigante e estou muito ansioso para o ver, por vários motivos. Primeiro a prestação do Jay White dentro do ringue, já que fora do ringue este tem interpretado de maneira excelente a sua nova personagem, muito interessante sem dúvida alguma. O White vai ter se entregar um excelente combate, se se quiser afirmar é estabelecer uma posição forte no seu retorno. Segundo, a prestação do Tanahashi tendo em conta as recentes lesões, como não sei a gravidade tenho curiosidade em ver o estado físico do Ace. Este combate teve um booking excelente. O retorno do antigo Young Lion sedento de poder e sucesso. O White é tratado como alguém super ambicioso que quer derrotar no Wrestle Kingdom, o Mr Tokyo Dome, no seu primeiro combate após a excursão. Imagino perfeitamente uma vitória do White, usando como motivo o estado frágil do Tanahashi, mas creio que por ser no Tokyo Dome, o Ace ganhará é isto fará parte de uma storyline a longo prazo que culminará finalmente na vitória do Jay White. Como disse o Tanahashi é o White quem tem de provar o que vale. Estou muito ansioso por ver este combate.

    9° combate: “The Cleaner” Kenny Omega vs “The Alpha” Chris Jericho num No-DQ Match pelo IWGP US Heavyweight Championship
    Vencedor: Kenny Omega
    – Mais uma vez o booking deste combate foi perfeito, e aquilo que parecia um resultado óbvio, com os acontecimentos em Fukuoka e na conferência de imprensa, as dúvidas começaram a surgir. O facto de o Jericho estar presente no New Year Dash, faz com que a possibilidade de este ganhar não seja tão remota. Mesmo assim acredito na vitória do Omega. Devido à estipulação espero uma luta violenta, na qual possivelmente haverá sangue e spots de cortar a respiração. Também tenho muita curiosidade para ver este combate.

    10° combate: “The Rainmaker” Kazuchika Okada vs “El Ingobernablé” Tetsuya Naito pelo IWGP Heavyweight Championship
    Vencedor: Tetsuya Naito
    – Estou a ser repetitivo nestes últimos combates, mas o booking deste combate foi excelente como já é habitual na New Japan. Como fã da New Japan, entendo a dimensão do Omega vs Jericho, mas para mim só existe um main event neste show, e é o Okada vs Naito. Este é para mim o combate com a principal história e aquele que sem dúvida alguma será o combate da noite e será à volta do resultado deste combate que o futuro da empresa se vai desenrolar. Este combate é o culminar dos últimos quatro anos da vida do Naito. Toda a sua redenção, desde o fracasso total com Stardust Genius, até ao fenómeno de popularidade que o é a sua postura Ingobernablé desde a sua excursão ao México. O virar das costas à empresa é aos fãs que anteriormente lhe viraram as costas e tiraram o tapete, a conquista e destruição do IWGP Intercontinental Championship, a vitória frente ao Tanahashi no Tokyo Dome. Este tem sem dúvida alguma de ser o momento da coroação do Naito, não pode ser adiado, tem de ser agora. Sendo o Naito o meu wrestler favorito, não aguentaria vê lo perder. Este combate além de toda uma história por trás, tem o booking recente. Um reinado histórico do Okada, que vê agora o seu maior desafio. Um Okada tão desesperado em provar que está num nível superior, tão desesperado em fazer com que o Naito ficasse preocupado com o seu combate, que revelou o contra ataque ao Destino, o Cobra Clutch, manobra está que poderia ser um trunfo fundamental no Wrestle Kingdom mas para o qual Naito já está preparado. O facto de o Okada não ter permitido que o Naito finalizasse a sua catchphrase habitual, pelo menos até ao momento em que o Naito escapa do Cobra Clutch e grita alto e bom som “Tranquilo, Assenayo” ao lado do corpo estendido do Okada. Estou muito ansioso mesmo por ver este combate, mal posso esperar para ver o que vai acontecer, mas para mim, o Wrestle Kingdom 12 só terá um final feliz se o Naito vencer.

