Cada vez mais temos visto o público da AEW dividido e a reagir de forma mista a Cody Rhodes, com uma certa porção dos fãs a continuar a gostar do “American Nightmare” mas outra a “virar-se” contra si.

Durante uma participação no Busted Open Radio, o primeiro TNT Champion reconheceu essa mudança de paradigma quanto à sua popularidade dentro da AEW e admitiu que se sente como Woody do Toy Story quando é vaiado.

Woody estava a ter uma boa vida. Ele estava a divertir-se. Estava a ser usado todos os dias. Ele era o principal brinquedo. Depois Buzz Lightyear aparece. Woody é atirado para a caixa. Se te perguntas como me sinto, olha para como Woody se sentiu no primeiro [filme] Toy Story porque esse, a um certo nível, tem sido o meu papel recentemente.

Porém, dito isso e colocando de lado a minha mesquinhez, já faço isto [Wrestling] desde os 15 anos e essa educação é inestimável em termos de não entrar em pânico e também de desfrutar este momento. Nunca tive uma caminhada como esta na minha carreira, onde tudo está a acontecer de uma só vez pessoal e profissionalmente.

Quero “surfar a onda”. Quero olhar para trás e desfrutar. Mas sim, se alguém quiser saber como me sinto, identifico-me com Woody do Toy Story se é que isso faz sentido. É aí que me encontro neste momento em relação a isto.


Pensas que Cody Rhodes irá conseguir “contornar” este período de reações mistas?

5 Comentários

  1. Ulisses Pereira1 mês

    Talvez a personagem dele precisa se de uma mudança, ele podr fazer isso sem um heel turn, uma coisa e certa e bom lutador mas esta com uma personagem um bocado estagnada

  2. Zickelous1 mês

    O melhor a se fazer seria uma heel turn, mas o imbecil prefere continuar com a forçação de barra com o overpush da família Rhodes

    • Jooj1 mês

      Ia ser legal ele voltar com uma personagem talvez líder de uma stable (sempre achei q ele combinava com a FTR) com cabelo escuro e a trajar ternos, tendo lutas pontuais em ppv e ser mais um organizador de uma stable heel.

  3. John mit1 mês

    Kkkkk, as vezes eu me sinto como Nemo

  4. Se calhar está a precisar de uma mudança de personagem!