Frank casino

A All Elite Wrestling teve um excelente primeiro ano de existência e cada vez parece estar mais consolidado o lugar da empresa no mundo do Wrestling, sobretudo como concorrente do NXT ou mesmo da WWE.

Com isso existem sempre muitos fãs expectantes de novos lutadores ou novas storylines que a empresa possa ter. Algo que muitos fãs comentam é a possibilidade da All Elite Wrestling um dia ter um General Manager ou algo parecido nos seus programas.

Tanto que, no final de 2019, houve a especulação de que Taz seria a primeira authority figure da All Elite Wrestling, algo que não viria a acontecer. Agora Cody, através da sua conta de Twitter e em resposta a um fã, afirmou que espera que a All Elite Wrestling nunca tenha uma authority figure.

Cody afirmou que espera que seja algo que nunca aconteça, pois o público sabe quem são os donos da empresa e que, nesta era do Wrestling, uma figura de autoridade como um General Manager é algo insultuoso para com os fãs.

O vice-presidente da AEW termina o tweet dizendo que essa é só a sua opinião e que apesar de tudo até existem várias maneiras divertidas de haver figuras de autoridade num programa de Wrestling, e que ele as respeita.

Concordas com Cody e também achas que a All Elite Wrestling nunca deverá ter uma authority figure?

17 Comentários

  1. Percebo a lógica mas dizer nunca em wrestling e algo perigoso

    • João da Cena5 meses

      A tradução na verdade está mal feita. Ele não disse “…que nunca iria haver…”. Ele disse “espero que nunca venha a existir”

    • Isso já muda muito xd

  2. Até concordo vamos ver no futuro..

  3. Anónimo5 meses

    Só uma nota importante pois há bastantes pessoas que parecem não estar bem informadas sobre como a AEW funciona:
    O presidente e CEO da empresa é o Tony Khan que esteve sempre presente em todos os shows realizados e não sei porque insistem nisso de escrever sobre os EVP’s como se eles mandassem em tudo e tivessem sempre a decisão final, era a mesma coisa que dizer que o George Barrios e a Michelle Wilson que se demitiram eram também donos da WWE já que também eram vice-presidentes. Não se esquecem que o Cody, Kenny Omega e os Young Bucks são wrestlers primeiro, claro que é óbvio que têm influência na parte criativa mas isso agora também acontece por exemplo na ROH com o Marty Scrull a ser o “booker” mas ninguém o descreve enquanto dono da empresa.

    • Sim o Tony Khan manda porque tem cash e por acaso tem me surpreendido o quanto está investido no projecto e realmente gosta de wrestling. A ideia inicial era que era apenas o tipo com cash e que os elite iriam gerir a empresa. Mas não parece ser assim

  4. Concordo com Cody, acho que a implementação de figuras de autoridade no wrestling está algo ultrapassada e só não me oporia a tal se existisse efetivamente uma storyline bastante racional que levasse a esse surgimento.

  5. Facebook Profile photo

    Cody ta com pensamento de sjw nutella. Sem as figuras nas storylines de autoridade a WWE, WCW e TNA por um periodo teria perdido muitas bons combates e histórias.

    • MaestroVareta5 meses

      Creio eu que uma Figura de Autoridade não é necessário para haver boas Storylines.

    • simaoP15 meses

      A mesma mente à Jim Cornette a sério, hoje em dia já não faz sentido uma figura de autoridade, trata-se de de um conceito muito gasto…

    • Bea Ospreay5 meses

      Depende, pois em alguns casos se torna algo que aborrece.

    • Pelo comentário do Matt parece que os authority sao wrestlers. Que ate podem ser mas não é o que os caracterizam

  6. L26MC5 meses

    Eu discordo um pouco com o Cody.
    Gostava que houvesse um GM, pelo menos se um dia fosse criada outra Brand.
    Acho que um GM faz sempre um papel importante semanalmente, contribui muito para certas storylines e para o crescimento da Brand. Eu cresci a ver Wrestling com GM e nunca olhei para eles como donos de nada, apenas com poder de marcar combates etc… sabendo que o Vince é que mandava naquilo tudo.

    • Anónimo5 meses

      Subscrevo totalmente.

    • Criar outra brand? A propria wwe que tem meios para isso nem sabe gerir duas branda quanto mais outras empresas de wrestling. Eu também cresci a ver GM mas pagar um tipo so para “marcar” combates não sai lá muito barato. E por ser pago muito vezes tiravam o foco dos lutadores para tentar render o investimento feito neles. Se a tua ideia e de marcar combates então e completamente inútil um GM. Aliás a própria wwe não tem tido gms e bem

    • L26MC5 meses

      @DigOwens A WWE é a WWE, a AEW é a AEW, são gestões diferentes. A WWE já teve em tempos um Main roster recheado de estrelas e soube gerir de certa forma as coisas.
      Neste momento a AEW está no primeiro ano e já conta com grandes nomes na empresa, têm uma divisão de equipa completamente perfeita.
      Era ridículo para já terem outra Brand visto que os seus títulos, ainda nem quase história têm, para não falar que há muito a melhorar na sua divisão feminina, entre outras coisas. Falo daqui a uns bons anos.
      Sobre o GM, dizeres que recebem milhões etc é um disparate, o GM é um ator que acaba por participar do show, acabando por fazer parte de certas histórias, apanhando também ele porrada, levando aplausos ou até vaias do público. Nunca será uma perca de tempo ter um GM, agora teres uma pessoa que faça bem esse papel, aí sim, é mais complicado.

  7. Anónimo5 meses

    Não concordo a 100% com isso. Acho que haver um GM pode ser algo bom, mas claro também não é mau não ter GM.