    Peço desculpa pelo longo comentário, e desejo a todos um excelente Wrestle Kingdom 12. Viva o wrestling, viva a New Japan.

    Cumprimentos,
    Jorge

    • The Demon Jorge há 7 meses

      *a vitória frente ao Tanahashi no Tokyo Dome, e a vitória no G1 Climax 27.

    • Facebook Profile photo
      Miguel Gonçalves há 7 meses

      Quando vi que estava super longo fiquei apreensivo mas o que disse ao Basílio depois foi mesmo “isto não tem por onde cortar”, ou seja, por muito longo que seja, não ficaram coisas “para encher”. Foi dos episódios que mais gostei de gravar e é algo a repetir no futuro, sem dúvida.

      NJ Rumble: Não aposto no Cobb precisamente por não saber a situação contratual dele com a Lucha Underground e como disse, apostar em alguém que não tem contrato com a NJPW não é algo muito usual. Mas entendo totalmente e se ele assinasse, era um vencedor potencial de caras. O facto é que ele nem está anunciado para o show, embora fosse um gosto vê-lo a aparecer.

      IWGP Jr Tag: Como dito no episódio, os RPG 3K têm de ter adversários e ultrapassando os Bucks, deixavam de os ter a menos que surja uma nova tag team do nada ou se “recupere” o duo Hiromu/BUSHI. E como dizes bem, tem de haver uma história e a na NJPW raramente alguém chega logo ao topo e “atropela” todos os obstáculos. Há normalmente um projecto ou uma ideia de fazer o caminho de uma personagem “render” durante vários anos e não durante uns meses e depois ficar-se perdido no card.

      NEVER 6-Man: O “problema” deste combate é que não vai ter muito tempo e é no fundo uma série de “mini combates” e o importante aqui vai ser ver quem sai com os títulos e todas as pessoas envolvidas fazerem a sua sequência de big moves. Pode surpreender mas tenho poucas espectativas para este combate.

      Ibushi vs. Cody: Este combate ganhou muito mais interesse com o Cody a perder o ROH World Championship, sem dúvida. Deixa tudo em aberto. A parte em que discordo de ti é que Ibushi vs Omega ou até Cody vs Omega, são ambos combates “demasiado grandes” para o New Beginning.

      IWGP Heavy Tag: A minha prioridade aqui em termos de pensamento é melhorar a divisão e o único caminho para isso é, pura e simplesmente, uma nova equipa com os títulos. Engraçado, normalmente por esta altura já existem ideias sobre quem +/- pode vencer a NJ Cup e por esta altura tem havido 0 de fantasy booking nesse sentido.

      NEVER c/cabelo: Ishii vs Suzuki é o que mais quero que saia daqui, talvez ainda mais que ver um “refresco” ao Goto. O mistério aqui é ver o que muda caso o Goto perca, mesmo que isso signifique que teremos mais uma estipulação na próxima defesa do Suzuki. E se alguém pode “limpar” e dar no-sell a interferências, é o Ishii!

      IWGP Jr: Eu segui muito a linha de pensamento de criar coisas novas para 2018 e daí ter apostado no Scurll. Poderes pegar numa série de combates novos ou de revisitar combates do BOSJ tem uma frescura muito maior do que qualquer outro com o título, mas sim, adorava o Hiromu campeão novamente!!!

      IWGP IC: Penso que disse tudo, tal como o Basílio. Aliás, para adicionar a isso, vê a promo do Jay White no YouTube da NJPW e a promo no Fan Festival. Ele está pronto e entende o que tem pela frente. Não parece “queimado” com a pressão de entregar neste combate.

      Alpha vs Omega IWPG US: Isto é enorme para a NJPW. O Jericho, vendo especialmente o último vídeo dele no YouTube da NJPW e com tudo o que houve em social media e a press conference, parece tudo estar a alinhar-se para Jericho vs Naito no futuro e esse ideia é excelente. Não tão grande como Jericho vs Omega em termos globais mas provavelmente mais interessante para mim.

