Durante esta pandemia de COVID-19, Chris Jericho foi criticado por ter feito vários concertos ao vivo nos meses de Agosto e Setembro, o que fez com que muitos alegassem que ele não se preocupava com a doença.

Agora, durante o mais recente episódio do seu podcast, Chris Jericho revelou que teve infectado com o COVID-19 durante o mês de Setembro.

Eu realmente não te disse isso [seu convidado, Dr. Alex Patel], mas eu testei positivo talvez em Setembro… e não tive nenhum sintoma. Eu sou um daqueles que passou 10 dias isolado e fiquei longe de todos, e não tinha nenhum sintoma. Eu nem sabia que tinha [COVID-19].

Fiz um teste e foi um daqueles que dizia que estava positivo. Eu estava tipo: “A sério? Estás a falar a sério?”, e eu não tinha nada. Eu não estava com dores de cabeça, não estava com tosse – o que eu acho que é uma coisa de muita sorte. Além disso Alex, e você saberá disso, uma vez que tive e não foi um falso positivo, porque fiz três testes diferentes e todos deram positivo, eu agora tenho anticorpos.

Quem está neste momento a lidar com o COVID-19, além de Drew McIntyre e Mick Foley, é Bill Eadie dos Demolition. Aos 73 anos de idade, ele e a mulher têm-se sentido doentes e com vários sintomas característicos da doença.


Qual a tua opinião sobre toda esta situação em que Chris Jericho esteve infectado com o COVID-19?

6 Comentários

  1. Felizmente não teve nada de grave.

  2. El Cuebro2 semanas

    Sorte que o Jericho foi sem sintomas, mas só ter tido imagino o medo dele e familiares e amigos também, que todos se protejam!

  3. Ainda bem que não teve sintomas!

  4. Tendo em conta que não é propriamente um jovem, ainda bem que o nosso Jericho não teve sintomas nem nada de grave. Espero que o Mick, o Drew e o Bill e a sua mulher fiquem bem.

  5. Anónimo2 semanas

    Teve sorte de não ter sintomas graves.

  6. Bom que correu bem.