CM Punk vai enfrentar Lee Moriarty no Dynamite desta quarta-feira, um combate que até gera algum interesse por causa do talento do jovem lutador e possibilidade de MJF interferir de alguma forma.

Porém, houve um fã que decidiu criticar o facto de CM Punk ter tido uma promo com MJF na semana passada e agora neste Dynamite ir enfrentar um adversário aleatório, e que sem querer destilar ódio pela AEW, esta precisa de construir mais as histórias para alguns combates que promove.

O “Second City Saint” não perdeu tempo e respondeu a este fã, aproveitando para fazer uma pequena provocação à WWE. Claramente a gozar com a opinião deste fã, CM Punk sugeriu de forma sarcástica que se calhar ele e MJF deveriam fazer equipa para ver “se conseguem coexistir”.

Esta fórmula de dois rivais fazerem equipa é algo muito usado na WWE, pelo que esta resposta de CM Punk para além de gozar um pouco com a opinião do fã, é também uma pequena provocação ao tipo de booking da empresa concorrente.


O que pensas desta resposta de CM Punk?

22 Comentários

  1. Facebook Profile photo

    Parecem autênticos bebês. O comentário do gajo nao faltou ao respeito a ninguem e ainda por cima tem razão. Vão longe assim.

  2. Ahahah agree. Mas venham de lá os ofendidos

  3. John mit2 meses

    KKKKKKKKKK, eu não consigo levar o punk a sério, se tivesse dado certo no UFC, jamais voltaria pro wrestling, teve que se vender para voltar a ter dinheiro, suas palavras não tem mais credibilidade nenhuma, mas torço para que ele faça sua última run no wrestling, pois a carreira dele dentro da wwe, foi genial.

    • Pdro2 meses

      Acho que ele queria ter um sucesso no ufc, igual o brock e voltar para wwe ganhando milhões e aparecendo pouco.

    • TribalChiefBestEver2 meses

      Quase ninguém o leva a sério, daí a audiência dos programas ser a trampa que é e ter de andar constantemente a fazer referências à WWE. Até naquele segmento com o MJF levou uma banhada.

    • The Name2 meses

      Levou banhada?
      Foi de igual para igual tanto o Mjf como o Punk foram excelentes nas suas promos, no mic o Punk é um dos melhores de sempre por isso 🤷🏻‍♂️
      Vocês é que ficam ofendidos quando alguém faz referência à wwe até parece que não merecem que levem bocas, na attitue era, era bem pior as bocas entre a wcw e a wwe, vocês é que estão mal habituados, menino 😂

    • TribalChiefBestEver2 meses

      Quando um gajo pouco diz que preste, tendo de andar o MJF a “vender” os contra-argumentos, e ainda se acha que ele é dos melhores de sempre no microfone… Já foi dos melhores de sempre, agora está a fazer como o amigo Jericho e a viver da nostalgia. Por isso é que tem constantemente de falar da WWE. Ninguém liga para o que fez fora de lá nem tem mais nível para viver de algo que não seja sobrevalorização.

    • The Name2 meses

      Sabes que o Mjf referiu também a wwe e alguns lutadores como o Triple H e o Cena, certo?
      Não percebo como não entendes que a aew não vive numa bolha ao contrário da wwe, e que referem o seu passado para tornarem as promos ainda mais “reais”, é difícil de perceber? 🤦🏻‍♂️
      O Punk teve uma grande rivalidade com o Cena e problemas com o Triple H, por isso faz sentido, não há cá scripts não há cá nada, só factos 🤷🏻‍♂️
      Nah, o Punk foi e ainda é um dos melhores no mic atualmente, qualquer um vê isso facilmente.

    • Concordo “the name” o MJF é do melhor, talvez o melhor heel que já vi no mic, depois dele falado eu até duvidei que o Punk fosse capaz de contratacar e estar á altura, mas fds, provou que quem sabe não esquece, deram 20m de puro entretenimento, dois mestres do microfone, incríveis.
      Eu na altura nem soube que tinham passado 20m, só descobri no dia seguinte a ver aqui um comentário. Acho sinceramente que eles eram capazes de estar ali 1h e não ia ser secante, mal posso esperar pelos próximos capítulos

  4. BigMando2 meses

    Bem o rapaz não falou da WWE, só falou da AEW e o Punk ataca logo a WWE. Se ele tivesse sido mal educado no comentário, até percebia a reação do Punk, mas acho que este tipo de comentário do Punk foi desnecessário