      Okada vs Naito IWGP Heavy: Isto tem tudo para ser o combate do show e dos melhores do ano, sem dúvida. A história é excelente, confunde-se realidade com o booking num bom sentido e este é o momento certo para o Naito ganhar. A história não acaba aqui mas este é o momento para a grande conquista.

      Eu já disse muitas vezes que isto é a minha WrestleMania, mas cada vez mais isto é o meu Wrestle Kingdom, a expressão máxima do quanto eu gosto de wrestling.

      Muito obrigado pelo comentários, Jorge!

      Bom show!

      • The Demon Jorge há 7 meses

        Em relação divisão Jr Heavyweight. Sim sem dúvida o Scurll traria muitos combates frescos este ano mas como não sei a sua situação contratual em relação a compromissos com a New Japan pensei noutro cenário. O meu fantasy booking seria o Ospreay ganhar no WK12, dessa maneira teríamos o Scurll a desafiar o Aerial Assassin no New Beginning, com o Ospreay a finalmente ser capaz de derrotar o Scurll. E se pensarmos bem o Ospreay também teria imensos combates frescos devido ao seu curtíssimo reinado. Entretanto com a derrota do Hiromu, este juntar se ia ao BUSHI para formarem uma dupla capaz de enfrentar tanto os Bucks como os R3K. Esta dupla lutaria até ao BOSJ, ganhando os títulos pelo meio para devolver algum prestígio ao BUSHI. Depois o Hiromu ganharia o BOSJ e derrotaria o Ospreay no Dominion.

        Sim compreendo que Cody vs Omega ou Ibushi vs Omega seriam combates demasiado grandes para o New Beginning, mas seria uma maneira de manter o momento após o WK12.

        Em relação à New Japan Cup, o meu fantasy booking está diretamente relacionado com o refrescar do Goto. O meu cenário seria o seguinte: o Goto perderia no WK12, e devido a isso este voltaria com o novo visual e uma postura muito agressiva devido ao seu fracasso. Mas sem heel turn, por enquanto continuava nos CHAOS. Na New Japan Cup esta nova agressividade do Goto faria com que este vencesse o torneio. No Sakura Genesis este perderia frente ao Naito, voltando a ser o Goto que falha nos momentos decisivos. Este momento sim seria o desencadear do seu heel turn. No momento em que o Okada tentasse desafiar o Naito pelo título, o Goto atacava o Okada fazendo finalmente o seu heel turn saindo dos CHAOS. A partir daí a agressividade subiria ainda mais levando tudo à sua frente. Mas isto sou só eu a pensar demasiado…

        Sim sem dúvida já tinha imaginado Naito vs Jericho no Strong Style Evolved em Março. Está discussão toda sobre qual o main event do Tokyo Dome vai muito provavelmente culminar nesse combate. E que combate seria.

        O Wrestle Kingdom já é o show que representa tudo o que o wrestling significa para mim. A minha constante perda de interesse pela WWE faz com que a WrestleMania não atinja nem de perto os meus níveis de interesse e entusiasmo que tenho pelo dia 4 de Janeiro no Tokyo Dome. A New Japan é já a minha companhia de wrestling, e o meu motivo por cada vez ser maior fã de wrestling. Se num futuro devido à falta de tempo tiver de escolher, a New Japan será a minha escolha.

        Bom show Miguel, a partir de amanhã não apareço na Internet. Como não vou poder ver em direto, vou evitar ao máximo os spoilers e só voltarei aqui, ao YouTube e resto da Internet depois de ver o show.

  3. Anónimo há 7 meses

    só vi pelo basilio

    • Facebook Profile photo
      Miguel Gonçalves há 7 meses

      Ainda assim, tal como o caso da NJPW com o Jericho vs Omega, talvez o que viste neste episódio te faça ouvir novamente no futuro.

  4. Facebook Profile photo

    Que hrs o WK12 começa no Brasil??

  5. KILL OWENS KILL há 7 meses

    Pela primeira vez escutei seu podcast e caí logo num programa de 2 horas e meia XD Porém, foi um programa tão agradável quanto longo. Parabéns ao trabalho dos dois.

Comentar