  5. Litos2 meses

    Anos e anos da WWE condicionaram os fãs a pensar que cada um dos combates do show tem de ter uma “razão” ou alguma história por trás. Quaisquer wrestlers que estejam numa rivalidade só se podem enfrentar um ao outro, têm de ter um combate todas as semanas, numa semana ganha um e noutra ganha outro, vão trocando vitórias por roll-up e DQ até terem um combate em PPV que termina de uma maneira estúpida e no próximo show fazem uma tag team. Vão ver quem é que o Bret Hart enfrentava nos primeiros episódios do Raw quando era WWF champion. Era só nomes desconhecidos e os grande combates eram guardados para os PPVs. Os episódios do WCW Saturday Night eram fixes porque víamos combates entre lutadores que nunca se tinham enfrentado, parecia como aquele fã diz, que “tinha tirado nomes de um chapéu”.

    Haver combates “random” nos shows da AEW faz sentido por uma simples razão: eles fazem registo dos wins-and-losses. Qualquer combate tem a razão de “lutador X quer ganhar a Y para ficar mais perto de lutar pelo título”. E mesmo que isto não existisse não havia problema nenhum em ter um combate aleatório. O gajo simplesmente quis reclamar porque lhe apeteceu.

    • Facebook Profile photo

      É verdade, Litos.

      Mas se fores a ver, quando a WWF muda a sua filosofia, ali por volta de 97/98, e começamos a ter combates no RAW entre as maiores estrelas (Stone Cold, Rock, Taker, Kane, Mankind, Shamrock, HHH, Owen) semanalmente, começamos a ter N títulos a serem disputados todos os RAW’s, as audiências subiram ridiculamente.

      Esta foi a fórmula que deu sucesso à WWF, numa altura onde competiam contra, possivelmente, o melhor roster da história do Wrestling, da WCW.

      Não só deu sucesso a nível de ratings, mas ajudou-os a criar algumas das maiores estrelas de sempre.

      Como fãs, claro, podemos, e bem, argumentar sobre qual é a melhor fórmula para o sucesso. Qual é a mais consistente, qual tem mais sentido, qual a mais sólida, mas a realidade é que esta que nasce ali de uma junção de visões do McMahon e do Russo foi das que mais sucesso fez na história da indústria.

      Isto vai muito para além dos combates, claro. A filosofia que eu mais gostava por parte do Russo era a de “todos os lutadores têm de estar envolvidos em algo”, por vezes não resultava, como com tudo, mas até isto ajudou na altura a fortalecer o mid card, onde lutadores como o D’lo ou o Godfather estavam over.

    • Showstealer2 meses

      Excelente observação, um dos melhores comentários que já li neste site.
      Como se diz hoje em dia: “say it louder for the people in the back”. Pode ser que alguém aprenda.
      Resumiste perfeitamente aquilo que também acho. Hoje em dia os fãs estão sempre à procura de defeitos…

    • 100 % de acordo

    • Litos2 meses

      Carlos, também tens razão nisso! E especialmente nessa altura em que havia bastantes top guys e eles conseguiam rodar bem a coisa. Os shows podiam não ser grande coisa (e nós a ve-los agora podemos bem confirmar isso), mas as pessoas viam e isso é o que interessa. Mas quando eles começaram a ganhar a guerra foi quando a WCW se recusou a renovar e os nomes começaram a saltar, tipo os Radicalz, Giant, etc, mais os nomes que conseguiram da ECW.

      Só que acho que não se aplica tanto hoje. Tanto pela falta de top guys, como pelo facto de os fãs quererem ver um produto diferente,

    • Facebook Profile photo

      Sim. Estava para tocar também nesse ponto mas senti que já me tinha alongado bastante. Mas ia chegar a essa conclusão também.

      Hoje a fórmula não resulta tão bem, por muitos fatores, sendo esse um deles: Os fãs querem ver coisas diferentes.

      Depois algo que pesa muito, também, é a qualidade com que se realiza o processo. No caso da WWE, ter esta filosofia não chega, sinto que a empresa hoje em dia está demasiado fraca a nível criativo para o fazer com a qualidade que fazia no passado.

  6. TFred2 meses

    Eu não defendo a WWE em muita coisa mas já irrita tanto ressabiamento, a WWE ainda faz muita comichão a estes lutadores, já para não falar que muitos que vão para a AEW tornaram-se grandes estrelas na WWE senão não teriam metade do reconhecimento hoje em dia.